Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 10 – Chegando Perto

3802
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 9 - Arrependimentos
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 11 - Dia de Sorte

Ative o Modo Noturno


Tradução: Denn | Revisão: The Careca


William Robel enxugou um brilho de suor nervoso de sua testa enquanto olhava para o grupo de homens em pé na frente dele, tentando não tremer.

Sua mente vagou enquanto ele tentava descobrir onde tudo deu errado.

Os últimos dias foram alguns dos melhores da vida de William. Depois que ele encontrou com sucesso um Lobo Pele de Ferro de Classe Céu, e o trouxe de volta em segurança, ele ganhou uma quantidade enorme de mérito.

A família Robel da cidade de Yor era um dos grupos mais fortes no oeste do Império de Obsidia. Havia mais de cem magos na família, embora mais da metade deles não fossem membros da família, mas contratados. O chefe da família, Garibold Robel, era um poderoso mago de Classe Mestre que se especializou em Magia da Terra.

William era o filho bastardo de um membro externo da família. Seu avô era o irmão do chefe da família. Se seu pai horrendo, Ricardo Robel, não o tivesse concebido com uma empregada e, ao invés disso, com sua esposa, seu status na família teria sido muito mais seguro.

Ele foi forçado a abrir caminho até onde estava agora. Como um recém-promovido mago da Classe Céu, seu futuro estava brilhando. Capturar com sucesso um Lobo Pele de Ferro vivo foi a cereja do bolo, um presente que ele deu ao seu tio-avô.

Seu ódio pelo pai não diminuiu. Mas agora, seu status na família era seguro, e ele podia realmente viver de acordo com o sobrenome que ele possuía. Seu avô o recebeu pessoalmente e o apresentou ao chefe da família.

Os últimos momentos, no entanto, foram desesperadores para William.

Ele estava se acomodando para descansar depois de uma noite na cidade com alguns dos primos que conhecera nos últimos dias. Ele estava bebendo, ainda comemorando sua nova aceitação na família.

Quando ele voltou para o complexo familiar, uma grande extensão de terra na cidade com dezenas de casas e prédios, ele foi bem recebido por um grande grupo de guerreiros armados e bruxos.

Nos 30.000 mundos, treinar a Matriz de Feitiços da Alma era a única maneira de se tornar forte. Os seres humanos mais fortes que existiam eram todos os magos. No entanto, o talento necessário para se tornar um mago era significativo, e apenas 1 em cada 50 pessoas seria capaz de ultrapassar a Classe Terra em termos de magia.

Se alguém não tem talento em magia, podia sempre treinar para se tornar um guerreiro.

Os magos aumentaram sua Matriz de Feitiços da Alma acumulando experiência em lançar feitiços. A alma de um mago gradualmente se adaptaria com o tempo ao tipo de magia que eles usavam. Quanto mais vezes lançam um feitiço, mais sua alma se torna batizada pela energia mágica e pelas leis do universo, aumentando gradualmente em força.

Este processo podia ser acelerado usando ervas mágicas ou misturas raras feitas de ervas mágicas.

Guerreiros que não puderam treinar magia, no entanto, foram obrigados a seguir um caminho muito mais grosseiro. Treinando seu corpo extensivamente, e repetidamente, os guerreiros também poderiam forçar sua Matriz de Feitiços da Alma a crescer através desse tipo de pseudobatismo físico. Isso, combinado com Ervas Mágicas ou poções artesanais, significava que você poderia se tornar forte mesmo sem a habilidade de usar magia.

A diferença entre um guerreiro e um mago era significativa, no entanto.

Era geralmente aceito que um mago de uma classe poderia matar uma dúzia de guerreiros da mesma classe com facilidade.

Um mago de Classe Céu poderia facilmente tirar a vida de uma dúzia de Guerreiros de Classe Céu. Quanto maior a classe, maior a lacuna.

Um mago de Classe Angelical poderia varrer o chão com o guerreiro de Classe Ascendente melhor classificado.

Não era que o guerreiro fosse fraco. Era simplesmente que a magia era muito poderosa.

Quando William chegou em sua casa e viu o grupo que o estava recebendo, quase desmaiou de horror.

Como um mago de Classe Céu, ele tinha um certo nível de sensibilidade para outros seres. E ele poderia facilmente detectar que os cerca de doze guerreiros negros blindados diante dele estavam todos pelo menos na Classe Mestre, com corpos físicos incrivelmente robustos.

Ele podia ser capaz de atacar um ou dois deles, mas uma dúzia? Como um recém promovido mago da Classe Céu, ele teria uma morte sem igual.

Felizmente, o grupo não o atacou. Os guerreiros fortemente blindados ficaram de lado, com suas armaduras de placas negras batendo contra as grandes espadas que todos empunhavam em suas costas, enquanto um quarteto de pessoas se aproximava dele.

O chefe da família, Garibold Robel, usando um conjunto de mantos de seda marrom soltos, seu rosto magro e envelhecido exibindo um sorriso caloroso. Um homem de aparência calma, usando um conjunto de vestes cinzentas apertadas, com um raio negro estampado nelas. Um homem acima do peso usando um conjunto de vestes azuis soltas, com um rosto pálido e exausto. E outra figura idosa e magra, vestida com uma camisa e um manto roxo caro e muito ornamentado.

Ele quase desmaiou de novo ao vê-los. Todos eles estavam irradiando uma poderosa sensação de força, uma aura que indicava que cada figura aqui o superava.

O chefe da família fez a primeira abertura, dando-lhe outro sorriso caloroso, embora um olhar severo de advertência permanecesse em seus olhos.

“William, minhas desculpas pela saudação abrupta.”

Ele disse enquanto acenava com os braços atrás dele.

“O rei Henry solicitou pessoalmente nossa ajuda em um determinado assunto. Este é o Assistente Real Aymon, especializado em magia espacial.”

Ele apresentou o homem idoso vestindo o conjunto ornamentado de vestes roxas.

“E esses dois são representantes do Departamento do Destino e do Departamento de Raios Negros da Autarquia de Borrel. Senhor Oblong, do Departamento de Destino, e Senhor Graxital, do Departamento de Raios Negros.”

O bruxo cansado e obeso, Oblong, acenou para William, enquanto Graxital apenas balançava a cabeça para ele.

William se forçou a se acalmar. Neste ponto, ele não estava mais surpreso com a estranha situação em que estava.

“Saudações.”

William apertou as mãos e se curvou respeitosamente, não deixando sua voz tremer. Garibold assentiu com aprovação.

“Como posso lhes ser útil?”

Ele perguntou, sentindo-se um pouco perdido.

O assistente obeso Oblong deu um passo à frente.

“Eu sou um mago de Classe Mestre especializado em Destino. Um grupo completo de meus irmãos chegaram aqui ao lado de nosso Departamento Irmão, o Departamento de Raios Negros.”

Ele começou acenando com a mão para o tranquilo Graxital.

“O Império do Rio Obsidia teve a gentileza de nos emprestar o uso de várias de suas Formas Espaciais estabelecidas. Aymon teve a amabilidade de nos ajudar a viajar para cá, enquanto meus irmãos se espalharam pelo Império tentando identificar uma anomalia recente.”

Embora ele agisse como se a ajuda do Império estivesse fora de bondade, a realidade era que o Império não podia recusar.

Magia Espacial era um campo bem estabelecido nos 30.000 mundos. Embora fosse quase impossível viajar entre mundos com a magia espacial, ou viajar em qualquer parte de uma ponte mundial devido à interferência espacial, o transporte através da superfície de um mundo individual era muito possível.

O Império do Rio Obsidia tinha uma rede de formas espaciais estabelecidas, caminhos especiais que conectavam pontos distantes entre si, criados e mantidos por magos que estudavam a magia espacial. Operar uma matriz espacial exigia uma grande quantidade de energia e foco, o que aumentava quanto mais se viajava.

O Caminho Espacial que Oblong e Graxital haviam chegado, juntamente com os cerca de uma dúzia de Guardas de Ferro Negros que o Império lhes emprestara, requeriam que um mago de Classe Grande Mestre operasse a matriz.

Aymon, por acaso, era um dos dois únicos Magos Reais da Classe Grande Mestre que estudavam a Magia Espacial no Império, e foi designado para ajudá-los.

Oblong continuou.

“Minha predição particular me levou à sua família aqui.”

Ele piscou e esfregou a testa, parecendo como se estivesse tentando limpar sua fadiga.

“Especificamente para você, William.”

William quase desmaiou pela terceira vez, sua mente correu à frente dele. O que na terra poderia ter levado a isso?!

“Eu…”

Ele gaguejou, sem saber como responder. O chefe da família franziu a testa em sua resposta. William respirou fundo, recuperando-se rapidamente. Esta situação era sem precedentes, mas ele não podia deixar-se debater agora.

“Ahem. Eu não tenho ideia de como eu poderia estar relacionado. As únicas ações notáveis que tomei recentemente foram avançar para a Classe do Céu com minha Magia de Madeira, e caçar um Lobo Pele de Ferro nas montanhas de Nebra ao sul.”

Sua voz era calma e controlada, sem trair suas emoções.

No entanto, ao contrário de suas expectativas, os olhos de Oblong se iluminaram, a gordura em seu rosto tremendo quando ele soltou uma risada.

“Aha!”

Imediatamente, o bruxo gordo sentou-se no chão, batendo palmas. A luz branca começou a piscar em torno de suas mãos enquanto ele as movia em um padrão complexo. Logo, essa luz branca e reluzente inundou seus olhos, dando-lhe uma aparência misteriosa.

William engoliu em seco, enquanto observava a estranha magia. Ele a reconheceu um pouco. Ele lera sobre magos que estudaram a magia do destino. Muitos de seus feitiços se concentraram em usar a magia para interpretar o mundo ao seu redor, para tentar ver o futuro ou o passado e para ver como o destino de cada ser estava conectado. Este campo de magia nem sempre foi confiável e era muito difícil de dominar.

O Feiticeiro do Raio Negro apenas olhou para o seu companheiro, como se estivesse acostumado a suas travessuras.

Alguns momentos se passaram antes que o mago gordo se levantasse, visivelmente tremendo de exaustão, mas com um enorme sorriso no rosto.

“Acho que encontramos uma potencial vantagem, Graxital.”

Ele disse, acenando para o seu aliado. Ele se virou para encarar William. Ele então olhou para o Feiticeiro Real Aymon e curvou-se ligeiramente.

“Parece que vamos precisar da sua ajuda mais uma vez, Aymon.”

O homem idoso deu um aceno afiado de cabeça e falou pela primeira vez, sua voz envelhecida.

“É meu prazer ajudar na missão de Sua Alteza Telmon.”

Sua voz continha um leve indício de admiração pelo nome que ele havia falado.

Oblong voltou-se para William.

“Amanhã de manhã, depois que me recuperar o suficiente, você seria tão gentil a ponto de nos levar ao lugar onde você capturou aquele Lobo Pele de Ferro?”

¤¤¤

No dia seguinte.

Dorian bocejou ao acordar, sentindo-se mais calmo do que há muito tempo. Ele piscou os olhos ficando totalmente acordado, dando uma olhada na caverna sombria em que ele estava descansando.

Foi o mesmo de sempre, mal iluminado pelo musgo local. A bolsa espacial danificada caiu para o lado, descartada e quebrada. Ele sorriu ao absorver tudo, sentindo-se em paz consigo mesmo.

Seu estômago roncou, no entanto, lembrando-o de que ele ainda estava em um corpo que estava crescendo rapidamente.

“Ausra, quanto tempo mais ficarei nessa forma de filhote?”

Ele perguntou mentalmente, concentrando-se em sua Matriz de Feitiços da Alma.

“Aproximadamente mais seis horas.”

A voz de Ausra respondeu friamente em sua cabeça: “Depois disso, você será capaz de evoluir para um Dragão Myyr Jovem Adulto, e alternar livremente entre as suas formas Salamandra e Dracônica, ou até mesclá-las, embora isso não necessariamente crie uma forma mais forte.

Dorian assentiu. Era a resposta que ele esperava, de acordo com o que ele aprendeu até agora.

Seu estômago roncou pela segunda vez. Ele esticou seu corpo, sentindo os músculos se contorcerem quando ele se levantou.

Era hora de ir caçar.

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

Ei, você gosta dessa novel? Acha que o tradutor merece um incentivo para continuar mantendo o bom trabalho? Pois agora ela tem Padrim e você pode contribuir com apenas 2$.

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 9 - Arrependimentos
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 11 - Dia de Sorte
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.