O Leão Meio Sangue – Capitulo 05: Unindo-se a natureza.

0
75

O rapaz se alarmou na hora, e quase caiu para trás.  

Duas moedas de prata caindo nas suas mãos… depois de tudo, esse garoto não parecia tão pobre… 

“Irmão, eu te dei um bom preço por achar que você era pobre e necessitado, achei que tinha trabalhado a vida toda pra juntar duas moedas de prata, com a intenção de abrir uma pequena horta.  

Ok ok, eu entendo. Você quis me dar um tapa, mas precisava ser tão rápido e tão violento? 

Será que você conhece algo chamado humildade?”  Pensava o jovem rapaz, enquanto lágrimas desciam de seus olhos.  

“Senhor… como devo chama-lo?” Perguntou o ansioso rapaz.  

“Você pode me chamar apenas de Xun Kou, não tenho idade para ser chamado de senhor por ninguém.” Disse Xun Kou enquanto acenava com as mãos. 

“Agora se me der licença, os procedimentos são padrões, e eu prefiro não perder muito tempo com eles.” Disse Xun Kou enquanto acenava pro rapaz sair.  

“Certo, sobre seu troco…” o Rapaz começou a mexer no anel de armazenamento, e isso despertou a curiosidade de Xun Kou. 

“Diga-me… quais itens você tem nesse anel? Cite os mais importantes.” Dizia Xun Kou com os olhos brilhando enquanto encarava o anel. 

“Vejo que você realmente sabe negociar! Nesse anel eu tenho um martelo e uma bigorna, sabe, eu venho de uma família com sobrenome Ferraz, pode parecer idiota, mas nós adoramos puxar um ferro! A maior parte da família trabalha com forja, e os que não trabalham nesse ramo, trabalham em lojas de armaduras e armas! Claro, eu também tenho uma medicina para cansaço de nível básico, ao invés de passar seu troco, eu poderia te passar uma dessas pílulas.” Disse orgulhosamente o rapaz, uma pílula medicinal para cansaço de nível básico era relativamente barata. 

Xun Kou apenas acabou comprando dois baldes de água e uma das pílulas.  

“Bom, vai ser útil no treino.”  

O rapaz se despediu de Xun Kou e seguiu seu caminho de volta.  

Xun Kou estava extremamente animado, logo ele poderia começar a horta pra ajudar seu pai, além disso na luta contra Thallys, ele ganhou uma erva medicinal com elemento da natureza.  

“Claro que o que eu vivo dizendo pro Gordo é só um monte de merda, é claro que eu quero seguir os passos do meu irmão, é claro que eu quero ser livre disse tudo e poder conhecer o mundo lá fora, porém eu tenho um plano de três anos, daqui há 3 anos eu devo ter poder e dinheiro o suficiente, e com a ajuda do Gordo eu criaria minha própria facção, mas enfim, agora que ganhei tanto dinheiro e essa erva medicinal, por que esperar?” o rosto de Xun Kou radiava com seu sorriso. ele correu para casa, pegou um livro acabado que estava jogado no canto de seu quarto e foi avisar seu pai, que iria treinar novamente.  

“Xun Kou… você ao menos pensa em descansar um pouco?” Disse Xun Piao enquanto suspirava e caminhava até seu quarto para dormir. 

Xun Kou correu até sua caverna de costume.  

“Bom, o Gordo não deve aparecer por agora, depois penso em mudar o local de treino!” Pensou ele enquanto ficava em posição de lótus no fim da caverna, ele imediatamente comeu a erva medicinal, e abriu o livro velho e surrado, na sua capa, estava escrito algo com letras feitas a partir de sangue;  

“Para o meu irmãozinho Xun Kou, eu desenvolvi essa técnica por toda a minha vida, essa é sua versão final, eu a chamei de ‘Asas da Liberdade’ por motivos óbvios. Seja como uma águia, reine sobre os céus e voe livremente, não deixe que digam o seu destino, não deixem que te prendam, você é meu incrível irmãozinho, eu sei que vai se tornar uma lenda e subir aos céus, só lembre-se de da o melhor ao nosso amado e cansado pai, sabemos mais do que ninguém o quanto ele sofreu. “ 

“Irmão Ren… Apenas confie em mim, é apenas uma questão de tempo agora!” Xun Kou apertou firmemente os punhos e mordeu o canto dos lábios, então ele começou a cultivar, parecia que o próprio ar ajudava Xun Kou, como se a natureza procurasse alguém que fosse digno de ter sua energia.  

Pouco a pouco a energia estava entrando nos poros de seu corpo, seus pontos de acupuntura recebiam pequenas cargas de energia, ele podia sentir como se estivesse voando livremente, seu corpo agora era um com a natureza.  

Uma poderosa aura azul ciano rodou por todo o seu corpo, levantando a poeira e as peças de sua roupa, que tiveram mudanças de cor, a blusa branca e suja se tornou um puro azul dos céus, tão bela quanto poderia, como se nunca tivesse visto algo como sujeira. 

“Terceiro Nível… pelo que meu irmão disse, o cultivo da energia da natureza é totalmente diferente dos treinos mundanos, a cada nível, nós nos fortalecemos dezenas de vezes, agora eu sou pelo menos 10 vezes mais forte do que eu era há uma hora atrás. O Primeiro reino da energia da natureza é chamado de Reino Mortal, é aqui onde eu posso ver o limite do meu futuro, eu só lamento que menti pro Benn por tanto tempo, mas tudo bem, não posso sair contando que cultivo para todos.” Xun Kou sorriu e saltou imediatamente. 

“É provável que Thallys também esteja nesse nível, um dia lutaremos a sério, por enquanto eu deveria voltar a cidade, procurar algum emprego, e conseguir mais dinheiro.”   

Ao sair da caverna, Xun Kou se sentiu mais leve, o próprio ar parecia o ajudar a caminhar, sua respiração estava ótima, e ele se sentia extremamente bem.  

“Eu tive que me esforçar tanto por anos, mas em uma hora com uma erva medicinal, eu pude avançar tanto… eu deveria tentar procurar algumas dessas no futuro.”  Ele pensou enquanto acenava com a cabeça.  

“Alguém que realmente tem coragem de treinar a energia da natureza apareceu aqui, eu me pergunto, se você está pronto para a morte?” uma voz feminina e doce soou pelos ouvidos de Xun Kou.  

Era uma voz ainda mais doces do que todas as sobremesas que ele comeu na vida, mas as suas palavras o fizeram ter arrepios, ele sentiu seu corpo amolecer.  

“Quem?” Ele rugiu, e mirando sua visão a frente, ele viu uma bela figura se aproximar.  

Era uma garota alta, com um olhar sereno, lábios finos e rosados, seu cabelo era rosa como as pétalas caras que Xun Kou apenas podia sonhar em cheirar. Uma bela franja estava na frente de seu rosto, enquanto o resto do cabelo estava penteado para trás, com um belo rabo de cavalo. Seu corpo era cheio de curvas, e poderia fazer qualquer um enlouquecer só de a ver.  

De fato, Xun Kou não foi diferente, ele imediatamente corou, principalmente por nunca ter tido contato com uma garota que não fosse atendente de alguma loja barata. 

Ele deu dois passos para trás, e então recuperou sua sanidade.  

“E você, quem é?”  

A garota caminhou lentamente na direção de Xun Kou, com um sorriso tão frio quanto a neve, seus olhos pareciam perfurar direto na carne de qualquer um.  

“Eu me chamo Freya, é em homenagem a uma antiga Deusa.” Disse a garota com um sorriso de abalar o mundo.  

“Que irônico, os Deuses que segundo as lendas, nos jogaram nesse abismo imundo, talvez pense em abandonar esse nome e utilizar o meu?” Sorriu Xun Kou enquanto se posicionava para a batalha que estava por vir. Ele não segurou suas palavras, ele não precisava esconder nada de alguém que já soubesse que ele havia cultivado energia da natureza, o que ele precisava fazer era matar a garota o mais rápido possível. 

A garota o olhou de baixo para cima, sem perder um detalhe.  

“Seu irmão também era bastante corajoso, Xun Kou.” Disse Freya friamente.  

“Não ouse falar do meu irmão!” Xun Kou rugiu e sua aura explodiu furiosamente, uma aura de um lutador do quinto nível humano e terceiro nível do reino intervenção.  

“Como podem os homens ser tão tolos? Você é igual a meu pai, alguém que ataca antes de pensar, em momento algum eu disse que queria lutar, ou julguei você mal por cultivar a energia da natureza.” Disse a garota, enquanto uma aura fria começou a se espalhar pelo seu corpo.  

“Terceiro nível do reino Mortal…” Disse Xun Kou com enquanto seus olhos não conseguiam acreditar no que viam.  

“Freya Yami, filha direta do líder da facção Tigre infernal, é um prazer te conhecer, me pergunto, podemos conversar em um lugar mais fechado?” Disse ela enquanto sorria.