Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 5 – O Lobo Pele de Ferro

2614
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 4 - Nova Capacidade
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 6 - Humanos

Ative o Modo Noturno


Tradução: Denn | Revisão: The Careca


“Magia de Madeira: Arca Voadora de Genova!”

Um homem jovem vestindo um conjunto de finas vestes de seda cinza gritou em voz alta, segurando as mãos na frente dele. Ele tinha um rosto magro e bonito com olhos azuis penetrantes e um sorriso caloroso e amigável. Um rosto bonito, mas que seria esquecível, se não fosse o brilho apaixonado em seus olhos.

Um instante depois que ele terminou de falar, um aglomerado misterioso de símbolos apareceu na frente dele. Uma enorme quantidade de madeira irrompeu desse aglomerado, dobrando-se e esticando-se, torcendo-se na forma de um navio de tamanho médio. Ele tinha cerca de vinte metros de comprimento e uma dúzia de metros de largura, construída inteiramente de madeira marrom escura. Um grande pilar ergueu-se do meio do barco, um mastro vazio. Uma pequena cabana podia ser vista em uma extremidade do barco, conduzindo para o interior.

Um punhado de aplausos soou quando o jovem, um pouco pálido, virou-se e sorriu.

“O que eu disse para você antes, Capitão Lancaster?”

O barco de madeira flutuava do lado de fora de uma grande floresta de árvores. No fundo, várias dezenas de montanhas podiam ser vistas, erguendo-se altas no céu. Duas montanhas se destacavam em particular, com grandes picos rochosos despedaçados, obliterados por alguma força externa.

Um longo caminho de pedra pavimentada corria até a floresta, um caminho que continuava, mas transformado em uma versão menor de terra.

Atualmente, um quarteto de homens estava parado no caminho de pedra, olhando para o barco de madeira que o homem bonito acabara de erguer.

“É certamente maior do que da última vez, senhor! Você estava mortalmente correto!”

Um homem rude e musculoso usando um conjunto de armadura de couro preto, com uma grande espada larga amarrada às costas, assentiu e riu alto. Ele tinha um rosto grisalho e enrugado, parecendo estar em seus 40 e poucos anos. Uma pequena barba preta um pouco grisalha complementava sua mandíbula forte e um nariz que havia sido quebrado várias vezes antes. Seu cabelo curto e completamente grisalho estava em desacordo com sua barba ainda majoritariamente negra, mas que combinava com os seus dois metros e meio de altura.

Dois dos homens ao lado do capitão estavam vestidos com armaduras de couro preto semelhantes, mas com caras mais jovens e bronzeadas, parecendo que tinham 30 e poucos anos. Eles eram igualmente musculosos e ambos tinham um par de espadas curtas amarradas à cintura. De acordo com Lancaster, eles eram gêmeos de um dos 30 mil mundos menores que haviam deixado o mundo em busca de fortuna, e acabaram na Guarda Kinto Universal ao lado dele.

O último observador deu um aceno amigável para o jovem, afirmando:

“Isso certamente ajudará no transporte sobre a floresta e nos poupará muito tempo. No entanto, ainda teremos que descer e viajar a pé quando chegarmos perto das montanhas. Há bestas da classe Grande Mestre, afinal de contas.”

Um homem vestido com uma armadura verde desbotada, com um arco longo amarrado às costas, a imagem de um guarda florestal perito. Ele tinha uma mistura de tinta verde e cinza cobrindo seu rosto, tornando suas feições indistinguíveis, exceto por uma barba castanha espessa.

“É claro, é claro.”

William Robel assentiu, entendendo. Como um Mago que acabara de chegar ao Estágio do Céu, especializado em Magia de Madeira, ele compreendia bem as ameaças que os animais poderosos podiam oferecer, especialmente aqueles com uma Alma poderosa. Seus feitiços eram poderosos, e a força da Alma não era tudo… mas era melhor ter cautela.

Nos 30.000 mundos, havia dezenas de milhares de diferentes tipos de magia. A vasta maioria dos Magos escolheria se concentrar em um tipo singular. Afinal de contas, cada tipo de Magia diferente requeria concentrações incrivelmente complexas de energia, usando o poder da Matriz de Feitiços da Alma. Feitiços de um tipo teriam todos encantamentos simbólicos e concentrações relativamente semelhantes, embora as magias mais fortes ou feitiços mais complexos exijam cada vez mais esforço e precisão.

William estudou Magia de Madeira, um tipo versátil de Magia que funcionava como um eficiente “homem para todos os ofícios”, adequado para alguém como ele que preferia funcionar sem outros magos. Não era o tipo mais poderoso de Magia, nem era o mais chamativo, mas ele não tinha exatamente muitas opções abertas quando a escolheu. Sua sorte na vida havia sido decidida em seu nascimento já que ele era um bastardo.

Ele sacudiu os pensamentos irrelevantes de sua mente, concentrando-se em seu objetivo atual.

Caçar o lendário Lobo Pele de Ferro que prosperou nas profundezas das montanhas.

¤¤¤

Dorian se encolheu atrás de um pequeno conjunto de pedras, deslizando seu corpo entre as duas maiores pedras e mantendo-se absolutamente imóvel. Ele nem se atreveu a respirar quando ficou lá, completamente silencioso.

*BAQUE*

*BAQUE*

Passos pesados ​​fizeram o chão tremer quando uma fera enorme passou pelos pedregulhos em que ele estava se escondendo, descendo a montanha.

‘Isso é… um dinossauro! Você está de sacanagem né?’

Dorian mentalmente gritou, certificando-se para não fazer qualquer som.

Um enorme dinossauro de 10 metros de altura, coberto de escamas verdes emplumadas, continuava a andar, curvando-se para a frente enquanto farejava e seguia ao lado da montanha que Dorian estava subindo. Parecia extremamente semelhante a um Tiranossauro Rex do mundo natal de Dorian, com uma grande boca cheia de dentes afiados e mortais, um corpo corpulento e musculoso e dois braços pequenos.

A fera emitia uma aura poderosa e horripilante enquanto se movia, a força que irradiava superando em muito a de Dorian.

‘Ausra!’

Dorian mentalmente sussurrou, olhando para a besta com interesse vívido.

‘Você disse que pode me ajudar com o Processo de Absorção 3 vezes, certo? Você pode me ajudar a absorver aquela fera?’

Em sua cabeça, a voz fria de Ausra respondeu:

‘Sua alma entraria em colapso ao tentar absorver uma fera dessa escala. Isso parece ser um Dragão da Terra de Escamas Verdes, Puro-Sangue e de Classe Grande Mestre. A partir de agora, você só pode visar animais da Classe Céu e abaixo para Absorção. Qualquer outra coisa irá além dos parâmetros de segurança estabelecidos por Sua Adoração.

Dorian resmungou um pouco em sua cabeça antes de aceitar. Não havia nada que ele pudesse fazer sobre isso.

Ele esperou mais alguns instantes enquanto a fera passava, fora de sua vista. Ele suspirou e então olhou para os distantes picos quebrados.

As criaturas nas montanhas eram muito mais mortíferas do que as da floresta.

Ele recomeçou sua corrida, independente disso. Uma vez que sua mente estivesse preparada para algo, ele teimaria em persegui-la até chegar ao que quer que fosse.

Seu corpo de Salamandra Vermelha foi bastante útil para atravessar a paisagem rochosa. Seus pés estavam cobertos com escamas duras e ele podia usar suas garras para cavar os lados das montanhas se sentisse que estava escorregando.

Ele passou várias horas se movendo com cuidado pelas montanhas, da saliência à borda, de pedra em pedra. Por duas vezes ele teve que se esconder enquanto enormes e poderosos animais passavam, emitindo auras aterrorizantes.

Ao longo do caminho, ele também descobriu várias plantas de aparência mística. Quando ele foi até elas, foi informado de que eram Ervas Mágicas ou Plantas Mágicas que naturalmente surgiam em áreas montanhosas.

De acordo com Ausra, essas ervas serviam como uma excelente fonte de energia e alimento para a vida selvagem local e, depois de devoradas, reapareceriam naturalmente, operando sob uma misteriosa lei da existência que até mesmo Ausra não reconhecia.

Dorian havia experimentado uma das Ervas Mágicas, uma Fruta Holjop Vermelha Brilhante. A fruta tinha um sabor delicioso e enviou vários raios quentes de energia para o corpo dele. Foi uma sensação incrivelmente luxuosa, fazendo-o tremer um pouco.

Ele havia verificado seu progresso de crescimento logo depois, sentindo uma pequena mudança.

[Salamandra Vermelha – Estágio de crescimento: (4/5) Adulto]

[Progresso do Crescimento – 721/956]

A fruta aumentara seu crescimento em uma quantidade decente. Parecia que elas realmente eram coisas boas para comer.

Depois de comer uma fruta, no entanto, ele percebeu que seu apetite estava mais do que satisfeito. Parecia que ele não seria capaz de comer muitas dessas frutas ou ervas em sucessão.

Além das feras maciças de que ele se escondia, ele também se deparou com vários rebanhos grandes de Cervos da Montanha, cervos durões e ágeis que habitavam a área montanhosa, um pequeno grupo de Abutres Com Escamas e uma manada de Bois de Ferro.

Ele decidiu evitar todos eles por enquanto. Se ele quisesse suas linhagens, ele sempre poderia voltar aqui mais tarde. Agora, seu foco estava em encontrar o misterioso tesouro que o bruxo caído tinha deixado para trás.

Ele teve tempo de perguntar a Ausra sobre cada animal, no entanto. De acordo com Ausra, todos os animais tinham um limite colocado sobre eles, limitando seu nível de força e crescimento. A Salamandra Vermelha de Dorian tinha um limite que seria alcançado em sua próxima fase de crescimento.

Em termos de força, ele seria para sempre limitado como uma Fera de Classe Céu, no máximo. O cervo da montanha que ele viu estava limitado à Classe Terra, assim como os abutres com escamas, enquanto os bois de ferro podiam crescer até a classe céu.

O que ele precisava encontrar era uma fera que pudesse crescer até um nível mais alto, absorver sua linhagem sanguínea e se transformar nela, ficando cada vez mais forte. Quanto mais poderosa sua alma fosse, mais fusões ele poderia fazer e mais combinações fortes ele poderia criar, mesmo usando besta mais fracas.

Dorian já podia ver um futuro brilhante diante dele. Um futuro onde ele estaria absolutamente livre do perigo, capaz de descansar e relaxar. Ele poderia até ser capaz de se tornar humano novamente, se seus poderes funcionassem como ele pensava.

Logo, Dorian chegou ao seu destino. O vale entre as duas montanhas quebradas.

Quando chegou, já era o meio da tarde. O vale estava coberto de sombras dos picos acima, dando-lhe uma aparência sombria e escura. Além disso, não parecia diferente de qualquer outro vale. Um pequeno riacho corria através dele, e havia uma pequena clareira ao lado de uma das montanhas.

Ele encolheu os ombros e avançou, escolhendo seu caminho com cuidado. Ele tentou evitar qualquer trilha usada, forjando a sua própria enquanto ele se mantinha nas sombras.

Ele entrou no vale, rastejando ao lado da vegetação rasteira. Ele desceu a encosta, indo em direção ao riacho.

Enquanto se movia, sentiu uma sensação estranha de estar sendo observado. Seus olhos piscaram para a esquerda e para a direita, permanecendo em alerta enquanto ele forçava seus sentidos.

“Grrr…”

Um rosnado baixo e farfalhante assaltou seus ouvidos, chamando sua atenção. Ele ficou em alerta por causa da fonte do barulho, seus olhos captaram um grande lobo de pele escura, de quase um metro de altura. Uma aura estranha parecia estar a sua volta.

‘Ausra, o que é isso?’

Ele perguntou mentalmente, mantendo os olhos na criatura. Seu próprio corpo era maior, mas ele sentiu uma estranha sensação de perigo vindo do lobo.

“Um Lobo Pele de Ferro, uma versão muito mais rara de um Lobo de Ferro. Eles têm a capacidade de naturalmente fortalecer sua pele a níveis incríveis, fazendo com que os lobos pele de ferro mais velhos sejam criaturas extremamente difíceis de serem derrotadas. Suas peles são extremamente cobiçadas entre criaturas inteligentes em uso para a elaboração de poderosas ferramentas defensivas. Este parece ter acabado de se tornar uma Fera de Classe Céu, um feito impressionante para alguém tão jovem.”

Dorian franziu a testa intensamente. Uma fera como esta parecia um alvo perfeito para a sua próxima Evolução. No entanto, também parecia muito mais forte do que ele era atualmente.

“Quais são as minhas chances de derrotá-lo bem aqui, em combate?”

Ele perguntou.

Ausra não respondeu. Dorian mentalmente revirou os olhos e, em seguida, começou a recuar lentamente.

Ele poderia usar uma de suas duas absorções remanescentes para absorver a linhagem da besta, mas decidiu que queria salvá-las para os momentos em que precisasse mais delas. Ele voltaria aqui quando estivesse completamente crescido e tentaria matar o lobo em um combate primeiro.

Lentamente, ele começou a recuar. O lobo não o seguiu, apenas olhou para ele com seus olhos negros brilhantes.

Assim que Dorian terminou de recuar e estava preparando para se virar, ele ouviu algo que não ouvia há muito tempo.

Uma voz humana.

“Magia de Madeira: Punho de Golias!”

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

Ei, você gosta dessa novel? Acha que o tradutor merece um incentivo para continuar mantendo o bom trabalho? Pois agora ela tem Padrim e você pode contribuir com apenas 2$.

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 4 - Nova Capacidade
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 6 - Humanos
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.