▲H.A.D.E.S: Capítulo 27

129
▲H.A.D.E.S: Capítulo 26
▲H.A.D.E.S: Capítulo 28

Sem Saída

-Desintoxicação em andamento: 0,002% concluído.

Whoosh! Whoosh!

Thud!

Um punho vermelho me acertou, e me lançou no ar como um pedaço de lixo.

[Esse vermelhinho parece mais forte.]

[Se ficar caído ai você vai morrer, idiota]

Tum!

Alguma coisa acertou meu estomago, e meu corpo se encolheu involuntariamente.

[Já era, ele já perdeu o espirito de luta.]

[Nossa linhagem decaiu]

-Calem a boca!!!

Minha visão está embaçada, esse é outro ogro ou o que eu matei voltou a vida?

[Quem se importa apenas mate-o]

[Talvez eu deva ensinar-lo como lutar com uma espada]

Quando eu me levantei, aquele punho vermelho estava prestes a acertar a minha cara, meus braços se moveram como se tivesse vida própria.

[Oh! Ele realmente se juntou ao garoto]

A próxima coisa que eu vi foi um punho vermelho  voado e caindo no chão.

Roar!

A próxima coisa que eu sentir foi um dor de cabeça horrível como se alguém estivesse enfiando milhares de agulhas no meu cérebro.

-Desintoxicação em andamento: 1,008% concluído.

[A luta ainda não acabou]

Por algum motivo nesse momento eu me sentir muito calmo ao olhar a espada suja de sangue na minha mão.

Depois de rugir, uma nova mão surgiu no braço do Ogro vermelho, dessa vez eu não esperei o seu ataque, com movimentos de espadas fluidos eu ataquei sua articulações e esguichos de sangue voou para todos os lados.

[Agora sim está começando a parecer decente]

[Quem diria que o velho sádico iria se sacrificar]

O ogro tentava atacar com socos e chutes, eu não era mais rápido do que ele, mas era fácil prever as trajetórias do seu ataque, quase como se eu estivesse usando o auxilio de combate alfa.

[Pelo menos o corpo dele foi bem treinado]

[Se não fosse por isso quem sabe em qual estado ele estaria agora]

Por algum motivo que eu ainda não entendo eu estava confiante, meu corpo se movia como se eu tivesse praticado aqueles movimentos mil vezes, como se fosse memoria muscular.

Logo eu transpassei a garganta do Ogro com a espada e cortei a cabeça dele fora. Para minha surpresa esse também tinha um colar em seu pescoço e nele havia uma Joia de Progressão.

-Desintoxicação em andamento: 3,002% concluído.

-Analisando efetividade das contras medidas.

-Efetividade em 70%. Usuário apto ao combate.

No instante em que eu pensei em sair daqui enquanto os monstros estavam paralisados, algo negro e etéreo me atingiu, eu esperei pela dor, mas nada aconteceu, talvez aquela benção tenha bloqueado aquele poder também, assim como bloqueou a maior parte dos ataques do Ogro.

●▬▬▬▬๑۩۩๑▬▬▬▬▬●

Finalmente eu sinto que meu raciocínio está voltando ao normal, apesar de ainda escultar as vozes eu acho que eu consigo chegar a área segura. Eu peguei o colar e a Soul Stone do ogro e procurei ao redor até achar minha bolsa de armazenamento e decidir ir embora.

[Algo, não está certo.]

[Veja há um tipo de energia, impregnado no corpo dele]

De repente os ogros e as hienas que estavam paralisados até agora, começaram a se mover, seus olhos estavam claramente vermelhos e era como se vários demônios estivessem vindo em minha direção, sem tempo a perder eu iniciei minha fuga, mas logo muitas criaturas bloquearam o caminho.

Os Ogros começaram a atacar de um jeito totalmente diferente, se antes eles pareciam seguir uma especie de padrão de ataque, agora essas criaturas pareciam zumbis enfurecidos que atacavam de todo e qualquer jeito, um ogro inclusive me mordeu. As hienas ainda continuava com o mesmo tipo de ataque, mas antes ela pareciam atacar coletivamente e organizadamente, agora seus ataques eram individuais e erráticos.

[Parece que as criaturas estão reagindo a energia impregnada nele]

[Essa energia é como uma maldição, as chances dele são quase 0 agora]

-Bloqueando receptores de dor, do Usuário.

Com a espada não mão eu os cortava habilmente e com chutes eu afastava aqueles mais próximos, eu comecei a ficar um pouco apreensivo por não encontrar nenhuma abertura pela qual eu pudesse fugir. tudo que eu estava fazendo era correr por alguns metros e recuar enquanto me livrava das criaturas .

[Ei! se tiver alguma carta na manga essa é a hora de usar.]

[É uma pena ele realmente parecia promissor.]

Olhando para algum lugar a alguns metros eu vi minha arma no chão, enquanto eu tentava pensar, matar as criaturas que estavam me atacando e ignorar as vozes na minha cabeça eu vi um brilho não muito longe de onde eu estava.

Eu fiquei extremamente feliz quando eu lembrei o que eram aquelas coisas e se eu usasse corretamente era minha chance de abrir caminho e sair daqui.

[Não o dê como morto tão rápido, ele ainda pode virar o jogo.]

Eu rapidamente chutei alguns Ogros e desviei de alguns golpes de maça de madeira que em parte me ajudaram a me livrar das hienas e cheguei até aquele brilho no chão. Ainda havia oito das bombas da Lana eu rapidamente as peguei e tive que correr e somente desviar enquanto tentava montar todas juntas.

[Eu também espero que ele sobreviva, afinal essa era parece bem interessante]

Foi quando eu terminei de montar que eu levei um golpe de maça em cheio que me fez cuspir sangue e por pouco eu não larguei a bomba apesar do ataque revirar meus órgãos internos eu não fiquei incapacitado, os próximos ataques vieram sem me dar tempo para levantar  e tudo que eu pude fazer foi rolar para não ser esmagado, em um instante havia muitas criaturas ao meu redor e vendo isso eu não pude deixar de sorrir.

Usando o impulso dos golpes que eu estava levando eu me levantei e corri mais uma vez, e na minha mente eu fiz a contagem.

-Um!

-Dois!

-Três!

Booom!

O impacto da explosão me arremessou no ar por vários metros.

[Idiota, explodindo a si mesmo]

[Esse é o fim, te vejo no rio das almas garoto]

-Aplicando estímulo físico.

Quando eu estava prestes a desmaiar eu sentir uma corrente elétrica percorrer todo meu corpo e me deixando alerta mais uma vez.

[Oh!]

[A perseverança dele é admirável.]

Continuei correndo e peguei minha arma no chão, como parte do plano carreguei minha ultima granada ilusória atirei para trás enquanto continuava em frente.

●▬▬▬▬๑۩۩๑▬▬▬▬▬●

Depois de 30 segundos de corrida sem ser perseguido eu já estava começando a me sentir aliviado quando vários outros monstros pelo caminho começaram a me persegui, todos os monstros a 100 metros de mim ficavam com os olhos vermelhos e me atacavam enfurecidos, eu não parei para mata-los eu apenas chutava e desviava dos mais rápidos. Na verdade meu corpo estava pesado e eu estava guardando meu foco e força restante para chegar na área segura.

[No fim, pelo menos ele morrerá lutando]

[É um fim adequado para o velho sádico]

Eu ainda estava muito longe da área segura quando os morcegos gigantes surgiram e me derrubaram no chão depois de caído no chão eu não conseguir da nem mais um passo a frente, eu estava sendo atacando pelos morcegos gigantes e alguns lobos estavam com a minha perna entre os dentes se eu continuasse aqui eu não iria sobreviver, sem escolha eu peguei o sangue da minha ferida e ativei a Joia de progressão.

▲H.A.D.E.S: Capítulo 26
▲H.A.D.E.S: Capítulo 28