Play Again – Capítulo 19

120
Play Again - Capítulo 18
Play Again - Capítulo 20

🌞 Ative o Modo Noturno 🌚


Autor: Kyoua | Revisão: Denn


A maldição do poço

Enquanto Yukio estava praticando bullyng. Haze se esforçava como uma louca para ajudar na cozinha.

“Senhorita Mirela, a laranja vai no final ou…”

“Senhorita Mirela, eu devo usar maracujá ou morango na cobertura da sobremesa…”

“Senhorita Mirela…”

“Aaaaaaaa, cale a boca! Você pode decidir qual usar como sobremesa! O que importa é você cortar e me passar! “ Uma garotinha, com cabelos rosas e curtos gritou. Ela usava uma blusa vermelha e bem apertada. Com um short fino e feito de um material semelhante a roupas esportivas.

“O que importa é ficar gostoso, gostoso! Nosso marquês só come comida de ponta. Ele não vai nem mesmo olhar para alguma coisa mediana, então se esforce bastante! “

Girando uma colher enquanto fazia uma calda de chocolate, a garota chamada Mirela não parava de da bronca nem mesmo um segundo. Mas aquilo fazia Haze aprender cada vez mais.

Após um longo dia de trabalho, todos se reunirem ao redor da mesa de jantar. Lótus e Silva encaravam Yukio sem parar. Mas cada um com um olhar extremamente diferente. Mirela comia os doces casualmente, e Haze era como uma pedra imóvel, sem nem mesmo olhar para a comida a sua frente. O guarda principal da mansão, Merphitos ficou apenas de olhos fechados enquanto segurava um livro negro. Yukio não trouxe nenhum livro por achar que incomodaria na mesa. A cena se tornou um tanto quanto cômica.

Yukio e o Marquês Lissandro estavam dividindo o mesmo prato de comida, enquanto liam um livro sobre magia. Os olhos de Yukio brilhavam intensamente a cada detalhe que passava. E o marquês não podia deixar de rir vendo aquela situação.

“O Deus da limpeza é mesmo o melhor, até mesmo o método que ele come é exótico! “

Ouvindo as palavras de Silva, Lótus vomitou toda a comida.

“Exótico? Por que você não vai lamber os pés dele?!”

A mesa ficou suja, e todos, exceto Yukio e Lissandro, a encararam feio.

Após o pequeno problema, ela limpou o chão e todos foram para seus quartos.

“Hm..até que não foi ruim. Exceto por aquele moleque ousar me enfrentar em um combate de limpeza. Ele deve achar que já cresceu o bastante e pode escalar o poço. “ Acenando com a cabeça enquanto lia um livro, Yukio dava risadas ao lembrar do seu primeiro dia no trabalho.

A noite passou tranquilamente, e todos dormiram bem.

“Sasaki e Haze. Vocês precisarão ir até o vilarejo próximo. Colham a produção da semana. E tentem resolver qualquer pequeno problema. Lembrem-se disso. O povo nos oferece seu trabalho. E nós oferecemos boas condições de trabalho e proteção. “ Acenando positivamente com a cabeça e mexendo a mão de maneira estranha, Lissandro os deu dois emblemas com o símbolo de aquário.

“Isso representa a autoridade de vocês acima da plebe. Vocês são oficialmente empregados da mansão Aquário, e devem se comportar como tal. Não deixem mesmo soldados ousarem levantar o tom com vocês. Comam e saiam o mais rápido possível. ”  Continuou ele.

“Pode deixar, chefia! ” Disse Yukio antes de seguir para a cozinha.

Após comerem bolo e suco, os dois saíram em sua pequena jornada.

“Eu tenho uma dúvida. Você não precisa voltar para a cidade para avisar o velho sobre a situação? Ele vai ficar bem feliz por você. Seria muito bom para ele ver uma de suas atendentes acendendo para uma empregada de uma mansão, hahaha. ” Havia uma pequena gota de sarcasmo na risada de Yukio.

“Sasaki! Essa é na verdade uma oportunidade incrível! Desde que estamos trabalhando em uma mansão. Não precisamos nos preocupar com nada mesmo! Que idiota classe D ousaria fazer barulho na região de Aquário? Nem uma classe C ou B teria essa ousadia! Além da proteção imensa que temos só por ficar aqui. Também temos uma boa carga de trabalho e um salário altíssimo! ” Disse a jovem empolgadamente.

“Salário altíssimo? As sobrancelhas de Yukio se ergueram ao ouvir aquilo. No máximo, ele consideraria seu salário atual, um dinheiro extra no final do mês.

Claro, se Haze soubesse que ele era um incrível artesão com capacidade de ganhar 150 moedas de ouro em um só golpe. Ela jamais ousaria mencionar qualquer salário na frente desse homem.

Mas como ela não sabia, não podia deixar de ficar incomodada com a reação da outra parte.

“Irmão Sasaki. Nós não precisamos fazer muito e recebemos quase vinte vezes o valor do meu antigo salário. Não importa o que, esse é o trabalho mais digno do reino! ” E daí que ela fosse apenas uma auxiliar de cozinha no momento? Ela tinha proteção, salário e bastante tempo para descansar. Isso era o que qualquer pessoa gostaria de ter na vida.

Os olhos do rapaz cintilaram ao ouvir aquilo. Ele não imaginava o quanto a vida de Haze era miserável antes disso. Já que mesmo 20 moedas de ouro já eram consideradas uma pequena fortuna para ela.

Ele podia apenas balançar a cabeça e suspirar profundamente. “No final, esse mundo não é justo. Essa pobre miserável cresceu com uma vida tão lamentável de pobreza…”

Se Haze soubesse dos pensamentos de Yukio, não demoraria muito para que ela o sufocasse com um saco e o deixasse morrer sem ar.

Afinal, para pessoas normais, uma moeda de ouro era equivalente a semanas de trabalho.

Os mais pobres sequer viram uma em sua vida!

Chegando na ponte para cruzar até a aldeia, eles perceberam que os guardas não estavam lá. Olhando mais a frente, perceberam uma comoção na aldeia.

“Vamos! “ Lembrando das palavras de Lissandro, ele segurou na mão de Haze e a puxou. Eles precisavam ajudar em qualquer problema do vilarejo!

Ao chegarem no centro da vila, centenas de pessoas formavam uma grande multidão. E todos os guardas, formando quase 20, estavam ali. Vez ou outra, um guarda apareceria e cochicharia algo no ouvido do capitão.

“O que aconteceu aqui? ” Atravessando a multidão, Yukio e Haze se adiantaram. Um soldado tentou os impedir de avançar, mas congelou quando viu o emblema de aquário.

Sabendo que aqueles eram empregados oficiais da mansão, os moradores se acalmaram e o capitão rapidamente os explicou a situação.

“Uma donzela teve o rosto espancado até ser desfigurada e morta. Isso aconteceu na noite de ontem. O problema é que nenhum de nós viu nada, e nem temos ideia do que aconteceu. Muitos moradores relatam terem ouvido gemidos. Mas infelizmente, tínhamos dois soldados na patrulha, e mesmo assim eles não viram uma única alma fora de suas casas! “

“Eu já disse, é a chorona! Ela saiu do poço e vai começar a matar todas as mulheres bonitas do vilarejo! “ Gritou um pequeno garoto.

Um dos soldados franziu a testa, ele segurou nos ombros do garoto e o puxou para fora.

“Espere, deixe o garoto. “ Yukio acenou com a mão para que a criança se aproximasse.

O garotinho ficou feliz e se aproximou rapidamente.

“Conte-me mais sobre isso, August. “ Foi apenas ontem que Yukio visitou o vilarejo e conversou com todas as pessoas. O garoto August na sua frente, era um moleque que adorava pregar peças em seus amigos. Mas ele não era alguém que mentia.

Vendo que o moço de ontem ainda lembrava seu nome, August ficou muito feliz.

“É assim. Dez anos atrás, uma garota muito feia foi morta no vilarejo e jogada em um poço. Ela nunca foi amada por ninguém. Então ficou amaldiçoada e se vinga sempre das garotas bonitas, as desfigurando e matando! “ Havia medo e inocência nas palavras de August. Yukio deu uma tapinha na sua cabeça e lhe fez um cafuné.

“Bem, não seria surpresa se o espirito dessa garota estivesse realmente irritado. Primeiro eu preciso ver o corpo da vítima. Em seguida, me levem para o tal poço. ”

Os soldados assentiram com a cabeça e guiaram os dois enviados até um local coberto de panos e mostraram o corpo da jovem.

Sua pele era branca como a neve, seus cabelos eram loiros e finos. Seu corpo era cheio de curvas. Mas seu rosto estava roxo. Seu pescoço, ombros e pernas também.

“Ela provavelmente foi arrastada até o poço. Se realmente for o caso, deve ter sido uma tortura sem fim. ”

A voz de Yukio se tornou fria, e o brilho em seus olhos sumiu.

“Me levem até o poço, eu gostaria de verificar algo por mim mesmo. Haze, você permanece na vila e tenta acalmar a todos. ”

Mesmo que ela não entendesse totalmente o jovem na sua frente. Sabia que ele era alguém confiável. Nesse momento, ela preferiu seguir o que ele disse.

Logo, dois soldados o levaram até um poço que ficava há poucos minutos floresta adentro. Estava cheio de musgo e havia algumas gotas de sangue ao redor de todo aquele verde. Alguém realmente havia sido abatido ali.

Verificando tudo ao redor, ele suspirava profundamente e acenava negativamente com a cabeça.

“Realmente, esse deve ser o caso. Um espirito maligno que sempre vai cobrir a terra. Assombrando qualquer um que esteja em paz. Esse mal sempre vai existir. “ Como se fosse um especialista. Ele colocou os braços atrás das costas e observou o horizonte.

Os dois soldados se entreolharam confusos, mas não falaram nada.

“Rapazes, quais os seus nomes? ”

Ambos ainda estavam confusos, e ao serem questionados com uma pergunta tão tola, eles ficaram ainda mais surpresos.

“Eu sou Trol e esse é o Tucker” o soldado da esquerda os apresentou rapidamente.

“Por que vocês vieram? Não temem a morte? ”

“Isso… somos soldados responsáveis senhor. Não tememos a morte! “ Disseram eles em uníssono.

“Entendo… vocês parecem novatos, quando foi que entraram no grupo? ”

“Hahaha! Somos verdadeiros veteranos! Nós entramos 10 anos atrás. E a cada 10 anos, novatos entram. Vamos sair em cerca de três dias, e novatos irão tomar nosso lugar para defender essas terras e sabe o que mais… ” Tucker falou aquilo animadamente, mas ao virar a cabeça, viu o rosto do seu companheiro ficar escuro.

“Oh certo…” A voz de Yukio foi se tornando cada vez mais suave, enquanto ele lentamente virou o seu corpo. Nesse momento, os dois soldados deram um passo para trás.

Ao verem o rosto daquele jovem, seus corpos congelaram. Uma terrível carranca estava fixa no rosto de Yukio, olhos vermelhos como os de um demónio das lendas emanava uma aura assassina como se fosse arrancar os corações de ambos a qualquer momento.

“E eu posso saber, como ambos querem ser torturados e mortos, sobe os crimes de estupro e assassinato? ”


[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Leiam BEYOND?! O Denn finalizou a novel!]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Play Again - Capítulo 18
Play Again - Capítulo 20