Noite de Halloween, O árduo caminho da Coragem: Capítulo 67

90
Noite de Halloween, O árduo caminho da Coragem: Capítulo 66
Noite de Halloween, O árduo caminho da Coragem: Capítulo 68

 

“Aqui como prometido todos os capítulos da luta, mas eu recomendo que ouçam junto: Rock You Like A Hurricane – Scorpions, acho que combina, espero que gostem!”

Autor: Allan | Revisão: Allan

Cap.67

Coragem VS Noah parte 1.

— Zen! Pare de dar tapas na cara dele!

— Ele está assim a dias!

— Dr. Guido o senhor não pode fazer nada? — pergunta Gíbi.

— Já fiz tudo o que podia, o cristal que ele segurava está além da medicina de Halloween.

— Já não podemos mais esperar Zen, já estamos esperando a quase 1hora! — disse um monstro lagarto vestindo terno e gravata.

— Calma calma calma que ele vai acordar, só precisa de mais alguns minutos! — dizia Zen sacudindo Coragem.

— Impossível! Os juízes disseram ou ele entra no ringue ou ele será desclassificado automaticamente!

— Mas que Droga! — dizia Zen sacudindo Coragem e lhe dando mais tapas — Anda Coragem! Já enfrentou tanta coisa e vai perder logo agora para um vampirinho afeminado?!

E neste momento as pálpebras de Coragem tremem.

— ???

— Vampiro? — E novamente as pálpebras do garoto tremem só que mais forte e todos se olham confusos.

— Acorda Coragem! Você tem um vampiro para vencer! — gritava Zen e as pálpebras dele tremiam mais e mais.

— Jovem mestre! O jovem vampiro lhe chamou de fraco! — e o braço de Coragem treme.

— Ele falou que o seu mestre é um gato sarnento! — grita Zen, mas desta vez nada acontece.

— Não temos tempo para isso! — diz Dr. Guido pegando Coragem pelo cangote e entrando no ringue.

— Ei você aí — disse o médico para Noah que estava do outro lado da gaiola de metal.

— Hahaha, que deprimente, é tão covarde que finge estar em coma para não lutar… — dizia o vampiro sorrindo.

E Dr. Guido lentamente coloca Coragem no chão e para a surpresa de todos, ele fica de pé.

Noah se levanta do seu banquinho e ainda sorrindo vai até Coragem e fica na sua frente. Dr. Guido se vira e saí do ringue.

— Então você é só papo… — dizia o vampiro segurando o queixo de Coragem.

— Senhas e senhores! Com cabelos negros e espetados pesando aproximadamente 50kg, mestre em diversas artes marciais, discípulo do general Irae! — Então uma salva de gritos e palmas explode quando falam Irae — Lhes apresento… Coragem!!!

E uma salva de palmas misturadas com vaias explode pelo ringue no interior da montanha.

— É uma pena… Pois eu ia gostar de te esmagar na frente de todos… — dizia o vampiro sorrindo.

— Do outro lado! Loiro e com um cabelo espetacular! Com uma pele invejável! E com um sorriso perfeito! Pesando 70kg, campeão juvenil de artes marciais em diversos pentagramas e triângulos, com 17 anos de idade! Caçador de desertores e nada mais, nada menos que o filho mais novo do próprio Lorde Drácula! Lhes apresento… Noah!!!

E o estádio explode em aplausos e assovios!!!

— Haha… “Coragem” quem foi o imbecil que lhe deu esse nome? Aposto que era tão imbecil quanto você — disse o vampiro erguendo o queixo de Coragem com os dedos.

— Vamos acabar logo com isso…  — dizia o vampiro abrindo a boca e suas presas crescendo alguns milímetros.

— COMEÇAR!!! — gritou o arbitro.

“Tim!”

Soa o sino da luta e em seguida:

“Pown!”

O vampiro é lançado alguns metros para trás com o nariz escorrendo sangue e uma presa a menos na sua boca.

— Vampiro! — dizia Coragem com os olhos abertos!

— Coragem acordou senhoras e senhores!!!

O estádio todo vibrava!!!!

— Viva!!! — gritou Zen e Gíbi abraçando Dr. Guido cada um de um lado, que por sua vez lhes os olhou com um olhar pavoroso e por isso o soltaram lentamente.

— Não estava fingindo? — disse o vampiro limpando o nariz com o próprio braço.

— “Quem foi o imbecil que me deu esse nome?” — disse Coragem então fechou com força seus punhos e quem estava ao redor do ringue ouviu:

“Crack” “Crack” “Crack” “Crack” “Crack” “Crack”

Inúmeros estalos altos vinham de todo seu corpo mas principalmente dos seus dedos.

— Vou limpar o chão com você! — disse Coragem apontando o dedo.

— Hahaha! Que engraçado… Venha! “Coragem” — e mal tendo acabado de falar o joelho de Coragem estava a milímetros do nariz do vampiro e então:

“Pown!”

O vampiro recebe o impacto em cheio que o joga na grade de ferro. Emendando o golpe Coragem bate o outro pé no chão e salta novamente acertando o outro joelho no meio da cara do vampiro.

“Pown!”

— Senhoras e senhores Coragem é implacável!!! — grita o narrador e toda a platéia grita de euforia!!!

Coragem volta com os dois pés no chão e novamente salta um pouco mais alto para dar a terceira joelhada no rosto do vampiro. Mas Noah vira a cabeça um pouco para o lado e abre a boca mais que o normal e tenta morder o joelho de Coragem e todos ouvem:

“Crack”

Noah caí no chão desorientado devido uma cabeçada que recebe na lateral da cabeça.

“Ehhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!” e centenas de aplausos explode por todo ringue!!!

— 1, 2, 3 — Contava o juiz ao lado de Noah que estava caído no chão e tentando segurar Coragem que tentava chutar o vampiro.

— 4, 5, 6

E Isabel se aproxima do ringue pelo lado de fora e sussurra algo no ouvido de Noah, que imediatamente reage.

— 7, 8

E Noah lentamente se levanta…

— A luta contínua!

“Ting!”

E Coragem avança com um soco mas a mão de Noah chega antes e o agarra pelo rosto, cravando suas garras em sua cabeça e rosto.

— Ah!!! — grita Coragem e então Noah e o arremessa facilmente do outro lado do ringue!

“Poft!”

O impacto é tão forte que Coragem quica no chão e Noah corre e lhe chuta na barriga o jogando na grade do outro lado do ringue.

“Cof-Cof”

Tossia Coragem se levantando.

— Só um maricas daria um chute tão fraco assim… Hahaha. — dizia Coragem tirando o cabelo do rosto.

Noah apenas sorriu e lentamente caminhava na direção de Coragem.

— Sabe, quando eu te vi a primeira vez, além de te detestar, fiquei com a impressão que já tinha te visto em algum lugar…

— E…? — disse o vampiro ainda vindo em sua direção.

— Me lembrei de um vampiro loiro que foi preso com várias correntes e estacas, depois milhões de toneladas de rocha e terra o soterraram… Você tem algum parentesco com ele?

E ao ouvir o que Coragem acabara de dizer, Noah parou e seu olhar arrogante foi trocado por um olhar de surpresa, mas logo voltou ao olhar anterior:

— Como sabe disso? — disse o vampiro friamente.

— Acho que o chamavam de “Meu vampiro favorito”… — dizia Coragem fazendo pose de pensativo

— Você conhece Fleck…

Coragem apenas sorriu de volta. Noah por sua vez apenas deu de ombros.

— Então você é amigo do “terrorista” Fleck… Incrível como a ralé se conhece não é?

— Incrível é ver a ralé surrando todas as gerações de sua família… Alias, ele é seu irmão mais velho não é?

E pouco a pouco os olhos de Noah se tingiam de vermelho.

— Depois de te destruir de todos os jeitos possíveis, você dará um bom ghoul para recolher a merda dos meus cavalos — disse o vampiro e seus olhos agora ficando praticamente todo vermelho.

— Senhoras e senhores! Noah agora está com os olhos cor de sangue! Será que agora a luta fico séria?! E Coragem não é apenas um dorminhoco?!

— Olhos vermelhos? Sério? Já viu a cor dos olhos de Irae? — dizia Coragem se alongando.

E o vampiro lhe lança um olhar que paralisa todo o seu corpo.

— Sim… Olhos vermelhos… — e o vampiro chuta Coragem na cabeça que o lança do outro lado do ringue que novamente quica e recebe outro chute no estômago.

“Cof!” “Cof!” “Cof!”

— O que achou da paralisia? — dizia o Noah sorrindo com o canto da boca e levantando Coragem pelos cabelos.

“Crack!”

E Coragem sorriu e o vampiro não esboça nenhuma dor, mas para de sorrir. Noah lança Coragem do outro lado do ringue.

— INCRÍVEL!!! Coragem dá um pisão no pé de Noah! E esmaga seu pé por completo!!!

— Achou que era o único a estudar o adversário? Eu sei que você é rápido… E eu sei que você se regenera muito rápido, mas eu devo ter uns dois minutos até seu pé estar normal não é? — dizia Coragem sorrindo com a mão nas costelas.

O rosto de Noah expressava nojo e desprezo por Coragem. Coragem por sua vez se divertia.

— Você queria se aproximar… — dizia o vampiro com a cara fechada.

Coragem apenas sorri.


[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Leiam BEYOND? O Denn finalizou a novel!]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Noite de Halloween, O árduo caminho da Coragem: Capítulo 66
Noite de Halloween, O árduo caminho da Coragem: Capítulo 68