⚛ Super Gene – Capítulo 111

922

Capítulo 111: Abrigo de Glória

Tradução: Pumpkin | Revisão: Barão

Depois de ver que tinha na verdade vários jovens caçando uma criatura parecida com um leão, Han Sen sentiu-se como se Deus não o tivesse abandonado ainda.

Depois de desinvocar todas as suas almas de bestas e guardar a adaga na manga, Han Sen caminhou lentamente até os jovens e disse depois de ver eles matarem a criatura: “Amigos, posso perguntar que lugar é este?”

Os jovens, que ainda estavam animados com a mote da criatura, foram surpreendidos pela voz de Han Sen e se viraram para ele com armas nas mãos. Depois de ver que Han Sen estava em farrapos e cheio de sangue, eles se sentiram aliviados repentinamente.

“Por que você está aqui sozinho?” Um jovem com Armadura de Alma de Besta perguntou, olhando para Han Sen com desconfiança.

“Eu vim com alguns amigos e não tenho certeza se foi sorte ou azar, nós topamos com uma Criatura voadora de Linhagem Sagrada e nos espalhamos. Eu tenho sorte de estar vivo.” Han Sen contou metade da verdade.

“Uma Criatura de Linhagem Sagrada? Onde?” Os jovens ficaram chocados.

“Eu não sei onde está mais. Eu pulei no rio e escapei, sendo levado pela correnteza. Se você quiser caçar, pode ir para o rio e tentar a sorte, mas não tenho certeza se ainda está lá.” Han Sen fez uma pausa e perguntou: “Vocês podem me dizer onde estou primeiro?”

Uma garota zoiona disse: “Não temos certeza também. Mas se for para o abrigo, vá para o oeste e levará cerca de um mês para chegar no Abrigo de Glória.”

Han Sen ficou um pouco surpreso. O Abrigo de Glória era de onde Xue Longyan e Lin Beifeng vieram. E agora ele estava no Abrigo de Glória. Ele se perguntou até o onde o rio o levou.

Ele teve sorte de não ter encontrado nenhum grande perigo no caminho.

O jovem, que falou primeiro, disse de repente: “Você não parece estar em boa forma. Acontece que estamos voltando. Então, se estiver disposto a pagar, podemos te levar conosco.”

Han Sen sorriu: “Acha que tenho dinheiro comigo?”

“Podemos assinar um contrato aqui e você pode pagar quando voltarmos.” O jovem respondeu.

“Quer quanto?” Han Sen pensou e perguntou. Ele não estava familiarizado com essa área. Se os seguisse, pelo menos não se perderia.

“Cem mil.” O jovem considerou o arco e as flechas que Han Sen carregava e disse: “Parece que você está ferido. Podemos dar remédio e comida. Carne de Criaturas Primitivas.”

Os outros jovens ficaram um pouco chocados com esse preço, já que cem mil não era uma quantia pequena.

“Tudo bem. Mas eu vou pagar depois que chegarmos no abrigo.” Han Sen disse, estendendo as mãos. Esta viagem foi frutífera o suficiente e era mais importante que chegasse a um abrigo seguro e bom. Cem mil não era muito para ele neste momento.

Era uma pena que não seria capaz de chegar nas rodadas de classificação do torneio.

Na verdade, não importa muito para ele. Mesmo que não aparecesse, ainda ficaria em décimo lugar e teria direito igual aos outros a uma Alma de Besta de Linhagem Sagrada aleatória. O único problema era que perderia a oportunidade de lutar contra Lin Feng.

Embora perdesse a partida, ganhou outra Alma de Besta de Linhagem Sagrada, que era muito mais atraente para Han Sen do que a sua classificação. Mesmo se conseguisse o primeiro lugar, não teria nenhuma recompensa extra. Portanto, se Han Sen pudesse escolher de novo, ainda teria vindo. Seria bom se não tivesse sofrido tal terror.

“Combinado.” O jovem pegou alegremente a caneta e o papel para escrever um contrato simples. Depois que Han Sen assinou, ele deu comida e água para Han Sen.

Depois de todos se introduzirem, a garota zoiona ajudou a tratar a ferida de Han Sen. Assim que ela levantou a camisa e viu a ferida deixada pelo pássaro prateado, quase gritou de surpresa.

Han Sen achou que teve sorte, pois já estava na água e tanto sua mochila quanto a armadura de Linhagem Sagrada forneceram proteção quando o pássaro atacou, de modo que sua coluna não foi atingida. Ou já estaria morto há muito tempo.

A ferida parecia assustadora. No entanto, ele tinha um ótimo físico e Pele de Jade. Mesmo sem remédio, sua ferida não pioraria.

A garota limpou a ferida com álcool e enfaixou. Os jovens disseram que Han Sen teve sorte de ter sobrevivido.

Os membros do grupo cortaram o corpo da criatura que parecia um leão, pegaram alguns galhos, fizeram uma fogueira e colocaram pedaços de carne para assar. Eles compartilharam um pedaço com Han Sen depois que ficou pronto.

Han Sen pegou a carne e devorou. Ele precisava ganhar energia de qualquer jeito.

Han Sen se familiarizou com os jovens depois de viajar com eles por dois dias. Eles não eram pessoas ruins, pois eram de famílias humildes e não tinham nada de especial, nem andavam com gangues grandes. Em vez disso, agrupavam-se para caçar criaturas sozinhos.

Eles não se atreviam a atrair a atenção de nenhuma criatura forte por serem fracos. Desta forma, não tinha muito risco envolvido, pois sempre escolhiam Criaturas Primitivas que estavam sozinhas.

A situação deles era muito melhor do que a de Han Sen, quando entraram no Santuário de Deus pela primeira vez, pois andaram juntos, enquanto ele estava sozinho. Mas ele ainda podia se relacionar com os outros às vezes.

Com o remédio e os suprimentos de comida, Han Sen estava se recuperando muito mais rápido. Com seu físico e o uso de Pele de Jade, sua ferida não era mais tão séria como alguns dias atrás.

Ao pé de uma montanha, de repente ouviram um guincho. Vários deles, aterrorizados, olharam para cima e viram algumas figuras negras correndo da montanha.

“Corram! São Macacos de Rabo Preto!” Xu Xiangqian gritou, o líder dos jovens.

Embora os Macacos de Rabo Preto fossem apenas do tamanho de gatos. Como Criaturas Primitivas, eles eram bastante rápidos, suas garras eram tóxicas e seria perigoso ser arranhado por eles. Ao ver pelo menos uma dúzia de macacos vindo, os jovens ficaram chocados.

Eles podiam ser capazes de lidar com um ou dois, mas assim que fossem cercados pelos doze, seria difícil para qualquer um deles permanecer vivo. Cercado por montanhas, era quase impossível para ultrapassarem os macacos que estavam acostumados a escalar.

De repente, um som vibratório de corda foi seguido por um grito estridente de macaco. Os jovens se viraram e viram um Macaco de Rabo Preto sendo perfurado por uma flecha na cabeça e caiu no chão. E o arqueiro era Han Sen ao lado.

“Han Sen, vamos! Têm muitos Macacos de Rabo Preto aqui e ficaremos em apuros se formos cercados por eles.” Li Xiaogu disse, a garota zoióna.