Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 22

1891
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 21
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 23

Ative o Modo Noturno


Tradução: Denn | Revisão: The Careca


Nascente

“Olllááááá! Ollááá! Olá! Como está o assassinato, Pequeno Haddy?”

Um grito alto e barulhento saudou Lorde Hadrion enquanto ele flutuava na base da Ponte Mundial para Taprisha, a luz do amanhecer caía sobre ele. Hadrion suspirou.

“Eren. Já faz um tempo.”

Ele lentamente se virou para olhar para o ser que se aproximava dele.

Com cerca de 3 metros de altura, coberto de músculos ondulados, com pele de um vermelho muito opaco, o ser diante dele não se parecia em nada com um mago. O longo manto laranja que ele usava fazia pouco para convencer os espectadores. Uma aura pesada e afiada parecia emanar dele, como se ele estivesse prestes a cortar o próprio espaço.

No entanto, apesar de sua aparência, Eren Kirstein é um dos Magos de Classe Lorde mais bem-sucedido do Departamento de Divisão. Ele também não era humano.

Ele era, ao invés disso, um membro da raça Titan:speech_balloon:

Titãs eram humanoides famosos por sua força feroz e enorme estatura. Eren era robusto mesmo entre os Titãs, um verdadeiro nobre de sua raça. Em termos de força bruta ele estava no pico da classe grande mestre.

Enquanto a Autarquia de Borrel era dominada por Humanos, e em grande parte era considerada um reino “Humano”, isso não significava que outras raças não pudessem viver nela. Longe disso, o Rei Mago Telmon, ao longo de seus quase 400 anos de reinado, implementou mudanças radicais em relação a como a raça era tratada.

Não importa qual a cor da pele, ou credo que você acreditava ou tinha, todas as raças e tipos eram bem-vindos na Autarquia.

O Departamento de Divisão era um departamento renomado por ter assistentes não humanos, em grande parte devido ao tipo de magia em si. A magia de divisão era um dos estilos mais ofensivos de magia existentes. Muitos animais ou não-humanos apreciavam esse tipo de magia e os ataques avassaladores contidos nela.

A principal razão, no entanto, era a tensão que a Magia de Divisão causava no corpo. Lançar até mesmo as magias mais básicas exigia uma forma física muito robusta, mas tinha requisitos relativamente baixos em termos de sensibilidade mágica.

Hadrion havia matado recentemente um membro do Departamento de Divisão, outro Titã, mas que era suspeito e, eventualmente, provou ser um traidor. A batalha havia se provado feroz, uma vez que destruiu toda a cadeia de montanhas e lhe rendeu uma enorme quantidade de mérito.

Como resultado, no entanto, seu relacionamento com o Departamento de Divisão havia azedado. Mesmo que o Titã fosse um traidor, o fato de ter matado um membro de outro Departamento e um companheiro não-humano havia estimulado o ressentimento.

“Hahaha, sim faz sim! Não vejo sim!”

O Titã tinha uma maneira estranha de falar, onde ele repetia a si mesmo para dar ênfase. Um sorriso feroz brilhou em seu rosto humanoide enquanto olhava para Hadrion. Ele tinha um nariz curto que havia sido quebrado antes, um queixo forte e olhos vermelhos poderosos e penetrantes. Seu cabelo branco e curto era gritante e sobressaía. Seu tom era claramente hostil.

Eren estava atualmente flutuando em uma grande lâmina preta de metal de dez metros de altura. No ar, um trio de mulheres bonitas estava atrás dele, duas vestidas com as habituais vestes azuis do Departamento do Destino, enquanto uma usava uma armadura de couro preto que ele não reconheceu. Fracamente, ele detectou traços de Magia de Maldição nela. Ele enrugou o nariz com o cheiro.

“Então, onde está esse pequeno bichinho?”

Eren bateu palmas, seus olhos se moveram para a esquerda e para a direita.

“Você tem seu próprio time, certo? Encontre-o você mesmo!”

A voz de Hadrion estava calma e rouca. Ter outros Magos de Classe Lorde com ele só seria uma coisa boa se ele confiasse neles.

“Sim, exatamente. Um grupo para cada um de nós.”

Outra voz entrou em sintonia quando outra figura apareceu. Um homem vestindo um conjunto completo de vestes negras, com um cinto preto alto em volta dele. Seu rosto estava coberto por uma simples máscara e capuz escuros, bloqueando sua aparência.

Suas palavras levemente arrastadas enquanto ele falava, eram resultado de algum ferimento desconhecido.

Ele estava flutuando no ar, apenas parcialmente visível. Sua forma estava envolta em trevas, e ninguém mais parecia estar com ele.

“Máscara Sombria!”

Ele assentiu, reconhecendo o Lorde da Escuridão.

O Departamento de Escuridão e Divisão eram os dois departamentos mais próximos do seu, o Departamento de Raios Negros. Ele conhecia quase todos os seus companheiros, Magos de Classe Lorde, em cada Departamento, tendo encontrado muitos deles antes em várias missões.

“Vocês todos podem ficar aqui na retaguarda. Minhas sombras irão caçar o bichinho e encontrá-lo. Seus serviços não são necessários.”

A voz de Máscara Sombria era rouca e cheia de arrogância.

“Haha! Haha! Haha! Não é uma má ideia, Pequeno Máscara! Que seja uma caçada pelo bichinho! Uma competição!”

O Titã Eren interrompeu, sorrindo ferozmente. Nem ele, nem Máscara Sombria pareciam estar levando isso muito a sério.

Máscara Sombria não se dignou a responder, desaparecendo de vista. O Titã Eren deu a Hadrion um olhar zombeteiro antes de se virar, sua enorme espada voadora flutuou em direção à capital vizinha do Império Tandor, Cidade Yum.

Hadrion suspirou de novo e encolheu os ombros, contraindo os dedos. Ao redor dele, espalhando-se por quilômetros, vários pequenos raios negros brilhavam.

Depois de voar até a Ponte Mundial, Hadrion montou uma complexa rede de partículas de raios, estendendo-se até uma bolha enorme e invisível que cercava todo o complexo.

A magia, conhecida como Magia de Raios: Campo Elétrico, era normalmente uma que podia se estender algumas milhas no máximo. Ele foi forçado a usar Magia de Raios: Grande Amplificação, para estende-la. Manter tal magia era cansativo, mas ele não tinha outra maneira razoável de observar a enorme Ponte Mundial que se estendia por dezenas de quilômetros.

Qualquer criatura que se movesse para dentro ou para fora da Ponte Mundial, ele ficaria imediatamente ciente disso. O campo também servia para criar um sentimento estranho e inquietante que afastava a maior parte da vida selvagem, deixando apenas aqueles que estavam na Classe Terra ou abaixo. Esta Ponte Mundial em particular foi definida como uma enorme savana, ao contrário do grande rio que a Ponte Mundial para Mesor ocupava.

Seu campo elétrico não cobria apenas a superfície, mas também várias milhas no céu e no subsolo.

Ele sentiu uma dor nos olhos. Ele esfregou-os e acenou com um dedo. Imediatamente, uma pequena e brilhante pílula branca apareceu em sua mão. Uma famosa ‘Pílula de Luz’ produzida por praticantes da Magia de Luz. Magia da Luz e Magia Branca eram os dois estilos de magia que competiam pela coroa de “Grande Magia da Cura”.

Pílulas de Luz eram imbuídas com a essência de uma magia de cura de alta classe, e poderiam ser usados ​​para repor a energia de alguém. Esta em particular foi criada por um Mago de Luz de Classe Grande Mestre, exigindo o foco de um dia inteiro.

Usá-las para reabastecer a energia para evitar o sono era uma despesa absurda, mas ele não tinha muita escolha.

Ele espalhou seus homens, 6 Magos de Raios Negros de Classe Grande Mestre, e uma dúzia de Magos de Raios Negros de Classe Mestre, para ajudar a cercar a enorme Ponte Mundial, mas ele não confiava em ninguém além de si mesmo para manter uma rede completa.

As Magias do Destino de Larah estavam trabalhando para encontrar o dragão. O bloqueio do destino estava enfraquecendo, mas aos poucos foi se tornando mais difícil identificar o dragão já que a sua alma estava parando de perturbar o destino naturalmente.

Eles conseguiram determinar que estava a poucas centenas de quilômetros da ponte, mas era isso.

Por enquanto… eles teriam que esperar.

¤¤¤

Em uma pequena pousada na cidade de Yum, um quarto privado de tamanho médio atualmente brilhava com luz.

Uma luz branca ofuscante cobria a forma de William enquanto ele flutuava no ar, sentindo uma incrível transformação balançar sua alma. Dezenas de milhares de símbolos flutuaram em torno de sua Matriz de Feitiços da Alma, desdobrando-se em padrões complexos e formas misteriosas.

Seus olhos brilharam quando ele sentiu seu corpo tremer, êxtase e alegria o inundava.

Sutilmente, uma pequena barreira de energia começou a envolvê-lo, uma camada de proteção transparente e quase invisível. Quando isso apareceu, sua Alma sofreu uma mudança qualitativa, tornando-se várias vezes mais forte.

Ele acabara de passar pelo batismo das leis da magia e entrara na Classe Mestre.

Os últimos dias e noites foram transformadores para ele.

Depois de ser forçado a se mover ao lado de Lorde Hadrion e da equipe que caçava o dragão, William fora despejado sem a menor cerimônia na Cidade Yum, a capital do Império Tandor, extremamente longe de sua casa no Império do Rio Obsidia.

Durante a viagem até aqui, e durante toda a noite, William ficou acordado repassando a herança que recebera daquele estranho Mago caído.

Quanto mais conhecimento ele lia e absorvia do aglomerado de símbolos em sua alma, mais e mais fazia sentido. O método heterodoxo de estudar a Magia da Luz parecia estranho aos seus olhos, a princípio. Mas depois de constante exposição, sua compreensão geral da magia começou a mudar.

Cada magia se tornou uma canção para ele, uma de beleza e mistério. Combinar símbolos de uma maneira ou de outra era como criar uma bela pintura e se maravilhar com ela.

As experiências passadas do Mago morto em relação à Magia da Luz haviam penetrado em sua mente, o conhecimento exato que ele precisava saber aparecia quando ele precisava. Ele era como uma esponja, absorvendo informações a um ritmo incrível.

Ele conseguiu romper a Classe Mortal, a Classe Terra e a Classe Céu em uma única noite.

Ele confiava em sua alma que já estava na Classe Céu para sobreviver ao impacto desta descoberta. E, apesar de só estar na Classe Céu, sua compreensão da Magia da Luz conseguiu chegar à Classe Mestre antes de ser forçado a parar, sua cabeça ameaçava implodir.

Cada Classe além da Classe Mestre, ele sabia, exigiria um crescimento passo a passo. Ele só conseguiu avançar assim em seu entendimento tão rapidamente graças a sua alma já estar na Classe Céu.

Ainda assim, para fazer isso tudo em uma única noite… os poderes dados pelo Mago caído em sua herança eram verdadeiramente absurdos.

“Incrível!”

Ele murmurou, acenando com as mãos juntas. Um raio de luz saltou de uma mão para outra, movendo-se a uma velocidade fantástica. Este raio de luz era do tamanho da sua mão, mas com apenas alguns centímetros de espessura.

Este era um feitiço que o Mago de Classe Angelical havia criado sozinho. Um fantástico feitiço de transporte chamado Magia de Luz: Transportando a Luz.

Ele olhou através da pequena viga e segurou-a na mão por um segundo, olhando para o seu quarto.

Não era muito grande, apenas cerca de 8 metros de diâmetro. Um quarto privado, com uma pequena mesa de cabeceira, uma cama e algumas pinturas na parede. Um piso de madeira dura coberto por um tapete simples. Nada luxuoso.

Ele sacudiu a mão para frente.

Ao fazer isso, o pequeno raio de luz em sua mão disparou para frente e aterrissou no lado oposto da sala.

Assim que aterrissou, quase instantaneamente, seu corpo desapareceu e reapareceu, no local onde ele havia enviado o feixe de luz.

“Impressionante!”

William sorriu, dando um soco no ar. Magia de Luz era realmente incrível!

Enquanto ele considerava isso, sua mente foi para como ele obteve isso, e seu sorriso diminuiu. Ele olhou para as mãos e as cerrou, uma decisão tomada em seu coração.

Ele não deixaria aquele dragão entrar nessa armadilha se ele tivesse como ajuda-lo.

¤¤¤

Em um campo pequeno e aleatório, a uns vinte quilômetros ao norte da Cidade Yum, apareceu um dragão verde de três metros de altura, erguendo-se sob a luz do amanhecer. Sujeira escovou suas escamas, caindo em uma inundação.

“Mmmm.”

Dorian bocejou e esticou sua forma dracônica, sentindo um calor profundo em suas escamas. Ele tirou uma Erva Mágica aleatória da Bolsa Espacial que amarrara em volta do pescoço dele, saciando seu apetite e sede. Ervas Mágicas realmente eram uma comida milagrosa da qual você poderia viver inteiramente.

Ele então se virou para o sul, onde o enorme pilar de terra que era a Ponte Mundial estava localizado.

Seus olhos brilharam. Em vez de pedir a Ausra para fazer qualquer coisa, ele desejou que seu corpo mudasse.

Gradualmente seu corpo começou a se mover, as escamas verdes se contorceram, seus braços e pernas se distorcendo. Em apenas alguns segundos, seu enorme corpo de 3 metros de altura encolheu para uma Salamandra Vermelha muito menor, com apenas 1 metro de altura. Em comprimento, ele tinha cerca de 2 metros de comprimento, com pesadas escamas vermelhas e uma linha de espinhos afiadas em sua espinha.

Sua Salamandra Vermelha Anciã se formou.

“Fonxiunuo!” (Funcionou!)

Ele disse em voz alta, completamente massacrando as palavras enquanto tentava falar. Ele percebeu, para sua consternação, que ele não podia falar como normalmente fazia em sua forma Salamandra Vermelha. As cordas vocais de uma Salamandra Vermelha eram estranhas e não permitiam isso.

Ele gradualmente percebeu que todas as habilidades que Ausra tinha eram na verdade dele, vindo de sua Matriz de Feitiços da Alma. Até a própria Ausra era apenas uma construção do seu próprio poder.

Se ele estivesse sendo atacado, seria muito perigoso ter que pedir a Ausra que mudasse uma das suas formas para outra.

Em vez disso, apenas usando sua vontade, ele poderia fazer com que suas formas mudassem.

Ele sorriu, com os dentes puxados para cima em um grunhido em sua forma de Salamandra, e começou a correr para o sul, em um caminho que circundava a Capital e seguia direto para a Ponte Mundial, fazendo o melhor para parecer uma fera.

¤¤¤

Flutuando vários quilômetros em frente à Ponte Mundial, na direção da Cidade Yum, havia um grupo de grandes espadas de metal negro com várias figuras de pé sobre elas.

A maioria das figuras eram humanos, mas três eram grandes titãs de pele vermelha. Alguns usavam vestes laranjas soltas, enquanto outros usavam armaduras de metal negro justas. Todos os três titãs estavam vestidos com uma armadura negra completa, reforçada pelo que pareciam ser milhares de pequenas espadas ligadas entre si.

Eren cantarolou alegremente para si mesmo enquanto ele juntava as mãos, olhando na direção da cidade. Ele estava sentado na beira da lâmina flutuante, com as pernas penduradas.

“Sua senhoria.”

Uma linda mulher, do trio de mulheres, em pé em sua lâmina deu um passo para frente ao lado dele. Suas vestes azuis balançaram lentamente, agarrando-se firmemente ao seu corpo.

“Sim? Sim. Sim, Mayne.”

Ele respondeu, seus olhos brilhavam.

“Eu não posso determinar uma localização exata, mas sabemos que a perturbação no destino está em algum lugar dentro de cem milhas daqui.”

Sua voz era calma, combinando com seus pacíficos olhos azuis.

“Eu vejo, eu vejo.”

A voz de Eren roncou. Pequenas lâminas flutuavam acima de sua cabeça, transparentes e efêmeras. Ele coçou a cabeça, bagunçando o cabelo branco.

“É uma competição agora.”

Ele esticou os braços, seus músculos incharam. Um pequeno sorriso apareceu em seu rosto quando ele se levantou, olhando para seus subordinados.

“ATENÇÃO!”

Sua voz explodiu, uma explosão cheia de autoridade e poder. Instantaneamente todos os Magos nas espadas voadoras se viraram e se curvaram ligeiramente, em atenção. Uma poderosa e afiada Aura se espalhou de Eren, sua força como um Mago de Classe Lorde totalmente revelada.

Os três Titãs flutuaram para a frente da multidão, inclinando-se sobre um joelho diante dele.

“Mayne. Greta.”

Ele gritou, acenando com as mãos. Imediatamente a mulher vestindo um conjunto de armadura de couro negro apertado avançou, ficando ao lado de Mayne.

“Vocês duas irão com Byrus e tomarão o lado ocidental da Ponte. Laura, você ficará comigo no centro. Ugdol e Barrack vocês dois tomarão o lado oriental. Todos os outros fiquem com seus líderes de equipe habituais.”

Sua voz sacudiu o ar quando os Magos começaram a se separar, reunindo-se atrás dos três Titãs.

“Estamos atentos a um pequeno dragão de escamas verdes. É astuto e poderoso. Se você o ver, não deve encará-lo, mas sim enviar uma Lâmina de Corte para o ar.”

Ele bateu palmas, fazendo um som muito parecido com um trovão.

“Vão!”

¤¤¤

“Vão minhas belezasss… buscadoresss das sombrasss… encontrem o dragão de escamasss verde…”:speech_balloon:

Um homem de manto negro estava flutuando em um disco de escuridão, várias milhas acima do solo. A escuridão corria ao redor dele como um rio, quando várias formas de sombra se romperam, centenas delas explodindo para baixo.

“Encontrem…”

[Careca – 5 dias já!]

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

Ei, você gosta dessa novel? Acha que o tradutor merece um incentivo para continuar mantendo o bom trabalho? Pois agora ela tem Padrim e você pode contribuir com apenas 2$.

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 21
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 23
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.