Warlock of the Magus World: Capítulo 135 – Vila do Pescador.

3
1332

Tradução: P_
Revisão: Denn


[Modificando a inscrição das runas do Pingente da Estrela Caída, aumentando as runas ilusórias para tornar o anfitrião compatível com seu controle.]

A.I. Chip soou nesse exato momento.

A luz azul atravessou os olhos de Leylin, e muitos padrões transparentes começaram a aparecer na superfície do Pingente da Estrela Caída.

Em seguida, tudo o que ele precisava fazer era proceder com as modificações de acordo com os padrões transparentes no Pingente.

E o A.I. Chip poderia ajudar Leylin durante seu processo de inscrição, então não haveria nenhum erro.

Usando um par de pinças para colocar o Pingente da Estrela em um pano branco, Leylin tirou uma caneta de inscrição sólida e começou a esculpir finamente na superfície da cruz.

Neste momento, sua mão era como uma escultura de aço – era tão firme quanto possível, sem sequer um único tremor.

Isso exigia uma quantidade enorme de atenção e resistência e consumia muito tempo e energia.

Com o passar do tempo, gotas de suor começaram a escorrer da testa de Leylin.

[A modificação de runas do Pingente da Estrela Caída foi um sucesso! Recentemente adicionou runas reforçadas, runas de dissipação de energia, runas de extensão…]

Enquanto ele ouvia Os lembretes do A.I. Chip, Leylin revelou um sorriso.

Imediatamente, pegou outra caneta de inscrição ao lado dele. Tinha marcações em seu corpo e era sólido.

“Em seguida, preencherei essas esculturas!”

Leylin acendeu dois copos e começou a derreter as matérias-primas que tinha separado antes dos artefatos mágicos. Esses copos continham apenas líquidos.

Posteriormente, Leylin seguiu uma proporção fixa e misturou os dois líquidos juntos.

Leylin tocou com as marcações na caneta e abriu, revelando um buraco para despejar água.

Imediatamente, ele derramou o concentrado líquido prateado preto no corpo da caneta.

Belas runas começaram a cintilar e brilhar em torno da caneta de inscrição, produzindo uma radiação encantadora.

Com um rosto de satisfação, Leylin empurrou a ponta da caneta contra as faixas das inscrições esculpidas anteriormente, repetindo o processo novamente.

Mas desta vez, a caneta deixou líquido preto prateado em sua trilha, enchendo cada entalhe da inscrição.

Depois de terminar o último golpe, Leylin dimensionou a cruz completamente reformada e balançou a cabeça com satisfação.

“Ativar!”

Leylin usou a antiga linguagem Byron e leu duas palavras.

*Pong*

Um feixe cilíndrico de luz cinza começou a emitir da cruz. Fios de luz de prata moviam-se ao longo das inscrições rúnicas que Leylin tinha esculpido anteriormente.

À medida que os raios cinza prateado se misturavam, eles ficaram mais brilhantes e, eventualmente, submergiu o Pingente da Estrela Caída no liquido.

Quando os raios desapareceram completamente, o Pingente da Estrela tinha mudado completamente sua aparência.

Ele só manteve a forma da cruz, mas era mais volumoso do que antes.

Além disso, tinha mudado de uma cor preta prateada para uma sombra de vermelho escuro.

Na superfície havia numerosas inscrições de runa finas e detalhadas, fazendo com que os fragmentos originais de pedras preciosas estivessem escondidos debaixo dele.

Leylin, em seguida, tomou o vermelho escuro Pingente, observando que era mais pesado do que antes.

[Bip! A atualização do Pingente da Estrela Caída foi agora bem-sucedida com esses artefatos mágicos de nível médio! Defesa física atual: 24, Defesa Mágica: 25!]

A.I. Chip soou novamente, trazendo Leylin a boa notícia.

“A defesa física subiu de 13 para 24, e a defesa mágica subiu de 15 para 25! Não é ruim, realmente não é ruim!”

Esta gama quase ultrapassou a defesa das Escamas de Kemoyin. Era quase equivalente a ganhar outro feitiço defensivo inato. Leylin estava naturalmente muito satisfeito.

Mas havia muitos outros artefatos mágicos que têm feitiços inatos melhores. Teria outro aumento no poder e defesa no futuro.

Quanto ao Pingente da Estrela, a menos que ele encontre materiais ainda mais preciosos para atualizar, seria difícil aumentar suas características defensivas de acordo com as exigências de Leylin.

Assim, a longo prazo, concentrar-se em seus próprios feitiços inatos era mais confiável.

“Na costa sul, as fileiras dos acólitos usam artefatos mágicos da classe do novato. Magos nível 1 usam artefatos mágicos de nível médio e os artefatos mágicos ocasionais de nível iniciante. Somente os extremamente poderosos magos nível 2 têm a capacidade de se apossar de artefatos mágicos de alta qualidade!”

Leylin pensou na informação que viu do Livro da Serpente Gigante.

Embora a Era do grande Magus Serholm fosse um tanto distante, a distribuição geral do poder e da cultura em toda a costa sul podia ser vista.

Agora que o Pingente tinha sido promovido a um artefato mágico de nível médio, é eficaz para Leylin como um Warlock nível 1. Isso, é claro, colocou-o de bom humor.

——-

O Grande Canyon Margaret atravessou o Duque de Inlan e vários reinos próximos. Era também um lugar que era necessário viajar para entrar na Ennea Ivory Ring Tower, controlada pelos Magos da Luz.

Naturalmente, isto era somente sobre os Magos.

Os cidadãos comuns deste ducado raramente saem do reino, desde seu nascimento até sua morte. Mesmo seus mercenários só receberam missões dentro do reino.

Mercenários e bardos errantes que haviam viajado pela vizinhança podiam usar a experiência que adquiriram para ostentar ou ganhar respeito.

“Grande Canyon Margaret está cheia de perigo. Mesmo uma viagem apressada leva vários meses…”

Leylin franziu a testa quando pensou nas informações sobre o Grande Canyon.

O transporte no Mundo Mago foi obsoleto, causando uma grande quantidade de inconvenientes para os Magos que viajam muito longe.

Claro, ele tinha outra escolha – ele poderia andar em um dirigível.

Mas, infelizmente, não só este modo de transporte era oneroso, havia apenas um número fixo de viagens agendadas por ano para a sua partida. Além disso, havia requisitos rigorosos para os passageiros. Eles precisavam de uma família local ou uma organização para ser seu fiador.

Leylin já estava na lista de procurados Abyssal Bone Forest Academy. Então, naturalmente, ele não iria esperar para a aeronave e teve que correr a pé.

“A boa amiga de seu pai, a tia Marian, onde ela mora?”

Leylin perguntou a Ivy, que estava atrás dele.

“Vila do Pescador ao lado do Grande Canyon!”

Ivy disse em voz baixa.

Leylin assentiu com a cabeça. O sangue dessa menina o ajudara muito. Além disso, não houve choque na direção que iria. Sob tais circunstâncias, ele não se importava de dar uma mãozinha.

“Bem então! Primeiro te enviarei para Vila do Pescador para encontrar sua tia Marian!”

Leylin disse a Ivy.

“Sen… Senhor! Tudo bem se eu te seguisse?”

Depois do que Leylin disse, Ivy permaneceu em silêncio por um momento antes de fazer esta pergunta.

“Oh? Mas por quê? Eu não te tratei muito bem!”

Leylin ficou surpreso. Quando ele passou por aqui, ele era de nobreza, um respeitado Mago acólito. Ele nunca cuidara de ninguém antes. Ivy até sofreu uma pequena doença nesta viagem. As coisas teriam tomado um mau rumo se Leylin não fosse mestre de Poções.

Além disso, de vez em quando, Leylin teve que tirar de Ivy um grande tubo de sangue. Ele simplesmente não conseguia entender por que aquela garota ainda queria continuar seguindo-o.

Talvez, eu era muito charmoso? Ou ela estava tão oprimida que sentimentos retorcidos começaram a surgir?

Leylin deixou sua imaginação correr enquanto esfregava o queixo.

“Isso é por vingança?”

Mas, ele logo descobriu o que a menina tinha em mente.

Ivy abaixou a cabeça, obviamente tacitamente concordando.

“Ivy você deve estar ciente de que, devido à constituição genética de sua família, antes que você possa encontrar a técnica de meditação perdida, você nunca será capaz de ser um aprendiz. Nem eu posso fazer nada!”

Só porque Ivy e Leylin eram herdeiros da mesma linhagem antiga, sentiu que devia esclarecer com ela.

“Eu sei! Mas eu peço a você para me vingar deles! Por esta razão, estou disposto a sofrer qualquer consequência!”

A menina fez seu último esforço.

“Desculpe-me. Magos fazem acordos justos. E independentemente de sua riqueza, saúde ou espírito, não é suficiente para mim para lidar com outro Mago Oficial!”

Leylin não hesitou em rejeitar o pedido da menina.

Ao ouvir as palavras implacáveis e verdadeiras de Leylin, os ombros de Ivy tremeram, abraçaram seus joelhos enquanto ela se sentava na carruagem e se calava.

Logo, a carruagem entrou na Vila do Pescador.

Este foi obviamente uma área de reunião para Magos. Havia pouca, quase nenhuma, gente comum, e a arquitetura dos edifícios ao redor retratou um estilo sombrio que parecia frio e estranho. Até mesmo a atmosfera estava cheia de um cheiro úmido de putrefação.

“Este tipo de lugar não parece muito bom!”

Leylin franziu a sobrancelha. De acordo com sua experiência, esses tipos de lugares perigosos ao lado da estrada de transporte principal habitam aqueles que abrigam maus pensamentos, Magos que não têm para onde recorrer. Simplificando, criminosos!

Leylin sentia-se mal por Ivy. Eles seguiram a rua e finalmente chegaram ao local que Ivy havia relatado antes.

Aparecendo na frente de Leylin estava um sótão de dois andares dilapidado. Tábuas de madeira preta à beira do colapso revelaram uma atmosfera decadente.

O primeiro andar tinha sido convertido para se parecer com uma mercearia. Mas não parecia estar indo muito bem, e as pessoas que entravam eram apenas algumas.

Estacionando a carruagem a um lado, Leylin puxou a mão de Ivy quando entraram no supermercado.

“Marian! Marian está aqui?”

Gritou Leylin. Ele não tentou esconder as flutuações de energia em seu corpo no caminho para Vila do Pescador que ocorreu sem problemas.

“Respeitado Mago Senhor, como posso servi-lo?”

Antes que Leylin pudesse terminar suas palavras, uma senhora de meia-idade, obesa, com um avental grisalho e uma maquiagem espessa, saiu, expressando humildade e lisonja.

Se não fosse pela aura do acólito do nível 3 que ela tinha em seu corpo, com esse tipo de imagem, ela parecia exatamente como uma dona de casa despreocupada.

“Ela é a Marian?”

Perguntou Leylin a Ivy, que estava em um canto.

“Sim… Sim!”

Ivy assentiu com a cabeça. Leylin finalmente entendeu por que Ivy estava tão relutante.

Pelo que parece, os pais de Ivy provavelmente não tinham mais ninguém para ajuda-los. Assim, eles permitiram que seu governante enviasse Ivy para Marian.

“Este é Ivy! Alguma ideia?”

Leylin puxou Ivy na frente dele.

“A filha de John?”

O rosto de Marian mudou ligeiramente.

“Sobre a questão da família Langster, eu me sinto triste…”

Marian disse enquanto espremia algumas gotas de lágrimas.

“…Naquela época, eu passei por aqui e a governanta me suplicou que a trouxesse para cá…”

Leylin falou brevemente sobre a causa e os efeitos.

Ao ouvir que ela tem que oferecer abrigo para Ivy novamente, o rosto de Marian ficou completamente envergonhado, como se as coisas já fossem difíceis para ela. Leylin contava, se ele não estivesse por perto, Ivy já teria fugido.

“Uma vez que é o que o Senhor quer, então tudo bem!”

Ela respondeu com um sorriso feio depois de lutar por um longo tempo.