Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 164

416
Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 163
Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 165

Tradução: Denn | Revisão: The Careca


Fuga

Uma sensação de calor doloroso se espalhou pela mente de Dorian enquanto ele caminhava para fora. Naquele momento, quando ele soltou tudo para continuar sua jornada para salvar Helena, sua alma passou por uma espécie de limpeza. Era como se ele estivesse renascendo do nada.

Ao mesmo tempo, Dorian sentiu que duas de suas Leis o chamavam. A Lei da Bravura e a Lei da Misericórdia.

“Hmm?” Ele piscou.

Um instante depois, quando Dorian experimentou esse tipo de iluminação fria, ele sentiu outra fonte de energia, que ressoava com a Lei da Bravura e a Lei da Misericórdia. Essa fonte de energia era calma e pacífica, que recebia acertos e continuava se movendo sem pausa, lenta e firmemente.

Enquanto ele sentia a sensação fugaz dessa fonte de energia, Dorian conseguiu reconhecê-la.

“A Lei da Caridade.” Ele sabia instintivamente qual era a Lei. O sentimento desapareceu assim que surgiu, mas deixou uma marca permanente graças à Memória de Jade de Dorian.

“Ahh, entendi.” Ele murmurou, fechando os olhos pacificamente. Seu ato de desistir de tudo o que ele desejava aqui, de se reunir com sua família, enviou reverberações através das Leis do Universo.

“Parece que as Leis que estão ligadas entre si podem servir de atração para outras Leis semelhantes. A composição e a conexão únicas da minha alma com o Destino tornam mais fácil perceber outras Leis, e o fato de eu estar estudando duas Leis que pareciam estar interligadas e afins estão se construindo.” Ele observou, sorrindo tristemente. Ele ficou feliz por ter sentido uma nova Lei, mas a tristeza de se afastar de sua família ficou com ele.

Ele suspirou e continuou andando.

HONK!

Os sons da cidade interromperam de maneira perturbadora suas reflexões quando Dorian saiu do saguão para uma rua que dava para o hotel. Um labirinto de veículos e pessoas eram visíveis, luzes piscando e movimento rápido por toda parte.

Ele bateu o pé levemente no chão, a sensação familiar de uma calçada de concreto aparecendo.

CRACK!

Suas batidas leves acidentalmente esmagaram a calçada de concreto, quebrando-a. Pedaços de poeira e pedra rodopiavam em torno de seu pé.

“Opa.” Dorian murmurou, pedindo desculpas pelo chão. Ele havia esquecido que, quando canalizou a Lei da Bravura, sua forma física se tornava anormalmente poderosa.

Na frente dele, ele podia ver alguns policiais andando pela mesma calçada. Quando Dorian danificou o chão à sua frente, os policiais se viraram e correram em sua direção. Eles já pareciam estar olhando para ele, um pouco anormalmente.

“Hã? Espere. Estes são policiais americanos? Por que eles estariam operando aqui na Austrália? Esta é a Austrália, certo?” Ele pensou, olhando-os estranhamente.

“Ei! O que você pensa que está fazendo!” Um dos policiais uniformizados, um homem corpulento, com cabelos ruivos curtos e um pequeno bigode vermelho, caminhou na frente de Dorian, parecendo irritado. Sua mão direita descansava na pistola enquanto ele gritava.

“Para o chão!!” Ele olhou para Dorian ameaçadoramente, saltando de zero para cem em meros segundos.

“O que? Nada disso faz sentido. Isso é coisa da Zona dos Sonhos, certo?” Uma luz de entendimento apareceu nos olhos de Dorian.

Esta situação não era de suas memórias. Ele reconheceu os policiais como policiais do Texas, por seus uniformes, embora parecessem muito mais felizes do que ele se lembrava.

A Zona dos Sonhos operava usando suas próprias memórias como força. No entanto, ele não tinha memória de nenhum policial australiano. Assim, quando a Zona dos Sonhos foi criar uma situação para eliminá-lo, eles procuraram e encontraram uma figura de autoridade diferente, uma que ele reconheceu.

“Se eu não tivesse minhas memórias, seria apenas um humano comum. Eu provavelmente estaria comemorando com minha família agora, ou pelo menos conversando com eles no hotel. Se eu morrer aqui, acho que vou morrer ou sofrer sérios danos na vida real. Eu seria um pato sentado para vários policiais armados e assassinos no corpo de um ser humano normal.” Dorian pensou enquanto examinava os policiais. Todos os três policiais estavam com as mãos nas garras da pistola e estavam olhando para Dorian, gritando com ele.

“Forma de Demônio do Equilíbrio, troque! Corpo Perfeito, ative!”

WHOOSH!

“Abrir fogo!” Os policiais abriram fogo em tempo recorde enquanto o corpo de Dorian se desfocava.

Dorian piscou.

Infelizmente para esses policiais, Dorian era tudo menos normal agora.

O mundo ao seu redor havia perdido muito de sua cor. Ficando bastante equilibrado, no entanto, pelos sentidos superiores de sua forma Demônio do Equilíbrio. Sua forma humana regular era tão mais ou menos, na melhor das hipóteses.

À medida que o mundo se transformava em um pouco mais sombrio, a Lei da Bravura e a Lei da Ganância coraram poderosamente na alma e no corpo de Dorian, aprimorando-o. Ele ainda não tinha tempo para adicionar a Lei da Caridade à sua lista, então adiou isso para depois.

“Oh uau.” Dorian murmurou enquanto olhava em volta.

“É por causa da Zona dos Sonhos? Não há como eu ser tão rápido normalmente.”

O mundo ao seu redor estava operando incrivelmente em câmera lenta. Os policiais tinham expressões de raiva congeladas no rosto.

No ar entre eles, três balas estavam se movendo visivelmente em direção a Dorian, perfurando em sua direção.

Dorian piscou novamente e olhou em volta.

O mundo ao seu redor ficou congelado. As pessoas congelaram no meio do passo, carros em movimento rápido pararam completamente. Ele podia ver semáforos que normalmente piscariam imóveis, crianças congeladas no meio do salto. Foi incrivelmente surreal de se ver. A única coisa que convenceu Dorian de que o mundo não estava completamente congelado foram as três balas disparando lentamente contra seu peito.

WHOOSH!

O ar ao redor dele tremeu e congelou novamente imediatamente quando ele deu um passo para o lado. Ele então bateu nas balas quando passaram por ele, ajustando seu caminho para que atirassem mais em direção ao chão.

“Huh. Corpo perfeito, desative.” Ele murmurou, uma ideia vindo à mente.

WHOOSH!

O mundo ao seu redor voltou a toda velocidade. Os carros congelados aceleraram, as pessoas continuaram a andar. Cerca de uma dúzia de pedestres próximos se viraram para encarar Dorian e os policiais, muitos deles fugindo ao ouvir tiros.

WHIZ!

Todas as três balas dispararam para longe.

“Vamos lá, hein?!” Os três policiais congelaram, olhando para onde Dorian estivera.

TUMP!

Quase como um, os três caíram quando o braço direito de Dorian bateu contra suas cabeças, derrubando-os todos em um movimento suave. O trio desabou, caindo no concreto.

“Assassinato! Alguém ajude!”

“Tem alguém atacando a polícia!”

“O que é isso?!”

“Cara, isso é um filme?”

Um dilúvio de vozes surgiu quando tudo veio à tona. Dorian ignorou isso quando ele se virou, voltando para o píer.

“Minha habilidade Corpo Perfeito permitiu diminuir drasticamente o tempo quando foi ativada aqui, nesta Zona de Sonho. Eu quero saber porque?” Ele franziu o cenho enquanto se afastava. Após cerca de 100 metros de caminhada, chegou ao píer. O caos da polícia não parecia se espalhar tão longe, deixando-o relativamente desobstruído.

“A descrição da Habilidade menciona que esta Habilidade é uma ‘Habilidade Divina Incompleta’. Talvez se eu descobrir uma maneira de concluí-la, é isso que ele fará? Ou pode ser algo completamente diferente?” Ele balançou a cabeça, incapaz de fazer cara ou coroa.

Parecia que o plano original da Zona dos Sonhos era que aqueles policiais o levassem embora depois de prendê-lo com sua família. Quando isso falhou, não parecia ter mais nada para jogar nele, pelo menos ainda não. Ele precisaria encontrar uma maneira de quebrar o sonho.

As pessoas que o viram enquanto ele caminhava se viravam e olhavam, várias pegando seus smartphones para tirar fotos. O físico de Dorian parecia algo saído de lendas e mitos e, portanto, tinha que ser algum tipo de roupa para a maioria.

“Irmão! Cosplay doentio! Se importa se tirarmos uma foto de grupo?” Ele até foi abordado por um trio de caras vestindo roupas de jogging, um deles segurando um telefone para tirar uma selfie.

Dorian parou para posar com eles por polidez, levantando dois dedos para a foto. Ele então se repreendeu mentalmente.

“Nenhuma dessas pessoas é real? Por que eu fiz isso? Quem se importa se eu aparecer como um bom demônio no Facebook desta Zona dos Sonhos.” Ele balançou a cabeça, confuso, sentindo-se um pouco mais alegre.

Ele passou pelo resto, caminhando para um ponto próximo ao final do píer, de volta onde havia começado originalmente.

Ele olhou para o mar, onde o belo hotel do outro lado brilhava levemente, a luz do sol refletia nele. Agora que ele olhou mais de perto, viu que o hotel parecia ter, de todas as formas, um submarino de algum tipo que conecta três torres diferentes uma na outra no topo.

“Ei… eu sei disso. Não é… Não é um hotel que vi quando visitei Cingapura? Por que está aqui?” Partes do sonho não eram precisas, mostrando como não era confiável sua memória, quando ele era humano na Terra. Isso, ou a Zona dos Sonhos estava misturando as coisas ao acaso, incapaz de recriar tudo perfeitamente.

Ele se virou para olhar a estátua do leão descansando ao lado do píer. Uma ideia surgiu sobre como escapar dessa armadilha dos sonhos.

“Você não é real.” Dorian falou em voz alta, olhando para a estátua. Ele puxou sua vontade, comandando sua alma para torcer o destino.

“Você é apenas um sonho. Eu ordeno que você quebre! Quebre por mim! Desperte!” Ele estendeu a mão.

“Tocando a luz! Ative!”

WHOOSH!

Uma espada feita de pura luz brilhante apareceu na mão direita de Dorian. Dorian apontou para a estátua, olhando furioso.

“SHAZAM!”

BUMM!

A estátua explodiu quando um raio de pura energia luminosa disparou da espada. O ataque em si ficou bastante fraco assim que saiu do controle direto de Dorian, mas ainda era mais do que suficiente para quebrar uma estátua feita de pedra.

TUDUM!

O mundo ao redor de Dorian pareceu tremer. Dorian sorriu ao sentir isso. Seu palpite estava correto. Quanto mais ele introduzia conceitos que não deveriam existir aqui, mais ele pressionava esse sonho.

“Eu ordeno que esse sonho termine!” Sua voz trovejou alto quando ele a infundiu com o poder da Lei, carregando autoridade e poder.

“ROAAAAR!” Um rugido alto e furioso chamou a atenção de Dorian quando ele se virou, voltando para a frente do píer, na direção do outro hotel chique.

Um enorme e imponente leão apareceu, feito de pura escuridão, como uma fera do pesadelo. Seu corpo ainda estava se formando quando entrou em existência, fazendo o céu lá em cima escurecer. O poder bruto e de pesadelo girou visivelmente ao redor da criatura, dando-lhe uma presença enorme. Estava coberto de escamas e tinha uma cauda longa e sombria que terminava em barbatanas, como a de um tubarão.

“Agora é mais assim! Um leão monstro gigante. É… um Merlion? Cingapura de novo…” Dorian sorriu ao ver isso, reconhecendo-o como uma criatura mitológica famosa por Cingapura. Ele começou a caminhar em direção ao final da doca, os olhos fixos na criatura.

Instintivamente, ele sabia que se matasse essa criatura, ele escaparia desse sonho.

“Uau?! Isso é uma ilusão de ótica?!”

“Cara! Olha só isso! É feito de fumaça?!”

“Que diabos?!”

Dorian ignorou as pessoas aleatórias que exclamaram ao seu redor enquanto ele se concentrava.

“ROAAAAAR!” O leão rugiu novamente. Enquanto gritava, uma enorme bola de escuridão começou a se aglomerar no ar diante de sua boca, semelhante ao ataque Laser Hyperion que Dorian possuía.

“Copiando algumas das minhas habilidades, hein? Vamos ver você copiar isso.”

“Lei da Bravura e Ganância, me aprimore!”

“Força em Movimento, ative!”

“Expandir, ativar!”

“Toque da Luz, fique ativo!”

“Lei da Ira e Misericórdia! Combine na minha espada!”

A forma Demônio de Equilíbrio de Dorian se expandiu para uma criatura demoníaca imponente de 60 metros de altura. Nesse estado de sonho, ele parecia ser capaz de usar todas as habilidades que já havia aprendido, mesmo aquelas que se fundiram com outras e que ele não tinha mais acesso, como a sua habilidade de expansão.

As pessoas gritavam de medo e terror quando a figura gigante de Dorian apareceu, como um rei demoníaco fora das lendas. Não importa como Dorian tentasse se descrever, ele parecia exatamente como todos esperariam que o vilão aparecesse. Um demônio hediondo e gigantesco que parecia ter se arrastado das profundezas do inferno, empunhando uma enorme lâmina de luz na mão.

Ele acidentalmente esmagou uma família debaixo do pé, matando-os instantaneamente enquanto ele se transformava. Ele fez um pedido de desculpas mental antes de se repreender. Este era apenas um sonho falso, ele não havia machucado ninguém de verdade.

“Monstro!!”

“É o diabo!”

“Fujam!!”

Pelo lado positivo, pelo menos a Lei da Bravura o fazia parecer um demônio maligno extremamente corajoso e justo.

“Morra, fera!” O grito de Dorian causou uma onda de choque quando ele se lançou para a frente através da pequena brecha de água, obliterando o píer e todas as pessoas dos sonhos nele. Seu corpo arremessou no ar, colidindo com o leão gigante e fantasmagórico como uma tempestade de meteoros.

WHOOOSH!

O leão escuro e fantasmagórico abaixou a mandíbula ao lançar sua própria versão de um Laser Hyperion preto, apontado diretamente para a espada de Dorian. A energia negra estalou e sacudiu no ar, formando uma onda de choque que soprou pelas janelas do grande hotel ao qual o leão estava ao lado.

BUMM!

A lâmina de luz de Dorian cortou o ataque do laser pela metade, sua previsão era precisa. Ele não se permitiu um momento de descanso enquanto continuava adiante, seu corpo enorme, batendo em um dos hotéis imponentes e apagando-o enquanto ele atacava diretamente o leão.

Enormes blocos de pedra e madeira explodiram, restos de vidro se espalharam no ar quando centenas de pessoas inocentes dos sonhos foram jogadas para o céu. O horror e o pânico que vinham das pessoas que sonhavam cair eram tão reais que Dorian quase se desculpou de vez em quando, tentando se explicar.

SHKKKK!

Sua lâmina de luz esfaqueou diretamente o peito da enorme criatura. Imediatamente, flashes de luz preto e branco varreram sua visão e ele sentiu o mundo ao seu redor parecer distorcer.

O leão dos sonhos tinha sido o foco principal do sonho em que Dorian estava, ressuscitado para defendê-lo quando Dorian começou a atacá-lo. Com a morte, todo o sonho começou a desmoronar quando se desfez.

Dorian piscou novamente.

O mundo ao seu redor, mais uma vez, se transformou.

Sua mente, corpo e alma pareciam vacilar quando sua visão de um hotel meio destruído e de um Merlion morto foi substituída pela de um navio de madeira, onde uma dúzia de Artistas Marciais jazia no convés, inconsciente.

“Ah! Santo Grão-Lorde! Você escapou tão rapidamente, apesar de estar na Classe Lorde? Você realmente é um especialista que pode lutar acima do seu padrão!” Uma voz preocupada cumprimentou Dorian quando ele acordou.

O artista marcial místico de Classe Rei Fabian, o único guerreiro que estava acordado no convés. O navio voador caíra quieto, pairando no espaço acima da ponte mundial.

“Quanto tempo eu fiquei fora?” Dorian perguntou imediatamente, levantando-se. Ele caiu de joelhos quando entrou na Zona dos Sonhos.

“Cerca de 4 segundos, Senhor Supremo. O ataque acabou de acontecer! Cultivadores Antigos que atingiram a Classe Rei são resistentes a tais ataques graças ao nosso domínio. Para aqueles da Classe Lorde, no entanto, pode ter um efeito muito maior.” O artista marcial místico se explicou, balançando a cabeça ferozmente.

“Ninguém mais atacou de novo ou algo assim?” Dorian respondeu, olhando ao redor do convés.

“Não senhor!”

“Tudo bem. Precisamos acordar esses Sombras antes de tentarmos sair completamente. Não quero arriscar deixá-las presos em algum tipo de sonho mental permanente.” O Guia dos Sonhos falara um pouco sobre como era perigoso transportar alguém preso em um sonho para longe de Ballians devido à possibilidade de deixar sua alma eternamente presa.

“Eu concordo, Sumo Senhor. Porém, o Guia dos Sonhos foi pego! Somente você, eu e os outros dois capitães ainda estamos acordados. Os outros dois estão atendendo aos lutadores da classe Lorde no convés, tentando ajudá-los, mas não sei como ajudar.” Fabian respondeu, com as mãos estendidas para o lado, impotente.

“Como de fato…” Dorian murmurou, olhando para as figuras adormecidas. Ele mentalmente atropelou suas habilidades disponíveis, tentando elaborar um plano.

Quando ele encontrou uma habilidade em particular, ele sorriu.

“Eu tenho uma ideia.” Os olhos dele brilharam.

“Fabian vigie e guarde o navio. Eu tenho uma técnica que pode ajudar os lutadores a escapar da armadilha da Zona de Sonhos com facilidade. Minha aparência ficará estranha, no entanto.” Ele falou e agiu rapidamente, não querendo que nenhum dos Sombras presos fosse vítima de ataques.

“Oh, um tipo de técnica especial? Claro, Santo Grão-lorde. Isso faz todo o sentido.” Fabian achava que Dorian tinha uma solução, confiando em sua palavra imediatamente. Ele então ficou em guarda, uma poderosa Aura da Classe Rei ondulando ao seu redor enquanto olhava para o ondulado Miasma dos Sonhos.

Dorian avançou para um dos lutadores caídos, um Sombra no meio da Classe Lorde. Ele fechou os olhos, concentrando-se.

“Forma Sábio Dragão de Jade, transforme. Forma Humanóide, ative!” O corpo do Sombra ficou embaçado e foi substituído por um humanoide pálido, cor de pele de jade, um com longos cabelos brancos e penetrantes olhos verdes.

“Habilidade de Aura Calma, ative!” Ele ativou uma habilidade que havia ganho há um tempo, mas nunca a utilizou. Uma habilidade que era restrita à sua forma Sábio Dragão de Jade.

¤¤¤

[Habilidade: Aura Calma]

[Uma habilidade pacífica que libera uma aura reconfortante, esse poder pode ser encontrado nas linhagens de sangue que têm naturezas semelhantes e calmantes. Essa Aura amortece as emoções e o faz recorrer às Leis do Universo para formar uma bolha grande e invisível que afeta minuciosamente o estado mental de todos os que nela estão. Também concede ao usuário um ar de elegância pacífica, moldando a aparência que os outros veem.]

¤¤¤

Dorian sentiu uma Aura fria e pacífica se espalhar ao seu redor. Uma Aura que era relaxante, que era calmante e enchia qualquer pessoa com uma força calmante.

“Vamos, agora…” Ele murmurou, testando a habilidade nos Sombras antes que ele corresse e a usasse para ajudar Helena.

“Acorde!”


[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Leiam BEYOND?! O Denn finalizou a novel!]

Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 163
Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 165
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.