Way Of The Devil – Capítulo 3 – Técnica de Sabre Tigre Negro (1)

0
153

Tradução – Denn

Revisão – Barão


“Isso é uma alucinação? Ou não é uma alucinação?” 

Os olhos de Lu Sheng se estreitaram. Ele suprimiu as dúvidas em seu coração. 

“Estou bem!” 

Ele respondeu calmamente, endireitando suas costas. 

“Jovem mestre… Senhor Xu e o resto, todos eram homens tão bons. Tais oficiais bons. Como pode ser…?” 

Os olhos de Pequena Qiao se derramaram com lágrimas e começou a chorar. 

Lu Sheng olhou silenciosamente para os cadáveres da família Xu que estavam no chão. 

Todos eram cinza esverdeado e tinham marcas de estrangulamento nos pescoços. 

O Prefeito olhou para eles algumas vezes e depois saiu apressadamente, deixando para o chefe de polícia responsável pelo caso. 

Vários oficiais do Yamen, que também eram responsáveis pela investigação, foram discutir o caso com o Conselheiro-chefe. 

“jovem mestre, o velho mestre pede que você venha…” 

Um criado correu para Lu Sheng e sussurrou para ele enquanto olhava com tristeza para os cadáveres dos membros da família Xu deitados no chão. 

“Eu já estou indo.” 

Lu Sheng olhou para o servo. 

“Você está assustado?” 

“Estou com medo…” 

O servo tinha apenas dezoito ou dezenove anos, mas carregava um ar de maturidade além de sua idade em relação a ele. 

“Mas, seu servo é um refugiado da Nação Ju Rong no Leste. Há muita fome lá agora. Os cadáveres estão por todo o chão em todo lugar. Muitas pessoas até trocam seus filhos uns com os outros para comê-los. Cenas abomináveis como esta são comuns…” 

Ele suspirou. Mas percebendo rapidamente que ele não conversava com um de seus amigos, ele imediatamente inclinou a cabeça. 

“Comum? Há muitos desses incidentes na nação Ju Rong no Leste?” 

Lu Sheng perguntou casualmente. 

O servo caiu em silêncio por um momento. 

“Mais do que alguns”. 

O coração de Lu Sheng se apertou. 

Sem uma pausa em seus passos, ele rapidamente caminhou para o seu pai, Lu Fang. 

Lu Fang também tinha outro nome – Quanan, também conhecido como Homem da Coroa de Ouro. 

A riqueza de Lu Quanan era famosa mesmo em toda a Cidade Nove Links. As notícias de que a família Lu e Xu estavam prestes a se juntar pelo casamento também se espalharam pela cidade. Mesmo as pessoas da cidade de Zi Hua, no Oeste, vieram apresentar seus presentes de casamento. 

Para pensar que um tópico tão quente e um evento tão célebre como este chegaria a terminar de tal maneira. 

Atualmente, o rosto de Lu Quanan era extremamente feio. Muita fadiga e preocupação eram visíveis em seus olhos. 

“Informe o Conselheiro Zhao sobre a situação de ontem em detalhes!” 

Ele se afastou para abrir espaço para um homem barbudo que se aproximava. 

Em sua mente, Lu Sheng continuou reproduzindo o que ele havia ouvido de Xu Daoran ontem. Ele acreditava que o caso do fantasma da água deveria estar relacionado às mortes da família Xu. Então, ele relatou sua conversa com Xu Daoran no dia anterior. 

Ele não escondeu nada. 

As sobrancelhas do Conselheiro Zhao juntaram-se. Ele também não viu nenhuma pista importante em todo o caso. 

Ao ver que não havia mais perguntas para ele, Lu Sheng partiu. 

Antes de partir, os homens do Yamen começaram a limpar os cadáveres. 

Lu Sheng olhou por um tempo do lado de fora. Quando viu Xu Daoran sendo levado na maca, ele suspirou e aproximou-se de um agente perto e perguntou. 

“Irmão, existem membros sobreviventes da família Xu?” 

Ele pensou que, se houvesse sobreviventes da família Xu, ele cuidaria dele e talvez até aprendesse algumas informações úteis dele. 

“Não, eles estão todos desaparecidos. Mesmo as famílias inteiras de seus parentes externos foram mortos. Talvez eles ainda tenham alguns parentes distantes na cidade de Zi Hua, mas ainda estamos sem notícias…” 

O agente balançou a cabeça e sussurrou. 

Lu Sheng enfiou uma moeda de prata em sua mão. Então, levando Pequena Qiao junto com ele, embarcou na carruagem do cavalo com sua família. 

A carruagem do cavalo voltou para casa. 

No entanto, o estado lamentável da família Xu ainda estava na mente de todos. 

Como chefe da família, Lu Fang, vulgo Lu Quanan, reuniu todos para uma reunião familiar e anunciou que o noivado com a família Xu estava vazio de agora em diante, e as mulheres consolaram Yiyi. Então, ele voltou sozinho para descansar em seu quarto. 

Um por um, os jovens da família saíram, seja para a adega da cidade, para o bordel ou outros estabelecimentos similares. Essa era a maneira habitual de se distraírem em eventos traumáticos. 

Quanto às mulheres, elas saíram para o Templo do Lótus Vermelho para rezar pela paz e proteção. 

Idealmente, elas voltariam com um talismã do padre do Templo do Lótus Vermelho que protegeria a família da invasão por qualquer ameaça externa. 

Toda a família Lu estava repleta de medo. 

Mas Lu Sheng não saiu. Em vez disso, ele trouxe Pequena Qiao com ele e dirigiu-se para a biblioteca, onde a família mantinha seus livros. 

A biblioteca estava em absoluto silêncio. Ele abriu as portas e entrou para ver uma mulher gorda limpando as prateleiras. 

As prateleiras e móveis de mogno, bem como a luz leve que entrava pelas janelas, dão a este lugar uma atmosfera estranha. 

Lu Sheng passou pela partição de madeira que bloqueava a entrada, onde tinha uma pintura circular de flores e pássaros, cheirando a fraca fragrância da madeira na biblioteca. 

“Podem se retirar. Vou ler alguns livros sozinho e descansar.” 

Ele instruiu. 

“Sim!” 

Pequena Qiao respondeu obedientemente e saiu junto com a mulher gorda. 

Permanecendo sozinho na biblioteca e olhando para as fileiras de prateleiras a sua frente, Lu Sheng suspirou. Então, ele começou a procurar pelas prateleiras, uma a uma. 

Muito rapidamente, ele encontrou alguns tipos de livro de registro da prefeitura local. Tirando todos esses livros das prateleiras, ele começou a folheá-los um a um. 

Usando a fraca luz transmitida pelas janelas, ele rapidamente percorreu uma delas de uma capa a outra. 

“No Septuagésimo segundo (72º) ano da Grande Canção, um homem apareceu nos arredores da cidade Nove Links e matou doze pessoas com um sabre em um frenesi. Ele se matou depois de ser cercado e atacado por políciais.” 

“No octogésimo quinto (85º) ano da Grande Canção, nas ruas do centro da cidade Nove Links, a cabeça de um homem foi de repente separada de seu corpo. A causa da morte continua desconhecida.” 

“No nonagésimo primeiro (91º) ano da Grande Canção, os turistas desapareceram no templo abandonado fora da cidade, com pelo menos quinze desaparecidos. O caso permanece sem solução até a data atual.” 

“No nonagésimo quinto (95º) ano da Grande Canção, o dono do Teatro da Cidade Nove Links desapareceu. Os membros dele foram descobertos mais tarde em quatro locais diferentes da cidade. O cadáver já havia se decomposto até os ossos, apesar de apenas quatro dias terem se passado desde a sua morte.” 

“No centésimo décimo sexto (116º) ano da Grande Canção, o grito de um bebê de fora da cidade foi ouvido à noite. Aqueles enviados para investigar desapareceram. Os sons de chorar puderam ser ouvidos por três dias antes de desaparecer por eles mesmos.” 

*** 

Ao ler os registros desses casos, grandes e pequenos, Lu Sheng ficou cada vez mais chocado e aterrorizado. Foi profundamente aterrorizante. 

Na verdade, não era uma façanha simples para as pessoas manterem sua sanidade e viverem normalmente em um mundo como esse, um grave perigo aguardando a cada passo. 

Ele abriu outro livro. Era ainda mais exagerado do que o anterior. 

“No centésimo décimo nono (119º) ano da Grande Canção, uma nevasca explodiu em Nove Links. O Senhor dos Dragões costumava aparecer em algum lugar, fazendo com que a neve parasse em três dias. Três dias depois, a nevasca que durou mais de dez dias terminou abruptamente.” 

“No centésimo vigésimo segundo (122º) ano da Grande Canção, apareceu uma névoa na estrada que conduzia a cidade de Zi Hua. Aqueles que entraram no nevoeiro perderiam seus rumos e apareceriam misteriosamente junto à costa do Mar Branco Congelado, a várias milhas de distância. dias depois, o nevoeiro desapareceu.” 

Tendo lido até este ponto, Lu Sheng estava quase certo de que este mundo não era tão simples quanto pensava. Demônios, fantasmas e monstros provavelmente existiam aqui. 

Pelo menos ele atualmente não conhecia nenhum método nesse mundo que pudesse manipular o clima. 

Ele moveu a cadeira, pegou uma pederneira e acendeu as velas sobre a mesa. Sua brilhante chama amarela cintilou, lançando sombras no rosto. 

[Denn – Pederneira é um sílex (pedra dura e pontiaguda) usado para gerar fogo ao produzir faíscas no atrito com partes de metal, sobretudo o ferro] 

“Se este mundo é realmente tão perigoso quanto eu penso, então, o que preciso para me proteger? O que posso usar para me proteger?” 

Ele perguntou a si mesmo e pensou nessa questão por um momento sentado na mesa. 

Então, levantando-se lentamente, Lu Sheng apagou a vela e devolveu todos os livros sobre a mesa aos seus lugares nas prateleiras. 

Ele abriu as portas e saiu. 

“Jovem mestre, acabou de ler?” 

[Denn – Acho que é meio óbvio que ele terminou de ler né?] 

[Barão – Ele poderia sair para fazer as necessidades rsrs.] 

Pequena Qiao cochilava, suas costas apoiadas contra a porta. Ela ficou surpresa quando Lu Sheng de repente saiu, mas ainda reagiu rapidamente. 

“Mm. Onde está tio Zhao agora? Você sabe?” 

Lu Sheng perguntou casualmente. 

Havia muitos de nome Zhao e de idade semelhante na Mansão Lu, mas apenas um deles era conhecido como tio Zhao. 

Ele era aquele que até Lu Fang abordou como tio Zhao, o especialista número um e o mestre de artes marciais mais fortes da família Lu – Zhao Dahu. 

“Er… nesta hora do dia, tio Zhao geralmente está na arena de artes marciais, temperando seus ossos e treinando os criados.” 

Pequena Qiao estava em bons termos com outros servos e era bastante informada. 

“Vamos encontrá-lo!” 

Lu Sheng pensou durante muito tempo. Tio Zhao era a pessoa mais fácil ao alcance de quem ele poderia aprender algumas habilidades de autopreservação. 

Caminhando pelo caminho na mansão, Lu Sheng percorreu rapidamente dois trechos de dormitórios e chegou à parte de trás da mansão. 

Em cima de uma grande arena, um ancião de cabelos brancos liderava mais de dez criados na prática de artes marciais. 

A luz do sol da manhã banhava-se sobre eles, iluminando gradualmente o coração de Lu Sheng, que estava pesado com os terríveis acontecimentos que ele tinha testemunhado pela manhã. 

O mestre de artes marciais Zhao Dahu usava vestes curtas de atletismo, composta por uma parte superior preta e calças cinza. De costas, ele carregava um sabre de lamina larga e espessa que nunca deixava seu corpo. 

Lu Sheng esperou e observou pacientemente. 

Na arena, Zhao Dahu treinou os criados por um tempo, então deixou-os treinarem sozinhos em pares uns contra os outros. 

Ele mesmo, no entanto, se aproximou de Lu Sheng. Ele já havia notado Lu Sheng há um tempo. 

“Jovem mestre, o que te trouxe aqui hoje para a arena? Há algo para o qual você precisa da ajuda de um velho?” 

O status de Zhao Dahu na mansão era mais ou menos igual ao do Velho Mestre, Lu Quanan. 

Havia também vários outros mestres de artes marciais cujo status não era baixo e interagia com esses jovens mestres e damas como iguais. 

Lu Sheng olhou os criados que ainda estavam praticando seus movimentos não muito longe. 

“Tio Zhao, eu desejo aprender artes marciais!” 

Enquanto as palavras deixavam a boca de Lu Sheng, o sorriso de Zhao Dahu instantaneamente congelou em seu rosto. 

“Grande irmão Sheng, você não veio aqui para puxar a perna de um velho, não é?” 

[Denn – Essa frase tem dois significados. Primeiro, o Grande Irmão aplicado nessa frase tem sentido de algo como “Filho mais velho/ Herdeiro” e mostra respeito, mesmo o Status de Zhao Dahu ser equivalente ao pai de Lu Sheng, Lu Quanan, e consequentemente, superior ao de Lu Sheng. Segundo, a frase em si é um tipo de deboche, algo como “você não veio aqui me sacanear né?”, porém ainda assim dito de forma “respeitosa”] 

“Eu não estou puxando sua perna…” 

Lu Sheng sacudiu a cabeça. 

Ele havia pensado mais do que o suficiente. A maneira mais fácil e única para ele adquirir algumas habilidades de autopreservação era começar aprendendo com os mestres de artes marciais em sua própria casa. 

E entre aqueles na totalidade da Cidade Nove Links, o que melhor poderia usar a técnica de sabre e ser considerado um mestre de artes marciais era um homem que pertencia a sua própria casa – Zhao Dahu, também conhecido como Tio Zhao – ele era um dos poucos que poderiam ser chamados de “Mestre” na Cidade Nove Links. 

Zhao Dahu olhou para Lu Sheng seriamente e balançou a cabeça. 

“Se o Irmão Sheng é sério sobre aprender artes marciais, então o que esse velho é capaz de fazer é lhe transmitir a técnica. Mas… você é muito velho, então a forma dos seus ossos está fixa e você não poderá executar muitos dos movimentos adequadamente. E se você não puder executá-los corretamente, então o poder dessa habilidade será muito reduzido…” 

“Está tudo bem. Tio Zhao, apenas me ensine.” 

Lu Sheng não estava apenas buscando alguma habilidade de autopreservação, mas também estava querendo testar e verificar algo. 

Zhao Dahu ficou profundamente pensativo por um momento. Finalmente, ele concordou de forma direta. 

“Tudo bem então. Eu não tenho herdeiro… e tendo vivido com a família Lu há tantos anos, foi uma boa vida e o Antigo Mestre foi bom para nós. Normalmente, se eu te passasse a técnica e você aprendesse o meu ofício, eu precisaria realizar a cerimônia de discipulado. Mas, tendo em conta meu relacionamento com a família Lu, não há necessidade de tornar-se meu discípulo. Apenas não divulgue minhas técnicas para mais ninguém!” 

Disse Zhao Dahu com um aceno de sua mão. 

Como o filho mais velho da família, era apenas uma questão de tempo antes de Lu Sheng assumir todas as empresas e propriedades sob a Mansão Lu. 

Então, ele também abrigou intenções de puxá-lo para mais perto de si. 

“Mas, irmão Sheng, há algo que eu preciso deixar claro antes de você começar.” 

“Por favor, fale!” 

Lu Sheng respondeu com sinceridade. 

Zhao Dahu acariciou a barba no queixo e disse em voz baixa. 

“Eu sei que você quer aprender artes marciais para a autoproteção por causa do terrível caso da família Xu nesta manhã. Mas deixe-me definir isso de forma direta. Nem mesmo os especialistas mais fortes do mundo marcial podem lidar com essas coisas estranhas e enigmáticas, atoladas em mistério estranho como estes.” 

“…entendi” 

Lu Sheng assentiu. 

“Eu simplesmente… me sinto desamparado. Eu simplesmente farei o que puder para me proteger.” 

“Então o irmão Sheng entende…” 

Zhao Dahu pensou por um momento, depois tirou um pequeno livreto do peito, enrolado em camadas e camadas de pano amarelo. Meticulosamente, ele desenrolou lentamente, revelando o livreto embaixo. 

Várias palavras grandes foram escritas na capa: “Técnica de Sabre Tigre Negro”. 

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!