▲H.A.D.E.S: Capítulo 16

313
▲H.A.D.E.S: Capítulo 15
▲H.A.D.E.S: Capítulo 17

🌞 Ative o Modo Noturno 🌚

       

●▬▬▬▬๑۩۩๑▬▬▬▬▬●

Auxilio de Combate Alfa

Depois de investigar a área em torno do lago eu não encontrei nada  que pudesse me dizer porque o portal azul havia me deixado aqui, mas eu percebi algo curioso, perto do lago haviam poucos rastros de monstros.

Na minha cabeça eu tracei uma linha paralela entre as Bestas como os Lobos e os Javalis gigantes com os animais selvagens da Terra, em primeiro lugar porque eles pareciam seguir um instinto básico, e em segundo lugar pela semelhança anatômica entre eles.

Se a minha comparação estivesse minimamente certa, então perto do lago que é uma fonte de água limpa deveriam haver rastros de dezenas de Bestas, uma vez que o escaneamento mostra que existem várias delas ao redor, mas como perto do lago existem poucos rastros, talvez…. a água esteja envenenada?

-Merda!

Por um momento eu fiquei apavorado, mas eu me lembrei que três dias atrás eu bebi dessa água se fosse venenosa eu já teria sentido algo ou a Easy teria detectado, então eu descartei essa hipótese. Talvez tenha a ver com a área em si, mas como eu não encontrei nada eu não achei um resposta minimamente satisfatória.

-Easy, você pode detectar algo de anormal nessa área?

-Os dados sobre esse ambiente são insuficientes para traçar um paralelo.

-E se você fizer um paralelo com o ambiente da Terra?

-Traçar esse paralelo seria idiota, mas mesmo se o fizéssemos os dados seriam inconclusivos uma vez que apesar das semelhanças, sem maiores estudos não seria correto dizer se esse lugar seria uma evolução do ambiente na Terra ou se o ambiente da Terra seria uma evolução desse.

-Por que seria idiota traçar o paralelo?

-Porque estamos dentro de H.A.D.ES uma estrutura alienígena da qual não sabemos origem ou proposito.

(ーー;)

●▬▬▬▬๑۩۩๑▬▬▬▬▬●

A luminosidade iria começar a cair em breve, então era melhor eu voltar para os acampamentos.

Com a Easy me ajudando a evitar os monstros  a volta estava sendo tranquila e claro que essa forma sempre exigia que eu ás vezes parasse e me escondesse até que o perigo passasse, mas era melhor do que correr risco em vão.

Depois de algum tempo eu cheguei aonde eu havia matado o Javali Gigante, agora só havia a carcaça dilacerada, como não havia nenhum perigo eminente por perto eu resolvi pegar um pouco do couro, eu ainda me lembro o quão resistente esse couro era, pelas marcas de dentes até os lobos parecem ter tido problemas para rasgar o couro. Felizmente para eles e para mim a parte da barriga era onde o couro era mais fraco, (Eu havia tirado o coração cortando pela barriga e os lobos também o devoraram a partir desse lugar).

Quando eu acabei de tirar o couro a escuridão já estava caindo, por causa disso eu abandonei a ideia de tirar a presa do Javali Gigante também e continuei em meu caminho de volta para o acampamento, talvez eu voltasse amanhã para pegar a presa.

●▬▬▬▬๑۩۩๑▬▬▬▬▬●

Com a visão noturna ativa e o caminho de volta sendo mostrado pela Easy eu comecei a imaginar que chegar ao acampamento seria tranquilo, mas logo a realidade me mostrou em como eu estava errado.

-Perigo! Às 7 horas, contato em 45 segundos.

 De repente eu vi várias bestas correndo em minha direção, no começo eu achei que fossem os lobos, mas a medida em que foram chegando perto eu notei que essas bestas eram menores em tamanho, mas estavam em maiores quantidades.

Traçando um paralelo com a Terra, essas bestas eram semelhantes a hienas.

Essas hienas atacaram em grupo de 3 de cada vez e mesmo quando eu consegui cortar 2 delas a restante conseguiu me agarrar e morder meu ombro.

Ungh!

A dor me fez gemer.

Eu lutei para me manter de pé, eu sabia que se eu caísse eu estava morto.

Bang!

Eu não tive escolha a não ser usar a arma para tirar a besta que está pendurada no meu ombro. Depois eu tive tempo o suficiente para que eu conseguisse pegar o couro do Javali Gigante e jogar sobre os meus ombros e amarrar em volta do pescoço.

As hienas atacaram minhas pernas, mas eu consegui sair com poucos ferimentos, mas a dor me fez querer ativar a supressão da dor, mas eu sabia que devia deixar essa possibilidade para emergências maiores.

Eu tentei me afastar enquanto encarava as hienas que me atacaram novamente, dessa vez eu desviei para o lado enquanto cortava a cabeça de uma, mas duas delas ainda conseguiram alcançar e morderam o couro na minhas costas e no meu ombro ferido. Felizmente o couro me protegeu completamente o que tornou bem mais fácil perfurar as duas bestas penduradas, mas eu senti algo estranho, as outras hienas só atacavam quando o ataque de um grupo delas falhava, se elas me atacassem todas de uma vez eu com certeza não teria chance. Elas não atacaram os pontos vitais como coração ou pescoço além do mais depois de ferir as minhas pernas o suficiente para que eu não pudesse correr elas não atacaram mais abaixo da cintura, eu senti como se um exército estivesse ali para me derrubar ou me fazer recuar.

Eu fiquei preocupado, mas eu não sabia o que fazer  para sair dessa situação.

-Easy, uma ajudinha, por favor?

-Ativando Auxílio de Combate Alfa.

-Mova a lâmina a partir da direita de acordo com a linha mostrada em 3,2…

Uma linha vermelha apareceu na minha frente e ao final na contagem eu movi a Espada do Rei Goblin. No meio do movimento três hienas pularam no ar e a lâmina cortou diretamente na barriga delas, foi como se elas pulassem diretamente para a morte.

As outras duas hienas ainda tentaram morder meus braços, mas eu consegui movê-los a tempo.

-Mova a lâmina a partir da esquerda de acordo com a linha mostrada em 3,2…

Dessa vez a linha vermelha não seguia uma trajetória reta ao invés disso era uma curva que descia no final

Dessa vez quatro hienas foram feridas, mas como resultado do movimento estranho a lâmina quase não tinha força no final e a quarta hiena recebeu um corte superficial nos olhos e a espada quase caiu da minha mão.

-Mova a lâmina a partir da direita de acordo com a linha mostrada em 3,2…

Eu fiz os cortes várias vezes de forma que eu já estava me acostumando, o fato principal era que depois que a linha vermelha era mostrada eu não podia me mover nem para frente nem para trás, somente o movimento da espada devia ser feito e para que eu não perdesse a firmeza no corte eu comecei a usar a espada com as duas mãos.

Eu ainda estava recuando, apesar de ser mais devagar do que antes eu ainda estava recuando de acordo com a vontade das bestas, As bestas deviam estar recebendo reforços porque não importa quantas eu cortava sempre aparecia mais, meu braços já estavam doendo.

 De repente eu vi de relance algo preto pegar uma hiena e sair voando, eu achei que estivesse imaginando coisas, mas logo aconteceu de novo e de novo, logo inúmeras hienas foram levadas voando.

Como se eu nunca estivesse estado em luta com elas todas as hienas começaram a passar por mim correndo, mas isso não me tranquilizou eu tinha certeza de que em H.A.D.E.S o inimigo do meu inimigo é um inimigo ainda mais forte.

●▬▬▬▬๑۩۩๑▬▬▬▬▬●

Eu comecei a voltar para a rota do acampamento, mas…

-Perigo! Às 9 horas, contato em 15 segundos.

-Gerando previsão de trajetória.

Mova a lâmina de forma ascendente de acordo com a linha mostrada em 3,2…

Pego de surpresa pelo pedido de mover a lâmina de baixo para cima o movimento saiu sem jeito e sem força, mas eu senti ele batendo contra algo preto que veio do alto, era um morcego gigante…

-Perigo! Às 9 horas, contato em 10 segundos.

-Gerando previsão de trajetória.

Mova a lâmina de forma ascendente de acordo com a linha mostrada em 3,2…

Da segunda vez o movimento saiu de forma mais suave e eu  conseguir cortar uma das asas do morcego que caiu no chão agonizando um barulho irritante.

-Perigo! Às 9 horas, contato em 5 segundos.

-Gerando….

Antes que eu tivesse a chance de atacar um Morcego me atacou pela frente e um pelas costas, com um movimento desesperado da  espada eu consegui ferir o morcego da frente mas o morcego de trás atravessou o couro  de Javali com suas presas e mordeu meu ombro.

Ahhnn!!!

Alerta! Substância desconhecida foi secretada no corpo do Usuário através das presas da besta.

Meu corpo começou a ficar dormente e o morcego ainda estava pendurado em mim.

-Perigo! Múltiplos inimigos, contato em 3 segundos.

Eu cai para trás jogando todo o meu peso sobre o Morcego Gigante nas minhas costas. E puxei minha salvadora da minha cintura e com um giro o abafador de ruídos saiu da ponta e eu atirei.

Bang! Bang!

Sem o abafador de ruídos o barulho foi alto o suficiente para perturbar o sonar dos Morcegos, é claro eu não tinha como saber se essas criaturas tinham realmente um sonar como os morcegos da Terra, mas eu tinha que tentar a sorte e no final eu estou feliz que eu estava certo, o segundo tiro foi direto na cara do Morcego que estava preso no meu ombro, mas no final meu corpo ainda estava dormente e o barulho com certeza iria atrair mais criaturas para cá.

-Easy, adrenalina por favor.

-Administração de Adrenalina concluída.

-Alerta! O nível de energia do Módulo de IA está baixo.

A sensação boa da adrenalina correndo em minhas veias me despertou completamente, mas eu usei isso para correr o mais rápido possível  mesmo que eu estivesse forçando as minhas pernas feridas ao limite.

Eu nem tive tempo de pensar na última mensagem da Easy, eu só tirei aquele morcego que estava agarrado nas minhas costas e corri de volta para o acampamento, felizmente minha bolsa estava amarrada a minha cintura e virada para a parte de trás, se não eu teria deixado ela por lá também.

▲H.A.D.E.S: Capítulo 15
▲H.A.D.E.S: Capítulo 17