Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 115

782
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 114
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 116

🌞 Ative o Modo Noturno 🌚


Tradução: Denn | Revisão: The Careca


Duas Batalhas

A primeira a fazer o primeiro movimento foi, surpreendentemente, a maga na retaguarda, Wimo.

“Magia de Água Amaldiçoada: Torrente Venenosa.” Ela estava preparando esta Magia pelos últimos segundos.

Wimo era um membro do Departamento de Água Amaldiçoada, um dos menores dos 108 Departamentos.

Nos 30.000 mundos, certos tipos de magia foram capazes de se combinar com outros tipos de magia, formando novos ramos de estudo. Magia de Água Amaldiçoada era exatamente um desses ramos.

Formada a partir de uma combinação de Magia de Maldição e Magia de Água, a Magia de Água Amaldiçoada tomou aspectos de ambos e os reuniu.

Um enorme jato de água negra se formou no ar e disparou alto, cobrindo o céu. Ele rapidamente se espalhou para formar uma cúpula gigante, contorcendo-se de maneira aleatória. Grandes tentáculos de água começaram a disparar da cúpula, perfurando os vampiros e as anomalias.

“Hmph!” Helena se lançou para frente, seus olhos se concentraram na maga. Uma devastadora Aura do Poder cobria seu corpo, cada movimento dela emanava uma sensação de força esmagadora.

“Magia de Chuva: Escudo Aquarius!” Trajano imediatamente respondeu por conta própria, lançando uma magia defensiva mais rápida, mas menos poderosa.

WHOOSH!

BUMM!

Imediatamente, vários escudos grandes de aproximadamente 5 metros de largura e comprimento formaram-se no ar, pairando sobre cada um dos Magos ou Anomalias. Nem um segundo depois, os tentáculos da água negra se chocaram contra cada escudo, enviando enormes ondas através de cada um.

Água negra espirrou nas águas cristalinas dos escudos de Trajano, distorcendo-os e corrompendo-os. Gradualmente, os escudos começaram a se desgastar, mas não antes de absorverem o peso do impacto.

Ao mesmo tempo, porém, vários grandes tentáculos negros irromperam do chão perto de Wimo, subindo em direção a Helena. Eles emitiam um sentimento medonho, quase mortal, um que não era natural.

Helena esquivou deles agilmente, mas foi forçada a pular para trás. Ela poderia dizer apenas olhando para eles que nada de bom aconteceria se ela se deixasse envolver.

WHOOSH!

WHOOSH!

WHOOSH!

Tentáculo após tentáculo de água perfuraram na direção de Helena sem pausa.

“Não, ainda não. Eu preciso conservar minha força!” Ela forçosamente se segurou, não se permitindo tocar em sua Magia de Impacto ainda.

“Eu posso lidar com ela!” Trajano gritou quando ele dispensou seus escudos, fazendo com que a água negra se dissipasse também. A grande cúpula de água negra acima deles permaneceu no lugar, no entanto.

Desde que ele não tinha mais seus olhos regulares, ele era capaz de ver através do uso de um artefato combinado com algumas Magias Energéticas. O mundo ao seu redor estava banhado em energia em sua visão, fazendo com que a Magia de Água Amaldiçoada e seus ataques se destacassem.

“Apenas cuide primeiro do homem metade-diamante!” Trajano apertou as mãos, pulando para frente da Maga de Água Amaldiçoada.

“Magia de Chuva: Facas de Água!” Centenas de lâminas feitas de água pura se formaram no ar e começaram a chover em direção à mulher magra.

“Cuidar de mim, hein? Vocês vampiros com certeza são arrogantes.” Taemin grunhiu quando ele ignorou os outros e começou a andar para frente, indo diretamente para as Anomalias.

Ele parou depois de um momento, no entanto, quando Probus entrou no seu caminho mais uma vez.

“Eu costumava não nomear nenhuma das minhas técnicas, concentrando-me apenas no meu corte. Depois de perder meu braço principal, percebi que precisava de mais. E é isso que eu tenho para você hoje, humano.” A voz de Probus estava fria enquanto a mão esquerda repousava sobre o ombro na espada nas costas.

“Sem sentido.” Taemin balançou a cabeça e continuou andando diretamente para Probus sem pausa.

Os olhos de Probus brilharam.

“Estilo Espada Sangrenta: Corte Divisor.”

Seu braço esquerdo se transformou em um borrão quando ele desceu com uma incrível quantidade de força. Uma poderosa Aura explodiu em volta de Probus enquanto ele atacava, infundindo seu ataque com a Lei do Corte. Ao mesmo tempo, sua lâmina assumiu uma tonalidade avermelhada, infundida de energia.

Probus, usando seus entendimentos da espada e da Lei do Corte, criou sua própria Arte Marcial Mística.

Seu golpe de espada soltou um arco vermelho de energia afiada, rasgando o ar com uma enorme quantidade de força. Ele bateu no chão na frente de Taemin, assim como colidiu com o Mago, muito rápido para ele se esquivar.

No instante em que o ataque foi lançado, no entanto, Taemin havia mudado seu corpo muito ligeiramente, apenas alguns centímetros. Apenas para que seu lado direito, sua metade de diamante, estivesse enfrentando o ataque.

WHOOSH!

BUMMM!

Uma explosão de poeira e sujeira cobriu o chão quando o ataque de Probus aterrissou, cortando de forma limpa uma parte do afloramento de pedra. O ataque foi incrivelmente potente, um golpe de espada que facilmente teve o poder de dividir uma montanha inteira em dois. O caminho de pedra e o chão não eram páreo para ele, imediatamente entrando em colapso.

“Sofra a primeira técnica que eu criei. O Corte Divisor. É facilmente duas vezes mais habilidoso que o meu anterior Poderoso…” As palavras de Probus foram cortadas quando a poeira de pedra se desvaneceu.

Revelando o Mago meio diamante, limpando casualmente a poeira de suas vestes apertadas. Nem uma única lesão poderia ser vista nele.

Probus olhou para o braço esquerdo como se o tivesse traído, uma luz de compreensão apareceu. Tendo perdido o braço direito, ele foi forçado a usar o braço esquerdo para o combate. Ele treinou muito e era altamente habilidoso, mas ele estava muito mais acostumado a usar o braço direito. Em combate real, ele não poderia trazer o mesmo nível de força com o braço esquerdo que podia com o direito.

“Não é muito fraco, Vampiro. Eu vejo porque você é considerado uma elite entre a sua espécie.” O corpo de Taemin cintilou quando ele bateu a perna direita no chão.

BUMM!

CLINK!

Ele reapareceu em pé ao lado do espantado Probus, atacando com o punho direito. Probus se recuperou do choque naquele momento, mal conseguindo erguer a espada em posição de guarda.

Uma onda de choque se expandiu para fora quando os pés de Probus afundaram vários centímetros no chão, uma rede de rachaduras se espalhou pelo impacto. Seu corpo estremeceu com a força do golpe, seus ossos rangeram.

Em particular, seu braço esquerdo tremeu. Os olhos de Probus se arregalaram quando ele sentiu isso.

“Droga. Eu realmente fiquei tão inútil só porque perdi o braço?!” Uma luz enlouquecida apareceu em seus olhos quando ele torceu seu corpo, dando duro para sair dali.

Taemin não esperou por ele, no entanto. No momento em que ele estava lançando para fora do chão, Taemin já estava caindo sobre ele, o braço direito socando para frente.

“Mas, como eu disse. Sua luta é sem sentido. Eu vou…” A voz de Taemin se interrompeu quando ele se virou, abandonando seu ataque a Probus.

BUMMM!

Nem um segundo depois, um enorme aglomerado de energia esmeralda bateu em seu braço de diamante, derrubando-o de volta alguns passos. Ele encolheu o ataque, no entanto, grunhindo um pouco.

“Matar você!” A voz de Xaphan estava cheia de ameaça enquanto o chef demoníaco olhava para o Vice-Chefe do Departamento de Diamantes. A gema esmeralda que estava em sua testa brilhava intensamente, pequenas faíscas de energia fluíam para cima dela. Uma poderosa Aura descansava em seus ombros, cheia de energia elétrica.

De pé ao lado dele, empunhando uma longa lâmina de ferro, estava Aron. A armadura de lobo que ele usava parecia brilhar com energia. Ele guardou seu aliado, seu olhar fixo no Mago meio diamante.

Probus conseguiu terminar de girar, libertando-se do chão enquanto voltava em guarda.

“Wimo!” Em vez de responder ao ataque, Taemin fez uma pausa, gritando em voz alta enquanto olhava para Xaphan e depois para cima, para a cúpula escura de água que flutuava no ar.

“Está pronto!” Wimo gritou de volta, o rosto contorcido enquanto controlava vários tentáculos negros, impedindo que as Facas de Água de Trajano a atingissem.

“Muito bem.” Taemin sorriu. Seu braço direito pareceu se contrair e, abruptamente, uma pequena figura apareceu em sua mão. Foi esculpida em algum tipo de madeira estranha, cortada com precisão e com muito cuidado.

A figura era esculpida para parecer um homem sorridente, de peito nu, usando calças largas, com uma pequena coroa na cabeça. Uma longa cicatriz vermelha descia pelo comprimento de sua bochecha direita até o pescoço, terminando em uma série de ombros musculosos.

Enquanto a estatueta não emitia nenhuma energia, parecia ter uma espécie de presença. Uma que era vasta e poderosa.

A várias dezenas de metros de distância, Trajano fez uma pausa, seu rosto se contorceu de surpresa ao se virar, olhando diretamente para a estatueta.

“Não! Probus, pare ele!” Trajano gritou em voz alta. Deu meia volta, abruptamente forçado a desviar-se quando a esquelética Wimo atacou com vários outros tentáculos de água negra.

Probus saltou para frente ao ouvir o grito de Trajano, mal passando entre as anomalias e o humano meio diamante.

“Hora de dormir, anomalias.” Taemin esmagou a estatueta antes que alguém pudesse fazer qualquer outra coisa.

WHOOOOOOSH!

Uma fração de segundo depois, uma enorme e gigantesca Aura apareceu. Uma Aura toda-poderosa e onipotente que carregava consigo uma quantidade impar de poder. Uma aura que fez o próprio ar tremer, causando a fratura do espaço.

Uma aura que tocou as forças da própria criação.

O corpo de Helena tremeu quando ela sentiu essa aura.

Era uma aura que ela reconheceu, uma que ela havia sentido há muito tempo.

A aura do homem mais forte que existe.

A aura do Rei Mago Telmon.

Assim que esta aura apareceu, disparou em todas as direções, espalhando-se com abandono. Cobriu todo o planalto em uma fração de segundo.

No entanto, a aura intangível do Rei Mago parecia saltar quando colidiu com a cúpula de água mágica que cobria o afloramento de pedra. A poderosa aura se espalhou para trás, saltando da cúpula. Ao mesmo tempo, a cúpula estremeceu e quase desmoronou devido à tensão.

A Aura saltitante recuou e se condensou, e então disparou em direção à área em frente de onde a estatueta havia sido quebrada.

Em direção a Probus e as duas anomalias.

A Aura se movia a uma velocidade próxima da luz, muito mais rápido do que qualquer um poderia reagir. Quando alguém percebeu o que estava acontecendo, já era tarde demais.

Primeiro, colidiu com Probus, passando por cima dele. A tremenda presença vigorosa do Rei Mago não era algo que um especialista de Classe Lorde pudesse manipular, até mesmo um especialista de Classe Pseudo-Rei, quando tomado de surpresa. Se alguém estivesse pronto para isso e fizesse os preparativos, havia uma chance.

Mas quando tomado apenas de surpresa… o resultado já estava determinado.

Probus desabou no chão, instantaneamente inconsciente.

No entanto, quando a Aura tomou conta dele, interagiu com a Aura única que Probus desencadeou, através de sua própria Lei de Corte. Enquanto Probus não tinha chance de parar a Aura, a Aura em si não foi direcionada com intenção mortal, estava apenas se movendo em uma direção concentrada. Era impossível controlar diretamente a Aura de outra pessoa a menos que alguém limpasse aquela Aura e a imprimisse em sua alma.

Quando a Aura do Rei Mago se chocou contra ele, ele se separou um pouco, devido à borda afiada que sua Lei de Corte deu a sua própria Aura.

Aura do Rei Mago seguiu em frente, correndo em direção às duas Anomalias.

Ele lavou Xaphan e instantaneamente o deixou inconsciente também, seus olhos rolaram na parte de trás de sua cabeça e sua boca espumou.

Quando chegou a Aron, no entanto, a Aura fez algo estranho.

Ela em sua maior parte faltou.

Parte disso foi por causa da Aura de Corte de Probus redirecionando a Aura do Rei Mago. O outro aspecto foi devido a pura sorte, ou como outros poderiam denominá-lo, uma torção do destino. As partículas principais da Aura do Rei Mago balançaram completamente uma contra a outra e só tocaram levemente Aron.

Mesmo isso foi o suficiente para mandar Aron de joelhos, com o rosto escondido pela pesada armadura de ferro que ele usava, em forma de lobo.

“Não! Probus! Helena! Ajude-o!” A voz de Trajano estava meio cheia de pânico quando ele viu o que aconteceu. O rescaldo da Aura apenas o surpreendeu um pouco. Sua visão única permitiu que ele visse a estatueta pelo que era.

Uma Aura remanescente do Rei Mago, condensada em algum tipo de Artefato Mágico.

Trajano foi forçado a se virar depois que ele gritou isso, apertando as mãos para lançar uma Magia para se defender enquanto a Maga de Água Amaldiçoada, Wimo, lançou vários outros tentáculos de água negra de encontro a ele.

“Droga.” Helena gritou de maneira decididamente antipática quando ela viu isso, seus olhos brilharam. Ela esfregou o Anel Espacial que ela tinha em seu dedo.

Naquele exato momento, no entanto, quando Helena estava se preparando para agir, uma explosão de luz pegou todos desprevenidos.

A enorme cúpula de água negra que rodeava o afloramento de pedra desmoronou, explodindo em partículas de vapor quando uma enorme espada de luz branca atravessou-a, derretendo-a em meros segundos.

Revelando um grande e brilhante disco de luz, sobre o qual várias figuras podiam ser vistas. Alguns vestidos com armaduras, outros com vestes simples. Todos e cada um, no entanto, emitiam uma sensação de força, com as Auras latentes esperando para serem liberadas.

Na parte de trás do grupo estava um homem vestindo uma armadura de couro cinza desbotada com a insígnia de um sol dourado estampado sobre ela. O ar ao seu redor estava repleto de força, uma pura Aura real libertadora.

Bem ao lado desse homem havia outra figura. Uma mulher encapuzada, flutuando meio metro acima do disco de luz. Em vez de um par de pernas regulares, sua metade inferior era insubstancial, composta de nuvens brilhantes de luz cinzenta, com alguns pequenos fios ondulantes de fumaça flutuando para lá e para cá.

Helena reconheceu a figura. Era exatamente como Trajano e Probus haviam descrito. A anomalia conhecida como Veritas.

Os Sombras haviam chegado.

¤¤¤

“Que relação você tem com a minha avó? Quem é você?”

Dorian olhou para o Dragão, seu coração bateu forte. Ele percebeu, naquele momento, que isso era extremamente perigoso.

O tom da mulher carregava consigo uma poderosa força subjacente. Dorian podia sentir a mesma emoção alienígena que ele via nos olhos e ações do outro dragão.

Esses dragões não viam o mundo como ele. Para eles, ele era apenas uma criatura menor, uma presa. O que importava para eles era a importância que ele tinha em seus objetivos ou missão.

E, agora, eles eram muito mais poderosos do que ele, mesmo com Líder aqui como subordinado.

Com tudo isso, no entanto, sua alma e mente poderosas permitiram que ele se acalmasse à força.

“Entendo. Lady Ausra era sua avó, hein?” Ele respondeu, acenando para ela.

O corpo da mulher pareceu tenso, quase imperceptivelmente, quando Dorian falou, como se ela estivesse se preparando para agir.

“Então eu acho que não tenho escolha a não ser contar a verdade.” Dorian deu de ombros e depois deu um tapinha no peito com orgulho,

“Eu sou o Herdeiro da magia de Lady Ausra.”

“Como é?” Mira começou a responder, mas então imediatamente se cortou, encarando Dorian em pura descrença,

“Você? Você é o Herdeiro de Lady Ausra?”

“Sim, sou eu.” De certa forma, parecia ser verdade. Dorian não tinha certeza do que o Gênio da Matriz de Feitiços da Alma ‘Ausra’ estava fazendo em sua alma, mas ela parecia estar diretamente relacionada com a ‘Lady Ausra’ que essa dama dragão conhecia.

“Mas você é um humano!” Mira cuspiu, esfregando o rosto como se não pudesse acreditar.

“Sim, bem, mais ou menos. Eu pratico um pouco de Magia de Transformação graças à Herança dela, então eu sou realmente um monte de coisas. Mas o ser humano funciona.” Ele encolheu os ombros.

“Eu não… Que? Não pode… Ela não daria a sua Herança para um humano!” Mira terminou sem jeito, apertando a mão dela.

“Você tem certeza disso? Ela não me parece o tipo de garota que julgaria as pessoas pela raça ou cor de pele.”

Mira esfregou os olhos pela segunda vez quando retornou.

“Não, claro que não. Mas a ganância e a corrupção que são tão comuns entre vocês, seres humanos, impediriam…”

“Isso parece um pouco de suposição.” Dorian interrompeu, franzindo levemente a testa.

Mira continuou, no entanto, ignorando-o,

“Não, não tem jeito. Eu não posso acreditar nisso.” O ar ao redor dela parecia estar em uma borda perigosa quando ela olhou para ele, as emoções alienígenas e predatórias retornando.

Dorian levantou as mãos, no entanto, cortando-a,

“Que tal isso. Deixe-me provar isso para você. Afinal, se eu sou verdadeiramente seu Herdeiro, você não gostaria de fazer nada apressado, certo?”

Mira o estudou em silêncio por um momento, seus olhos eram insondáveis. Depois de alguns momentos, ela franziu levemente a testa,

“Como você pode provar alguma coisa?”

Dorian sorriu. O fato de que ela estava fazendo perguntas significava que ela estava começando a acreditar nele.

“É simples! A herança que ganhei de Lady Ausra me deu uma enorme quantidade de conhecimento sobre outras espécies. Eu sei que sozinho não vou convencer você de nada. No entanto…” O sorriso dele aumentou ligeiramente,

“Graças a sua Herança, eu tenho a habilidade mágica de assumir a forma de qualquer criatura, contanto que eu tenha um pouco do sangue deles!” Ele estalou os dedos.

Imediatamente, seu corpo mudou, transformando-se em um Grakon musculoso e imponente. Suas roupas não rasgaram em pedaços desta vez, deixando-o com sua dignidade graças a um conjunto mágico de roupas de alongamento que ele comprou em uma loja de magia poucas horas depois de terem chegado à cidade.

Os olhos de Mira se arregalaram quando ela olhou para a nova forma de Dorian.

No fundo, Aiden, que ainda estava de pé a vários metros de distância, ficou tenso, com os olhos frios quando olhou para Dorian. Líder permaneceu encostado a uma árvore ao fundo, extremamente despreocupado. Ele tinha fé que Dorian poderia lidar com ela facilmente, fé que era um pouco fora de lugar, já que deveria ser direcionada para Yukeli.

“Eu sei, outros Magos poderiam assumir esta forma, no entanto, quantos poderiam assumir uma forma semelhante à sua raça?” A voz de Dorian cresceu em voz alta em sua forma de Grakon.

Ele acenou com a cabeça para ela e estendeu a mão,

“Simplesmente me dê um pouco do seu sangue e eu vou me provar completamente!”

[Denn – Eita porra kkkkkk Helena e companhia estão em mals lençóis e Dorian está se aproveitando para conseguir uma Linhagem Dracônica natural. Esse é meu garoto! Ashuashuashu!]

[Careca – Fala aew galerinha, acho que o denn está enganado, ele já tem 1 forma de dragão ahuahuaha acho que o Dorian só vai dar o miguél! Foi mal pelo capitulo só sair hoje, ontem trampo+natação+reunião me arrebentaram!]

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Não esqueçam de se INSCREVER NO CANAL e acompanhar nossos vídeos]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 114
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 116
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.