Hail The King: Capítulo 83 – Deixe tudo comigo.

1450
Tradução: Neto.H
Revisão: Pomba

A [Cascavel Careca de Duas Pernas], Zola, estava de pé na carruagem e observava tudo friamente.

Não havia vestígios da misericórdia que um sacerdote santo e justo deveria ter. Ele olhou para a multidão ligeiramente alvoroçada e disse:

“A Igreja havia recebido um relatório extremamente secreto, não muito tempo atrás, que a magia mais maligna de todas, a magia de mortos-vivos, foi usada durante a batalha na ponte de pedra em Chambord… eu suspeito que essas pessoas foram seduzidas por demônios, porque eu sinto vestígios leves de magia de mortos-vivos entre eles. Filhos de Deus, não tentem duvidar da justiça do pai… eu prometo a vocês que a Santa Igreja será justa e correta. Assim que descobrirmos que eles não fizeram nenhum acordo com o diabo, eu pessoalmente os levarei para fora da igreja. “

Esta era a razão dada por Zola.

Mas esta explicação, aparentemente simples, imediatamente aterrorizou os moradores de Chambord em ambos os lados da rua. Algumas pessoas, que estavam chorando e pedindo misericórdia porque seus amigos e parentes foram arrastados para fora da multidão, ficaram atordoadas. Ninguém se atreveu a fazer qualquer barulho… derrota e desespero encheram os olhos de todos.

No Continente Azeroth, não importava quanto prestígio você tinha ou quão poderoso você era, uma vez que você foi apontado, pela Santa Igreja, como suspeito de fazer um acordo com o diabo, era o mesmo que marcar um encontro com a foice do Ceifador. Haveria um local reservado para você, com antecedência, na Cruz Ardente da Santa Igreja.

Isso não era um exagero. A pouco houve um incidente chocante…

Vinte anos atrás, Bruno, o famoso imperador do forte Império Dulin, um império de nível 6, tinha avançado para o pico da classificação Lua com menos de cinquenta anos – um poderoso guerreiro de classificação Lua. Algumas pessoas até previam que com mais um passo, Bruno poderia avançar para a classificação Sol. Além disso, o Império Dulin tinha um exército de milhões e numerosos guerreiros e magos poderosos. Eles, de fato, dominaram uma seção do continente e nenhum outro Império ousou causar conflito com eles em mais de dez anos.

No entanto, durante seu auge, Bruno experimentou um desastre causado pelo homem.

Isso ocorreu durante uma festa que a Santa Igreja hospedou. Bruno, que era um pouco arrogante, ofendeu o Papa Platini acidentalmente e, mais tarde, foi acusado de conluio com os demônios do inferno pela Santa Igreja. Sob o comando do Papa, os soldados da Cavalaria Templária da Execução varreram o Império Dulin do continente com sua poderosa força. O destino do poderoso Bruno foi ainda mais miserável… foi dito que ele foi preso à Cruz Ardente da Santa Igreja no pico da Montanha Sagrada, Montanha Waulu, que também era a sede da Santa Igreja. Ele foi queimado vivo pelo terrível fogo mágico durante três anos e morreu em meio a uma dor infinita.

Portanto, as palavras simples de Zola de repente colocaram todos em desespero. As garotas que foram arrastadas para fora da multidão, pelas correntes de ferro no pescoço, até desmaiaram e caíram ao chão.

A multidão estava em silêncio na rua.

Mesmo os amigos e parentes das jovens mulheres e homens que foram “capturados” não se atreveram a dizer uma palavra neste momento… eles nem se atreveram a fazer barulhos de choro.

O poder despótico da Santa Igreja era evidente.

Zola, a [Cascavel Careca de Duas Pernas], estava obviamente satisfeito com o resultado.

Ele gostava da atmosfera onde ele era temido por pessoas.

Zola esfregou o seu “amado” cetro negro na mão e olhou ao redor “majestosamente”. Ele balançou a cabeça arrogantemente depois de descobrir que ninguém ousava sequer olhar para ele. Todos as injustiças e fedores que ele experimentou na divisão da Santa Igreja na Capital de Zenit, São Petersburgo, foram finalmente equilibrados e compensados por isso. Ele tinha recuperado sua confiança novamente.

Mas quando ele estava se virando e prestes a entrar em sua carruagem mágica…

“Espere um momento, Sr. Sacerdote. Eu posso testemunhar por essas pessoas. Eles não têm nenhuma ligação com a mágica dos mortos-vivos do mal. “

Uma voz pura e doce soou ao lado de sua orelha. Ela imediatamente destruiu todo o bom humor de Zola.

A cascavel estava furiosa.

Ele se virou rapidamente e apontou seu cetro para a fonte da voz, sem se preocupar em identificar a quem a voz pertencia primeiro. Imediatamente, um feixe branco com poder devastador disparou a partir de um cristal roxo que estava embutido no “amado” cetro preto de Zola, como se fosse um laser, dirigido para a direção da voz.

Habilidade de Sacerdote – 【Aniquilação da Luz】.

O ataque foi mortal. Ninguém esperava que Zola partisse diretamente para a matança.

Suspiros e gritos incontroláveis encheram a rua.

O padre Zola não viu quem estava falando, mas todo mundo claramente viu quem era. A expressão de todos mudou. Aquela que se destacou corajosamente e enfrentou o perigo foi a futura rainha do rei Alexander… a amável, gentil e bela Ângela.

O feixe branco brilhante, com sua temperatura escaldante, estava prestes a atingir Ângela… ele chegou a queimar alguns dos cabelos pretos da menina, que estava tremulando ao vento. Ela estava prestes a morrer, por causa de algo que havia dito, mas, neste momento…

“Tink!”

Uma enorme espada negra, que estava coberta por uma chama azul, apareceu do nada e protegeu Ângela.

O punho da espada estava sendo segurado por uma mão grossa e forte.

O corpo da espada tremeu levemente quando a chama de energia azul colidiu com o feixe de luz branca. O brilho ondulou e ambas as energias desapareceram eventualmente.

A pessoa que apareceu, nesse momento, era o antigo guerreiro número um de Chambord, Lampard.

“Como você se atreve a atacar a rainha de sua alteza! Sacerdote Zola, você está tentando intencionalmente causar conflito entre a Santa Igreja e Chambord? “

Lampard se postou firmemente em frente à carruagem. A energia azul que fluía dele foi estimulada ao máximo, enquanto envolvia o corpo de Lampard como chamas. O cabelo vermelho também se libertou da faixa de cabelo de linho e se agitou ao vento. Ele olhou para Zola, que estava na porta da carruagem, e interrogou-o em voz alta.

“Oh, é Ângela, sua alteza… perdoe minha grosseria.”

Zola finalmente viu quem tinha falado, se colocando contra sua vontade. No entanto, uma futura rainha de um reino afiliado nível 6, num Império nível 1, não era nada em seus olhos. Embora ele disse arrependido, ninguém acreditava que ele realmente estivesse. Ele curvou seus lábios causalmente e disse com um leve sorriso em seu rosto:

“Sr. Lampard, por favor, ponha de lado a sua arma de magia negra. Você está tentando atacar um sacerdote da Santa Igreja? “

Lampard pausou.

Depois de alguns segundos, ele franziu a testa e, de repente, balançou a mão… a espada negra se transformou numa sombra e foi inserida de volta na bainha em suas costas. No entanto, a raiva no rosto de Lampard era claramente visível. Ele rapidamente olhou para os moradores de Chambord que foram arrastados para fora da multidão, pelos sacerdotes novatos, e perguntou com raiva:

“Eu não sei quais crimes essas pessoas podem ter cometidos. A Santa Igreja tem autoridade para prender quem quiser? ”

“Cuidado com suas palavras, Sr. Lampard…”

Zola estava ficando um pouco irritado com todas essas oposições. Ele se ergueu no alto da carruagem e gritou com uma expressão de desprezo:

“Você está questionando a justiça de Deus? Temos provas claras de que a magia dos mortos-vivos foi usada na batalha de Chambord. Eu suspeito que essas pessoas estão relacionadas com o assunto, então eu estou levando essas pessoas de volta para a Santa Igreja para descobrir a verdade… “

“Mas Sr. Sacerdote, eu tenho evidências claras de que essas pessoas que você prendeu não têm nada a ver com a magia dos mortos-vivos… “

Antes que [Cascavel Careca de Duas Pernas] pudesse terminar de falar, Ângela o cortou repentinamente. A futura rainha estava, obviamente, assustada com o ataque mortal anterior e seu rosto ainda estava totalmente pálido, mas seus grandes olhos puros e cristalinos brilhavam com uma luz corajosa. Ela olhou para a expressão suplicante das jovens garotas que foram presas e firmemente questionou:

“Sr. Sacerdote, você acabou de dizer que a magia dos mortos-vivos foi usada na batalha na ponte de pedra, mas todos em Chambord puderam testemunhar que nenhuma das pessoas que você prendeu apareceu na ponte de pedra durante aquela batalha. Portanto, é impossível para eles ter qualquer conexão com magia de mortos-vivos. “

As palavras de Ângela abriram a mente de todos.

“Sim, eles nunca deixaram Chambord, como poderia a magia dos mortos-vivos na ponte de pedra estar relacionada a eles?”

“Talvez fossem aqueles bastardos blindados de preto que usaram magia de mortos-vivos!”

“Sr. Sacerdote, por favor, não prenda as pessoas aleatoriamente! “

“Ângela, sua alteza, tem razão. Nelly e outras meninas absolutamente não têm ligação com a magia de morto-vivo… “

“É isso mesmo, tia Coulee acaba de dar à luz a seu filho há menos de um mês e nem sequer tem forças para pegar uma faca de cozinha. Como ela poderia saber alguma coisa sobre magia de mortos-vivos? “

Depois de ouvir a defesa de Ângela, a multidão, em ambos os lados da rua, finalmente teve a coragem de falar o que estava em suas mentes. Eles gritaram e vaiaram, especialmente as famílias das pessoas que foram presas, eles gritaram repetidamente e a situação estava ficando um pouco fora de controle.

Honestamente, todos sabiam a razão pela qual Zola prendeu essas pessoas.

Os poucos homens jovens, vestidos de maneira limpa, seriam usados como reféns para extorquir dinheiro de suas famílias. As garotas jovens e bonitas seriam usadas como objetos para as autoridades mais altas da Igreja satisfazerem seu vigor sexual e, em seguida, seriam mantidas como servas e escravas, para limpar a igreja e cuidar das tarefas diárias para os membros da igreja. Esses incidentes haviam acontecido muitas vezes. Naturalmente, alguém seria queimado vivo na cruz ardente, acusado de conluio com forças do mal. A tia Coulee, que tinha seu recém-nascido nos braços, era provavelmente a pobre alma que Zola planejava queimar viva para demonstrar o poder e a autoridade da Santa Igreja.

Depois de ver a cena à sua frente, Zola, que estava de pé na carruagem, se sentiu um pouco sufocado.

Ele não esperava que essa garota pudesse despertar tantos problemas. Essas pessoas de classe baixa começaram a se rebelar e sua autoridade e prestígio foi seriamente desafiado. Depois de pensar sobre isso, esta traiçoeira cascavel ficou irritada. Sua expressão mudou quando ele ameaçou ferozmente:

“A força do mal é sempre notável em enganar as pessoas e cegando aqueles que são ingênuos e ignorantes… Ângela, sua alteza, Senhor Lampard, se vocês não se moverem, vocês serão considerados, pela Santa Igreja, como tendo ligações com a magia dos mortos-vivos. Não haverá misericórdia na cruz ardente! “

Depois que ele disse isso, Zola não esperou que nenhum deles respondesse. Ele se virou e entrou diretamente na carruagem mágica dourada.

Depois de ouvir essas palavras, um baixo e gordo noviço sacerdote, que era o mais próximo de Ângela e Lampard, sacudiu as correntes de ferro em suas mãos e, arrogantemente, disse:

“Haha… por favor, saiam! Ou então… hehe! “

A expressão facial do padre novato também refletia a ameaça.

A sobrancelha de Lampard levantou-se e sua mão agarrou o punho de sua espada preta em suas costas.

Ele virou a cabeça e olhou para Ângela, esperando o sinal para “continuar”.

Os grandes e lindos olhos de Ângela estavam cheios de lágrimas ansiosas.

A garota não sabia o que fazer neste momento, como se ela fosse uma formiga numa panela quente. Ela sabia que se permitisse que Lampard tomasse medidas e salvasse aquelas pessoas à força, isso traria um desastre a Alexander, que estava prestes a ser canonizado, assim como a Chambord como um todo…, no entanto, a amável Ângela não podia simplesmente permitir que seus súditos inocentes fossem presos pela Santa Igreja.

Neste momento…

Uma mão quente e forte, de repente, segurou o ombro da menina. Uma voz familiar soou ao lado da orelha de Ângela, como um som celestial:

“Deixe tudo comigo!”