Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 55

2114
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 54
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 56

 

? Ative o Modo Noturno ?


Tradução: Denn | Revisão: The Careca


Em Pé Sozinho

Tudo o que Helena podia sentir era fogo e dor intermináveis, revirando seu corpo repetidamente. Tortura constante que cavou cinzas em sua mente, deixando para trás brasas que queimaram sua alma, mais e mais.

Foi a pior agonia que ela já sentiu em sua vida.

“FOCO HELENA!”

Ela gritou mentalmente, tentando que seu corpo se curasse. A regeneração natural de um vampiro era assustadora, especialmente para ela, um vampiro de Classe Pseudo-Rei.

O feixe ardente que o dragão tinha enviado era muito poderoso para suas defesas lidarem. Ela conseguiu se esquivar do impacto do ataque, mas até mesmo o dano causado apenas pelo ar ao redor dele era demais.

O raio de fogo que o Dragão Flamejante Transcendental havia cuspido era composto de pura e concentrada Energia do Fogo, derivada da Lei do Fogo. Era um ataque que se poderia usar somente se alguém obtivesse o domínio completo de uma Lei, um limiar para entrar na Classe Rei.

Um limiar que Helena tentava superar há uma década e constantemente falhava. O maior fracasso de sua vida.

Mais e mais a dor lavou sua alma, esmagando-a, queimando-a, tentando fazê-la desistir. Sua força de vontade começou a vacilar, lágrimas se formaram em seus olhos quando o mundo começou a se transformar em escuridão.

“Não… Por favor, não…”

Sua voz começou a perder sua força, tornando-se pequena.

“Por favor… Eu não posso falhar agora…”

Memórias começaram a piscar através dela.

Memórias dela crescendo na Família Aurélio. De seus pais amorosos, dois vampiros relativamente normais que serviam como guarda-costas em uma das sedes da Família.

Memórias deles morrendo diante de seus olhos durante a Invasão da Luz pela Sombra de Comuna, há mais de 40 anos. Sua fraqueza lamentável, incapaz de levantar a mão para protegê-los.

Memórias de estar sozinha, de ser capturada, levada a ser escrava.

Memórias de seu herói, Grande Senhor Marcus, salvando-a, mas sofrendo uma ferida terrível em troca.

Seu sorriso gentil como sangue jorrou de um corte horrendo em seu peito, uma ferida que foi amaldiçoada para nunca se curar completamente.

Memórias dos anos constantes que ela treinou, sem parar, nunca se afrouxando. Tudo pela chance de se redimir, proteger o homem que desistiria de tudo para protegê-la.

E agora… No final…

Ela não conseguia nem se proteger.

Ela falhou.

Culpa, vergonha, raiva, raiva, desespero, perda.

Um excesso de emoções tomou conta dela quando a escuridão chegou.

O mundo começou a se fechar dela.

E mais uma vez…

Ela estava sozinha.

“Por favor.”

Quando sua consciência começou a desvanecer, ela enviou um último e quieto chamado, implorando.

“Por favor me ajude.”

O silêncio a cumprimentou.

‘…’

‘…’

‘…’

“Venha.”

Assim quando ela perdeu toda a esperança, uma voz apareceu na consciência de Helena. Uma voz honesta e poderosa, cheia de confiança, cuidado e tristeza, as emoções estavam visíveis para Helena. Ele a embalou em seu núcleo, fluindo através de cada fibra de seu ser.

Como um raio de luz em um mar de escuridão, esta voz chamou Helena, ecoando através de sua alma.

“Venha até mim.”

Os olhos de Helena se abriram, uma luz acesa apareceu neles mais uma vez.

¤¤¤

[Ifrit – Estágio de Crescimento: (4/4) Ifrit Ancião]

[Progresso do Crescimento – 0/0]

¤¤¤

Sua transformação de emergência forçada permitiu que ele crescesse totalmente sua linhagem, além de pular o período de adaptação da alma, embora arriscasse a morte no processo, além de forçá-lo a cair inconsciente em poucos minutos. Se ele não tivesse acabado de engolir um tesouro natural, ele não tinha dúvida de que tal risco acabaria por matá-lo.

Dorian empurrou a informação para o lado enquanto ele piscava, olhando para frente.

O mundo ao seu redor se transformara em um labirinto de vapor. Nevoeiro branco que cobria o céu, obscurecendo sua visão.

Aquele nevoeiro desapareceu rapidamente, no entanto, quando um meteoro enorme e flamejante de chamas bateu no chão à sua frente e começou a correr em direção à cidade. Listras brilhantes de fogo laranja explodiram, ondulando no ar.

Dorian olhou para a bola gigante de chamas, seus olhos eram calmos enquanto ele analisava tudo.

Seus sentidos ficaram mais fortes em sua nova forma. Em particular, sua capacidade de sentir energia.

Ele poderia dizer que esse vasto meteoro de chamas havia sido enfraquecido, seu poder de ataque reduzido em cerca de dois terços de seu pico.

Apesar disso, se a bola de fogo não fosse controlada, explodiria na cidade e a devastaria, eliminando centenas de milhares de vidas.

Ele teve aproximadamente seis segundos para reagir.

Ele respirou fundo e deu um passo à frente, com os punhos cerrados.

¤¤¤

Probus se lançou para frente, seu corpo se moveu tão rapidamente que era um borrão. A afiada Aura que o rodeava cortou o ar à sua frente, permitindo-lhe reduzir o atrito e aumentar consideravelmente sua velocidade.

Levou apenas uma fração de segundo para aparecer ao lado da Helena abatida e da criatura que a atacava.

Seus olhos estavam frios quando ele chegou, rachaduras aparecendo na terra devido à força de seu pouso.

O atacante parecia ser algum tipo de humanoide, com pele negra. Era estranhamente construído, com uma massa de chamas vindo de sua cabeça, braços e joelhos.

Estava emanando um ar perigoso, mas, por alguma razão estranha, parou seu ataque a Helena e, em vez disso, olhou para a enorme bola de fogo que corria na direção deles.

“Trajano não conseguiu parar?”

Probus ficou temporariamente chocado ao chegar à conclusão.

A Rede de Chuva Imperial de Trajano era uma magia da Classe Rei que era incrivelmente poderosa. Seu uso mais forte estava em selar a energia de uma criatura ou objeto.

O plano original era que Trajano selasse a anomalia e ele dividisse-a. A rede de Trajano reduziria as defesas da besta a virtualmente nada, enquanto a sua lâmina iria literalmente rasgá-la.

Um plano simples, mas muitas vezes é o mais simples dos planos que tiveram sucesso.

Eles haviam matado dois outros oponentes de Classe Rei usando esse método. Sua própria força física pura, combinada com as magias e táticas de Trajano, fazia deles uma dupla incrivelmente potente, ainda que com focos completamente diferentes.

Agora, no entanto, seu plano havia sido jogado no caos devido à aparência da criatura em pé perto de Helena.

Não, ele percebeu, enquanto sua mente processava todos esses pensamentos em uma fração de segundo.

Mesmo que esse humanoide não tivesse aparecido, eles ainda teriam falhado. A magia de Trajano de alguma forma falhou em selar o ataque da Anomalia, significando que a rede não teria pousado nela de qualquer maneira. Algum tipo de erro colossal deve ter ocorrido.

A cidade estava perdida.

Sua técnica de espada era poderosa, mas ele não tinha confiança em dividir um ataque dessa escala.

Ele precisava salvar Helena e sair do caminho.

Primeiro, porém, ele cuidaria de seu agressor.

A mão dele descansou no punho da lâmina dele quando ele se virou para a criatura distraída, seus olhos eram frios.

Assim que ele estava prestes a atacar, ele sentiu uma mão encostar em seu pé, puxando-o para trás.

Ele olhou surpreso ao ver o rosto ainda em recuperação de Helena sacudindo a cabeça ferozmente, sangue jorrava de seus lábios enquanto seu corpo tremia.

¤¤¤

“Quebrou minha rede.”

Trajano tropeçou para trás, seus olhos embaçados. Seu corpo tremeu de exaustão quando ele olhou para a bola de fogo dirigida para a cidade, sua mente em chamas com um único pensamento.

“Como?”

Sua Rede de Chuva Imperial nunca falhara com ele. Era uma magia incrivelmente complexa, mas que combinava perfeitamente com a Lei da Chuva que ele estudou, uma Lei que se ramificava da Lei da Água. Era extremamente poderosa e sua habilidade mais forte focava em selar coisas.

Seus sentidos estavam incrivelmente entorpecidos com sua rede quando ele a lançou, a magia estava sob seu controle total.

Ele havia ordenado que a rede totalmente carregada descesse, pretendendo selar a energia do fogo no ataque da anomalia e usá-la para ajudar a energizar sua rede para prender o grande dragão. Isso deixaria vulnerável, por um breve período de tempo, para Probus fazer o seu movimento.

O plano deveria ter sido infalível.

No entanto, no exato momento em que sua rede tinha feito contato com a bola de fogo, algo estranho aconteceu.

A energia desenfreada no enorme incêndio pareceu mudar um pouco.

Uma boa parte dessa energia colidiu com a rede e foi subsequentemente selada.

Mas pelo menos um terço disso conseguiu escapar e continuar inabalável.

Era algo que deveria ter sido impossível.

Sua rede não era de forma perfeita. Ele se considerava um mestre no uso da magia e era capaz, em média, de selar 98% da energia de qualquer ser ou objeto. Se ele fosse extremamente azarado, era possível que ele selasse apenas 95% ou 94%.

Mas, de alguma forma, sua rede parecia quase de bom grado perder uma grande parte da energia, selando apenas cerca de 67% ou 68% dela.

De alguma forma, por pura sorte ou destino, cerca de 32% a 33% da energia do ataque conseguiu escapar, completamente implacável.

Quando ele olhou para a bola de fogo, as mãos caíram para o lado, indiferentes.

Ele falhou, pela primeira vez em sua vida.

O brilho sempre presente de alegria que sempre compartilhava com Probus parecia desvanecer-se de seus olhos enquanto observava o ataque voar em direção à cidade, em direção aos civis inconscientes, incapazes de chegar a uma resposta.

¤¤¤

Três segundos se passaram.

Nesse tempo, Dorian ativou sua habilidade de condensação e correu para frente, correndo em direção à bola de fogo. Ele havia sido lançado em um ângulo e agora estava em chamas ao lado do solo em direção à cidade.

Sua forma Ifrit era poderosa e tinha uma mistura de Energia do Fogo e Energia da Vida correndo em suas veias. Usar a habilidade Condensar tinha uma função similar para se ele a usasse em sua forma Demônio do Trono Menor.

A energia elemental bruta corria em suas veias Condensada, aumentando enormemente seu poder.

¤¤¤

Nível de Energia Aumentado: 54,027

¤¤¤

Uma pequena notificação apareceu em sua mente, informando-o do quão forte ele era nessa forma Condensada.

Muito mais forte do que antes, seu corpo continha um enorme nível de força.

O nível de energia de uma criatura era uma boa estimativa para a potência bruta que ela detinha. Para praticamente todos os seres, isso incluía o poder da Lei que eles infundiam em seus ataques e alma.

O físico de um ser só poderia se tornar tão poderoso, afinal, por causa das leis. Essa era a crença comumente aceita nos 30.000 mundos.

Somente usando o poder da Lei poder-se-ia aumentar amplamente o poder de sua alma, sua Matriz de Feitiços da Alma e sua força, geralmente através de artes marciais mágicas ou místicas.

O Nível de Energia de Dorian representava a quantidade máxima de força física e crua que ele poderia produzir, sem tomar emprestada energia das leis do universo. Ele atualmente era incapaz de usar o poder da lei, nunca tendo tido a chance de realmente ter o tempo necessário para estudá-las.

Ao analisar a notificação, seu rosto permaneceu neutro. Sua forma Condensada era forte, mas era apenas metade da força que a vampira, que quase foi destruída pelo dragão com facilidade, tinha.

Dois segundos passaram até que a enorme bola de fogo o alcançou, o tempo diminuiu um pouco devido a ele correndo em direção a ela.

Ele atualmente estava a cerca de 800 metros de distância da muralha da cidade, com os pés firmemente plantados no chão.

Ele respirou fundo enquanto olhava para o incêndio gigante, seu coração permanecia firme.

Quando ele ganhou essa forma, o corpo de um Ifrit e o conhecimento instintivo que veio com ele, Dorian instantaneamente adaptou seus planos, sabendo o que ele precisava fazer.

Ifrits, em termos de proeza física, não eram particularmente poderosos Demônios entre a raça extinta dos demônios.

Seu crescimento físico natural colocava sua força, no máximo, em torno da Classe Lorde Baixa. Comparado a outros Classe Lordes ou mesmo Demônios de Classe Rei, eles eram bem fracos.

Dito isso, eles tinham uma especialidade, um aspecto que os diferenciava.

Seu domínio da Energia da Vida lhes dava capacidades regenerativas incrivelmente poderosas, bem como a capacidade inata de aprender Magia da Vida e seus campos relacionados.

Mas, mais especificamente, seu incrível domínio da Energia do Fogo deu-lhes imunidade virtual aos ataques baseados em fogo.

E, mais ainda, deu-lhes um controle incrível sobre o elemento Fogo.

No passado, centenas de anos atrás, quando os demônios ainda andavam pelos 30 mil mundos, os poderosos Ifrits antigos eram conhecidos por um nome diferente de alguns.

Os Governantes das Chamas.

Um segundo passou.

Dorian levantou as mãos blindadas para cima, sentindo ferozmente o calor devastador das chamas que estavam caindo em sua direção.

Sua concentração não vacilou quando ele dobrou os joelhos ligeiramente e deu um último suspiro.

O último segundo desapareceu.

O mundo parecia parado quando o gigantesco meteoro de fogo atingiu a orgulhosa figura de um único Ifrit, parado ali sozinho, diante da morte.

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Não esqueçam de se INSCREVER NO CANAL e acompanhar nossos vídeos]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 54
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 56
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.