Voltando Atrás No Tempo – Capitulo 1

356


Ative o Modo Noturno

 

Tradutor: Mel-Chan

Revisor: Mel-Chan


Capítulo 1

Minha mãe soltou um grito alto pelo telefone:“O QUE? Se separando? Por quê?”

Eu franzi minhas sobrancelhas. Meus ouvidos doeram e eu tirei o telefone de perto de mim.

Um divórcio envolve as duas partes. É um casamento entre eles, mas ainda assim, são os outros que constantemente perguntam a razão por trás dos divórcio deles.

“Mãe, nós assinamos os papéis hoje. A sua objeção não mais é relevante.” Repliquei.

Minhas mãe demandou mais, “Quem iniciou o divórcio?”

“Fui eu. Eu gosto de outra pessoa.” Respondi.

Minha mãe não acreditou no que eu disse.

“Você é a minha filha. Eu sei o tipo de pessoa você é!”

Eu estremeci em suas palavras por que nem mesmo eu sabia que tipo de pessoa eu era.

“Mãe, você não precisa se preocupar. Existe muitos casais se divorciando esses dias. Nós somos apenas mais um deles.”

Respondeu minha mãe, “Mas nesse mundo, há inúmeros casais que passam a vida toda juntos. Por que vocês não podem ser um deles?”

“Nós não aprendemos a administrar essa habilidade bem o suficiente.” Respondi minha mãe com o canto de minha boca formando um sorriso.

Minha mãe suspirou.

“Dan Xin, Dan Xin :speech_balloon:… Nós não te nomeamos corretamente. Você sempre me faz me preocupar com você!”

Lagrimas surgiram em meus olhos. Apenas a minha mãe iria me amar incondicionalmente desse jeito.

“Mãe, eu estou bem. Eu ainda sou jovem e ainda tenho chances de achar um bom homem.” Respondi.

“Ambos conviviam tão bem juntos e tudo mais… Por que se separar assim tão repentinamente… A casa e o carro…”

Balbuciou minha mãe, repetindo a mesma frase de novo e de novo.

Quando eu desliguei o telefone, ela ainda estava gritando meu nome do outro lado da linha.

Houve um momento de silêncio total. Eu estava realmente cansada, exausta até. A casa estava vazia, apenas comigo e meu gato. Eu olhei ao redor para o luxuosamente decorado quarto principal e vi uma foto de nós dois pendurada na parede. Esse foto foi tirada durante  nossa viagem para Jiuzhaigou. Naquela época, o  charme dele vinha acompanhado de um toque de imaturidade. Naquele momento, eu estava completamente apaixonada por ela.

Eu levantei do sofá, tirei a foto da parede e a joguei no canto do sofá.

Quando eu mencionei o divórcio ele estava sentado nesse mesmo sofá.

“Chang Rui, eu quero o divórcio!”

Eu falei isso que se eu não estivesse contado para ele algo especial.

“Cheng Rui, eu estou indo comprar comida na rua.”

“Cheng Rui, eu estou indo visitar meus pais.”

Ele estava lendo suas partituras musicais. Nesse ano, a sua carreira atingiu o pico juntamente com o recorde de vendas que foi o seu novo álbum. Notícias suas e seus pôsteres estão em todo o lugar. Eles o chamam de Sirene – a criatura mística da mitologia grega que encantava marinheiros com a sua encantadora voz.

Meu marido super atraente que se encontra nos sonhos molhados de muitas garotas, tem que, ultimamente, seguir para bem longe de minha vida – não importando o fato dele não querer isso.

Ele ouviu as minhas palavras e levantou a cabeça, parecendo um tanto quanto chocado. Não importe quanto tempo se passou, o fator hipnotizador de seus olhos nunca se esvaiu com o tempo.  Ele olhou profundamente me meus olhos e ficou em silencio por um longo tempo. Ele olhou para mim por tanto tempo que eu até mesmo considerei em repetir minhas palavras, quando ele murmurou.

“Nós ainda chegamos nesse estado…”

Eu assumi que ele concordara. Ser capaz de se separar dessa forma, é o sonho de muitos casais. De maneira mais curta possível, usando a mais simples das palavras e da mais pacifica maneira possível, nós entramos de acordo com o nosso divórcio. Pessoas vem e vão em nossas vidas. Ninguém nesse mundo pode te acompanhar para sempre

O telefone tocou novamente. Dessa vez eu pensei que minha mãe tinha falado para meus parentes ligarem a fim de saber como eu estava.  Mas dessa vez era Cheng Rui.

“Você ainda não dormiu?” Perguntou ele.

Eu olhei para o relógio e vi que ainda eram nove horas da noite. Eu ri e respondi:

“Eu estou esperando o relógio dar 12 horas!”

Ele ficou em silencio por um tempo antes de me dizer que queria vir pegar algumas coisas.

“Sem problema nenhum!” O respondi.

Essa casa foi comprada por ele e ele a deu para mim quando nos separamos. Eu fui quem iniciou o divórcio, porém foi ele quem providenciou tudo. Ele foi muito generoso e responsável – deu o carro, a casa, as joias e até mesmo o jarro de flores na sala de estudo para mim.

O jarro de flores foi o meu presente de aniversário de casamento para ele. Eu dei a ele um jarro de flores e ele me deu um diamante. Um diamante dura para sempre, porém uma flor floresce apenas em uma estação. Parando para pensar, eu tecnicamente ganhei com isso.

Eu abaixei o telefone e o desliguei da linha, para evitar mais parentes “preocupados” ligando. Quando nós ficamos noivos, todo mundo perguntou o motivo de uma graduada como eu ter me casado com um artista de rua. Por que eu havia desistido de mim dessa maneira? Era por que eu estava gravida de seus filhos? Meu pai estava tão furioso que ele me deu um forte tapa. Minha mãe não falou comigo por um bom tempo.

Mas mesmo assim eu segui em frente e casei com ele. Eu era jovem naquela época e tinha toda a coragem e energia do mundo. Meu coração ainda era imaculado. Amor era maior que os céus e eu tinha ele.

Cheng Rui tinha o habito de me dizer que ele iria me tratar bem. Ao ouvir isso eu o daria um abraço apertado. Esses eram os dias…

Afortunadamente, a raiva da minha mãe advinha do fato de eu não ter contado para ela, não do fato de eu ser uma desgraça para a família. Ela estava com medo de eu me machucar. Mas era inevitável que eu iria ficar machucada.

Nenhum adulto cresce sem algumas cicatrizes emocionais. Nós apenas sabemos esconde-las bem.


E aí galera? Aqui quem fala é a Mel. Essa história é uma historinha bem curta sobre duas pessoas se divorciando. Pode não parecer, mas ela é uma história que realmente foge de clichês e por isso vale a pena dar uma olhada. Essa história é a primeira de uma pequena serie de contos curtos. Por isso deem uma chance a ela. Sei que vocês vão gostar.

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!