Play Again – Capítulo 32

98
Play Again - Capítulo 31
Play Again - Capítulo 33

Autor: Kyoua | Revisão: Denn


O Regente de Câncer.

Após finalmente terem chegado na mansão de virgem, todos saíram da luxuosa carruagem e imediatamente foram em direção ao portão.

A mansão de virgem parecia tão grandiosa quanto a de escorpião e a de câncer, isso fez Yukio começar a pensar que havia algo de errado com a mansão de aquário.

“Ora, vejam só! De todos que eu gostaria de receber primeiro, você não está nessa lista, Ant! “ Uma voz zombeteira soou e todos puderam ouvir aquilo claramente.

As sobrancelhas dos guardas de escorpião se ergueram e Órion mordeu os lábios ao ouvir aquilo.

Os olhos de Mirela se arregalaram, ela não imaginou que alguém realmente fosse provocar um Marquês ali.

Yukio acenou positivamente com a cabeça.

“Apelidar ele de “formiga” realmente é a melhor decisão. Para ser honesto, eu nem tinha pensado nesse trocadilho com o seu nome! “ Apenas um verdadeiro mestre seria capaz de tirar sarro assim de um Marquês nesse mundo, esse seria Yukio. Mas aparentemente, existe outra figura capaz!

“Eu vejo, que o primeiro verme que cruza o meu caminho, não poderia ser outro, senão você, Karkinos! “ Antares levantou sua mão, emitindo um poderoso brilho vermelho que ganhou a forma de uma calda de escorpião.

A sua frente, havia um homem de meia idade, meio magro, com uma barba muito bem-feita, suas sobrancelhas estavam arqueadas, seu cabelo penteado para trás, e levemente volumoso, davam a sensação de estarem levantados como pernas de caranguejo.

O homem vestia a roupa mais próxima que Yukio viu de seu mundo desde que chegou aqui. Algo muito semelhante há um casaco marrom, com uma calça preta. Mas haviam duas ombreiras chamativas, que tinham figuras semelhantes a pernas de um caranguejo.

“Esse é o Marquês de Câncer. Seu nome é Karkinos, e novamente, não se meta com ele. Ele não é coisa boa! “ Mirela imediatamente chegou ao seu lado e sussurrou em seu ouvido.

“Claro! “ A outra parte apenas acenou positivamente com a cabeça e respondeu baixinho.

“O que? Espere! Por que tanta hostilidade? Eu devo me apresentar aos seus novos empregados? Olá meus amiguinhos! Eu sou aquele que reside em câncer, o regente de câncer, Karkinos! “ Fazendo um gesto extremamente elegante e respeitoso, ele cumprimentou Yukio e Mirela.

Aquilo fez as sobrancelhas do rapaz se erguerem. A outra parte parecia ser muito melhor do que os boatos.

“Karki! Você não olhe para as pessoas que andam comigo! “ Rugiu o escorpião, dando um passo à frente e encarando a outra parte com um frio nos olhos.

“Ora… que rapaz nervosinho… será que você puxou isso dos seus pais? “

Os olhos de Karkinos se tornaram finos e sua lingu saiu para fora, como se fizesse uma terrível provocação a outra parte.

Ao ouvir aquilo, Órion não aguentou mais e puxou sua espada curta, ele se lançou na direção da outra parte.

“Órion! “ Vendo que o seu subordinado não conseguiu se controlar, as sobrancelhas de Antares ficaram ainda mais erguidas.

Um sorriso sinistro brotou no rosto de Karkinos, seu olhar penetrante poderia abalar facilmente qualquer um.

Antes que Órion pudesse o alcançar, uma figura sinistra bloqueou o seu caminho. Com um barulho de metal rangendo, algo atravessou o seu ombro.

“Arrgghh!” Uma dor aguda atravessou o seu ombro, e ele se ajoelhou no chão, olhando para a figura a frente, ele viu um homem alto, que usava uma armadura negra, cheia de figuras de caranguejos em todos os lugares. Seu capacete preto era semelhante ao mesmo animal, e escondia boa parte de seu rosto, deixando apenas seus olhos sinistros a vista.

“Você precisa ser muito tolo para tentar chegar no mestre desse jeito. “ Pisando no chão com força, o soldado bufou.

“Que covardia! Esse golpe foi extremamente covarde! “ Os guardas de escorpião começaram a rugir furiosamente para a outra parte.

“Calem-se! Não há nada que eu possa dizer, apenas que eu não estava pronto o suficiente! “ Órion cuspiu sangue e encarou a outra parte com os olhos vermelhos.

Antares ficou ainda mais furioso e a energia vermelha de seu corpo se transformou em um escorpião gigantesco.

“Finalmente, isso vai se tornar algo bom! “ Gargalhando fervorosamente, Karkinos se preparou para atacar a outra parte.

“Parem! “ Uma voz doce, porém, carregando uma grande onda de energia soou.

Aquilo fez todos pararem para olhar.

Uma aura extremamente calma e serena permeou o ar. Acalmando o coração de todos. Uma bela mulher com cabelos longos e loiros caminhava lentamente.

A disposição que ela carregava fazia todos a adorarem como uma deusa. Ao seu lado, algumas mulheres extremamente belas carregavam a parte de trás de seu luxuoso vestido azul cintilante.

Ao seu lado, a acompanhando ritmicamente em cada passo, havia um rapaz baixinho, com cabelos brancos e curtos. Seus olhos estavam fechados e sua respiração parecia acompanhar a da mulher.

“A Marquesa da casa de virgem! “ Vendo aquela bela mulher a sua frente, os olhos de Mirela se arregalaram em animo.

Haviam apenas três mulheres que haviam alcançado aquela posição de prestigio, e Mirela era fã das três.

Ouvindo aquelas palavras, Yukio assentiu positivamente com a cabeça.

“Eu não esperava que uma das mansões tivesse uma Marquesa, eu me pergunto se há outra, e se ela é tão gostosa quanto. “ Pensava ele enquanto encarava a outra parte.

“Irmãos, eu me pergunto, qual o porquê dessa discussão tão desfavorável? “ Um sorriso emergiu do rosto da Marquesa, sua voz suave atingiu o coração de todos ali. Mesmo Karkinos e Antares não puderam ignorar.

“Hehehe, minha dama, eu apenas pensei em cumprimentar Ant de uma maneira nova, hoje! Quem poderia imaginar que ele se exaltaria tanto? “ Ainda zombando da outra parte, ele começou a falar.

Ao ouvir ser chamado novamente por esse apelido, o escorpião emitiu novamente uma intenção assassina. “Seu verme, você… “

“Ah proposito, seus cabelos continuam belos e dourados como sempre. Eu me pergunto se a irmã Luna não gostaria de ter um passeio na praia comigo? “ Não permitindo que Antares tivesse a vez de falar, Karkinos continuou imediatamente.

“Poupe sua zombaria para si mesmo, caranguejo. Não há nada na mansão de virgem para você, além de dor e sofrimento. “ Uma voz de abalar o mundo apareceu atrás da Marquesa de virgem e de todos os guardas.

Uma figura se aproximou lentamente, enquanto o som de uma flauta, o acompanhara. Ao ouvir aquele som já conhecido, Yukio saltou de susto.

“Ei, é aquele cara! “ Apontando para a outra parte enquanto suas pernas tremiam, o rapaz queria fugir o mais rápido possível. Foi só devido a tantos guardas e figuras importantes reunidas em um só lugar, que ele pôde manter a calma.

“Kanzaki, eu já o pedi para que não se meta nessas situações. Os problemas entre mim e outros marqueses, devem ser respondidos entre nós mesmos. “ Ao ver o seu subordinado agindo contra outros dois marqueses, ela só podia o repreender.

“Eu peço desculpas por qualquer vergonha que eu tenha causado em seu coração “ disse ele se curvando para a sua mestra.

“Tsk! “ Karkinos queria continuar, mas vendo que a situação começou a mudar de lado, ele optou por cuspir no chão e permanecer calado.

Antares ainda estava de cabeça quente e queria discutir, mas vendo que não havia mais nenhum motivo, ele apenas podia apertar os punhos com força.

Kanzaki vestia longas roupas vermelhas, e uma máscara que cobria completamente o seu rosto, deixando apenas seus olhos a vista.

Os seus olhos cruzaram com os de Yukio, e mesmo que não pudesse ser visto, era evidente que um sorriso se formou em seu rosto.

Ambos se encararam por alguns segundos, mas não disseram nada um para o outro.

“Marquês Karkinos, Marquês Antares, eu, a Marquesa Luna, lhes dou as minhas boas-vindas. Mas por favor, parem de brigar levianamente, no meu pátio. Isso me causa um certo desconforto. “ dizia ela com sua voz doce e suave, que fazia todos ali se acalmarem cada vez mais.

“Ta, ta, não enche o saco! “ O Marquês de câncer começou a coçar a orelha e o escorpião o ficou encarando feio. Mas nada surgiu dali.

Quando Yukio finalmente achou que a confusão havia passado, um brilho poderoso foi emitido de longe. Um rugido de um leão o despertou de seu estupor.

“Bagunçando dessa maneira! É impressionante como a igreja ainda não tentou revogar seus títulos! “ Era Leo, rugindo furiosamente, com seus companheiros.

Atrás dele, a carruagem ainda estava sendo puxada, mas não havia nada dentro. Todos os seus guardas marchavam orgulhosamente até a mansão de virgem.

“Mas veja só, é o garanhão do povo! “ Zombou Karkinos enquanto ficava de braços cruzados.

Leo continuou a andar orgulhosamente, e seus olhos em algum momento cruzaram com os de Yukio.

Foi imperceptível, mas seu nariz se moveu um pouco lentamente, como se farejasse alguma coisa.

“Antares, me diga, quando você se tornou tão ousado? “ Rugiu Leo para o seu companheiro.

“Oh? Ele não ficou irritado comigo? “ Karkinos coçou a sua barba enquanto uma expressão feia se formava em seu rosto.

A expressão de Antares e de Luna não foram melhores.

“Isso é estranho… “ comentou Mirela.

“O que é estranho? “ Não era normal que houvesse rivalidade entre as mansões? Até então tudo parece normal!

“O Marquês Leo sempre foi amigável com o Marquês Antares. Ele sempre o respeitou por um órfão da plebe ter chegado tão longe… “

“Verdade? Esse não parece ser o caso… “ Yukio ficou extremamente confuso, então voltou a olhar para a situação, apenas para ver aqueles olhos furiosos o encarando.

Um pressentimento tomou conta do coração do jovem, o pânico imediatamente veio à tona.

“Play Again! “


[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Leiam BEYOND?! O Denn finalizou a novel!]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Play Again - Capítulo 31
Play Again - Capítulo 33