KING: Capitulo 11: Sem saída.

543
KING: Capitulo 10: Desastre
KING: Capitulo 12: Wang Li

O buraco onde eu cair tinha um inclinação, o que me fez rolar buraco a dentro, mas graças a isso eu também não me machuquei muito, o escorpião de jade não me seguiu o que pode não ser algo necessariamente bom. O único motivo que eu consigo pensar para uma besta de rank 3 parar a perseguição de uma presa, e porque a presa esta no território de uma besta de rank mais elevado.

O buraco continuava se aprofundando como um túnel subterrâneo, eu ainda não vi nada que seja uma ameaça a minha vida, se eu voltar para a superfície com certeza o Escorpião de Jade vai está me esperando, minha única opção e seguir em frente e torcer para ter sorte e encontrar outra saída.
Mais a frente o túnel continha uma luz esverdeada que continuava a brilhar com cada vez mais intensidade a medida que eu descia pelo túnel. Metade de um dia se passou e eu ainda não havia encontrado nenhuma ameaça, não sei se e boa sorte ou se eu estou andando direto para a morte, mas não existe outra opção, enfrentar o Escorpião de jade era suicídio e mesmo se por algum milagre eu conseguisse fugir dele eu só ia dar de cara com outra besta logo depois.
O túnel terminava em uma grande cratera, eu finalmente puder ver o céu novamente, mas já era noite. 
Na cratera havia inúmeros cadáveres de bestas espalhados, e no meio da cratera estava a origem da luz esverdeada, da distancia em que eu estava não dava para ver o que era, porem o que estava ao redor da luz me surpreendeu… Ovos, de pelo menos 1 metro cercava a luz esverdeada intensa, meu primeiro pensamento foi procurar uma forma de subir pela cratera, a cratera tinha pelo menos 200 metros de profundidade, essa era minha única esperança, mesmo sendo impossível era minha única opção, eu não quero esta aqui quando a besta dona desses ovos voltar.
Minha escalada pela parede prosseguia de forma lenta e instável, meus braços e pernas estava tremendo e eu ainda não tinha subido mais que 50 metros, não existia ponto de apoio nas paredes, eu tinha que usar toda minha força e cavar um de cada vez, como eu havia previsto era impossível escalar sem auxilio de cordas, talvez meu destino seja morrer aqui, talvez essa minha segunda chance também seja um castigo, sentir o gostinho de uma vida nova antes de morrer miseravelmente, preso num buraco gigante cheio de cadáveres.
Crash!
o meu ponto de apoio cedeu e eu desci rolando cratera abaixo meu corpo batia contra as paredes da cratera com uma velocidade de descida absurda. A queda deixou vários machucados no meu corpo, graças ao instinto humano de sempre proteger a cabeça eu não sofri nenhum machucado grave e nem perdi a consciência, parece que depois de ter entrado no mundo do cultivo parece que meu corpo ficou um pouco mais resistente.
Eu me levantei eu rolei sobre os cadáveres ate perto dos ovos e aqui a atmosfera era diferente, estando tão perto da fonte da luz esverdeada eu pude discernir que isso não era exatamente uma luz mais sim uma aura, como se a energia estivesse em um estado gasoso e continuasse a se espalhar.
A curiosidade preencheu meu coração… eu caminhei entre os ovos em direção a fonte da aura, no meio dos ovos a energia gasosa era ainda mais densa, eu tive que fazer um esforço para espalhar a energia que começou a penetrar a minha pele. 
No meio da névoa havia uma criança deitada ele parecia ter uns 9 anos de idade, meu instinto me disse para me afastar daquele lugar, no momento em que eu vi aquela criança, cada fio de cabelo do meu corpo se arrepiou como se eu tivesse vendo a própria morte, mas eu não posso simplesmente não fazer nada.
Eu me abaixo e tento pegar o garoto para tira-lo daqui, mas no momento e que minha mão o toca, minha consciência se esvaiu e eu cair ao lado do garoto.
XXXX
Fora da Floresta do Fim.
“Wang Li já se passaram três dias, eu sinto ter dizer, mas o estrangeiro está morto.” Disse Mestre Tao.
“Não ele não pode esta morto, eu tenho que procurá-lo.”
“Eu sinto muito, mas você sabe que nesse três dias nos já procuramos em uma grande parte da floresta, qualquer pessoa com a cultivação dele não sobreviveria a nenhuma das bestas desta floresta.”
“Eu não posso abandoná-lo, ele é meu amigo.”
“Eu entendo, mas morrer junto com ele, não é o que ele iria querer para você!”
Wang Li estava abatido, nesses três dias ele manteve a esperança de que seu amigo voltaria com vida, contudo ele também sabia que as palavras do Ancião Tao eram verdades, ninguém no inicio do cultivo sobreviveria as bestas da Floresta do Fim. Ele lamentou não ser forte o suficiente, mesmo depois de tanta dedicação ao Dao das Runas ele ainda era tão fraco quanto era quando ele perdeu a sua mãe.
Ali mesmo Wang Li fez um juramento sincero de que nunca mais, ele iria perder alguém querido para ele.
O ancião Tao estava preocupado, seja o que for que esteja acontecendo na floresta é algo que vai além da sua compreensão, ele precisava relatar na capital o quanto antes. A dois anos atrás ele já havia dominado os segredos de atravessar pela Floresta do Fim sem incidentes, ele nunca tinha visto as Serpentes do Submundo atacando e capturando bestas daquela forma. Por causa do ataque vários jovens foram espalhados na floresta, alguns foram resgatados no primeiro e segundo dia, mas na busca no terceiro dia nenhum dos 20 jovens perdidos restantes foi achado com vida, mas ele sentiu uma espécie de alivio quando viu que desses 20 jovens nenhum deles eram das famílias proeminentes, que ele transportava na carruagem liderada por ele, apesar de ser uma coisa triste perder 20 jovens cultivadores ele não iria ter tantos problemas por isso.
[Contextualizando: Dos 20 jovens que se perderam na Floresta do Fim e foram dados como mortos, três permanecem vivos.]
PS: Aceito Criticas, perguntas e podem me mostrar meus erros de gramática.

KING: Capitulo 10: Desastre
KING: Capitulo 12: Wang Li