Stranger’s Handbook – Capítulo 6 – O limite de tempo decidido.

1
297

Tradução: KingofHornet
Revisão: Pomba


Eu sigo o cavaleiro ‘Corte do dedo’ sem saber da conversa que ocorre naquela sala.

O jardim foi tão maravilhoso que me lembrou os magníficos jardins europeus dos velhos tempos.

Neste tapete de vegetação, uma variedade de flores multicoloridas floresce em plenitude e os caminhos são feitos de pedras de granito perfeitamente mantidos.

“É tão bonito.”

Eu murmurei involuntariamente.
Mesmo que de repente me envolvi em uma bagunça, é natural sentir-se emocionado com a visão de flores tão bonitas.

“De fato. É porque nós, da Casa Conde da Fronteira, nos orgulhamos deste jardim.”

Parece que o cavaleiro ‘Corde do dedo’ também está de bom humor.

“Por sinal, já que é um pouco difícil para sempre ter de chamar de cavaleiro-dono, posso perguntar seu nome?”

“É…….. Galef.”

“Entendido, Galef-dono. Mais uma vez, estou muito satisfeito por conhecê-lo.”

“Sim, sim!”

No tempo que tivemos nossa pequena troca conversacional, chegamos à mansão.
É uma enorme residência palaciana branca, ou melhor, parece que tem o porte de um grande palácio imperial.

Nós entramos na mansão e depois de uma pequena caminhada Galef-san abriu uma porta.

“Você usará este quarto. Uma empregada estará aqui em breve. Certifique-se de seguir as instruções dela!”

“Obrigado pela sua orientação.”

Depois que eu entrei na sala, Galef-san saiu.

Esta é uma sala maravilhosa, incomparável com a de antes.
Parece que, pelo menos, eles não vão me prejudicar ainda.
Este é um tratamento para me fazer perceber isso, hein…

O som de uma batida leve é ouvido.

“Com licença!”

Aquele que entrou na sala é uma jovem com uma cabeça parecida com um bolinho de massa e um cabelo vermelho; o uniforme de empregada se adapta perfeitamente a essa linda garota.
Você não pode dizer que ela é uma beleza excepcional, mas também não é simples.
Bem, ela é mais comum.

“Convidado-sama, acabamos de preparar seu banho. Siga-me, por favor.”

A empregada me levou para a sala de banho, esta enorme e extravagante sala de banho.
Quantos dias tem sido?…… Não tenho ideia de quando cheguei neste mundo, mas, de qualquer forma, este é o meu primeiro banho em outro mundo.
Gostaria de aproveitar o meu tempo e aproveitar este momento um pouco, se não fosse as empregadas que começaram a lavar o meu corpo.

Embora certamente parece ser muito bom.
Parece muito bom.

Eles só me lavaram como normalmente fariam, mas com certeza é bastante refrescante e também cheira bem.
Eu não sou um louco por limpeza, mas eu tenho fortes sentimentos por estar limpo.

Ah! Isso é embaraçoso.

As empregadas que me lavam estão dizendo essas coisas……

“O que é isso? Uma cauda? Uma perna? Woooah, é enorme.” “Isso pode ser.… muito inconveniente…” “Eu não ouvi isso…… Não escutei ISSO!”

Isso não pode ser ajudado! Sou um homem de meia-idade, entende!
Quando você é lavado por mulheres jovens, é inevitável que isso aconteça!

“Bem, então, espere aqui.”

Agradeci à primeira emprega cujas bochechas estavam agora de alguma forma vermelhas e esperavam pacientemente de volta ao meu quarto.
Meu corpo se sente revigorado agora que também estou vestindo roupas novas.
Comparado com os de antes, essas roupas certamente são esplêndidas.

No entanto, como pensei, não havia cuecas…
Este é um mundo sem cuecas, eu me pergunto…..

Enquanto bebia chá preto, eu estava pensando em como explicar a eles a importância de vestir roupas íntimas, quando a porta se abriu.

“Eu tenho mantido você esperando.”

Velho Razatonia.

“Não, você não tem. Obrigado pelo banho. Eu me sinto completamente revigorado agora.”

“Sim. Bem, vamos conversar um pouco enquanto comemos algo leve. Ah, não se preocupe com as boas maneiras. Como a conversa é uma prioridade, não me importarei.”

As empregadas tomaram essas palavras como um sinal e rapidamente começaram a organizar alguns sanduíches e doces assados na mesa.
Elas saíram logo após terminar os preparativos.

Sim, parecem deliciosos.

Teria sido ótimo se não fosse por esse velho, com quem devo compartilhar essa refeição….

“E agora. Sobre a programação do herói-dono de agora em diante.”

Eu coloquei o sanduíche na boca e o engoli de uma vez.

“Um ano. Eu vou ter você aprendendo a usar magia em um ano.”

“S… sim, Sua Excelência.”

“Não se preocupe. Eu lhe darei um excelente professor. Com ele ensinando você, um ano é mais do que suficiente para você se tonar um usuário mágico apropriado.”

Um ano, huh?……. Durante esse tempo eu tenho que me tornar mais forte e aprender sobre esse mundo.
Para ir junto com esse plano ou para ir contra ele, eu preciso de força de qualquer maneira.
E então eu preciso desesperadamente de informações sobre esse mundo e ganhar sabedoria.
Se eu não quiser morrer, é isso….

Eu não sei quando este velho atualmente cooperativo se voltará contra mim e se tornará uma ameaça.
Ele é cooperativo porque pode se beneficiar em troca.
Nesse caso, devo aumentar meus méritos por ser seu aliado.
Se ele pode se beneficiar de mim, então o risco de ser descartado diminuiu também….

“Sim. Vou tentar o meu melhor para atender às suas expectativas, Sua Excelência.”

Isso mesmo, eu não quero morrer.
Se eu não quiser morrer, então eu tenho que cooperar…. Eu tenho que fazer todos os esforços para esse propósito.
A minha resolução ficará firme, pelo menos até ter poder suficiente para me proteger.

No entanto, sua resposta foi algo que eu nunca poderia antecipar.

“Bem, agora, não fique tão rígido. Você será o marido da minha adorável neta, não me chame mais de ‘Sua Excelência’, neto-de-lei-dono.”

Parece que eu vou me casar com a neta deste velho astuto….

Eu em breve vou morrer….

 

  • Ákila Tomaz

    muito bom o cap vlw s2