Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 46

2226
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 45
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 47

? Ative o Modo Noturno ?


Tradução: Denn | Revisão: The Careca


O Aperitivo

Identificando… Estas parecem ser duas Maçãs Douradas, Ervas Mágicas muito raras que se formam através de uma condensação das leis do universo.”

Ausra respondeu, sua voz era fria.

Ok, bem, o que elas fazem? O que há de especial nelas?”

Ele perguntou olhando para as duas pequenas iguarias. Ele pegou o par cuidadosamente, suas grandes garras se moveram devagar para evitar apunhalá-las. Um leve rastro de luz emergiu das frutas enquanto elas se moviam, deixando um rastro intangível.

Maçãs Douradas podem ser usadas em uma variedade de artefatos ou medicamentos, aumentando significativamente a sua eficiência. A condensação das leis do universo nessas frutas é muito maior do que objetos regulares. Comer uma dessas frutas causaria um batismo das leis do universo em sua alma, direcionado para qualquer elemento que a fruta possua.”

Ausra respondeu.

Oooh!”

Os olhos de Dorian brilharam. Um batismo das leis do universo! Era isso que acontecia com os Magos quando eles estudavam um elemento ou outro por um longo período de tempo, aumentando a força de sua Matriz de Feitiços da Alma e permitindo que eles usassem magias mais poderosas!

Há alguma restrição em usá-los?”

Ele fez outra pergunta.

Seria imprudente experimentar múltiplos batismos das leis do universo de uma vez, portanto um fruto não deve ser consumido dentro de 24 horas do outro, para permitir um completo assentamento da alma.”

Dorian assentiu. Isso fazia sentido. Ele então olhou de uma fruta para a outra, seus olhos brilharam.

Ausra, que elementos essas frutas contêm?”

A vermelha contém traços do Elemento Fogo, enquanto a verde pálida contém traços do Elemento Vida.”

Fogo!”

Dorian entendeu, mas parou para ouvir sobre o elemento ‘Vida’.

O que é o Elemento Vida?”

O elemento que é focado em torno da energia vital. Campos comuns de estudo que derivam do Elemento Vida incluem Magia Branca, algumas partes da Magia da Luz e Magia Necromântica.”

Oooh!”

Ele exclamou mentalmente. Ele gostou do som disso.

Sem um segundo mais de hesitação, Dorian bateu no Anel de Armazenamento que ele enlaçou perto de uma de suas garras, prendendo-o mais cedo, e guardou a Maçã Dourada do Elemento Fogo.

Ele então jogou a Maçã Dourada do Elemento Vida em sua boca, devorando-a instantaneamente.

Imediatamente uma onda de energia quente encheu o corpo de Dorian. A luz verde inundou suas escamas, enriquecendo-as e impregnando-as de poder. Ele sentiu os órgãos em seu corpo, os tendões em seus braços, os músculos em suas asas, cada parte dele se tornando mais rico e mais cheio de energia e vida. Era um sentimento quase eufórico, a energia crua fluia através dele.

Quando ele absorveu a fruta, sentindo ondas refrescantes de luz mergulharem nele, ele buscou uma imagem mental de seu status de crescimento.

¤¤¤

[Dragão Myyr Gigante – Estágio de Crescimento: (4/4) Dragão Myyr Gigante Ancião]

[Progresso do Crescimento – 72.193 / 0]

¤¤¤

“Mais de 72.000 unidades de energia?!”

Ele cuspiu em voz alta em espanto, seus olhos se arregalaram. Este foi um encontro fantástico! E, melhor ainda, ele ainda tinha outra Maçã Dourada!

Mmm! Que ótimo aperitivo!”

Ele lambeu os lábios, sentindo o gosto delicioso ainda em sua língua.

Não apenas os tesouros naturais eram descobertas únicas e poderosas, eles também continham uma enorme quantidade de energia. Para a maioria das pessoas, quase toda essa energia era desperdiçada e se dissiparia da fruta ao usá-la, deixando apenas as leis naturais imbuídas nela.

O corpo de Dorian era único na medida em que permitia que ele capturasse a energia, fazendo pleno uso dela.

A energia fresca e confortável permaneceu dentro dele, continuando a refrescar seu corpo mais e mais. Ele esticou as escamas, os braços e as pernas tremiam. Foi uma experiência incrivelmente agradável.

Assim quando ele estava no meio desse prazer, ele notou um grupo de figuras heterogêneas se aproximando à distância…

¤¤¤

“Deve estar por perto… É um dragão?!”

A voz de Aina soou, cheia de uma mistura de choque e surpresa. Havia também um tom ansioso de antecipação. A vampira guerreira manteve sua voz relativamente baixa enquanto falava, não querendo alertar a fera diante deles.

Rathven e o resto de seus Caçadores partiram imediatamente seguindo o rastro da ressonância energética depois que ele quebrou o cristal. Eles tinham corrido através do Desfiladeiro Overbal, felizmente não encontrando nenhuma outra fera ou criatura. A Maçã Dourada estava a pouco mais que mil metros de distância, mais perto do que o esperado.

Quando o grupo chegou, no entanto, eles viram uma gigantesca monstruosidade verde de quase 7 metros de altura, exatamente onde a ressonância havia surgido. Eles pararam abruptamente a cerca de cem metros de distância, sem se atreverem a avançar.

“Oh Céus! Agora a gente se fodeu. É um membro da Tribo Dracônica?”

O rosto de Rathven ficou pálido e ele balançou a cabeça e xingar, lançando o pensamento. As tribos dracônicas eram muito autônomas dentro de seu próprio território. Além disso, o território da Família Aurélio estava localizado quase do lado oposto do universo quando comparado aos muitos mundos controlados pelas Tribos Dracônicas.

“Harmen…”

Seus olhos cuspiam adagas quando ele se virou para olhar para o Mago do Destino entre a tropa.

O corpo de Harmen tremeu e ele ergueu as mãos, recuando.

Eu não… Eu não sei o que é isso Senhor Rathven. Eu verifiquei o destino, e ele disse que não havia feras selvagens ou humanoides na Classe Mestre ou mais forte.”

Suor escorria pelo rosto do homem enquanto ele falava, havia um traço de medo em sua voz.

Rathven respirou fundo e depois se endureceu, cerrando os punhos.

Precisamos derrotá-lo se quisermos obter o tesouro natural. Ele está de pé bem em cima dele.”

Aina sussurrou para Rathven, sua voz tremia de excitação.

Ele olhou para ela com desconfiança. Aina sempre quis lutar contra um dragão, já que cresceu lendo contos de rainhas vampiras poderosas matando dragões com o aceno de suas mãos.

“É um dragão, Aina. A PORRA DE UM DRAGÃO!”

Ele franziu a testa, sentindo uma dor de cabeça chegando. Aina era geralmente a cuidadosa dos dois.

Aina o ignorou, virando-se para o Mago do Destino,

Harmen, você é bom em calcular certo? Se entrarmos numa disputa agora, quais são as nossas chances contra isso? Ele não é claramente da Classe Lorde.”

Sua voz carregava uma ponta quase obsessiva. Os dragões eram uma visão muito incomum em Taprisha, ou em qualquer um dos planetas próximos, além de alguns tipos de Dragões da Terra.

Harmen juntou as mãos, luz branca brilhava de seus olhos.

Antes que ele pudesse responder, no entanto, Rathven interveio,

Se nós entrarmos, eu entrarei primeiro e atrairei sua atenção com minha Lança do Inferno. Então os Magos de Sangue devem enviar uma barragem de fogo para mantê-lo distraído, enquanto Aina entrará em contato com sua mandíbula para matá-lo. Todos os outros se espalharão e se aproximarão da fera, não se aproximando demais.”

Ele surgiu com um plano em um instante, seus longos anos de experiência como um Caçador mostrou seu valor.

Os vários Caçadores do grupo assentiram, vários deles puxaram suas espadas ou outras armas enquanto olhavam para a fera. Eles precisavam garantir o tesouro natural, e parecia que o único caminho para isso era através desse dragão.

Harmen, o que foi?”

Rathven voltou sua atenção para o Mago do Destino.

“… O destino lança uma conta interessante. Estou chegando a apenas um pouco mais de 30% de chances de sucesso neste plano.”

Rathven franziu a testa e depois se virou para olhar para o imenso gigantesco gigante.

“É muito melhor do que eu esperava. Aina, o que você…”

CERTO! VAMOS FAZER ISSO! AIIIINNNNAAAAAAA PEDRA PRATAAA!”

O grito de Aina explodiu no ar quando ela atacou o dragão, seus martelos de pedra cintilava enquanto ela correu para frente. Uma brava e heroica aura a cercou, fazendo-a parecer uma guerreira da lenda.

O queixo de Rathven caiu.

Oh meu deus. Ela acabou de entrar.”

Seus olhos se arregalaram e ele correu para frente, gritando ordens.

Sigam o plano! Sigam o plano!”

Magos de Sangue, lancem suas magias! Guerreiros se espalhem! Movam-se! Movam-se!”

¤¤¤

Dorian observou a pequena vampira feminina atacá-lo, seu corpo se esgueirou para frente a cada passo. Pequenas rachaduras apareceram no chão quando ela explodiu em direção a ele, lembrando-o do Titã que ele havia absorvido.

Parece que eu peguei o tesouro que eles estavam procurando.”

Ele pensou, encolhendo os ombros com culpa.

Bem, primeiro a chegar, primeiro se servir, certo?”

Ele não deixou o pensamento incomodá-lo. Nenhum tesouro pertencia a ninguém, a menos que já estivesse em suas mãos.

Vampira de Classe Grande Mestre, proficiente em algum tipo de arte marcial mística. Não é um Mago.”

Ausra identificou a vampira quando ela o atacou. Um leve brilho começou a aparecer em torno dos pequenos martelos de pedra que a vampira com cicatrizes carregava, parecendo vagamente ameaçador.

Dorian piscou. Seus olhos eram facilmente capazes de seguir a vampira, apesar de seus movimentos.

Quando ela atacou, Dorian viu várias figuras penetrantes de luz vermelha disparando em direção a ele de diversas figuras à distância, apontando para o peito e as asas. Ele bufou ferozmente quando viu isso, abaixando seu corpo maciço em uma esquiva rápida. Ele sentiu mais do que viu a energia concentrada queimar o ar acima dele, os ataques passaram a um metro ou dois no máximo.

Assim que o guerreiro vampiro atacante chegou a dez metros dele, Dorian fez seu movimento.

Em sua forma Dragão Myyr Gigante, a cauda de Dorian havia crescido, estendendo-se por cerca de 10 metros de comprimento, terminando em uma pequena ponta bulbosa que devia pesar pelo menos cem libras. Toda a sua cauda estava coberta de escamas e pontas minúsculas, dando-lhe uma aparência áspera e afiada.

Assim que o atacante chegou ao alcance, Doran bateu a cauda para frente. Devido ao pequeno tamanho, ele se moveu a uma velocidade extremamente rápida, batendo no guerreiro vampiro em uma fração de segundo.

Apesar da natureza surpresa de seu ataque, a mulher conseguiu levantar seus martelos de pedra e impedir que a cauda batesse diretamente em seu corpo.

Infelizmente para ela, isso fez pouca diferença.

*CRACK*

*BUMM*

Os sons de uma colisão poderosa soaram quando a vampira fêmea foi levantada do chão e enviada voando no ar, seu corpo bateu para trás a uma velocidade extremamente rápida.

Dorian observou a mulher navegar pelo céu, aterrissando a quase 40 metros de onde ele estava. Uma teia de rachaduras se espalhou no chão quando as rochas em que ela caiu quebraram, incapazes de suportar o impacto.

Dorian deu-lhe um aceno de admiração enquanto ela lutava para ficar de pé, coberta de dezenas de pequenos ferimentos. A guerreira se levantou vacilante, como se estivesse prestes a cair.

Ela deve ter quebrado dezenas de ossos só naquele impacto, ele pensou, olhando para ela. Vampiros tinham propriedades regenerativas muito poderosas, mas para ela estar viva depois disso… essas artes marciais místicas pareciam ser bastante úteis. Ele decidiu que olharia para eles mais tarde.

Da direção que a vampira correu para ele, ele viu várias outras pessoas vindo em sua direção e tropeçando até parar. Alguns deles pararam, correndo para verificar a vampira que ele havia derrubado. O resto simplesmente olhou para ele, sem se atrever a seguir em frente.

Os magos que haviam enviado as explosões pararam, suas mãos tremiam enquanto eles recuavam.

¤¤¤

“Droga! Aina!”

Rathven gritou enquanto ele corria até ela, fazendo sinal para os Caçadores se retirarem.

“Pessoal, só pode ser da Classe Pseudo-Lorde! Fujam!”

Ele pegou a cambaleante Aina em suas mãos, mentalmente repreendendo a si mesmo.

Entre a Classe Grande Mestre e a Pseudo-Lorde havia uma parede muito significativa de pura força física e energia. Este foi um erro de cálculo ruim da parte dele. Mesmo se eles tivessem mantido seu plano, eles ainda teriam falhado.

Ele pensara que a única fera da classe Pseudo-Lorde na área local era o Lagarto da Rocha Solar. Para outro aparecer aleatoriamente… Ele amaldiçoou sua sorte.

Enquanto esse pensamento passava por sua cabeça, um rugido alto ecoou no centro do desfiladeiro, carregando um tom pesado e mortal.

* ROOOOOOAAAAAAR *

Rathven fechou os olhos por um breve segundo, maravilhado com a pura injustiça e a sorte negra que ele tinha.

Ele reconheceu o som daquele rugido.

Parecia que o mundo realmente queria que ele morresse hoje.

Todos, recuem o mais rápido possível! Chamamos a atenção do Lagarto da Rocha Solar!”

¤¤¤

Dorian virou a cabeça para longe do grupo de humanoides, seus olhos pousaram em um enorme lagarto que estava em cima de um dos grandes pilares de pedra, a cerca de mil metros de distância.

Ele sorriu.

O prato principal havia chegado.

[Denn – Recordar é viver: o capítulo 46 é o resultado de um sorteio que o autor realizou, então pularemos ele direto para o 47]

Careca – Fala piazada, hoje eu tenho um desafio a todos! Se vocês querem ter capítulos duplos na semana que vem (07-13/01) então eu os desafios a quebrar a marca dos 125 inscritos no nosso canal do YouTube. Mas como funciona isso? Vocês tem até as 18:00 da segunda-feira (07/01) para concluir esse objetivo, então eu irei postar 2 capítulos por dia até o dia 13/01! Já está valendo! Flws Valeus!

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Não esqueçam de se INSCREVER NO CANAL e acompanhar nossos vídeos]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 45
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 47
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.