Noite de Halloween, A aurora da Coragem: Capítulo 24

86
Noite de Halloween, A aurora da Coragem: Capítulo 23
Noite de Halloween, A preciosidade da lótus: Capítulo 25

“Queridos leitores, este é o último capitulo do primeiro arco, não foi nada fácil escrever esse primeiro arco, principalmente pois é a primeira coisa que eu escrevo e que não tem algo de indecente para alguma moça… O segundo arco estará melhor, prometo, mais bem escrito, mais divertido, mais profundo e cheio de temas polêmicos e misteriosos! Esse arco até me surpreendeu (uma prova que os autores são meros instrumentos de coisas que não conhecemos ou talvez esquizofrênicos funcionais) Espero que se divirtam!

Abraços!”

Autor: Allan | Revisão: Allan

Cap.24

Nem tudo que brilha é ouro.

Passado algumas horas tudo já estava em seu devido lugar, as bruxas estavam todas jogadas nos sofás da sala comendo doces e brincando entre elas, Fleck estava em um telefone falando em uma língua que Coragem não entendia, Zig continuava no laboratório emitindo uma luz roxa sobre o caixão.

Coragem tinha pegado todas as guloseimas da cozinha e levado para as bruxas comerem, que a propósito pareciam comer doces com certa frequência… Os outros goblins seguravam crucifixos, galhos de arruda, galhos de alecrim e etc.

Deixem de bobeira… Ela só invadiu um pouquinho as nossas mentes… Mas eu a coloquei para dormir de novo! Há claro, o Zig ajudou bastante! — dizia Tia Mariane tomando uma boa golada de chocolate quente.

Oxi! Ma eu num me alistei pra ver o capeta não! — dizia Bim enquanto esfregava um galho de arruda no próprio corpo.

Mano essa parada foi sinistra! A senhora não tem um galho de comigo-ninguém-pode ou uma espada de São Jorge não? — perguntava Nº12 enquanto pegava sal e enfiava nos bolsos e as bruxas riam alegremente como se nada tivesse acontecido.

Isso não é nada crianças, outro dia agente tirou umas fotos da Mah de camisola enquanto ela dormia e enviamos a fotografia para um paquera dela! hahahahha! Aquilo sim foi uma verdadeira possessão demoníaca — disse Tereza e as outras bruxas passavam a gargalhar.

E daquela vez que a gente planejou uma festa surpresa aqui nesta casa e contratamos uns cinco gogoOrcs e nos fantasiamos com roupas de coro, enfeitados o ambiente e ela aparece aqui na casa com o sacerdote! Hahhahahahha, nós até tiramos uma foto quando acendemos a luz e nós estávamos lá, olha a cara dela! — dizia Joana tirando uma foto da bolsa que foi passando de mão em mão. E muitas caretas vinham dos goblins e de Coragem.

Já chega de ficarem futricando! Já está tarde, amanhã nós conversamos! — dizia Tia Mariane levantando uma por uma pelo braço e apontando a saída.

E daquela vez que a gente… — e tia Mariane consegue fechar a porta com elas para fora.

Elas são um pouco animadas… — disse a bruxa tirando a fotografia das mãos de Dam.

Toc-toc”

Mas será que elas se esqueceram de alguma coisa?

E tia Mariane abre a porta e lá fora havendo várias carruagens com vários “homens” de terno e gravata e óculos escuros.

Oh nossa…

Eu os chamei — disse Fleck que se juntava a entrada da casa com a velha amiga.

Quando a porta de uma das carruagens abre e um velho goblin bem-vestido de bengala desce da carruagem.

Tia Mariane! Fleck! — disse o velho goblin com uma voz rouca.

Tio Lu! — gritaram os dois e correram até o goblin e o abraçaram.

Olá crianças! — disse o goblin retribuindo o abraço.

Venha tio Lu, entre, tenho chocolate quente e biscoitos! — dizia a bruxa para o goblin.

Eu agradeço, mas se não se importarem, gostaria que a minha equipe já despachasse a “encomenda” pra um lugar apropriado… — disse o goblin com um olhar firme.

Como o senhor achar melhor! — disse Fleck rapidamente.

Então o goblin velho fez um gesto de cabeça e a equipe entrou dentro da casa e voltou com o caixão.

Não se preocupe, esta equipe conseguirá levar ela para um laboratório de extração com alto nível de segurança, os custos já foram pagos pela guilda dos mercadores — disse Tio Lu enquanto uma carruagem era carregada e indo com outras três carruagens ficando agora apenas duas.

Vamos conversar lá dentro, prefiro não ficar a vista…— disse o goblin velho.

Depois de se acomodarem e o servirem vários doces e um copo de chocolate quente a conversa começou:

Então estes devem ser os seus soldados que aprontaram no oeste? — disse tio Lu olhando para cada um deles.

Aquele é Bim o nosso ladrão, aquele é Dam nosso guerreiro, aquele é Zig o nosso feiticeiro, aqueles três são nossos arqueiros e por último não menos importante aquele é o Coragem que achou a vampira — disse Fleck.

Hmmm então foi você que apostou que esta vampira poderia ser de linhagem nobre? — disse o velho goblin olhando no fundo dos olhos de Coragem e o menino o olhou de volta e viu um ser perverso…

Eu apenas vi uma mulher bonita e achei um desperdício deixá-la lá — disse o menino como se fosse a coisa mais natural do mundo.

hahahha, você tem um gosto e tanto para mulheres, as vampiras definitivamente são as mais selvagens e imorais que existem hahhaha! — dizia o velho goblin rindo.

Mas vamos a parte mais séria e depois falaremos das mais agradáveis — dizia o velho bebericando a caneca.

Todos estão de parabéns, o conselho agradece o serviço de todos, o material que sua equipe despachou secretamente pelo trem chegou até os responsáveis, que por sua vez foram enviados para análise nos laboratórios que contratamos e nos nossos laboratórios, com tanto material já pesquisado, deverão conseguir extrair o poder da vampira ainda mais rapidamente…— dizia o velho e novamente fazendo uma pausa para outro gole.

Como sabem, este é um grande passo para o clã dos goblins e seus aliados… Teremos em mãos o poder de abrir fendas dimensionais, isto vai nos dar uma imensa vantagem competitiva em Halloween pois seremos parte do D20, um dos vinte clãs com poder para ir e vir entre as dimensões, assim, poderemos expandir nossas forças e obter mais recursos e poder… — e o goblin fez mais uma pausa para outro gole.

O problema que temos em mãos agora é este… O Alfa Lorde está furioso atrás dos responsáveis pela destruição de Ovelha Caolha, Bezerro de Prata e Cruz Negra, pelo incêndio na cidade de Tumba do Oeste e os que roubaram e destruiram seu laboratório secreto com um dragão… É uma questão de tempo até que a informação vaze… Até conseguirem extrair da vampira sua habilidade levará algum tempo… E nós só conseguimos este tempo e os recursos juntamente com a amizade do clã dos mercadores, que sempre foram bem solícitos em comprar os nossos furtos… Assim que o clã dos mercadores souberam que nós conseguimos uma “viajante dimensional”, fizeram questão de doar para a causa alguns milhões, contribuir mensalmente com uma boa quantia por um largo tempo, abaixar os preços dos produtos e fazer um contrato comercial extremamente vantajoso, claro, caso seja dado a eles uma essência da habilidade… — e fez outra pausa enquanto dava outro gole e então Coragem aproveitou a pausa:

Quantas essências podem se tirar dela? — perguntou o menino com determinação o velho o olhou como quem preferiria não responder, mas respondeu.

Hoje em dia pode se retirar até três… — respondeu o velho e novamente bebericando a bebida.

Vocês vão matá-la no processo? — perguntou Coragem novamente.

Infelizmente sim… É uma pena que uma princesa tenha que morrer… Mas para uns viverem outros tem que morrer não é? — dizia o goblin cinicamente.

Coragem, por favor, deixe Tio Lu continuar — disse Fleck tentando frear Coragem que estava furioso.

Fora tudo isso, temos o Lorde do Norte que está caçando os responsáveis pelo sequestro de uma de suas filhas…

O coração de todos passou a bater bem mais forte.

Mas a guilda dos mercadores não pode fazer nada para nos esconder? — perguntou Dam.

A guilda e o conselho goblin depois de muita conversa acharam que seria melhor eliminar todos que sabem algo relacionado a vampira — disse o goblin com um olhar frio e indiferente e Fleck saltou de sua poltrona

Tio Lu está brincando conosco certo? — dizia Fleck suando frio.

Infelizmente não sobrinho, você eu consegui negociar a vida, os demais, infelizmente e pelo bem da causa precisam morrer— disse o goblin se levantando e enxugando a boca com um guardanapo.

Lu, o que você está dizendo? — perguntou tia Mariane com os olhos cheios de lágrimas.

É exatamente isto o que ouviu querida, nós do conselho goblin agradecemos os anos de sacrifício de vocês pela causa… Mas agora, é preciso que vocês façam este último sacrifício… Não podemos deixar pontas soltas. — disse o goblin.

Já podem morrer…

E o velho goblin bate sua bengala no chão e sombras surgem apertando o pescoço de todos menos de Fleck e Lu.

EU NÃO PERMITIREI!!!— gritou tia Mariane que acabara de se soltar da sombra e bate o pé no chão novamente e uma intensa Luz azul resplandece cegando a todos.

Coragem vê uma grande luz azul e depois mais nada.


[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Leiam BEYOND? O Denn finalizou a novel!]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Noite de Halloween, A aurora da Coragem: Capítulo 23
Noite de Halloween, A preciosidade da lótus: Capítulo 25