The Novel’s Extra – Capítulo 160

164
The Novel's Extra - Capítulo 159
The Novel's Extra - Capítulo 161

Tradução: Sr. Raposo | Revisão: Dilsinxyz


A Primeira Cidade (2)

De acordo com o sistema, havia 78 pessoas que passaram do segundo tutorial no mais alto nível de dificuldade. O tamanho da Cidade Tutorial era aproximadamente do tamanho de Yeouido (Uma ilha em Seul, Coreia do Sul, com 8,4 quilômetros), e todos os 78 adversários de maior dificuldade estavam agora na cidade e dentre estes 78, os dois heróis mais próximos ao status de classificação Mestre estavam aqui.

Escondendo meu nervosismo, passei a observá-los.

“Que lugar é esse? Que misterioso.”

Ao que eles entraram no bar, eu puxei meu capuz sobre a minha cabeça.

“Parece que este é o Pub de Mercenários. Olha, missões no quadro de avisos.”

“Ah~ então temos que fazer dinheiro completando missões~”

Disse Aileen, concordando com a cabeça enquanto ouvia Yi Yongha. A primeira vista, eles pareciam mais um tio e a sua sobrinha.

“É o que parece.”

“Qual o valor que temos que fazer mesmo?”

“1000 cada um, em dez dias.”

“Isso deve ser fácil~”

O objetivo do terceiro tutorial era simples. Fazer TP.
Os jogadores que possuírem mais de 1000 TP no final de certo período de tempo passarão para a verdadeira Torre, enquanto aqueles que não conseguirem terão que ficar aqui até o início do próximo tutorial em 1º de novembro.

“Destruir um assentamento de goblins, acabar com um grupo de bandidos, desmanchar uma casa de jogo ilegal…”

Yi Yongha começou a ler as missões no quadro de avisos.

“Nós podemos provavelmente completar todos elas hoje.”

Disse Aileen, impaciente.

“… Por favor, você vai estar morta de cansada depois da primeira missão.”

“Como é? Você está me subestimando?” 

“Eu estou sendo realista. Seu poder mágico está restrito por enquanto.” 

Já que Aileen era a superior de Yi Yongha e eles chegaram juntos, ela deve ter entrado na torre com um bilhete vermelho trazendo ele como o seu companheiro.
*Kiik—*
Naquele momento, a porta se abriu novamente e, assim como eu, os dois se virarem para a porta. 

“Onde diabos é isso? O último tutorial era mais interessante…”

“Será que dá para você ficar quieto?”

Era fácil de identificar quem eles eram simplesmente pelas vozes.
Um gigante e uma mulher de aparência ocidental e sedutora.
Cheok Jungyeong e Jain.

“Como diabos é que vamos fazer… eh?”

“…Oh?”

E então eles descobriram o par que estava em pé na frente do quadro de avisos e ao mesmo tempo que Aileen e Yi Yongha também os viram.

2 vs 2.
Quatro pares de olhos se olharam e se enfrentaram e sem que nenhum deles dissesse coisa alguma, a atmosfera se tornou cheia de hostilidade. 

“Proprietário, me dê dois do seu álcool mais forte.”

Decidi pedir duas bebidas ao barman, pagando os 20TP e depois de pegar as duas moedas de prata, ele me entregou as duas bebidas com álcool altamente concentrado.
Depois disso, coloque a minha máscara e ajeitei meus óculos.

“Vocês dois sabem quem eu sou, não é?”

Aileen foi a primeira a quebrar a tensão, falando enquanto encarava Cheok Jungyeong e Jain.

“Haha, isso mesmo criança. Nós te vimos uma vez antes.”

Cheok Jungyeong respondeu.

“… Criança?”

“Talvez seja mais apropriado chamá-la de pirralha.”

“… Ha, ha ha, eu te desafio a dizer isso de novo.”

O rosto de Aileen ficou vermelho depois se abertamente provocada por ele.
No entanto, agora não era a hora para lutar.

“Vocês dois, venham…”

O poder dela, Ordem Espiritual, se aproximava do nível de uma Autoridade.
Eu rapidamente girei meu pulso, fazendo vodka voar para fora dos copos que segurava e voando na boca de Aileen em um arco perfeito. Yi Yongha tentou bloqueá-lo com seu corpo e conseguiu fazê-lo com a primeira bebida , mas preparei dois copos justamente para algo assim.

“Aqui— quec!”

O conteúdo do segundo copo caiu direto na boca do meu alvo. Com o líquido de repente passando pela sua garganta, Aileen tossiu mas foi incapaz de cuspi-lo.

“Aack! Garg-, mi-minha garganta está… queimando… ghaaac…”

Ordem Espiritual era inútil se não fosse possível falar. Como ela já era fraca contra o álcool para começar, ela começou a pegar e beber bebidas de outros NPCs.

“Ptui! Ah, este é também o álcool! Á-água—!”

“Hm, Aileen-ssi, acalme-se. Respire fundo…” 

“Você acha que eu posso me acalmar!?!?”

Normalmente, Aileen teria se recuperado rapidamente usando seu poder mágico que rivalizava com a da Boss. Não, normalmente, ela não teria sido afetado pelo álcool em tudo, mas os seus status estavam restringidos no momento, tornando-a ainda mais vulnerável. 

“O que o diabos há com aquele moleque?”

“Cheok Jungyeong.”

Indo até Cheok Jungyeong e Jain, sussurrei.

“Huh?”

Os olhos dele se arregalaram.
Eu segurei o meu dedo indicador perto da minha boca, sinalizando para manter a sua boca fechada e então, os arrastei para fora e corremos por uns cinco minutos em linha reta. 

“E-Ei!”

Cheok Jungyeong sacudiu a minha mão para longe assim que chegamos em um beco e como agora estávamos longe do pub, eu o soltei. 

“O que diabos está errado com você? Por que me arrastou até aqui?”

“Parecia que vocês estavam prestes a começar uma briga, então os trouxe para fora.”

“O quê, eu não posso lutar?”

“….”

Olhei para Jain que estava de pé ao lado de Cheok Jungyeong, esperando que ela fizesse algo sobre este cérebro-de-músculo maluco, mas ela simplesmente balançou os ombros. 

“Os status deles estão restringidos assim como o resto de nós, certo? Eu até que quero bater naquela Aileen também.”

“… Você vai ser preso se lutar dentro da cidade. Não viram o grupo de vigilantes daqui?”

Olhei em volta com cuidado, mas, felizmente, não havia nenhum Jogador nos observando. 

“A propósito, onde está a Chefe?”

“Quem sabe? Acabamos de chegar aqui também… Oh, espera, lá está ela.”

Quando Jain apontou para o meio da rua, me virei para ver o que era.

 

“… E não é que é ela mesmo.”

A Chefe estava de cabeça inclinada, na frente de um vendedor ambulante que vendia doces e chocolates.

“Parece que Boss está querendo doces.”

Nisso que ela disse, Chefe estalou os lábios e começou a vasculhar nos seus bolsos.

“Acho que sim. Ela gosta mesmo de chocolate.”

“Aí, Novato, qual é dessas suas roupas?”

“Oh, verdade, de onde você tirou isso?”

Ambos apreciam interessados em minhas roupas.

“Eu as fiz.”

“Oh! Faça um para mim também.”

“Eu também, eu também.”

“Claro, se você pagar.”

“… Então deixa para lá.”

Jain desistiu, como esperado, diferente de Cheok Jungyeong.

“Quanto? Eu tenho 300 won no momento.” 

“300TP?”

“Isso.”

Olhei para Cheok Jungyeong e cuidadosamente falei.

“… Por tudo o que você tem.”

“Hahaha, pirralho, eu pareço alguém fácil de passar a perna assim?”

“….”

Apesar de olhar e agir como um idiota, ele não era assim tão estúpido.
Deixei escapar uma tosse seca, mudando de assunto.

“Ahem, vamos falar com a Chefe primeiro.”

A Chefe parecia ter finalmente descoberto a forma de manusear TP, já que tinha uma moeda de ouro em mãos. Cada moeda de ouro valia 100TP e a que ela tinha era, provavelmente, a recompensa do segundo tutorial.
Boss encarou o vendedor de rua com a moeda de ouro na mão. A expressão dele, por outro lado, estava cheio de ganância.

“… Ela vai acabar sendo enganada desse jeito.”

Cidade Tutorial.
Embora soassem gentis e prestativos, cerca de 70% de seus moradores eram trapaceiros e salafrários.
Fui então até a Chefe juntamente de Cheok Jungyeong e Jain.

“Ei, Chefe!”

Cheok Jungyeong chamou, fazendo-a virar-se, bem no momento em que estava para passar a sua moeda de ouro ao NPC.

“Oh, é Gyeong. Jain e Novato estão aqui também.” 

Disse nos cumprimentando sem expressão, enquanto Cheok Jungyeong praticamente foi esmagando o chão em sua direção e eu rapidamente tomei a moeda de sua mão. 

“Hm? Novato, o que você está fazendo com o meu dinheiro?”

A Chefe franziu a testa.

“Eu vou te dar ele volta para você mais tarde.”

Falei enquanto me virada ao vendedor de doces em vez dela.

“Este chocolate, quanto é cada um?”

“Perdão? Uh…“ 

Eu tinha certeza que podia ouvir as engrenagens girando no seu cérebro. No entanto, NPCs pensavam da mesma forma como os seres humanos e ao ver o gigantesco Cheok Jungyeong atrás de mim… 

“Eles são 10TP cada um.”

“….”

Uau, e ele ainda tenta me enganar mesmo tendo Cheok Jungyeong bem ali.

“Me dê um, não, dois.”

Chefe falou. Já que não tenha comido chocolate em mais de um mês, ela parecia ficar cada vez mais desesperada.

“Não.”

“P-Por quê? Mas eu tenho 20TP…” 

“Eu sei, mas isso é suficiente para comprar dez chocolates.”

Deixando a confusa Chefe com Cheok Jungyeong, me virei para o vendedor de doces mais uma vez.

—————

Com 20TP, comprei 20 chocolates e 20 doces e com isso resolvido, fizemos o nosso caminho para uma das estalagens da proximidade enquanto enquanto a Boss, feliz, ia comendo junk food(comida não saudável).

“Vamos ver, quatro pessoas… 300TP por noite.”

Até mesmo o dono da estalagem era um trapaceiro, mas sabendo o preço verdadeiro, eu peguei apenas seis moedas prateadas.

“Vamos fazer isso 60TP.”

“Ehey, isso não vai dar nada. Vá para outro lugar.”

“Eu fui a todas as estalagens da cidade e só ficou mais barato a cada vez. Este é o último lugar.” 

Olhei para Cheok Jungyeong quando disse isso e ele, notando o meu sinal, começou a encarar o estalajadeiro. 

“… 150, vamos fazer 150TP por noite.”

“60TP.”

“60TP para um quarto para 4 pessoas? Isso é impossível…” 

“60TP, mas não vamos pedir comida. Só queremos ficar com o quarto.”

“.…”

“Não vamos fazer as coisas ficarem difíceis.”

O NPC ficou em silêncio por um longo tempo.
E eu retribui o silêncio.
Depois de cerca de três minutos de total silêncio, alertas do sistema me avisaram que a minha barganha fora um sucesso.

[Você adquiriu a técnica, ‘Barganha Lv.1‘]
—Você pode ver a estimativa do preço mínimo desejado por NPCs com Barganha de baixo nível.

[‘Barganha Lv.1‘ interage com ‘Mestre Cantor’.]
— A voz de Extra7 agora irá conter ‘Persuasão Diminuta’.

‘Então Mestre Cantor pode ser usada assim também…’, sorri e olhei para o estalajadeiro.

“M-Muito bem então, 70TP!”

… Ele ainda queria mais 10TP.
Pegando a chave, joguei 60TP no balcão e acompanhado da Boss, Jain, e Cheok Jungyeong, subi para o andar superior e entramos num quarto grande para 4 pessoas. 

“Então, o que você vai fazer agora?”

Jain sentou-se na beirada da cama e perguntou.

“Acho que vou roubar algo. Tenho certeza que você vai sair e fazer o que quiser. O problema é que…”

Continuou ela e olhou para chefe e Cheok Jungyeong.

“Estes dois com baixa experiência social.”

“Vou levar Cheok Jungyeong comigo e você cuida da Chefe.” 

“O quê? Você? Você quer me levar junto?“ Ahahaha, parece que você ficou mais engraçado, garoto.”

Disse ele rindo e batendo no meu ombro, o que teria quebrado meus ossos no mundo original, mas graças ao rebalanceamento deste mundo de cá, eu acabei ficando surpreendentemente ok. 

“Outra coisa, invistam todo o dinheiro que têm em mim.”

As sobrancelhas de Jain se contraíram.

“… E para quê?”

“Jogos de sorte.”

“O quê? Ficou maluco?”

A Cidade Tutorial também tinha uma casa de jogo, mas o problema era que mais da metade dos jogadores eram trapaceiros, tornando a vitória ou perda não tão completamente dependente da sorte. 

“Ah~ por isso que você comprou um baralho de cartas antes de virmos para cá?” 

Cheok Jungyeong perguntou.

“Sim.”

A caminho da pousada, parei em um lugar e comprei um baralho de cartas. Para ganhar dinheiro em uma sala cheia de trapaceiros, você só precisava ser o melhor deles.

“Você está confiante?”

Perguntou ela, duvidosa.

“Mas claro. Você acha que pediria por dinheiro para Jain-ssi do contrário?”

Dinheiro para ela era como sua vida e roubá-lo não era nem uma pouco diferente de declaração de guerra. 

“… Mesmo?”

“Claro.”

Antes de vir para a Torre, estudei e pratiquei técnicas de trapaça com cartas.
Double dealing💻, hand mucking💻 (), base dealing💻 (), truques de mão, etc. E graças ao meu Dom, Destreza, eu era praticamente um profissional nisso.

—————


Uma hora depois.
Cheguei a uma casa de apostas com Cheok Jungyeong, pedindo NPCs nas proximidades a direção.

— Full-house. Três 3 e dois 5.
— Mas que inferno, você trapaceou, não foi?
— Oh, por favor.

O lugar cheirava de fumaça acre, me dirigi para uma mesa vazia e me sentei.
Nisso, os olhos de um dos frequentadores do lugar que também fumava e parecia entediado, pareceram brilhar.

“Oh ~ vocês dois são novos por aqui?”

“Sim.”

“Oho ~ um musculoso um garoto magricela… que combinação estranha. São amigos?”

Eu sorri sem responder ele. Cheok Jungyeong também sorriu.

“Realmente, esse cara é magro.”

“De qualquer forma, bem-vindos. Vou tratar vocês dois muito bem.”

Do primeiro momento que o vi, soube que ele era um trapaceiro, mas como eu mesmo estava indo para enganar, isso não importava tanto.

“Muito bem, por que não começamos?”

O homem pegou um baralho de cartas.
Eu simplesmente sorri.

💻
Duas horas.
Precisei de apenas duas horas para ganhar a maioria do dinheiro do lugar.
Eu enganei quando estava jogando contra golpistas e dependia exclusivamente da sorte ao jogar contra pessoas comuns. Claro, aqueles que trapaceavam causavam uma cena sabendo que eu estava trapaceando de alguma forma, mas Cheok Jungyeong estava ali para impedi-los todas as vezes. 

“Que tédio. Todos covardes.”

NPCs que eram apenas bons em aplicar esquemas encolhiam perante aos músculos dele. Era algo muito engraçado de se ver.

“Agora, vamos sair daqui.”

“Eh? Por quê? Nós ainda podemos fazer mais.”  

“Não, olhe para lá.”

Disse apontando para um homem de aparência feroz que eu acabara de perceber. Ele estava olhando para mim enquanto mastigava um cigarro.

“Ele deve ser um golpista contratado pelo proprietário desta casa de apostas.”

“… E?”

“O proprietário virá em breve com os contratados. Vamos trocar dinheiro e deixar antes disso.”

Não havia nenhuma razão para lutar contra NPCs, assim, trouxe Cheok Jungyeong comigo para o lugar da troca.

 

“10200 fichas, confirmas. Um momento por favor.”

O funcionário que trabalhava na casa de câmbio confirmou o número de fichas que eu fizera.
300TP de Cheok Jungyeong, 200TP tanto da Chefe e quanto de Jain e 1000TP do meu total de 1700TP. Em duas horas, eu tinha mais do que quintuplicado.

“Aqui está, 10200TP.”

O funcionário me deu dez notas 1000TP e duas moedas de ouro.

“Quanto eu ganho?”

Sem respondê-lo, coloquei tudo no meu inventário.
Ssss—
As duas moedas de ouro e algumas das notas transformaram-se em pó e entraram no meu inventário.
Exatamente, ‘algumas’. Havia ainda cinco notas em minha mão.

“Estas são falsas.”

Olhei para Cheok Jungyeong.

“O quê? Sério?”

“Sim, é por isso que eles não entram no inventário.”

O seu rosto imediatamente ficou contorcido e vermelho de raiva, seus músculos se contraíram e aumentaram de tamanho e…
KWANG—!
Um som de trovão ecoou.

“Seu filho da puta!”

“Hiik!”

“Por acaso pareço com alguém fácil de se enganar? Eu te desafio a tentar de novo, você…! Filho… Seu…!”

Ele começou a cuspir tantos tipos de xingamentos que eu não seria capaz de descrever em palavras.

Com 10200TP, voltei para a estalagem. 💻
A Boss estava se exercitando enquanto Jain se preparava para ir roubar algo enquanto disfarçada.

“Oh, vocês estão de volta? Onde está meu dinheiro? Se você perdeu tudo…”  

“Não se preocupe. Antes de tudo, sentem-se.” 

Eu dei a Boss, Jain, e Cheok Jungyeong seu dinheiro de volta e um 1000TP adicional.

“Ufa… bom.”

“Mantendo o 1000TP que te dei, será possível ir até o próximo andar.”

“Bem, isso foi fácil. Então esse andar acabou?” 

“Não, fiquem em guarda já que batedores de carteira estão por todo lado na cidade, podendo até mesmo roubar dinheiro que está dentro de seu inventário.”  

Apesar de ter sido fácil para nós, este lugar era um de maior dificuldade da Cidade Tutorial.
Não era possível de se saber que a maioria das pessoas nesta cidade eram ladrões e trapaceiros e até mesmo um grande sábio não teria outra escolha senão ser enganado uma vez. 

“Nós vamos receber uma recompensa com base no desempenho, como o último tutorial, se tivermos mais dinheiro?”

“Provavelmente não. O sistema teria nos avisado se esse fosse o caso.” 

A recompensa do terceiro tutorial era simples.

“O TP que ganhamos neste lugar deve ser a nossa recompensa.”

—————


Enquanto isso, em um assentamento goblin a alguma distância da Cidade Tutorial .

“O quê? Você disse que eram 700TP!”

A voz irritada de alguém ressoou pelo lugar e pássaros pousados ​​em ramos voaram para longe e esquilos caíram das árvores, surpresos. 

“Agh, e você precisa ser tão barulhenta?”

Aileen olhou para o líder mercenário que a contratou.

“Você acha que eu posso ficar quieta? Hã?! Você disse antes que eram 700TP!”  

“Sim, eu disse, isso é, se não sofrêssemos nenhum dano. Olhe para o estado que esses caras estão.” 

“O quê?”

Olhando ao seu arredor, havia mercenários que claramente sofrendo muita dor, fazendo-a morder os lábios em silêncio.  

“Está escrito no contrato. O valor pago pode mudar dependendo da condição de outros mercenários.” 

“… Mas eu não acho que é direito nem mesmo nos dar metade do valor listado.”

Desta vez, foi Yi Yongha quem falou. O líder mercenário estava, injustificadamente, dizendo que iria baixar a recompensa da missão de 700TP para 300TP.

“Não, não, as coisas simplesmente são assim.”

“Pelo menos nos dê metade”.

“Não posso. Se considerarmos o quanto vai ser o tratamento desses caras, não podemos poupar até mesmo um único TP“.

“Você—”

“Tá! Eu não preciso do seu dinheiro imundo!” 

Aileen gritou abruptamente e tomou as três moedas de ouro nas mãos do líder mercenário.  Ela queria usar Ordem Espiritual e fazer as coisas do jeito que queria, mas por ter usado a maior parte do seu poder mágico lutando, era impossível fazer algo assim.

“É melhor você rezar para não nos encontrarmos outra vez. Se isso acontecer, eu vou matá-lo de verdade.”

“Eu-eu só estou indo com o que está escrito no contrato. Você não tem que ficar tão nervosa.” 

“O que, seu filho de uma—!”

“… Pare de Aileen-ssi. Nós não vamos ganhar nada brigando.” 

“M-Mas esse bastardo…!”

… Depois de se separarem do grupo de mercenários, Yi Yongha, arrastou Aileen de volta para a cidade enquanto esta lutava com as suas pernas curtas.

“Esqueça sobre hoje. Vamos simplesmente comprar algumas poções no nosso caminho de volta.” 

Yi Yongha falou enquanto enxugava o suor, com um sorriso amargo no rosto.

“Mas a Loja do Jogador não vende poções…”

A voz de Aileen foi especialmente pequena hoje. Ela se mantivera animada mesmo em uma ilha desabitada, mas algumas pessoas tinham conseguido deixá-la deprimida. 

“Não, não a Loja do Jogador. Eu vi lojas de poções por aí. Ah, há uma bem ali.”  

Continuou ele, apontando para uma loja de poção próxima.

“Aileen-ssi está com pouca energia mágica, certo? Vamos comprar algumas poções de poder mágico.” 

“É, boa ideia.”

Os dois correram para a loja de poção.
… Então.

“100… 100TP?”

“Sim, poções de poder mágico ficaram caras recentemente.”

“… Ainda assim, não é possível que sejam tão caras.”

“Mas é a verdade. E deve ser assim em todos os outros lugares, mas, não acho que muitas outras lojas estejam abertas agora por ser tão tarde.” 

“Ha….”

Embora o preço foi difícil de se acreditar, a lojista parecia muito honesta e justa para estar mentindo, deixando até mesmo Yi Yongha sem outra opção senão acreditar nela.
Ele olhou para Aileen que estava deprimida e triste. Era fácil ver como ela estava infeliz com toda a situação.

“Haa”.

De repente, ele ficou com desejo muito grande de ver a sua esposa e suspirou. Aileen tinha usado em gra quantidade o seu poder mágico hoje e ela precisava de uma poção de poder mágico se quisessem que recuperasse energia suficiente para amanhã.

“… Se não tem outro jeito. Vamos levar uma.”

“Ah, sim, desculpe por isso…”

“Não, não é sua culpa.”

“Da próxima vez que vocês vierem, eu vou adicionar em alguns bônus.”

“Ah obrigado.”

No final, Yi Yongha usou o seu dinheiro para comprar uma poção poder mágico.

“Aqui está, Aileen-ssi.”

“Ah, obrigada.”

Aileen tomou a poção poder mágico e a guardou no inventário.

[Poção Pobre de Poder Mágico]
○ Recuperação de Poder Mágico L0. Restaura 10 poder mágico sobre quando consumida. 
○ Intoxicação Alimentar Lv.1. Aumenta a chance de obter intoxicação alimentar após o consumo.

A descrição do item era um pouco estranho, mas como poções de poder mágico eram normalmente caros, Aileen decidiu não pensar muito a respeito.

“Então, vamos encontrar uma estalagem.”

“Un!”

… 10 minutos depois, eles encontraram um lugar para ficarem.
No entanto, o estalajadeiro os olhou de relance e entregou mais uma notícia chocante.

“Vamos ver, duas pessoas… 150TP por noite.”

“… Perdão?”

Assim que ouviram o ouviram, eles se sentiram como se suas almas tivessem deixado os seus corpos.


Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

The Novel's Extra - Capítulo 159
The Novel's Extra - Capítulo 161
COMPARTILHAR
Preguiçoso, viciado em novels e apaixonado por músicas acústicas/instrumentais...