Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 133

763
Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 132
Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 134

 


Tradução: Denn | Revisão: The Careca


Revelação

Todos à vista congelaram, olhando para o resultado aparentemente impossível.

A cinza descia pelo ar enquanto as partículas remanescentes dos dois Golem de Artefatos Mágicos desmoronavam, dissipando-se em nada.

“Isso… como…? O que…?” Jiro Korc, do Machado, o grande Muro de Diamantes da Autarquia de Borrel, um dos magos mais elitistas de toda a nação, encarou Dorian com um choque puro e inalterado.

De todos os resultados que considerava possíveis, esse não era um deles, nem mesmo se considerasse Dorian como igual.

Afinal, até o próprio Jiro não podia fazer o que Dorian acabara de fazer.

Os olhos de Taemin voaram por todo o choque. Ele sabia como os golems eram incrivelmente duráveis, mais do que qualquer outra pessoa aqui. Ele havia praticado contra eles antes, testando a metade diamante de seu corpo. Ele estava bem ciente de sua incrível resistência e da dificuldade necessária para arranhá-los, quanto mais transformá-los em cinzas.

Os Golems eram feitos de um tipo especial de diamante conhecido como Diamante Aether, uma das substâncias mais resistentes conhecidas nos 30.000 mundos, originalmente descoberta pela raça Aethmen. A maior parte da Magia Diamante que Taemin estudou concentrou-se na manipulação do Diamante Aether.

Ele havia integrado metade de seu corpo em uma rede mágica de Diamante Aether.

E agora… um Vampiro aleatório com uma Aura fraca, quase inexistente, acabara de transformar dois Golems de Diamante, construídos de Diamante Aether, em cinzas com um leve toque.

Pela primeira vez em muito tempo, Taemin sentiu uma semente de medo se plantar em seu coração.

Enquanto isso, Líder estava de pé com os braços cruzados, um sorriso enorme e satisfeito no rosto, o orgulho rolando em ondas literalmente visíveis. Ele viu esse resultado como se fosse completamente esperado, como se não houvesse outra possibilidade. Seus olhos estavam cheios de confiança absoluta, sem o menor indício de dúvida.

Aiden se virou e deu a Jiro um olhar levemente consolador, como se entendesse a dor de Jiro. Mira apenas olhou e deu a Dorian um pequeno e grato aceno de cabeça.

“Muito fraco.” Dorian balançou a cabeça tristemente, confiança fluía em sua voz.

“Você me entendeu, Chefe de Departamento. Eu poderia simplesmente sair agora, se é o melhor que você tem.” Dorian colocou sua melhor voz desinteressada enquanto dava um passo à frente, permanecendo firmemente no centro da rocha saliente, dentro dos limites do portal de entrada.

Quanto mais confiante ele soava, maior a chance de evitar o combate, ele imaginou, especialmente dado o olhar de choque no rosto do Chefe de Departamento.

Naquele exato momento, enquanto Dorian estava de pé, o portal abaixo dele piscou.

60 segundos se passaram no que pareceu uma eternidade devido ao combate acelerado. O portal de entrada estava totalmente carregado e agora seria ativado automaticamente assim que 6 pessoas estivessem dentro dele.

WHOOSH!

Quando Dorian percebeu isso, uma brilhante onda de luz saiu do portal. Pareceu pairar em torno dele por um breve momento e depois desaparecer.

A entrada para as Ruínas da Ascensão que Dorian estava em pé então ativou, anormalmente, sem esperar pelas seis pessoas necessárias. Em um instante, um pilar de luz quente se elevou quando Dorian se teleportou, desaparecendo com o portal da parte externa da tartaruga.

Deixando para trás um grupo de espectadores atordoados.

* Hic *

“Será que ele…? Ele acabou de sair…? Depois de… Tudo isso…?” A voz do chefe Jiro cresceu incrédula.

“Ele acabou de sair?” Ele segurou as mãos com uma perda completa. No fundo de seus olhos, no entanto, um leve toque de alívio mal podia ser visto, uma emoção que ele imediatamente esmagou ao perceber sua existência.

BUUMM!

Uma explosão resplandecente balançou o ar quando Aiden e Mira se retiraram, seus corpos dracônicos recuando enquanto se afastavam para uma entrada diferente. Líder podia ser visto, parado no topo do corpo dracônico de Mira quando se juntou a eles deixando o campo de batalha.

Taemin e Jiro apenas assistiram, chocados demais pelo desempenho de Dorian para fazer qualquer outra coisa.

Quando o trio fugiu para longe, se alguém olhasse de perto, eles mal conseguiriam ver Líder energeticamente lançando um sorriso para Taemin.

“…”

A mais de 100 metros de distância, a figura de um ser humano de pele negra podia ser vista, entrando e saindo da realidade. Esta figura tinha estado assistindo a batalha inteira, sem comentários ele acenou em apreciação como tudo chegou ao fim.

“Este Monge Sem Nome aprecia o seu desempenho, jovem guerreiro. Se o Destino quiser, eu tentarei ajudá-lo uma vez. Você me lembra o Grande Fundador. Kaladin ficaria orgulhoso.” O corpo do monge estremeceu e desapareceu quando ele se virou, indo para uma entrada separada também.

¤¤¤

Luzes brilhantes surgiu nos olhos de Dorian, cegando-o, enquanto o espaço parecia se dobrar, afastando-o de sua localização anterior para um lugar inteiramente novo. Ele sentiu uma estranha sensação de alongamento, como se todo o seu corpo estivesse sendo separado e depois colocado de volta. A energia parecia fluir em torno dele a tal velocidade que ele não conseguia sentir nada.

De repente, tudo voltou ao normal.

WHOOSH!

Dorian caiu no chão e ofegou por respirar, seu coração bateu forte. Ele piscou e limpou os olhos enquanto olhava ao redor, imediatamente levantando a guarda.

Ele estava em uma sala grande e escassamente decorada. O chão era feito de pedra cinza lisa, tão lisa que parecia ter sido esculpida diretamente. Várias estantes de livros pareciam ter sido esculpidas nas paredes de pedra cinzenta e estavam cheias de capas de papel e livros.

Havia uma única entrada para a sala, a uma dúzia de metros de distância de Dorian, uma porta de pedra coberta de algumas esculturas aleatórias. No centro da sala havia várias mesas grandes, cobertas com pilhas de papel.

“Tosse!”

A boca de Dorian gaguejou quando ele respirou fundo e imediatamente inalou uma enorme quantidade de poeira. Ele passou os próximos vários segundos recuperando o fôlego e juntando-se mais uma vez.

Este quarto… a poeira combinada com a aparência, parecia incrivelmente velha. Como se tivesse ficado assim, intocado, por centenas de anos.

Ele respirou fundo algumas vezes enquanto se acalmava, desta vez certificando-se de não respirar a poeira.

¤¤¤

Sábio Dragão de Jade – Estágio de Crescimento: (3/5) Jovem Dragão de Jade

Progresso do Crescimento – 356.112 / 421.881 –

¤¤¤

“Agradável!” O punho de Dorian bombeou o ar enquanto ele olhava para os valores de energia para a sua forma de Sábio Dragão de Jade. Ele aplicou-os imediatamente depois que ele absorveu a energia dos artefatos Golems, ansioso para completar sua primeira forma de dragão natural.

“Eu devo ter ganhado pelo menos 400.000 pontos no total! Esses Golems valem uma tonelada! Eu deveria tentar pegar mais alguns se eu conseguir.” Ele sorriu enquanto olhava satisfeito. Ele parou imediatamente depois, no entanto, quando ouviu suas palavras ecoarem na sala de forma estranha.

Bzzzzz!

Dorian deu um passo para trás quando um zumbido ecoou na câmara. Ele olhou da esquerda para a direita, tentando encontrar a fonte dos ruídos.

WHOOSH!

O zumbido parou, mas o ar ao redor de Dorian tremeu com energia, substituindo os ruídos.

Um segundo depois, uma voz começou a falar. Uma voz que Dorian mal reconheceu.

“Bem vindo, futuro eu.”

Era a voz de Yukeli que Dorian ouvira falar em sua cabeça.

Mas uma versão mais jovem, menos cansada, que não tinha a mesma sensação de idade. Em vez disso, estava cheio de energia e excitação.

Seus olhos se arregalaram enquanto ele ouvia a voz falar, olhando em volta enquanto tentava encontrar a fonte para isso. Parecia estar vindo do próprio ar.

“Se você está ouvindo isso, significa que pelo menos um dos meus planos foi bem-sucedido depois que eu Ascendi. Eu retornei com sucesso aos 30.000 mundos em um corpo que não é mais encadeado por minha raça.”

Os olhos de Dorian se estreitaram quando ele ouviu isso.

“Não exatamente, Yukeli. Eu sei que você ainda está em algum lugar, espreitando dentro da minha alma. Mas você ainda não voltou, pelo menos não de mim.” Ele cerrou os punhos com força quando ouviu isso, formando uma carranca no rosto.

“Eu criei este Eco Temporal para informá-lo sobre sua chegada, sobre a chance de que nossas memórias estejam incompletas.” Yukeli continuou a falar.

“As Ruínas da Ascensão, como Ausra e eu escolhemos chamar essa grande criação, foram minha primeira tentativa de fazer algo que tenha um impacto enorme e proposital sobre o Destino. Minha primeira experiência em tentar mudar o Destino sem a muleta ineficaz que é a Magia do Destino, reunimos conhecimento e informações de todos os 30.000 mundos, criando um tipo de Artefato Mágico tão grande, tão complexo que o Artefato é uma palavra insuficiente para descrevê-lo.”

“As Ruínas da Ascensão são plantadas dentro de uma Tartaruga Imperadora da Chama que derrotei, uma que chamei de Shella. Ao anexar as Ruínas a um ser tão poderoso e impactante, a atração do Destino deve ser ainda maior.”

“Enormes reservas de tesouro, informação e conhecimento que mesmo os mais poderosos Magos procurariam, as Ruínas da Ascensão carregam dentro de si o suficiente para atrair quase qualquer um para eles.” Sua voz parou, uma sugestão de excitação esperançosa aparecendo.

“Mesmo, espero, eu mesmo, devo deixar de voltar com minhas memórias totalmente intactas, como parece provável.”

“Sua aparição aqui, eu futuro, significa que pelo menos parte disso foi bem-sucedida.”

Houve uma breve pausa.

“Não que eu tivesse algo a dizer sobre isso.” Dorian mentalmente resmungou de volta.

A voz de Yukeli continuou, sem parar.

“As Ruínas são grandes e têm muitas câmaras dentro delas. Além de se preparar para o meu futuro, elas também foram feitas para ajudar os seres a se aproximarem da perfeição. O conhecimento e os tesouros que deixei aqui foram realmente destinados a levantar aqueles que os encontraram.”

“Cada item vem com um teste, para provar o valor do usuário. As ruínas são um labirinto em si mesmas.”

“É claro que, como criador desse labirinto, não há razão para começar no começo. Assim, quando você ouvir esta mensagem, descobrirá que foi transportado para o centro das Ruínas da Ascensão, para a minha própria sala de desenho pessoal, onde deixei minhas próprias experiências e conhecimentos.”

Dorian olhou ao redor da sala enquanto ouvia isso, os livros e as capas de papel espalhadas por todo lugar adquirindo um novo significado.

“Você sou eu, e eu sou você, então acho que nada mais precisa ser dito. Use o conhecimento que deixei para recuperar e procurar o que jamais conseguiria.” A voz de Yukeli assumiu um fervor apaixonado, enlouquecido e selvagem,

“A perfeição em si.”

WHOOSH!

O ar trêmulo se acalmou e depois desapareceu quando a voz terminou de falar, a energia que fluía no ar se dissipando no nada.

Deixando Dorian sozinho em uma sala tranquila e envelhecida, seus olhos pensativos.

“Bom.” Ele murmurou e deu alguns passos para frente, esfregando as mãos.

“Isso foi um pouco demais, mas obrigado pela informação conveniente, Yukeli.” Ele deu o ar um polegar para cima.

“Eu só não aprecio o fato de que você estar tentando dominar minha alma e me matar.” Ele virou o polegar para os polegares para baixo.

Enquanto caminhava para frente, Dorian sentiu-se estranhamente atraído para um ponto específico da sala. Na borda, perto da entrada da sala, havia uma grande mesa com um caderno. Nada mais estava na mesa além disso. Ele também não podia sair do quarto sem passar por ele.

“Hã?” Dorian murmurou enquanto lentamente se aproximava da mesa.

“Leia… É…” Na cabeça de Dorian, uma voz hesitante e envelhecida apareceu. Uma voz que Dorian não ouvia há muito tempo.

A primeira voz de Yukeli que ele ouvira, além da mensagem que gritara com ele em seu renascimento.

“Você finalmente apareceu de novo, hein?” Dorian disse em voz alta quando ouviu a voz, cerrando os punhos com força. Ele estava em alerta total, não se deixando mostrar nem uma pequena abertura.

“Leia… isso… Você finalmente entenderá a verdade…” A voz envelhecida desapareceu no canto mais distante de sua mente quando terminou de falar, voltando para os recessos mais escuros.

Uma expressão severa estava congelada no rosto de Dorian enquanto ele olhava para o caderno, esperando alguns segundos para ver se a voz retornaria.

Ele lentamente abaixou com a mão, descansando no caderno.

Estava preso por um pouco de couro escuro e parecia um caderno completamente normal, não mágico. Ao pegá-lo, ele notou que tinha um bom peso, não muito leve nem muito pesado.

Ele sentiu o mundo ao seu redor parecer lento quando tocou o canto do caderno, como se fosse para abri-lo. O ar pareceu tremer mais uma vez, a energia aumentando, o destino ondulando.

“Nah!” Ele jogou o caderno para baixo e deu um passo para trás, balançando a cabeça.

“Honestamente, eu não me importo muito. Se você quer que eu leia tanto, eu provavelmente não deveria ler então.” Dorian deu de ombros e se afastou do caderno, ignorando-o enquanto caminhava para a porta.

Thunk!

Quando ele tentou abrir a porta, no entanto, ele descobriu que estava lacrado. Assim que ele tocou, a porta se iluminou com uma luz azul-escura.

Um rastro de energia azul pode ser visto visivelmente se movendo da porta até o caderno.

Instintivamente, de alguma forma, Dorian sabia que a porta só abriria se ele realmente abrisse e lesse o caderno. Como se contivesse algum conhecimento vital que o Yukeli do passado decidiu que ele precisava saber.

“Sério? Você vai me obrigar a fazer isso?” Dorian franziu a testa em consternação. Ele olhou ao redor da sala mais uma vez.

Quando ele olhou para as paredes, mais uma vez, o conhecimento instintivamente chegou a Dorian.

Esta sala era virtualmente indestrutível para ele, em sua força atual. Não havia chance de que ele pudesse sair disso com sucesso usando seu próprio poder. Ele não sabia como sabia disso, mas acabou sabendo.

“Tudo bem…” Ele deu de ombros e caminhou de volta para a mesa, pegando o caderno.

“O Diário de Registros de Yukeli Shorn.” Ele abriu o livro na primeira página, lendo o título em voz alta.

“De jeito nenhum! Um diário pessoal?” Ele rapidamente abriu a página seguinte, sentindo uma estranha compulsão tomar conta dele. Sua reticência anterior desapareceu quando ele começou a olhar seriamente para o caderno, querendo lê-lo.

Se ele pudesse aprender mais sobre a vida pessoal deste homem, de Yukeli Shorn, Dorian sentiu que teria uma chance muito melhor de entender o que ele era e por que ele estava aqui.

Ele abriu o caderno, passando por várias páginas. Cada página estava cheia de toneladas de escrita meticulosa, mas Dorian sentiu-se atraído para algum ponto mais adiante no caderno.

O mundo ao redor dele parecia tremer quando ele abriu uma página em particular, como se o próprio Destino estivesse se movendo para frente, como se este fosse um momento importante. O efeito ondulatório estava sob a atenção de Dorian, no entanto, enquanto ele olhava para o papel com interesse.

Ele leu a entrada pessoal, deixada para trás pelo próprio Yukeli, um que não era tão limpo quanto as outras entradas. Parecia ter sido escrito com mais emoção, mais pressa.

“Neste dia… eu falhei.”

“Mas também consegui.”

“Eu falhei em alcançar a perfeição. Eu percebi que meu objetivo é digno. É, de fato, o objetivo mais valioso que existe. Eu estava ciente disso no momento em que vi meu irmão deitado morto naquela cruz, tantos anos atrás.”

“Somente através da perfeição essa realidade pode ser salva.”

“Ai.”

“Eu não consegui alcançar essa perfeição.”

“Não por culpa minha. Apenas… meu corpo… minha alma… eles não são suficientes. Essa minha concha mortal humana é insuficiente. Eu preciso de outra coisa.”

“Meu querido amor, Ausra, trabalhou comigo por anos e anos. Seu desejo de aprender sobre todos os seres se cruzou com o meu próprio desejo de rastrear os traços de cada criatura, para encontrar aquilo em que a perfeição pode ser encontrada.”

“Infelizmente, mesmo assim, depois de todos os nossos esforços, ainda nos esquecemos.”

“Eu senti a Ascensão me chamando. Se eu quisesse, eu poderia romper com os céus, uma meta que aqueles ao meu redor vêem como a realização final.”

“Eu me recusei. Que ponto existe em uma vida no reino dos Deuses se eu não posso nem atingir a perfeição na terra dos mortais?”

“Há 4 anos, comecei a trabalhar em um dos meus projetos mais recentes.”

“Se eu não posso alcançar a perfeição em minha estrutura humana, então será eu consigo isso usando outra forma?”

“Reencarnação! O Grande Ciclo dos Céus! O círculo da vida e da morte. As lendas falam que todo ser que morre um dia será trazido de novo, em um corpo diferente ou em uma forma diferente.”

“Para começar a vida de novo, como um ser diferente.”

“Talvez um ser com uma forma que PODE alcançar a perfeição.”

“Um empate tão importante… como eu poderia ignorá-lo?”

“E então comecei minha pesquisa, usando todos os caminhos possíveis. Magia do Destino, Visualização Temporal, Rede Universal. Meditação sobre várias Leis novas, antigas ou distorcidas.”

“E depois de todos os meus anos de esforço, consegui uma pequena medida de sucesso.”

“Sucesso que me deixou só mais decepcionado.”

“Quando reencarnei, apesar de minha alma continuar igual, toda a minha personalidade pode e vai mudar à medida que as memórias que me moldaram, as experiências que moldaram meu coração e minha mente, desaparecem.”

“A determinação que tenho agora para me tornar perfeito e alcançar a culminação da vida… é inteiramente possível que eu perca isso.”

“Eu sei que isso é um fato.”

As próximas linhas que Dorian leu o fizeram congelar, seu corpo inteiro tremendo enquanto ele as lia.

“Pois acordei as lembranças da minha vida anterior reencarnada.”

“Eu não era um mestre espadachim de elite, nem um mago divino. Não era um dragão poderoso nem uma terrível Fênix.”

“Eu era apenas um humano fraco e sem valor, que não alcançou nenhum nível real de força, um humano que morreu uma morte vergonhosa, sem nunca conhecer o amor da vitória.”

“Na verdade, eu nem sequer acho que fui um nativo dos 30.000 mundos.”

“Minha vida passada viveu em um planeta bastante estranho, não em qualquer mundo que eu conheça.”

“Nessa vida, eu também tinha um nome diferente.”

O diário caiu dos dedos frios de Dorian quando ele ficou congelado, toda a sua mente se recuperando enquanto a última linha do diário se queimava em sua cabeça.

“Meu nome era Dorian. Dorian Wright, de um estranho planeta conhecido como Terra.”

[Denn – Caralhoooooo! Que plot twist do caralho! Muito foda huahauhau!]

[Careca – Cara do nada, a história explicou várias coisas e KABOOOM!!]

[Minha cabeça ainda não se recuperou dessa revelação]


[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Leiam BEYOND?! O Denn finalizou a novel!]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 132
Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 134
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.