Reborn: Evolving From Nothing – Capítulo 82

196
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 81
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 83

🌞 Ative o Modo Noturno 🌚

       

Tradução: Denn | Revisão: The Careca


A Escuridão deixada por Yukeli

O rugido ecoou com um poder que não podia ser descrito.

Sangue preto escorria dos ouvidos de Dorian quando ele se virou surpreso, sua audição temporariamente reduzida a um simples ruído. Sua mente estava lenta, seus ficaram pensamentos nublados.

Ele se virou, parecendo turvo na Cachoeira do Gelo Gworen. As quedas estavam oscilando, serpenteando de um lado para o outro com a força da poderosa Aura.

A audição de Dorian gradualmente se restaurou. Ele piscou enquanto limpava sua visão, olhando de volta para o Portal Vermelho.

“O Rei Grakon voltou mais cedo!”

Arial gritou, os olhos dela brilhavam. Ela se virou para olhar para Dorian.

“Está quase pronto!”

Arial gritou para ele, sua voz estava cheia de urgência quando ela acenou para ele perto do portal.

Dorian estremeceu. Sua voz ralou em seus ouvidos ainda se curando. Ele caminhou até um ponto a alguns metros de distância, ao lado do Portal Vermelho.

O Portal Vermelho estava brilhando, luz brilhante saia dele. Parecia ter desestabilizado um pouco com a força da Aura de Classe Rei mexendo com sua energia interna. Caos e energia vermelha se espalharam por dentro, parecendo perigosos.

A poderosa fera de Classe Rei parecia distraída com os Sombras e a cachoeira atrás dele. Eles deveriam ter tempo suficiente para escapar, ele pensou, com o coração acelerado, uma mistura de excitação e medo.

“Ainda é seguro usar?”

Ele acenou com a mão, tentando se forçar a pensar mais claro. A Aura opressiva que reinava sobre ele dificultava sua concentração.

“Sim.”

Arial aproximou-se dele, assentindo com a cabeça.

THWUCK!

Uma intensa sensação de queimação perfurou o peito de Dorian, que combinava com uma sensação de pura e inalterada agonia.

Dorian olhou para baixo em choque total.

Uma lâmina de luz dourada e pura estava saindo de seu peito, pulsando em silêncio.

Ele se virou para olhar para a direita, onde Arial estava de pé.

Sua mão estava no aperto da lâmina que havia perfurado nele.

WHOOSH!

Dorian voou a vários metros de distância, a lâmina apunhalada no chão e ainda segurando seu corpo. Sangue negro explodiu de sua boca quando a agonia penetrante atravessou sua mente, queimando nele. Suas mãos tremiam quando ele tentou agarrar a lâmina, e foram posteriormente queimadas.

A dor era tão esmagadora que sua mente parecia rejeitá-lo, e seu corpo ficou dormente. Uma sensação de queimação se espalhou por todo o seu sistema, quase completamente paralisando-o.

“Por que?”

Dorian vomitou mais sangue, seu corpo inteiro tremeu. Sua visão ficou embaçada, dificultando a visão.

“Eu ajudei a te salvar.”

“Por quê?”

“Por quê?”

Ele olhou para a Raposa Usa-Luz humanoide, as mãos caindo desanimadas. Ele tossiu, seu peito tremeu.

“Por quê?”

Arial se aproximou, olhando para ele. Ela acenou com a mão, fazendo com que a lâmina voasse para fora do peito dele. A sensação de queimação começou a desvanecer-se quando a lâmina foi retirada, mas as feridas graves permaneceram. Seu corpo permaneceu paralisado, incapaz de se mover.

Arial sacudiu a cabeça.

“Você é muito doce para este mundo, meu querido Dorian.”

No fundo, outro grito poderoso abalou o ar, embora este menos impactante do que o anterior. O Rei Grakon cego parecia ter se envolvido com os Sombras, uma batalha que, sem dúvida, seria breve considerando seus diferentes níveis.

Arial se ajoelhou, acariciando sua testa suavemente.

“Eu não queria te machucar, mas, bem, tempos desesperados pedem medidas desesperadas. Com o Portal assim, ele dificilmente levará um de nós para longe com segurança. Mais do que isso, arrisca-nos a nos colocar nas fronteiras do espaço caótico, para um destino desconhecido.”

Enquanto falava, virou-se brevemente para olhar o portal vermelho. Ainda estava desestabilizado, mas parecia estar, muito lentamente, se tornando menos caótico com o passar do tempo.

“Mas…”

Dorian ofegou, seu peito arfando,

“Vo… você não tem que me atacar. Você poderia ter…”

Outro ataque de tosse interrompeu suas palavras, sangue negro respingava.

“Você poderia ter simplesmente saído.”

Ele olhou para ela, a raiva enchendo-o enquanto tentava superar o choque. Uma fúria feroz e ressentida que se enfureceu em seu coração.

Arial deu-lhe um pequeno sorriso.

“Meu querido Dorian…”

Ela traçou um dos dedos suavemente em sua bochecha. Cada dedo tinha uma pequena garra no final, envolta em pele branca.

“Você parece estar sob a ilusão de que eu sou uma boa pessoa.”

Ela apunhalou a pequena garra no final de um dos dedos levemente na bochecha de Dorian. Um pequeno rastro de sangue escorreu pelo rosto dele. Dorian não podia nem sentir isso, seu corpo em um estado terrível.

Sua mente estava em choque, tornando o pensamento difícil.

“Ma… mas os maus Sombras per… perseguindo você…”

Arial colocou um dedo sobre os lábios, sacudindo a cabeça.

“Malvados, meu querido menino? A Igreja da Luz é muitas coisas, cheias de justiça própria, sacerdotes e guerreiros arrogantes, mas, pelo menos, eles são fiéis ao seu propósito. Eles estão longe de serem malvados, mesmo para os membros que não são da raça Sombra. Embora, o mesmo não pode ser dito de seu terrível Rei Sombra.”

“Não… não. Os cadáveres, eles mataram a expedição de humanos e vampiros!”

Dorian falou, tentando entender a situação.

“Ohhhh, certo.”

Arial sorriu e então encolheu os ombros com culpa, sua bela voz cantando tilintando.

“Fui eu.”

Dorian apenas olhou para ela em descrença.

“N… não, os cadáveres estavam frescos, eles tinham apenas morri…”

Sua mente voltou para a cena onde ele havia descoberto os cadáveres.

Todos eles tinham sido mortos recentemente, pelo menos apenas alguns minutos antes, de acordo com as estimativas de Ausra. Havia pouco espaço para erro, não com seus olhos poderosos e o meticuloso Gênio da Matriz de Feitiços da Alma. Ele também se lembrava vividamente de ter visto o Sombra chamado Jasper rudemente atirar um dos cadáveres para baixo.

“Oh, eles estavam?”

Arial encolheu os ombros, virando-se mais uma vez para olhar para o Portal Vermelho lentamente se estabilizando.

“Bem, esta é a terra dos mortos. A morte opera de maneira estranha aqui. Cadáveres decaem em uma taxa muito distorcida, às vezes rápida, às vezes de forma dolorosamente lenta.”

Ela se levantou, sacudindo a cabeça enquanto olhava para Dorian.

Os olhos de Dorian brilharam.

Todos os cadáveres não tinham Matrizes de Feitiços da Alma, algo que ele normalmente esperaria encontrar em um corpo morto recentemente. Além disso, enquanto sua mente se concentrava em suas lembranças confusas, ele percebeu que todos os corpos estavam cobertos de queimaduras cruéis.

Queimaduras que só poderiam vir de algum tipo de arma feroz, emitindo calor poderoso.

Uma arma como a espada brilhante de luz que Arial estava segurando.

Ele nunca tinha realmente visto nenhuma dos Sombras matando qualquer um dos humanos ou vampiros de lá. Só os viu movendo alguns dos corpos, e um deles rezando por eles.

Sua mente cambaleou quando percebeu seus erros.:speech_balloon:

Dorian olhou para ela, sem saber o que dizer.

Ela desviou o olhar do portal vermelho e lentamente olhou para ele, mordendo o lábio. A brilhante piscina de energia vermelha acabara de se estabilizar em um ponto um pouco semelhante ao que parecia quando chegaram pela primeira vez, mas ainda assim obviamente caótico.

“Culpe-me por tudo que você quiser. Minha vida é amaldiçoada de qualquer maneira. Amaldiçoada a ficar para sempre sozinha, amaldiçoada por ser mais forte do que eu. Amaldiçoada a viver com medo, fugindo constantemente. Sem uma família. Sem ninguém.”

Pela primeira vez, a fachada alegre que ela usava torcia enquanto sua voz se enchia de emoção, suas mãos tremeram.

“O que você poderia saber disso? De minha dor? De minha eterna solidão?”

Ela continuou a olhá-lo silenciosamente, sua voz era viciosa. Seu corpo inteiro tremia, pequenas lágrimas apareceram em seus olhos.

“Não há nada de bom nos 30 mil mundos. A justiça não prevalece, confiar nos outros é tolice. O bem não vence no final.”

Ela balançou a cabeça, cerrando os punhos.

“Só existe a poderosa regra: ‘Os fortes dominam enquanto os fracos cedem’. Essa é a lei desta terra.”

Um momento passou.

Arial recuperou o controle de si mesma, seu sorriso retornou enquanto ela enxugava o rosto.

“Bem, parece que é hora de eu ir!”

Ela esticou as mãos.

“Obrigado por expor a ideia de visitar o planeta Magmor! Eu estava ficando um pouco entediada brincando na terra dos Sombras. Procurar as lendárias Ruínas da Ascensão soa como se pudesse ser divertido.”

Ela encolheu os ombros.

“Eu não te matei, só te deixei ferido depois de te trair, então não me assombre quando estiver morto.”

Arial pulou para trás, cantando suas últimas palavras para Dorian enquanto seu corpo desaparecia no portal vermelho brilhante.

“Adeus!”

Um clarão vermelho de luz ecoou quando Arial desapareceu, deixando Dorian sozinho.

A paralisia que havia se apoderado de seu corpo gradualmente começou a desvanecer-se. Ele entrou em um modo de cura enquanto seu corpo tentou restaurar os danos horríveis que ele sofreu, aqueles que tinham minado uma quantidade incrível de energia dele.

“ARRRGH!”

Um grito fraco ecoou no fundo, quase inaudível sobre a cachoeira do gelo.

O coração de Dorian estava mergulhado em culpa e raiva quando ele lentamente se forçou a sentar-se, vomitando sangue mais uma vez.

Os tentáculos escuros na mente de Dorian que se espalharam completamente e começaram a se contorcer quando seus pensamentos se tornaram instáveis. As lembranças que ele havia forçado na parte de trás de sua cabeça, com a intenção de lidar mais tarde, começaram a surgir.

Uma onda de emoções correu por ele. Seu estado mental, já instável da luta anterior com os Sombras e as novas e estranhas lembranças, tremeu.

Dorian olhou para as mãos trêmulas.

Ele foi muito gentil, confiante demais e fez suposições…

E outra vez…

Ele não aprendeu nada?

Ele iria continuar repetindo seus erros? De novo, e de novo?

O ar ao redor de Dorian tremeu quando sua alma tremeu, a própria realidade se distorceu com seu estado mental. O ar ao redor dele começou a escurecer.

O corpo de Dorian transformou-se, sua forma de Ifrit se transformou em sua forma Demoníaca Furiosa, um corpo que tinha fortes propriedades regenerativas, bem como uma durabilidade muito maior, aquela forma que superaria seus danos, e o ajudaria a curar-se mais rápido. Raiva! Raiva furiosa forçou seu caminho em sua mente quando ele se transformou.

BUMM!

Uma onda de choque bateu nele, virando o corpo gravemente ferido.

A cascata de gelo que estava furiosa dividiu-se em duas, enquanto uma enorme espada de cem metros de comprimento a separava completamente, uma espada que se encaixava em afloramentos de pedra que estavam escondidos nas portas de cada lado da ponte. Um grande caminho através da ponte se formou quando a lâmina se assentou.

Dorian tropeçou em seus pés, agarrando seu peito. A paralisia que havia se apoderado de seu corpo estava quase totalmente afastada, mas o resto de seus ferimentos ainda eram potentes, especialmente o buraco ardente que só agora estava se curando no centro de seu peito.

Baque!

Baque!

Baque!

Uma forma mortal apareceu na entrada da grande sala circular.

O corpo de um poderoso Grakon, morto-vivo, com cerca de 3 metros de altura. Ele estava casualmente carregando os corpos dos 6 Sombras em seu braço direito. Um dos Sombras parecia estar perto da morte, enquanto as outras 5 ainda estavam milagrosamente vivos, mas gravemente feridos.

O Grakon fez uma pausa, seu rosto girando lentamente na direção de Dorian. O envoltório branco em torno de seus olhos pareceu flutuar brevemente quando olhou diretamente para ele.

Ao mesmo tempo, os tentáculos sombrios que se espalharam pela mente de Dorian de uma parte oculta de sua alma, muitos dias atrás, continuaram a se contorcer com ferocidade. Tentáculos que estavam distorcendo os pensamentos de Dorian antes quando ele matou aqueles caçadores que estavam torturando um cervo, até agora. Eles perfuraram através de seu cérebro, através de sua própria alma.

E então transformou, engolindo sua mente completamente.

No recesso mais profundo da mente de Dorian, uma voz fraca e antiga sussurrou em direção ao subconsciente de Dorian.

“Perfeição… procure por ela… no caos!”

Como a escuridão estava tomando a mente de Dorian, no entanto, um pequeno e solitário raio de luz invadiu a alma de Dorian, oscilando de uma fonte inesperada da tranquila alma de descanso de William. Esse raio de luz se enterrou no núcleo de sua mente e alma, desaparecendo por dentro.

“Bondade…”

Dorian não sabia desses acontecimentos enquanto seus olhos se tornavam vermelhos, o ar ao redor dele assumindo uma borda escura e pesada.

“Bondade é fraqueza. Somente através da força posso alcançar meus objetivos. Eu já tentei gentileza.”

“Eu dei tudo de mim. E falhei comigo mesmo.”

“Nunca mais!”

Dorian fechou os olhos devagar.

“Nunca mais!”

“Condensar!”

“Aviso! Você só pode manter esta forma por aproximadamente 87 segundos antes da dissolução interna! Recomenda-se reverter imediatamente desta forma!”

Ele ignorou o aviso de Ausra quando seu corpo se transformou, condensando-se na instável, mas poderosa Forma Condensada de Demônio Berserker.

Quando sua mente se estabilizou, Dorian sentiu uma espécie de paz interior cercando-o.

As milhares de memórias que se moveram na mente de Dorian instantaneamente explodiram e se fundiram, transformando-se perfeitamente em suas próprias memórias, tornando-se uma parte central e fundamental dele. Elas infiltraram em seus pensamentos, não mais memórias invasivas de outro homem. Mas, em vez disso, memórias reais que Dorian sentia como suas.

Ele abriu os olhos e cruzou os olhos com o cego Grakon.

E lentamente, muito devagar, um sorriso apareceu em seu rosto.

[Careca – Meus sentimentos em relação a esse capítulo estão confusos…]

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Não esqueçam de se INSCREVER NO CANAL e acompanhar nossos vídeos]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 81
Reborn: Evolving From Nothing - Capítulo 83
COMPARTILHAR
Leitor inveterado Veterano na fundação da internet: "na minha época, isso tudo aqui era mato" Traduz, revisa, erra, conserta e ri.