Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 86

1239
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 85
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 87

 

Tradução: Denn | Revisão: The Careca


Deixando Blizzaria

Dorian respirou.

Ele exalou.

Ele respirou novamente.

Ele exalou novamente.

Seu corpo inteiro era uma bagunça de dor.

Ele poderia lidar com isso.

O que ele não conseguia lidar, no entanto, era a sensação de desamparo que o invadiu quando ele foi pego e levado pela tropa feminina. Ele sentiu a luz quente envolver seu corpo machucado, tentando curar seus ferimentos.

Ele poderia agir e se defender agora mesmo se precisasse. Mas isso só pioraria seus ferimentos já graves.

Ele suspirou, verificando seu status.

¤¤¤

Dorian – Alma

Estágio da Alma: Classe Lorde (Baixo)

Saúde: Extremamente Ruim (Reparando)

Energia: 1.343 / 11.887

¤¤¤

“Que merda!” Ele estremeceu quando ele olhou para os números. Não foi surpreendente. Uma coisa se destacou para ele, no entanto.

“Meu nível de energia cresceu.” Pelo menos houve um positivo aqui. Ele tinha chegado em 11.000 e quase atingido 12.000. O crescimento foi extremamente rápido para um ser normal e, provavelmente, devido à energia que sua alma foi forçada a suportar em suas formas condensadas e nas várias lutas ocorridas.

Se ao menos ele pudesse manter permanentemente qualquer um dos níveis de energia da sua Forma Condensada… Ele suspirou.

Sua instável forma de Demônio Berserker não carregava seu Nível de Energia permanentemente, pelo menos em relação à sua alma. Se ele pudesse encontrar uma maneira de estabilizá-lo, ele se beneficiaria muito. Seu nível de energia base era superior a 30.000 e proveria um enorme aumento de força.

“Ugh, minha cabeça.” Dorian tentou, e falhou, agarrar sua cabeça. Seu braço direito gritou para ele em agonia quando ele tentou movê-lo, então ele deixou sozinho.

Ele havia pulado no Portal Vermelho apenas alguns segundos depois de jogar os Sombras. Sua última lembrança era de luzes piscando e dor, seu corpo sendo jogado ao redor pelo que pareceu uma eternidade, e então aterrissando aqui, apenas alguns momentos atrás.

“Pelo menos eu estou vivo.” Ele mentalmente murmurou, seus olhos se contrairam. Ele parecia estar ficando gravemente ferido com demasiada frequência para o seu próprio gosto, com repetições dissonantes.

Ele abriu os olhos ligeiramente, olhando para as mulheres que o carregavam.

“Minha alma é a razão pela qual elas estão aqui? Ou que estou aqui onde estão?” Ele questionou, imaginando. Sua alma torcia o destino, algo que normalmente era impossível. Ele mentalmente assentiu. Uma coincidência como essa tinha que ser por causa disso.

Elas estavam… salvando ele.

Dorian havia voltado à sua forma humana antes de aterrissar. Era um fato que formas com propriedades regenerativas mais fracas eram mais fortemente afetadas pela medicina curativa. Era uma das leis dos 30.000 mundos.

Ele pretendia tirar vantagem disso, usando um de seus últimos comprimidos de luz que havia preparado há muito tempo. Ele usava o anel de armazenamento na mão direita e não precisava pegá-lo quando perdeu o braço.

Uma das magas aqui aparecia para estudar Magia de Luz, e havia lançado algum tipo de magia de cura em Dorian. Dorian podia sentir a interação com a magia de cura da Pílula de Luz, combinando-se para reparar lentamente as inúmeras lesões que cobriam sua forma física. Mantinha seu corpo aquecido, combatendo o frio que cobria o ar.

Além de seus ferimentos físicos mais evidentes, a maior perda, nos olhos de Dorian, era seu braço.

“Ausra, o que eu preciso para consertar meu braço?” Ele perguntou mentalmente. Ele aprendeu, através de suas conversas com seu Gênio de Matriz de Feitiços da Alma, que era possível restaurar qualquer parte ferida de seu corpo se ele usasse pontos de energia.

“Restaurar seu braço esquerdo cortado levará aproximadamente 46 horas e custará 24.332 pontos de energia.” Ela respondeu friamente, sua voz feminina era reconfortante.

Um pouco mais do que ele esperava, mas não insuportável. O gasto em energia o fez estremecer embora. Era só um braço, afinal, e já custou tanto? As regras que seu Gênio de Matriz de feitiços da Alma tinha que seguir eram confusas.

Ele encolheu os ombros mentalmente e, em seguida, aumentou seu total de pontos de energia, checando-o.

¤¤¤

[Humana – Estágio de Crescimento: (2/2) Adulto Humano]

[Progresso do Crescimento – 466.128/0]

¤¤¤

“466.000 pontos?!?!” Dorian cuspiu, seus olhos se abriram em choque com o valor.

Isso foi um incremento enorme!

Ele não teve tempo de checar quando absorveu o braço do Rei Grakon Morto-Vivo e sua lâmina, mas ele certamente não esperava uma soma tão grande.

“Excelente!”

Ele pensou, sorrindo de alegria. Seu rosto se contorceu, no entanto, a dor o destruindo. Ele ainda estava ferido depois de tudo.

“Ausra, comece a reparar meu braço imediatamente.” Ele ordenou, comandando o gênio. Ele sabia que poderia simplesmente usar sua vontade para concentrar a energia de crescimento armazenada em sua Matriz de Feitiços da Alma e comandando-a por conta própria, mas ele gostava de conversar com Ausra, por algum motivo estranho. Ele sentiu como se ele tivesse uma conexão com ela, mesmo que ela fosse apenas uma construção de magia sem emoção.

“Processo de reparação inicializado… Por favor, não mude de forma ou a energia usada será perdida.” Ausra afirmou. Um momento depois, Dorian sentiu um calor no ombro esquerdo e uma estranha sensação de arrepio. O processo de cura havia começado.

Com 466.128 pontos de energia, mesmo que ele tenha tirado os cerca de 25.000 pontos necessários para consertar seu braço, Dorian teve mais do que o suficiente para evoluir totalmente sua forma Lagarto Rocha Solar. Ele poderia então começar a progredir em algumas de suas outras linhagens e testar algumas novas formas combinadas.

Sua linhagem Grakon e sua linhagem de Sombra, os dois mais novos que ele ganhou, soaram muito interessantes para Dorian. As combinações que ele poderia obter deles pareciam proeminentes, e a habilidade de expandir dos Grakons era incrivelmente atraente.

Como isso iria interagir com sua capacidade de condensação? Elas se cancelariam? Ele não tinha respostas atualmente.

“Consegui tantos pontos do braço? Ou da arma? Ou ambos?” Dorian questionou, seus olhos brilhando.

Independentemente disso, foi um grande ganho para ele.

“Rápido Marian! Vamos nos mexer!” Uma voz feminina chamou atenção de Dorian de suas reflexões.

Ele estava atualmente sendo carregado por uma das guerreiras encorpadas.

Se ele mudasse de forma agora, ele desperdiçaria a energia que gastara para consertar seu corpo. Além disso, a cura mágica, assim como a medicina curativa, tornar-se-ia menos eficaz quanto mais fortes as propriedades regenerativas, e mais forte fosse uma criatura em geral. Sua forma humana era uma de suas formas mais fracas, o que permitia que ele se curasse mais rapidamente do que até mesmo as propriedades regenerativas de sua forma mais forte, com a ajuda da Pílula de Luz e a magia de cura.

Seria melhor permanecer nesta forma por enquanto.

Baque!

Baque!

O grupo de mulheres rapidamente atravessou várias pequenas passagens de cavernas, seguindo um caminho sinuoso. Dorian manteve sua guarda enquanto era carregado, seus olhos estavam frios. Ele observava cada movimento, preparando-se para escapar, mesmo em seu estado deplorável, se fosse necessário.

Ele não confiaria cegamente nas pessoas. Não mais. Elas pareciam ter boas intenções, mas ele não podia ser muito cuidadoso.

“Mate elas…”

Assim quando ele estava tomando um segundo para meditar, uma voz rudemente apareceu na mente de Dorian. Um sussurro silencioso, mas que ele não podia ignorar. Parecia não ter origem, mas estava firmemente enraizado dentro dele.

A escuridão que estava em toda parte em sua alma se contraiu.

“Aquela voz…” os olhos de Dorian assumiram um brilho ainda mais frio.

Algo estava errado com ele.

Quando ele ganhou aquelas memórias daquele outro homem, memórias que eram dele agora… parecia como se ele tivesse ganhado outra coisa. De fato, quase parecia que algo mais estava presente com ele há muito tempo.

E agora ele podia ouvir claramente.

Uma voz em sua cabeça.

“Estou louco? É isso que é ser louco?” Ele pensou, piscando devagar.

“Isso são meus pensamentos? Isso é outra pessoa? Olá?”

Ele foi saudado com silêncio. Ele esperou por vários segundos, esforçando sua mente e ouvidos. Ele não recebeu resposta.

“Olá? Matar quem? Essas pessoas?” Ele abriu os olhos, olhando para as mulheres que o carregavam. As guerreiras estavam espalhadas em uma ampla formação, com vários exploradores à frente, e um par espiando por trás. Seus movimentos foram coordenados e bem praticados. Elas claramente tinham muito treinamento.

Elas conseguiram passar por várias passagens menores e acabaram saindo por uma passagem longa e sinuosa que parecia ser inteiramente esculpida em gelo. Até agora tinham conseguido evitar qualquer patrulha Grakon, sua jornada era segura e silenciosa. Parecia que essas senhoras conheciam muito bem essa terra.

“Eu não vou matá-las por nada.” Ele respondeu sua própria pergunta e mentalmente balançou a cabeça. As mulheres aqui estavam ajudando ele.

Se ele estava ficando louco, bem, ele lidaria com isso quando a hora chegasse.

A voz não se dignou a falar novamente.

Gradualmente, a cabeça de Dorian ficou confusa enquanto seu corpo se reparava. Ele caiu em um estado semiconsciente quando começou a descansar, a constante percepção e exaustão dos últimos dias lentamente começou a se desprender dele.

Segundos escorregaram para minutos e os minutos escorregaram para horas.

Logo, Dorian acordou de seu estupor semiconsciente, encontrando-se em um acampamento bem construído. Eles ainda estavam em Blizzaria, ainda no subsolo. Eles pareciam estar em algum canto ou recanto escondido no lado de uma das cavernas.

“Ugh!” Dorian mentalmente gemeu quando ele olhou ao redor. Seu corpo ainda estava dolorido e ferido, mas em uma condição muito melhor do que antes. Ele podia se mover agora, pelo menos.

Ele escolheu ficar parado, fingindo estar inconsciente enquanto olhava furtivamente para o acampamento.

A maioria das guerreiras parecia estar descansando em grandes tendas negras. Dorian também estava em uma dessas tendas, uma que tinha uma aba aberta, deixando sair quentes faixas de calor para evitar que a tenda superaquecesse.

Calor que vinha de uma pedra mal iluminada no canto da tenda. Esta pedra parecia ser do tamanho de sua cabeça. Era algum tipo de aquecedor mágico.

Seu corpo estava descansando em um confortável saco de dormir, enfiado e coberto com um pano branco.

“Bem, elas não parecem ser pessoas más.” Ele pensou enquanto examinava seus ferimentos. Ele estava enrolado por gaze branca. Parecia ser bandagens mágicas de algum tipo. No mínimo, elas não ficaram manchadas pela sujeira ou pelo sangue que o cobria.

“Senhorita Parnip, não podemos nos dar ao luxo de pegar uma rua em uma área tão perigosa. Estamos a meio caminho de volta para Paxital. Sei que está feliz por termos encontrado a Folha de Ouro para curar seu pai depois de quase 3 semanas de busca, mas você sabe que estamos sendo caçadas!” Uma voz severa começou, mas foi cortada,

“Marian. Eu lhe contei minha decisão. Sou membro da Aliança Mercenária da Lua Dourada, assim como meu pai. Somos obrigados a ajudar aqueles que precisam de ajuda no campo.” Uma voz de menina respondeu, uma que estava cheia de ferro apesar de sua juventude.

Dorian olhou pela aba, seus olhos pousaram em duas figuras. Uma era a garota que mandara resgatar Dorian, enquanto a outra era uma das magas da tropa.

“Apenas em certas circunstâncias! Nós não somos instituições de caridade, estamos sendo ativamente caça…”

“Marian! Minha palavra é a final.” A voz da garota era firme.

“Vamos levá-lo conosco. Ele não vai acordar até chegarmos ao Excelsior, de qualquer maneira, não com seus ferimentos. E, se encontrarmos os cães enviados para impedir a recuperação de meu pai, vamos matá-los como uma questão de curso.”

Um momento se passou enquanto a outra mulher mais velha suspirava e cedia, erguendo as mãos em sinal de rendição.

Os olhos de Dorian brilharam quando ele percebeu isso.

“A Aliança Mercenária da Lua Dourada, hein?” Ele conhecia esse nome.

Quando ele resgatou uma caravana viajante de Aethmens e encontrou Mello pela primeira vez, de volta à Ponte Mundial para Taprisha, ele aprendeu que os guardas tinham sido membros da Aliança Mercenária da Lua Dourada.

Mais tarde, quando ele estava pesquisando as grandes potências dos 30.000 mundos, para obter uma compreensão desse estranho universo, ele leu sobre o grupo mercenário.

A Aliança Mercenária da Lua Dourada era uma aliança massiva e abrangente que não se aliava a nenhum grupo em particular. Havia Vampiros, Aethmen, Humanos, Dragões. Todas as mais variadas bestas, humanoides e muito mais.

Era o maior grupo mercenário existente. Os líderes da tropa, os Cinco Reis Mercenários, eram todos renomados por sua grande força em combate.

“Maldita alma que torce o destino. Pare de trazer coisas assim para mim. Já tenho o suficiente no meu prato.” Ele mentalmente balançou o punho em sua alma, amaldiçoando.

Ficou claro que o grupo com quem ele estava era um pouco melhor do que ele, sendo caçado para impedir que algum tipo de tesouro de cura fosse entregue a alguém importante.

Ele suspirou e balançou a cabeça ligeiramente.

Dorian retornou a um descanso meditativo enquanto se concentrava na recuperação. Seu corpo começou a se restaurar, a energia percorreu enquanto as outras mulheres se acomodavam para dormir ou ficar de vigília, uma pausa tranquila antes da tempestade.

Pouco a pouco, as muitas feridas, arranhões, ossos quebrados e ferimentos que pontilhavam o corpo de Dorian começaram a cicatrizar.

O tempo passou quando ele se curou, meditando e colocando cada gota de sua vontade em curar seu corpo machucado.

Em um piscar de olhos, seis horas de silêncio haviam passado, escondidos dos perigosos Grakons que patrulhavam a área subterrânea.

¤¤¤

Dorian – Alma

Estágio da Alma: Classe Lorde (Baixo)

Saúde: Bem (Reparando)

Energia: 4.332 / 11.887

¤¤¤

“Tudo bem, senhoras! Vamos continuar andando! Chegaremos à Ponte Mundial em 5 horas!”

Os olhos de Dorian brilharam quando ele acordou e se preparou para ser levado como um heroico, mas frouxo saco de batatas, preparado para qualquer coisa.

[Careca – To chatiado que ninguém comentou da referencia a demolidor.]

AVISO: Denn arrumou um trampo e rushou BYD, por isso ficamos tantos dias sem capítulo. A partir de agora vamos “pagar” os atrasado conforme eu der conta de revisar, ainda vai ter extras esse fds, mas durante a proxima semana vai ser dia sim dia não até estabilizar as rushadas do Denn!

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Não esqueçam de se INSCREVER NO CANAL e acompanhar nossos vídeos]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 85
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 87
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.