The Novel’s Extra – Capítulo: 28

214

Modo Noturno

 

 

Tradução: Jonathan Duarte   |||   Revisão: Coruja

 

Capítulo 28. O Djinn e a Montanha Gari (1)

Deitado no chão, olhei para o teto. Um calor abrasador rodeava o ambiente. O chefe da masmorra estava morto, mas a temperatura não diminuiu.

Entediado, inclinei a cabeça para o lado. A equipe de Chae Nayun estava falando à uma certa distância. Eles me perguntaram se eu queria me juntar a eles, mas eu recusei. Eu estava cansado demais para responder às perguntas que eles inevitavelmente fariam.

“Huum.”

Naquele momento, Chae Nayun, que estava me encarando por um tempo, respirou fundo e se levantou. Então ela se aproximou.

“…”

Lançando uma sombra sobre mim, ela olhou para o meu rosto.

“O que?”

Eu perguntei. Vendo o suor escorrendo, Chae Nayun franziu a testa ligeiramente. Mas depois de endireitar sua expressão, ela se sentou ao meu lado. Claro, ela ainda estava a uns três metros de distância.

“…Eu pensei que deveria te dizer uma coisa.”

Eu não tinha certeza se ela estava embaraçada ou envergonhada, mas Chae Nayun falou com grande dificuldade enquanto olhava para o teto.

“O-Obrigado.”

“…”

Eu estava genuinamente sem palavras. Eu olhei para Chae Nayun em transe. Essa palavra foi uma que eu pensei que nunca iria ouvir dela.

Chae Nayun.

Idade 17 a 27 na história.

Na coréia a pessoa já nasce com 1 ano de idade, então os ocidentais diriam que agora ela tem 16.  Apesar de sua idade, a vida que ela viveu estava longe de ser normal. A sua era uma existência cheia de tragédias.

A primeira delas ocorreu em seu sexto aniversário. No que deveria ser o dia mais feliz para uma criança de seis anos, sua mãe foi morta por um Djinn.

Depois desse incidente, sua personalidade se desenvolveu em uma direção completamente diferente da anterior.

A criança, cujo sonho era “tornar-se como a mamãe”, chorava lágrimas de sangue e procurava se tornar um herói. Enquanto outras crianças da sua idade riam e brincavam, ela treinava, batendo e quebrando alvos.

A cicatriz daquele dia estava gravada na parte mais profunda de seu coração. Como filha de uma família extremamente rica que era, até mesmo ter um “amigo verdadeiro” para aliviar essa ferida era uma coisa difícil. Revelar os pensamentos mais profundos era como revelar a fraqueza de uma pessoa, e fazer isso era muito doloroso para ela.

Como tal, a única pessoa em quem ela podia confiar era seu parente de sangue que também compartilhava a mesma dor, Chae Jinyoon. Como seu pai estava ocupado demais como sucessor chefe da família, ela raramente o via.

Mas esse mundo cruel até tirara Chae Jinyoon dela.

As emoções que ela deve ter sentido… Eu não tinha como saber porque não as escrevi.

Mas se eu fosse fazer uma suposição, Chae Nayun provavelmente afiaria suas convicções deixando-as ainda mais nítidas. Apenas acreditar em si mesma e buscar a força era seu modo de vida, ela deve ter ignorado o ferimento crescente em seu coração. Dizendo a si mesma que ela iria superar tudo sozinha e não precisava de mais ninguém, ela deve ter passado por um treinamento físico árduo e doloroso…

Por causa disso, não havia muitas pessoas que ela tivesse agradecido. Eu sabia disso melhor do que ninguém, até mesmo que a própria Chae Nayun, porque fui eu que propositadamente escrevi em seu coração “desculpe” ao invés de “obrigado”.

Mas agora, ela havia dito “obrigado”.

Esse foi o maior elogio que ela poderia dar a alguém.

Mas, ao mesmo tempo, o objetivo que eu tinha que realizar apertou meu coração.

Eu teria que matar a pessoa que ela mais amava e respeitava. Eu teira que fazê-la experimentar a sensação de perder sua família mais uma vez.

“A propósito…”

A voz de Chae Nayun interrompeu meu pensamento. Ela estava batendo os lábios como se tivesse algo mais a dizer, mas nenhuma palavra deixou sua boca.

“O que?”

Eu a perguntei em frustração.

Chae Nayun acrescentou apenas uma frase com os olhos ainda no teto.

“…Por que você não está revidando?”

―Hm? O que você… Ah.

Ela estava falando sobre os lacaios de Shin Jonghak.

Mesmo sendo ela quem instigou, parecia que ela se sentia simpatia por mim já que não revidei.

Eu dei uma resposta simples.

“Porque eu não posso ganhar, mesmo que eu revide.”

Chae Nayun franziu as sobrancelhas em um instante e finalmente olhou de volta para mim. Ela realmente tinha um rosto de bebê. Ao contrário de Yoo Yeonha, que parecia adulta, as bochechas de Chae Nayun ainda tinham um pouco daquela maciez dos neonatos. Foi porque o Golem de Magma a espancou? Ela parecia um pão de forma. Eu ri por dentro.

“Do que você está falando, eu vi o poder da sua arma com meus próprios olhos.”

“Oh, aquilo?”

Eu tirei a Desert Eagle da minha bolsa. Para poder colocá-lo de volta no meu espaço extradimensional, o Estigma teria que recuperar seu poder mágico.

“Arma pessoal. Entendeu?

Olhando para a minha arma de alto Rank, os olhos de Chae Nayun se arregalaram em choque.

“Você sabe que vai ser expulso se for descoberto, certo?”

“É por isso que estou usando apenas quando preciso.”

Chae Nayun fechou a boca. Então, ela esfregou o queixo como se estivesse pensando em alguma coisa. Eu não tinha como saber o que essa garota estava pensando. Mas eu esperei desde que parecia que ela estava procurando por uma resposta.

Após cerca de 3 minutos, Chae Nayun finalmente expressou seus pensamentos.

“As coisas ainda não se encaixam completamente… Ah, espere, seu dom! Você tem um dom que fortalece as armas!

Eu me contive de cair na gargalhada. Para deixar claro, dom e iluminação eram duas coisas diferentes. Mesmo antes de alguém se “iluminar”, um Dom pode ser observado e desenvolvido através da experiência e do trabalho duro.

“Você pode pensar o que quiser.”

Eu toquei nela com um encolher de ombros. Foi um mal-entendido que eu não precisaria corrigir.

Chae Nayun parecia ter concluído seu palpite como a verdade, enquanto ela balançava a cabeça com um rosto orgulhoso.

“Huhu, eu sabia disso. Oh, eu não vou te dedurar por usar sua arma pessoal. Apenas não o faça de novo.

Chae Nayun se levantou e tirou a poeira de sua bunda.

Antes de ir embora, ela parou e virou a cabeça para mim.

“…A propósito.”

“O que.”

Com as costas ainda virada de costas para mim, ela perguntou com uma voz muito mais baixa do que antes.

“…Você não tem nada a me dizer?”

“…”

A pergunta que ela fez me fez recuar.

Esta poderia ser sua oferta de reconciliação, ela me perdoaria por minhas observações insensíveis sobre seu irmão mais velho. Se eu estivesse certo, pelo que eu sabia sobre a personalidade de Chae Nayun, ela estava me fazendo uma enorme concessão.

“…Na verdade não.”

No entanto, eu rejeitei sua oferta e também me levantei.

Meu relacionamento atual com Chae Nayun estava na distância perfeita. Frio, mas não congelante. Eu chamei de relacionamento “vizinho desconfortável”. Qualquer coisa mais seria um fardo enorme para mim.

“…Entendo.”

Com isso, Chae Nayun foi embora.

Enquanto a observava sair, meus olhos encontraram os de Sven. Ele não desviou meu olhar. Ele inclinou a cabeça enquanto olhava para mim com olhos sem emoção. Essa sequência de ação me causou um calafrio nas costas.

Alerta de emergência. Todos os cadetes devem deixar a masmorra imediatamente. Mais uma vez, todos os cadetes devem deixar a masmorra imediatamente.

Um aviso soou do teto. O julgamento da masmorra simulada chegou ao fim.

Voltei pelo o caminho de onde vim.

“Hã?”

Mas naquele momento, descobri uma pessoa familiar.

Era Yoo Yeonha.

Embora outros pudessem ver apenas uma silhueta fraca, eu podia ver claramente Yoo Yeonha à distância. Parecia que ela realmente subiu a parede, já que ela estava coberta de poeira.

Mas como todo mundo acabou de ouvir, o julgamento simulado tinha acabado. Em outras palavras, ela passou por todo esse problema por nada.

“Argh…”

Com os olhos fechados, Yoo Yeonha sacudiu a cabeça pela injustiça.

**

Parece que o julgamento simulado do Dungeon teve vários problemas.

O primeiro problema foi que muitas das câmeras internas pararam de funcionar.

A segunda foi um erro de organização. Ocorreu um problema com a distribuição de pessoas encarregadas de monitorar a situação e, como resultado, os instrutores descobriram as câmeras quebradas tarde demais.

O terceiro e último foi que que monstros reais tinham invadido o calabouço em vez de fantoches de mana. Este foi o maior problema.

Com o julgamento cancelado, o resultado e as notas de todos foram adiados.

“Uau! Sério? Um Golem de Magma de verdade?

“Sim, eu ouvi que era de rank intermediário.”

“De jeito nenhum… Então o que aconteceu? Quem o matou?

“Foi Chae Nayun e Sven…”

Os cadetes reunidos do lado de fora da masmorra conversavam em voz alta, enquanto os instrutores verificavam as pessoas para garantir que não houvessem vítimas.

“Ehew”

‘… Então, eu fui lá atoa?’

Yoo Yeonha soltou um suspiro profundo. Ela cambaleou com a crescente sensação de vazio e letargia. Então, ela descobriu Chae Nayun que estava andando pela entrada da Masmorra. Yoo Yeonha tinha muitas perguntas que ela queria que Chae Nayun respondesse.

“Nayun”

“Hm? Ah, Yeonha tudo bem?”

“Você está bem? Eu ouvi sobre Golem de Magma…”

Depois de abordar um tópico que ela não estava interessada, Yoo Yeonha trouxe Kim Hajin à tona quando Chae Nayun parecia estar entediada.

“Oh certo, você sabe o Kim Hajin? O cara que você mencionou durante o nosso último…”

“Mm? O que tem ele?

“?”

A reação de Chae Nayun foi completamente diferente da de antes. Anteriormente, ela se enraiveceria quando o nome de Kim Hajin fosse citado, mas agora ela parecia completamente bem ao falar sobre ele.

“Uh… Sim, Kim Hajin.”

“Bem… Você lembra do que você disse antes? Que ele…”

Chae Nayun a cortou levemente.

“Oh, aquilo? Foi só um mal-entendido.”

“Como?”

Yoo Yeonha ficou tão estupefata que deixou escapar uma pergunta bem direta.

“Há apenas alguns dias atrás você estava “tossindo sangue” enquanto falava sobre ele, e agora você está dizendo que tudo foi um mal entendido? Eu não acredito nisso!”

“Foi um mal-entendido, na verdade. Bem, eu não diria que ele é alguém com quem eu quero ser amiga, mas ele não é um cara tão mau.

“Sim, está certo.” Chae Nayun assentiu como se estivesse satisfeita com seu próprio julgamento.

Yoo Yeonha olhou para ela em transe. Ela estava tão surpresa que queria estrangulá-la.

“Oh, ei! Kim Suho!”

De repente, Chae Nayun gritou alto. Yoo Yeonha sentiu como se seus tímpanos estourassem.

“A gente se fala depois, Yeonha!”

Chae Nayun passou por Yoo Yeonha e desapareceu. Ela foi rápida, como um filhote perseguindo seu dono. Yoo Yeonha se virou para ver quem ela estava esperando. Era Kim Suho. Chae Nayun correu até ele, que tinha acabado de sair da Masmorra, deu um tapa nas costas e ficou na frente dele, bloqueando seu caminho.

“Whoa, isso me surpreendeu.”

“Aconteceu alguma coisa com o seu time?”

“…Não foi brincadeira. Quase morri de exaustão.”

Para o registro, Kim Suho escolheu o oitavo caminho (o mais difícil).

“Eu posso ver pelo seu rosto. Você parece um vovô.”

“…Mesmo?”

Yoo Yeonha observou sua interação carinhosa com interesse. Ela estava feliz em vê-los se dando bem juntos. Pensando nisso agora, Kim Suho parecia se assemelhar ao irmão mais velho de Chae Nayun.

“Oh, Chae Nayun, aqui está você.”

Naquele momento, Shin Jonghak se meteu entre eles, separando-os.

“Mas o que…”

Yoo Yeonha suspirou. Já que Shin Jonghak estava lá, Yoo Yeonha começou a caminhar em direção a eles. Naquele momento, ela descobriu um homem olhando para Chae Nayun à distância.

“… O que há com ele?”

O homem era Kim Hajin. Mas o jeito que ele estava encarando Chae Nayun parecia … estranho. Seus olhos pareciam carregar uma preocupação pesada e uma profunda tristeza. Yoo Yeonha olhou para seus olhos por um momento. Não demorou muito para ela chegar a uma conclusão.

“O que, ele gosta de Chae Nayun também? Oh inferno… O que ela tem de tão especial?”

Yoo Yeonha tremeu da frustração que subia do fundo do seu coração.

Mas mesmo que outros homens gostassem de Chae Nayun, Shin Jonghak não podia.

Com esse pensamento, ela rapidamente se juntou à Kim Suho, Shin Jonghak e Chae Nayun.



Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!