Reborn: Evolving From Noting – Capítulo 7 – Tesouro

3612
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 6 - Humanos
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 8 - Segunda Evolução - Dragão Myyr

Ative o Modo Noturno


Tradução: Denn | Revisão: The Careca


* CRUNCH *

Dorian bateu em seus lábios e terminou de engolir o Crustáceo Tesouro Marrom, satisfeito com seu sabor. Ele cuspiu alguns pedaços de casca, lambendo os lábios.

Derrotar o crustáceo provou ser fácil, uma vez que foi encurralado, incapaz de escapar. Infelizmente, ele não tinha encontrado nenhum tesouro raro dentro dele como ele tinha com o outro.

[Salamandra Vermelha – Estágio de Crescimento: (4/5) Adulto]

[Progresso do Crescimento – 757/956]

Quando ele verificou mentalmente sua Matriz de Feitiços da Alma, ele notou que seu progresso de crescimento havia avançado mais uma vez. Ele não estava muito longe de alcançar o 5º estágio totalmente desenvolvido. Parecia que os crustáceos eram bem nutritivos, no que se dizia respeito à energia.

[Crustáceo Tesouro Marrom (Estagio de Crescimento 2/2) Venenoso]

[Quantidade armazenada: 63 mL]

Ele também ganhou mais um pouco do veneno do Crustáceo Tesouro Marrom. Ele não tinha um uso para isso ainda, então ele mentalmente deixou de lado, focando no que estava a sua frente.

Os ossos do velho mago morto e a bolsa embaixo deles.

A primeira coisa que ele pegou foi a bolsa, assumindo que dentro dela havia algum tesouro.

Seu tato não era tão bom quanto costumava ser quando ele era humano, mas quando ele pegou a bolsa, ele sentiu uma sensação áspera de couro. Apesar de sua aparência como uma sacola velha e murcha, ainda era durável e resistente, sem danos.

Havia um fecho em uma extremidade. Ele lentamente abriu, usando suas garras com cuidado. Ele não era tão habilidoso em lidar com as coisas quanto ele seria se tivesse mãos humanas.

A bolsa começou a tremer assim que ele a abriu. Abruptamente, um pequeno jato de ar explodiu e a bolsa caiu no chão, onde ficou imóvel. Dorian olhou para ela em confusão, lentamente pegando-a novamente.

“Esta parece ser uma Bolsa de Armazenamento danificada que foi saqueada há muito tempo. Eu posso detectar vestígios remanescentes de artefatos e ferramentas poderosos que existiam nela. A bolsa em si parece ter uma fechadura que foi danificada muitos anos antes, provavelmente no processo de pilhagem.”

A voz de Ausra apareceu em sua cabeça.

“O espaço na bolsa desintegrou completamente quando você o abriu. Alguém ou alguma coisa parece ter limpado esse tesouro antes de sua visita.”

Dorian olhou para a bolsa, desanimado. Depois de viajar todo o caminho até aqui, ele nem sequer conseguiu encontrar o tesouro que o anel havia mencionado. Alguém já havia encontrado e há muito tempo também.

Ele suspirou. Parece que ele nem sempre é sortudo.

Ele se virou de volta para os ossos, olhando para eles com curiosidade. Eles não pareciam nada diferentes de um conjunto regular de ossos, giz branco e envelhecido. Parece que o mago que morreu aqui deve ter morrido há muito tempo. As pessoas que saquearam seu cadáver aparentemente não viram sentido em enterrá-lo. Ele tocou nos ossos, decidindo que pelo menos enterraria o homem, como agradecimento pela energia que o anel que ele encontrou lhe deu.

Assim que ele encostou nos ossos com sua garra, sua Matriz de Feitiços da Alma brilhou. Abruptamente, Dorian sentiu-se tremer, tropeçando para trás com medo.

Os ossos à sua frente exalavam uma enorme sensação de poder e admiração. Mesmo que ele só sentisse isso por um segundo, quase o fez desmaiar de susto.

“Você descobriu os restos de um cadáver humano próximo de Ascender. A Aura Espiritualizada remanescente ainda está imbuída nos ossos, mas a Matriz de Feitiços e a Linhagem já deixaram o corpo há muito tempo.”

A voz de Ausra apareceu em sua mente, informando-o.

Dorian olhou para os ossos com admiração. Apenas tocar o longo corpo morto de um humano poderoso por um instante já era o suficiente para quase deixá-lo inconsciente, mesmo neste poderoso corpo de Salamandra Vermelha. Parecia que o pico de força nessa realidade era muito maior do que o possível na Terra.

“Posso absorvê-lo ou utilizá-lo?”

Ele perguntou a Ausra, olhando fixamente para os ossos.

O gênio em sua cabeça ficou em silêncio por um momento antes de responder.

“Uma absorção completa seria impossível. No entanto, usando os encantamentos complexos que Sua Adoração criou em sua Matriz de Feitiço da Alma, pode ser possível condensar a Aura Espiritualizada remanescente e armazená-la. No entanto, o processo fará com que a aura caia da Classe de Ascendência Meio-Passo para o meio da Classe Rei.” O gênio continuou: “A própria aura não conterá força ou poder real, mas poderá servir como dissuasão efetiva. Sua força física permanecerá inalterada e você não terá verdadeiramente alcançado a Classe Rei.”

Os olhos de Dorian se iluminaram quando ele ouviu isso. Esta foi uma excelente notícia! A besta mais forte que ele havia visto nessas montanhas era da Classe do Grão-Mestre. Uma fera de Classe Rei era duas classes acima disso! Ele não sabia exatamente o quão forte era cada Classe ou como elas funcionavam, mas ele tinha certeza de que possuir uma Aura como essa seria como um cartão para sair da cadeia para evitar morrer!

‘Eu quero armazená-lo, imediatamente!’ Ele anunciou, andando para a frente ao lado dos ossos. Parecia que ele ainda tinha pelo menos um pouco de sorte!

Imediatamente, uma série complexa de símbolos brilhou diante dos olhos de Dorian. Centenas, milhares e dezenas de milhares de símbolos se entrelaçaram, entrelaçando-se em um padrão complexo e misterioso. Logo, esses símbolos começaram a formar um círculo longo e ondulado e se voltaram para os ossos brancos.

Ele observou atentamente enquanto eles se assentavam lentamente, cobrindo cada centímetro do cadáver.

*INSTANTÂNEO*

Uma enorme rajada de luz sacudiu a caverna, cegando Dorian quando os ossos começaram a tremer e sacudir.

No segundo seguinte, quando ele conseguiu abrir os olhos, os ossos desapareceram, sumindo completamente. Uma pesada sensação de cansaço tomou conta dele, desabando implacavelmente.

Em sua alma, a gota dourada de luz que era sua Matriz de Feitiço da Alma brilhou. De repente, ao lado daquela linda conta dourada, formou-se uma conta vermelha muito menor.

Como tudo isso aconteceu, Dorian caiu no chão, exaustão tomou conta dele devido ao esforço de absorver os ossos, o que drenou energia demais dele, forçando-o a dormir.

¤¤¤

Os 30.000 mundos abrangiam a totalidade da existência. Cada mundo era enorme e complexo. Alguns deles eram paraísos cheios de árvores, montanhas, rios e vales, belas florestas exuberantes rodeadas por abundantes oceanos cheios de vida.

Outros eram inóspitos, cheios de magma e fogo, morte e destruição.

Cada mundo tinha duas coisas em comum, no entanto.

A primeira: não importava o mundo, sempre haveriam Ervas Mágicas ou Plantas raras surgindo nelas, devido às misteriosas leis da magia e, ao lado disso, bestas poderosas ou misteriosas.

A segunda: todos os mundos foram conectados através das Pontes Mundiais.

As Pontes Mundiais, algumas vezes rotuladas como Metade do Mundo, eram vastas extensões de terra, geralmente com milhares de quilômetros de extensão e centenas de milhares de quilômetros de largura, cercadas por túneis espaciais que conectavam fisicamente um mundo a outro. Eles eram incrivelmente misteriosos e um campo popular de estudo para muitos magos focados em Magia Espacial, ou Magia Temporal, ou seus vários ramos.

Todo Mundo tinha pelo menos uma Ponte Mundial conectada a ele.

As Pontes Mundiais eram como mundos regulares em que as Ervas Mágicas ou Plantas surgiam, e muitas feras e raças as habitariam. Elas eram muito mais perigosas do que os mundos normais, no entanto, devido à natureza do túnel espacial em torno deles. Tempestades espaciais naturais eram um perigo raro que poderia destruir dezenas de milhares de vidas em segundos.

Três dessas pontes conectaram o mundo em que Dorian estava, o planeta Hasnorth.

Neste momento voando através de uma dessas pontes mundiais havia um enorme dragão negro. O dragão era gigantesco em tamanho, estendendo-se por mais de um quilômetro de comprimento e meia milha de largura.

Se alguém olhasse atentamente para o dragão, perceberia que as escamas que compunham o dragão pareciam tremer e vibrar com um estranho poder. Se alguém fosse mais astuto e talentoso, eles poderiam até perceber que este enorme gigante não era um animal, mas sim uma construção de magia.

Um enorme dragão negro feito puramente de Raios Negros.

O dragão voou para a frente no céu do túnel espacial, a trinta quilômetros de distância, beirava a região do espaço onde terminava o túnel espacial e começava o caos do Espaço Indomável, uma região onde as tempestades espaciais destruíam toda a possibilidade de vida.

Ocasionalmente, fraturas espaciais apareceriam e se projetavam para o dragão, atraídas pela concentração de magia.

Toda vez, a fratura fracassava e parava a apenas algumas dezenas de metros de distância, incapaz de se aproximar.

Sob este enorme dragão havia uma grande plataforma negra, onde várias dezenas de pessoas sentavam-se em vários sofás ou cadeiras, conjuradas por magia. A maioria dos homens e mulheres desse círculo estava vestida com roupas cinzentas ou roupas de couro cinza com uma insígnia de relâmpago preto estampada na frente. Alguns outros usavam roupas ou trajes azuis, sem insígnias neles.

10 dos magos estavam sentados em uma formação complexa, a energia negra flutuava em um círculo acima deles, e então fluindo para baixo, conectando-se com o enorme dragão negro e energizando-o.

Um homem em particular se destacou, parado na beira da plataforma, olhando para o espaço ao seu redor. Ele tinha longos cabelos negros e selvagens, com uma aparência física muscular. Um queixo e mandíbula fortes complementaram seu sorriso áspero, dando-lhe um olhar rude.

Pequenas partículas de energia negra pareciam fluir em torno desse homem, dando-lhe uma aparência inspiradora.

Uma mulher vestindo um conjunto de roupas de couro azul subiu, seus longos cabelos ruivos flutuavam levemente. Ela acenou com a cabeça para o homem, seu rosto calmo e olhos verdes rígidos, embora não bonitos, deram a ela uma aura imponente.

“Parabéns pelo seu avanço no Hadrion. Para se tornar um mago da Classe Lorde aos 26 anos de idade… Poucos podem se comparar.” Sua voz era legal, vibrando com energia.

Hadrion encolheu os ombros, seus olhos ainda calmos enquanto olhava para o espaço além. Uma brisa leve passou, resultado da energia girando em torno dele. Nenhuma brisa poderia passar pela proteção mágica que o enorme dragão emanava, protegendo seus cavaleiros.

“O Departamento de Raios Negros sempre teve figuras talentosas. Sou apenas um pouco mais sortudo que os outros.” Sua voz era áspera, como se ele não estivesse acostumado a falar.

A mulher encolheu os ombros, com os olhos imóveis.

“Seja como for, você ainda é o mais novo Mago dos Raios Negros a alcançar a Classe Lorde nos últimos 500 anos. Uma façanha impressionante. Eu vi gravações de sua batalha com o Titã Tsel Sundering, uma luta que limpou mais do que uma dúzia de montanhas fora da existência.”

O homem deu de ombros novamente, seus olhos recolhidos. Ele se virou para olhá-la brevemente antes de responder, “Devemos chegar a Hasnorth no máximo em três dias. Informe seus Magos do Destino para se prepararem para as Predições. Devemos caçar a anomalia antes que os outros Departamentos cheguem. Tivemos a sorte de estar na área quando as ordens chegaram.”

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

Ei, você gosta dessa novel? Acha que o tradutor merece um incentivo para continuar mantendo o bom trabalho? Pois agora ela tem Padrim e você pode contribuir com apenas 2$.

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 6 - Humanos
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 8 - Segunda Evolução - Dragão Myyr
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.