UA-97719368-1
Tradução: Neto.H
Revisão: Pomba

“Eh, em primeiro lugar, eu sinto que esta Prisão de Ferro é muito escura e úmida. Não há luz solar aqui durante todo o dia. Todo o ambiente é horrível. Eu também li nos documentos que muitos prisioneiros fracos morreram na prisão devido a doenças que não foram tratadas a tempo. Isso prova que este lugar não é muito adequado para manter a maioria dos prisioneiros, especialmente porque os cidadãos de Chambord são pessoas simples. Mesmo se algum cidadão cometer um crime, provavelmente será apenas alguma ofensa menor. As disputas entre vizinhos e infrações menores não devem ser tratadas desta forma. Portanto, decidi construir uma prisão simples, fora deste labirinto subterrâneo, para manter todos os infratores menores. Oleg, cuide disso para mim o mais rápido que puder. ”

Oleg ficou surpreso.

Ele não esperava que a primeira coisa que o Rei queria que ele fizesse era isto. Logicamente falando, a Prisão de Ferro sempre foi 100% segura. Ninguém nunca escapou daqui em séculos… é a prisão perfeita. No entanto… Oleg não ousava contestar e questionar qualquer decisão do rei. Ele rapidamente lisonjeou o rei para mostrar sua lealdade:

“Sua Majestade é bondoso e muito compassivo com seus súditos. Tenha a certeza de que construirei esta prisão externa no mais curto espaço de tempo. “

Fei assentiu e acrescentou preocupado.

“Eh, ótimo. Mas você tem que se lembrar, não perturbe o público e não recrute cidadãos para trabalho compulsório… certifique-se de trazer apenas algumas pessoas e ajuste aquele local lá em cima… transforme-o numa prisão simples. O Reino tem atualmente recursos financeiros limitados, então faça alguns ajustes simples. “

Oleg sabia que era uma oportunidade para ele. Ele imediatamente aproveitou:

“Sua Majestade, eu assumirei pessoalmente todos os custos associados com os ajustes e preparação da nova prisão. O Reino não precisará gastar um centavo. “

Fei estava esperando que Oleg dissesse isso.

Ele sorriu quando ele bateu no ombro de Oleg e concordou.

“Eh, estou muito satisfeito com sua lealdade. Lembre-se, o meu princípio de governo distingue entre recompensa e punição. Se seus méritos e sacrifícios são valiosos e reconhecidos por todos os cidadãos, eu não vou deixar você sofrer qualquer perda. “

Depois que ele disse isso, Fei sorriu enquanto caminhava em direção à saída da Masmorra de Água.

Oleg ficou animado quando ouviu aquelas palavras de encorajamento.

Mesmo seus ombros, que foram levemente batidos pela mão do rei, se sentiram quentes. Ele sabia que modificar a prisão era uma grande oportunidade para ele. Ele tomou a decisão de que faria um bom trabalho em completar essa operação, mesmo que ele gastasse toda a sua riqueza. Além disso, o Rei tinha claramente insinuado que ele não precisava apenas satisfazê-lo, mas também aos cidadãos… este tipo de dica lhe deu mais convicção.

……….

……….

Depois de deixar a prisão escura e tenebrosa, Fei dispensou os guardas e lentamente caminhou para o centro da cidade, por conta própria, através do caminho na montanha, de forma a apreciar a beleza do seu reino sob o pôr do sol.

Ele realizou algumas coisas boas hoje: renovou a Prisão de Ferro e, surpreendentemente, acabou descobrindo e adquirindo o precioso Mapa das Ruínas Míticas. Fei estava exaltado… sob a bela paisagem e imerso nos sons da natureza, ele teve o desejo de rugir para o céu.

Sob o pôr-do-sol, tudo parecia dourado. Era a hora da ceia e a fumaça do cozimento era vista nas residências. As aves retornaram aos seus ninhos e as folhas refletiam a luz do final do dia.

Fei caminhava vagarosamente pelo castelo, sem nenhuma pressa para voltar.

Ele queria observar a vida diária dos seus cidadãos de perto. Cada cena era nova e fresca para Fei, que acabou de chegar a este mundo. Era como se ele andasse num mundo de fantasia. As estruturas e casas de pedra, as enormes estátuas de deuses feitas de pedra, a cultura exótica e todo o resto, ao seu redor, eram coisas que ele nunca tinha visto antes. Ao abrir os olhos para esses detalhes, ele teve uma estranha sensação de que estava se fundindo com este mundo.

O castelo estava tranquilo e em paz, como se estivesse no paraíso.

A “fama” de Fei no reino era incomparável, não havia uma única pessoa que não o reconhecesse. Quando andava na rua, as pessoas saíam e o cumprimentavam com frequência. Embora houvesse uma enorme separação de status no continente Azeroth, não era como antigamente na Terra, onde os indivíduos tinham de se ajoelhar para o rei cada vez que o viam. Isso salvou Fei de um monte de aborrecimentos. Ele sorria e respondia de volta aos cidadãos enquanto caminhava pelo castelo e apreciava os cenários exóticos. Ele ficou surpreso ao descobrir que estava ficando lentamente apegado a este pequeno reino remoto e se tornando uma parte dele. O sentimento de inseparabilidade cresceu em seu coração loucamente, como grama depois de uma chuva pesada.

“Ei, Zacker, seu espertalhão, pare de correr!”

A risada infantil soou ao lado da orelha de Fei. Um rapaz desajeitado correu para fora de um beco escuro e trombou com Fei por acidente. O garotinho abriu seus olhos, azul cristal como um pequeno diamante, e olhou fixamente para Fei. Um grupo de crianças estavam correndo atrás dele, uma mistura de meninos e meninas. Eles estavam sujos, todos tinham poeira em seus pequenos rostos e roupas enrugadas. Eles sorriram ao verem Fei.

Fei ficou surpreso ao ver a filha de 12 anos de Pierce, Louise, na multidão. A moça, que parecia uma boneca bonita e delicada, estava desalinhada. Seu cabelo vermelho estava espalhado ao redor de seus ombros e algumas manchas escuras de lama “decoravam” seu rosto branco. Era difícil para Fei relacioná-la com a garota fria e madura, que estava disposta a se tornar sua amante se ele salvasse seu pai. Apesar de tudo, ela era uma criança e estava mostrando seu lado infantil e brincalhão enquanto ela estava brincando com crianças da sua faixa etária.

“É o Rei Alexander…”

No momento em que Fei reconheceu Louise, ela também o reconheceu. Uma timidez e uma astúcia imperceptíveis brilharam em seu rosto. Ela e seus amigos rapidamente cercaram Fei.

Logo, os cidadãos de Chambord descobriram algo muito interessante.

Como se tivessem encontrado um novo brinquedo favorito, mais e mais crianças travessas formaram um círculo na pequena praça. Sentaram-se silenciosamente no chão enquanto descansavam a cabeça sobre os joelhos e começavam a rir ocasionalmente. No meio do círculo, era seu rei supremo, Alexander, quem estava contando histórias às crianças. Ele tinha um sorriso brilhante no rosto. Assim como os poetas itinerantes e os contadores de histórias, ele segurava crianças em seu colo e braços e lhes contava histórias e contos, desconsiderando a sujeira em suas roupas.

“Deus da Guerra, obrigado pela generosidade por nos dar um rei tão corajoso e honrado. ”

Todos os que viram a cena sentiram algo crescer em seus corações. Originalmente, algumas mulheres estavam procurando seus filhos para o jantar, com raiva pelo sumiço e com uma vassoura em suas mãos. No entanto, depois de ver seus filhos ouvindo as histórias do rei Alexander, elas ficaram surpresas e encantadas. Todos ficaram de lado e esperaram pacientemente.

……….

No meio do círculo.

“Hahaha… tudo bem. Isso é o suficiente por hoje. Há mais histórias para a aventura do Maligno Mestre Mago Bumblebee e seu preguiçoso servo Sam. Se vocês quiserem, vou contar mais a vocês amanhã. Por hora, já está escuro… rapidamente voltem para suas casas para comerem o jantar! “

Fei esfregou o rosto sujo de um pequeno garoto que estava sentado ao seu lado. Ele então se levantou, bateu a sujeira fora de sua bunda e sorriu quando ele terminou a sessão de contar histórias de hoje.

“Oh… eu não quero ir para casa. É tão chato. “

As crianças murmuravam enquanto se queixavam.

As crianças queriam mais. Todos olharam para Fei, relutantes em deixar Fei. Isso fez com que Fei se sentisse muito orgulhoso, como se tivesse ganhado uma guerra. Ele riu.

“Vocês ainda são jovens. Quando vocês crescerem, vocês podem se tornar magos de prestígio ou guerreiros honrados. Assim como Bumblebee, vocês terão experiências e aventuras com seus servos … “

“Mas nós não podemos nos tornar magos ou guerreiros… Sua Majestade, meu pai só sabe como trabalhar com metal. Só posso me tornar um ferreiro. “

Um menino disse com pena.

“Sim, nenhum mago gostaria de ensinar as crianças de uma família comum e nós não temos pergaminhos de treinamento de energia…”

Outro rapaz, com as roupas enrugadas, disse em seguida.

“Minha família é muito pobre. Nem sequer podemos ter refeições completas. Meu pai disse que ele me mandaria para a mansão do Visconde Lousie para me tornar um servo… “

“Somente nobres e ricos comerciantes em Chambord podem se dar ao luxo de conseguir um Mago ou um Guerreiro como professor para seus filhos…”

Acrescentou a garota de cabelos vermelhos, Louise, enquanto piscava os olhos.

“Apenas se alguém estivesse disposto a nos ensinar… é muito ruim que meu pai preguiçoso não saiba nada sobre energia, humph!”

Naquele momento, as crianças estavam todas frustradas. Os sorrisos desapareceram dos rostos levemente sujos e foram substituídos por uma tristeza que não deveria pertencer a crianças daquela idade. Todos queriam se tornar heróis, mas a realidade cruel assassinava esses sonhos ainda na infância. O baixo status social e a pressão para a sobrevivência tirava, daquelas crianças, o direito de perseguir seus sonhos.

Depois de ver os rostos tristes e decepcionados, Fei sentiu seu coração doer.

De repente, algo passou pela sua cabeça… Fei teve uma ótima ideia.

……….

Depois que ele retornou ao palácio, os criados já tinham preparado o jantar. Ângela e Emma não foram encontradas e Fei sentiu que aquilo era um pouco estranho. As habilidades dos “chefs” do palácio não eram boas… nos últimos dois dias, havia apenas carne assada, pão e leite, além de várias frutas. Fei já estava enjoado deste cardápio, mas ele tinha que mandar algum alimento para seu estômago. Depois de algumas mordidas, ele caminhou para seus aposentos privados no palácio. Ele queria um pouco de paz e tranquilidade para que pudesse pensar nos planos importantes que ele queria executar.

Neste momento, Ângela finalmente voltou com Emma.

“Onde vocês foram? Eu não vi vocês o dia todo. ”

Fei sorriu.

“Hehehe… Sua Majestade, você sentiu falta de Ângela?”

Emma piscou para Fei enquanto empurrava Ângela para os braços do rei. Ela riu.

“Foi uma coincidência. Nós nos encontramos com a Princesa Tanasha, da Legião da Canonização Real, e conversamos com ela por um longo tempo… Sua Majestade, sua alteza é muito amigável. Ela não nos falou com qualquer ar de superioridade. Ela teve uma boa conversa com Ângela… hehe… ela também perguntou um monte de coisas sobre Sua Majestade. “

Anúncio dos Tradutores

Notícias e novidades – Denn