The Novel’s Extra – Capítulo 112

700
The Novels Extra - Capítulo 111

🌞 Ative o Modo Noturno 🌚

       

Tradução: Mel-Chan | Revisão: Dilsinxyz


Verdade (1)

Em uma caverna submarina próxima do Canal de Bristol na Inglaterra.

A Trupe do Camaleão💻 criou uma nova base aqui. Uma expedição de guilda estava planejada para ocorrer próxima da fábrica abandonada Suwon e já que eles queriam mudar a base de lugar a um tempo, eles usaram essa oportunidade para finalmente fazer isso.

“Oooh…”

Hoje, a Trupe do Camaleão se reuniu para discutir o orçamento necessário para o quarto trimestre e a habilidade de combate do seu candidato para o assento. Ao menos esse era o objetivo. Mas por que inúmeros membros estavam ocupados com missões e assuntos pessoais, apenas cinco deles puderam se encontrar para a reunião de hoje. Em pé na frente desses cinco, Chefe mostrou um vídeo de Kim Hajin fazendo a missão dele.

“Ele matou 20 pessoas em apenas 21 segundos. Isso é mesmo uma arma?”

Um lindo homem com feições gentis falou com assombro. Ele era o Assento Verde da Trupe do Camaleão, Jin Yohan.

“Como pode uma arma ser tão forte? Que Dom misterioso.”

“Então? O que você acha?”

Jain o apressou para ele falar logo sua opinião.

“Humm, eu não tenho certeza, mas ele parece estar no nível de um herói rank intermediário-avançado.💻

“Huh? Tão alto?”

“Oi? Como isso pode ser alto?”

O tom de voz de Jin Yohan fez Jain franzir o rosto. Esse era o problema que ela tinha com pessoas fortes. Eles subestimavam o padrão dos ranks inferiores demais.

“10 Heróis de rank Intermediário-Avançado são o suficiente para de derrotar.”

“Nah… Você está exagerando. Talvez cem possam.”

Jin Yohan balançou sua cabeça enquanto ele generosamente se elogiava.

“Então o que você acha, Jain?”

“Eu acho que… ele é rank intermediário. Como Kim Suho, ele deve estar aproximadamente no rank intermediário de grau 7 a 9. Eu não estou muito certa de como ele se sairia contra um oponente forte, mas ele parece ser uma boa ajuda na hora de lutar contra muitos oponentes fracos.”

Jain rapidamente apontou as forças e as fraquezas de Kim Hajin, mas se Kim Hajin ouvisse isso, ele iria desmaiar por causa de tamanho exagero.

“Eeeh, apenas nível intermediário?”

“Eu estava sendo generosa também. Se ele tem esse tanto de potencial agora que ele tem apenas 17 anos… imagine ele daqui a 5 anos. Ele irá se tornar uma arma extremamente afiada.”

Jain já chegou a sua conclusão. Que Kim Hajin tem um Dom relacionado a armas que pode fortalecer e transformar armas usando o seu poder mágico, e que ele tem um ‘Físico’ anti-magia que transformava o seu poder mágico interno para ele ter uma propriedade anti-magia.

“Nós precisamos de Gyeong para tarefas assim. Ele ainda está no Reino Demoníaco?”

Reino Demoníaco.

Esse era outro nome para o lugar chamado Pandemônio. Embora humanos evitassem falar sobre isso, o Pandemônio era mais hedonista💻 e libertino do que Las Vegas, e era um lugar que qualquer um podia entrar, contanto que eles tivessem a força necessário para passar pelo mar de monstros que cerca a região. Cheok Jungyeong estava atualmente se divertindo lutando naquele lugar.

“O que Chefe acha?”

Jain virou a pergunta para o líder. Entretanto, ela não recebeu uma resposta. Jain virou a sua cabeça e viu Chefe clicando no botão de um console.

“… Chefe, você está jogando um jogo?”

“Hum? Ah… não é nada.”

Quando Jain perguntou, Chefe respondeu sem muita importância com seus olhos ainda fixos no console. Ela estava bem fofa.

“Você subitamente se apaixonou por eletrônicos depois de trocar algumas mensagens com Kim Hajin?”
“…”

*Pininip*

O som do efeito de Game Over soou. Chefe então desligo o seu console e olhou para Jain com seus olhos negros.

“Jain, não fique se achando.”

Ouvindo isso Jain lentamente desviou o olhar. Mas se lembrando de quão amigavelmente chefe era quando ela estava mandando mensagens para Kim Hajin, Jain se sentiu injustiçada. Sentindo algo como ciúmes, ela mudou o assunto para Droon.

“Droon, você limpou tudo direitinho, né?”

“Sim. As vítimas foram resgatadas, e eu comi o resto! Ambas balas e humanos.”

Droon falou com um brilhante sorriso. Jain deixou sair um suspiro.

“… Diga se alimentar. É estranho quando você diz comi. E também, você descobriu o que o lobo era?”

“Sim, é o pet de Kim Hajin.”

“Não, não era isso que eu estava falando…”

Havia algo que Jain não estava muito certa sobre. Era esse lobo misterioso que subitamente saiu do peito de Kim Hajin.

“Não se preocupe com isso.”

Chefe se intrometeu.

“Eu irei perguntar para ele. Kim Hajin parece confiar muito em mim.”

“… Sério?”

“Ele irá acreditar em mim se eu disser que eu fiz vinho com sementes vermelhas.”

“Bem, se você diz…”

Por enquanto, Jain só concordou.

***

Dois dias depois.

Como prometido nós nos encontramos na frente de um restaurante coreano que Chae Nayun nos convidou. Han Jung Gak, um restaurante 3-estrelas. Embora, era para só cinco pessoas virem, eu acabei vindo também.

“Bem vindo. Venham, Venham.”

Como um cliente regular que adorava vir comer no Han Jung Gak desde criança, Chae Nayun guiou o grupo.  Feito baseado em uma casa tradicional coreana, o interior de Han Jung Gak era limpo e caseiro.

Nós seguimos Chae Nayun para os lugares que nós reservamos. Era uma longa mesa para seis, e eu sentei na cadeira mais ao canto da mesa. Próximo de mim estava Kim Suho, então Yi Yeonghan. Em frente estava Chae Nayun.

“A comida aqui é fantástica. Você pode esperar coisa boa daqui.”

Chae Nayun disse enquanto olhava em meus olhos. Surpreso com o seu olhar tão direto, eu olhei para baixo enquanto fingia assentir. Ela iniciou a conversa em um tom animado.

“Estar aqui me lembra do passado.”

“Do passado?”

“1972. Nós estávamos todos juntos por 7 semanas. Minhas habilidades melhoraram tanto enquanto eu estava lá. Eu não perdi para ninguém desde que eu voltei.”

“… Você não perdeu para Rachel?”

“Aquilo foi um empate.”

Os outros conversavam animadamente. Eles falaram sobre o que aconteceu no mundo do passado como uma memória agradável e falaram como eles estavam preocupados com os exames que virão. Esperando a comida chegar eu ouvi em silêncio. Então, de repente, eu notei que alguém estava agindo estranho. Era Shin Jonghak.

“Oe, Kim Suho, como está indo o seu exame preparatório?”

“Está mais ou menos. E você?”

“Você já me viu estudar para um exame? Eu sou diferente de você.”

“Oh, é mesmo?”

“Sim, eu sou diferente de você desde que eu nasci. Alguém como você que obteve sucesso pelo trabalho duro provavelmente não é capaz de entender.”

Embora Shin Jonghak estava mostrando rivalidade para Kim Suho, ele não estava agindo muito hostil. Ele provavelmente se sentiria mais intimidante se ele estivesse na história original, mas as ações de Shin Jonghak agora estavam no nível de serem engraçadas. Claro, isso era algo bom, mas ainda assim… eu estava curioso. Quando foi que Shin Jonghak mudou tanto?

“A sua comida está aqui.”

O garçom chegou no nosso quarto especial, cortando o meu pensamento. Todos os tipos de comida como costelinhas grelhadas, caranguejo ao molho margarina, kimchi, e arroz feito em tigela de pedra estavam na mesa. Eles eram a comida nossa comida típica coreana. Das dezenas de pratos, apenas as costelinhas grelhadas eram limitadas para uma única pessoa. Como ela era a minha comida favorita, eu a peguei e dei uma mordida.

“Wow, isso está maravilhoso.”

O pedaço praticamente desmanchou em minha boca, deixando um gosto incrível que me fez ficar o elogiando inconscientemente.

“É bom né? Né? Tá vendo, eu falei para você que era bom.”

Vendo-me deliciar com a costela, Chae Nayun falou entusiasmadamente.

“É bom né?”

“Sim, é sim. Então fica quieta, por favor.”

“Huhu.”

Eu engoli a carne e voltei a observar Shin Jonghak. Ele estava encarando Kim Suho com olhos de águia. Ele parecia estar procurando por alguma falta de modos na mesa para poder ficar pegando no pé dele e atacar, mas logo, ele desistiu e se focou em sua própria comida. Eu também olhei para o meu prato.

“… O quê?”

Por alguma razão, havia outro pedaço de costela em meu prato. O que aconteceu? Eu cuspi ela de volta? Depois de ficar olhando para a carne surpreso, eu levantei a minha cabeça. Naquele momento, meus olhos encontraram os de Chae Nayun. Ela estava sorrindo para mim toda alegre.

Então foi ela que fez isso. Quando eu apontei para a costela com os meus hachis💻, Chae Nayun moveu a sua boca sem fazer nenhum som.

“Você pode comê-los.”

“…”

A gentileza dela era um pouco incomoda. Entretanto, o cheiro da deliciosa costela chegou ao meu nariz.

*Gulp*

Eu engoli profundamente. No final, eu me rendi a costela e dei uma mordida. Enquanto eu estava aproveitando ela, de repente uma corrente de eletricidade passou pela minha cabeça. Eu olhei para Chae Nayun, que estava comendo bibimbap, então me virei para Shin Jonghak. Kim Suho, Shin Jonghak e Chae Nayun.

Eles eram um triângulo amoroso, o grande motivador do desenvolvimento de personagem de Shin Jonghak era… Chae Nayun.

Eu encarei Chae Nayun intensamente. Ter dado a ela a cápsula do tempo a afetou tanto assim? Não, era impossível, Chae Nayun gosta de homens bonitos. Naquele momento, ela riu.

“Por que você está me encarando? Você quer que eu peça mais?”

“Huh? Ah, hum, não.”

“Com licença, tia…!”

Antes que eu pudesse impedi-la, Chae Nayun chamou a garçom.

“Você pode nós trazer mais duas costelinhas grelhadas, por favor?”

Com uma triste, porém inexplicável ansiedade, eu observei Chae Nayun fazendo o pedido alegremente.

***

O próximo local depois do almoço era o karaokê. O grupo foi a um Karaokê-bar perto de Han Jung Gak e começou a cantar. Chae Nayun era surpreendentemente boa cantando, e Kim Suho e Yeonghan era bem decente também. Shin Jonghak, a qual a pessoa que estava cantando, Yoo Yeonha, estava ansiosa para ouvir, era melhor que a média. Entretanto Kim Hajin era… em um nível totalmente diferente. Ele estava em um patamar só dele, tanto que ele poderia ter sido bem sucedido como profissional.

“Wow… Meus ouvidos estão derretendo.”

“Por que você não se torna um profissional?”

Enquanto Kim Suho e Yi Yeonghan estava fazendo um alvoroço por causa disso, Yoo Yeonha estava olhando para Chae Nayun. A cantoria de Kim Hajin tinha acabado de acabar, mas Chae Nayun ainda estava com seus olhos fechados, aparentemente se deliciando com o seu imaginário. Foi aí quê… Yoo Yeonha recebeu uma mensagem em seu relógio inteligente.

[Venha para fora. Eu tenho algo que eu preciso discutir com você.]

Quem enviou a mensagem era Kim Hajin. Yoo Yeonha olhou para ele, então saiu da sala de Karaokê. Depois de esperar três minutos.

“Hey, buddy.”

Alguém chamou ela em um tom amigável. Yoo Yeonha não pode deixar de rir.

“… Buddy? Qual é a do inglês repentino?”

“Isso significa amigo. Você não sabia disso?”

“Você acha que eu não iria saber disso?… Bem, de qualquer forma, você sabe como eu sou, né?”

Kim Hajin riu e concordou. Indo logo para o assunto. Yoo Yeonha não era do tipo que gostava de ficar sambando ao invés de ser direto.

“Claro que eu sei. Eu preciso que você me faça algumas balas.”

“Eh? Balas?”

Esse era um pedido que Yoo Yeonha não esperava.

“Sim, mas eu não estou olhando para as manufaturadas. Eu estou pedindo por balas especializadas. É possível, né?”

“… Sim, a oficina da Essence of the Strait’s tem tecnologia de ponta para fazer isso.”

Até mesmo a maior das balas era menor do que um polegar. Comprimir e injetar mana dentro de um objeto tão pequeno era um tipo de tecnologia de ponta que só veio a ser desenvolvida nos anos 2000.

Kim Hajin tirou uma pequena folha de seu bolso. Yoo Yeonha não conseguia dizer se isso era uma folha caída que ele pegou do chão ou uma folha fresca que ele tirou de uma árvore, mas ainda assim era um item que não se encaixava no pedido.

“… O que é isso? Uma folha?”

“Moa ele e coloque-o dentro das balas.”

“Repete.”

Depois de tomar a folha de Kim Hajin, Yoo Yeonha examinou-a cuidadosamente. Mas não importa o quanto ela olhasse, ela não conseguia achar nada de especial nela. Yoo Yeonha franziu as sobrancelhas e encarou Kim Hajin.

“Você não irá me responder mesmo se eu perguntar não é?”

Kim Hajin assentiu silenciosamente.

“… Eu só tenho que moer isso e colocar junto das balas?”

“Yep.”

“Okay.”

“Obrigado. Ah, fale para os outros que eu estou indo para casa primeiro.”

Yoo Yeonha inclinou sua cabeça.

“Nós estamos indo embora logo, por que você não fica?”

“Eu não me sinto confortável. Shin Jonghak fica me encarando demais.”

Com isso, Kim Hajin cutucou o ombro de Yoo Yeonha. Surpresa, Yoo Yeonha deu alguns passos para trás.

“N-Não faça isso… machuca.”

Yoo Yeonha observou Kim Hajin ir embora enquanto ela esfregava o seu ombro. Então, uma mensagem de emergência soou do relógio inteligente dela.

[Mestra, é possível que nós tenhamos achado um incidente relacionado a Kim Hajin.]

Os olhos de Yoo Yeonha se arregalaram quando ele viu a mensagem.

[Reporte.]

[Algo chamado Incidente de Kwang-Oh ocorreu no ano que Kim Hajin nasceu. A história foi completamente encoberta. Um de nossos homens foi atacado enquanto a investigava.]

“Atacado!?”

Yoo Yeonha rapidamente digitou a sua resposta. A quantidade de esforço e dinheiro que ele gasta para achar os seus investigadores passou por sua cabeça.

[Ele está bem?]

[Sim, ele está se recuperando sem nenhum problema.]

[Me entregue tudo o que você reuniu até agora e pare a investigação por enquanto. A segurança dos investigadores sempre vem em primeiro lugar.]

Após terminar a conversa, Yoo Yeonha encarou as palavras ‘Incidente Kwang-Oh’.

“Incidente Kwang-Oh… Incidente Kwang-Oh… Por que isso parece tão familiar?”

Então ela lembrou que ele viu essa frase em um caderno de anotações na biblioteca da casa dela. Não, mais do que um caderno de anotações, ele estava mais para o diário do pai dela. Embora ela tinha apenas sete anos quando ela viu isso, ela se lembrava disso claramente. Ela não podia ler em detalhes por que a maior parte estava escrita em Hanja, mas o pai dela deu-a uma bronca por ler o diário sem a sua permissão.

“… Eu terei que dar uma olhada nisso depois.”

‘Já que meu pai irá viajar nessa sexta, eu posso dar uma olhada nisso.’

“huhu,”

Yoo Yeonha se sentiu orgulhosa. Agora, ela poderia retornar o favor do seu aliado propriamente. Quando ela se virou animadamente, ela viu Chae Nayun olhando para ela.

“Hiik!”

Yoo Yeonha pulou de surpresa.

“H-Hey, Nayun, o que foi?”

“Eu estava me perguntando… aonde você foi.”

Com o queixo dela, Chae Nayun fez um gesto para ela voltar para dentro da sala de karaokê.

“Sim, yeah… Oh, Nayun, aquela pessoa disse que ele foi embora primeiro.”

“O quê? Por quê? O que ele disse para você?”

Chae Nayun franziu as sobrancelhas e perguntou. Achando esse lado dela fofo, Yoo Yeonha cutucou as costelas dela com o dedo.

“Ak. O que foi isso?”

“Relaxa, você não precisa me olhar desse jeito.”

“Como o qu… Ah, Hey, aang, p-para!”

Yoo Yeonha continuou cutucando ela. Começando das costelas até uma área mais sensível.

“Anng, p-para de me cutucar.”

“O que foi que você falou?”

“R-Realmente, aang, Ei!”

Incapaz de suportar por muito tempo, Chae Nayun cobriu os peitos dela com suas mãos.

“Por que você está cutucando ali? Você está louca?”

“É por que eu estou com ciúmes.”

Mesmo depois de explicar, Yoo Yeonha ficou alerta para uma abertura. Ela não podia evitar de se perguntar como alguém poderia ter uma composição tão perfeita em pé 💻 e macia. Além disso ela tem uma pele branca como leite.

*Poke, Poke*

“Ah, aah. P-Para, n-não. E-Eu sinto cócegas, ahm para…”

Chae Nayun correu dos sensíveis dedos de Yoo Yeonha embaraçada.

The Novels Extra - Capítulo 111