▲H.A.D.E.S: Capítulo 20

81
▲H.A.D.E.S: Capítulo 19

Craft Box

Quando eu voltei o andar já estava diferente, havia pelo menos uma centena de barracas humanas na área segura. Olhei para o Demiurgo com um olhar perplexo: quanto tempo havia se passado?

– Bem vindo de volta, conseguiu boas habilidades? – Perguntou Demiurgo.

Pelo tom mal humorado já dava para adivinhar todos os tipos de problemas que esses idiotas estão causando.

-Consegui um aumento de força, e um novo jeito de conseguir munições.

Eu disse mostrando a ele mostrando uma plaquinha dourada que representava o reconhecimento do Anão Rufus.

-Aliás, quanto tempo eu fiquei fora?

Demiurgo: -Somente um dia, mas sua raça parece…

-…Baratas! É, eu sei! – Eu disse interrompendo o Demiurgo.

Mas isso me deu uma ideia e pensando nisso eu me dirigi para as barracas.

-Oh ele voltou!

-Ele não tinha conseguido voltar?

-Onde ele estava?

-Quem é esse?

-E aquele que fica conversando com o monstro?

Enquanto eu caminhava eu ouvi todos os tipos de comentários, mas chegando perto da área central do acampamento que, a propósito, estava anos-luz do acampamento organizado dos Anões e dos Elfos, eu disse:

-Como vocês sabem para voltar para o primeiro andar nós precisamos de algo chamado de Joia de Retorno, felizmente eu sei de uma besta que pode ter uma Joia dessas e eu preciso da ajuda de vocês para matá-la.

-O que a gente ganha com isso? – Perguntou um dos exploradores.

-Aquele que conseguir a Joia de retorno será livre para fazer o que quiser com ela, seja voltar para o primeiro andar ou vende-la. -Olhando na cara dessas pessoas dá para saber que a única coisa que vai “mover” elas são os possíveis ganhos que eles podem ter.

-Mesmo assim você está aqui a bem mais tempo do que qualquer um de nós, então você tem a vantagem da informação, e mesmo se você decidir compartilhar as suas informações como poderemos confiar em você?

Dessa vez a pessoa que respondeu me deixou surpreso, era um explorador chinês, se eles entrarem na jogada, matar o Naga vai ser mais fácil, mas a chance de eu conseguir a Joia do retorno vai diminuir muito.

-A informação não virá de mim, mas sim do Demiurgo.

-Aquele monstro é confiável? – Perguntaram.

-Ele sabe tudo sobre esse andar, e provavelmente é o mais forte desse andar também, na verdade essa área segura só existe porque está em volta dele, e as os Anões e os Elfos o tratam respeitosamente, mesmo sendo mais fortes do que nós, então tirem suas próprias conclusões.

-Nenhum Anão é mais forte do que eu! -Disse um jovem ingênuo.

-Você já viu um Anão lutando? Você já sabe o que fazer quando suas balas acabarem ou como você vai recarregar um Exosqueleto? Reconheçam, sem a nossa tecnologia nós somos fracos e eles são fortes.

Todos que estavam aqui a um dia ou mais acenaram com uma tristeza nos olhos e no meu rosto um sorriso de escárnio escapou, como eu estou feliz por ter feito aquele Anão modificar a minha arma.

-Tsk! Meu grupo trouxe uma Craft Box então nos não vamos ficar sem munição, idiota. – Rebateu o Jovem ingênuo.

-O que?? Vocês trouxeram uma Craft Box? – Disse várias pessoas ao mesmo tempo com os olhos brilhando.

-Idiota!! -Disse uma pessoa que parecia ser do mesmo grupo que o Jovem.

-O que diabos é uma Craft Box? -Perguntei.

Antes que alguém me respondesse uma pessoa tomou a frente e disse:

-Meu nome é Paul Velasck, como o Iginio disse nós temos uma Craft Box, mas ela só funciona mediante a prova de vida de nós cinco, nossa Craft Box pode imprimir munições de vários calibres, atualmente podemos imprimir 10 mil projéteis e para ser justo com todos, vamos ajudá-los por um pequeno custo.

Nesse momento a conversa sobre matar a Naga foi esquecida e todos só queriam comprar munições. Merda! Se existe tal máquina eu gastei a chance de conseguir outra habilidade por nada?

●▬▬▬▬๑۩۩๑▬▬▬▬▬●

Já era noite, quando as pessoas se acalmaram, Paul tinha tantas promissórias de débitos que se ele saísse desse andar vivo ele ficaria rico, eu estava um pouco irritado e pensei novamente em enfrentar a Naga Gigante sozinho, mas depois de considerar o quão místico esse lugar era, eu resolvi não arriscar.

●▬▬▬▬๑۩۩๑▬▬▬▬▬●

-Então aquele monstro vende a informação relacionada ao monstro que pode estar com a Joia de retorno, então o que me impede de juntar meus homens e nós mesmos pegamos a Joia de Retorno. – Disse um do brutamontes.

-Eu só irei falar qual monstro é na noite anterior ao ataque, e sem saber de qual monstro eu estou falando ou de qual lugar ele vive e qual é o caminho para lá, como você vai comprar a informação?

Ninguém se atrevia a caçar de noite, apesar dos monstros aqui não ficarem do mesmo jeito que os Goblins a noite, todos sabemos que o perigo não é nem um pouco menor.

-Bom vocês tem até amanhã a noite para decidir.

Eu virei as costas e fui até Demiurgo.

Demiurgo: – Tentando se juntar a algum grupo?

-Não, só tentando não morrer por nada.

Demiurgo: – Se todos eles forem te ajudar a sua chance de pegar a Joia do retorno é perto de zero, já que como o plano é seu, todos vão ficar de olho nos seus movimentos.

-Não há o que ser feito, inicialmente eu achava que seria fácil matar esse monstro, mas eu percebi que eu ainda estava julgando com a mentalidade de um terráqueo.

Demiurgo: – Oh! Vocês humanos são interessantes, não dá para dizer que aprendem rápido, mas vocês pelo menos sabem se virar sozinhos.

-Isso não pareceu um elogio! (ーー;)

●▬▬▬▬๑۩۩๑▬▬▬▬▬●

Uma noite depois, eu esperei e para minha surpresa muita gente apareceu depois de dizer para eles comprarem as informações sobre o Naga Gigante cada um foi para o seu lado fazer seu próprio plano, é claro isso estava dentro dos meus planos e agora era só esperar a primeira luz aparecer.

▲H.A.D.E.S: Capítulo 19