Hail The King: Capítulo 56.5 – Tortura

1
580
Tradução: Shaduum
Revisão: Neto.H

“Parece que estou tendo muita sorte, assim nada pode me impedir … hahahaha, eu sou o rei da sorte!”

Fei tirou a armadura de metal pesado, que estava apenas posta encaixada, mostrando a armadura do Bárbaro por baixo. As flechas perfurantes foram muito eficazes e até deixaram muitas marcas na 【Pele Ártica】. A força das flechas, que passaram pela armadura, chegou a ferir o corpo de Fei.

“Fingir a morte é realmente muito prático!”

Fei tirou a 【Poção de Cura Normal】 de seu cinto e tomou um gole. Instantaneamente seus ferimentos se recuperaram e a dor, que tinha se infiltrado profundamente em seus ossos, desapareceu. Ele não se atreveu a beber a garrafa inteira, restava cerca de um sexto da poção quando ele colocou de volta em seu cinto de armazenamento.

Depois de se recuperar, Fei começou a observar a tenda escura. O ar tinha um cheiro forte, como se muitos cadáveres de criaturas estivessem apodrecendo e fermentando aqui. Sob a luz cintilante da chama azul, sentia-se calmo e horrível ao mesmo tempo.

Os olhos de Fei finalmente pousaram num par de cordas pretas. Seus olhos brilharam quando uma grande ideia veio à mente. Ele decidiu amarrar o mago desmaiado. Ele não queria matar esse pobre mago pois, em seus olhos, um mago vivo de quatro estrelas era muito mais valioso do que seu cadáver. Enquanto o mago estivesse sob seu controle, todos os tipos de informações no cérebro do mago seriam como um tesouro. Chambord era somente um reino numa área remota no continente. Havia muitas coisas sobre o Continente Azeroth que Brook e Lampard nem sequer podiam explicar. Fei pretendia obter mais informações diretamente da boca do mago.

Fei agarrou as cordas e começou a rir maliciosamente.

“Hahahaha! Como devo amarrar esse velho bastardo? ”

Amarrar prisioneiros era um trabalho altamente técnico. Se eles não estivessem amarrados corretamente, o prisioneiro poderia facilmente se soltar e escapar. Mas devido à experiência de Fei de assistir filmes 18+ S & M, não foi um problema para ele. Fei não se importou em testar as teorias em sua mente.

Depois de alguns minutos…

“Ufa, finalmente!”

… Fei bateu palmas enquanto olhava orgulhoso para o seu “projeto”.

O pobre mago de quatro estrelas foi amarrado como um “bolinho de arroz humano”. Fei usou seis cordas e doze métodos de amarração. Ele fez um nó enorme quando a corda estava contornando o rosto do mago e enfiou na boca do mago. Dessa forma, mesmo se o mago acordasse mais tarde, ele não seria capaz de cantar qualquer magia.

Claro, isso não era o fim.

Fei era um homem muito precavido. Para garantir a sua segurança, ele encontrou uma vara de madeira e, sem nenhum pudor, descaradamente prendeu no buraco traseiro do mago. Depois disso, ele conectou o bastão e a corda juntos… se o mago lutasse, mesmo um pouco, a corda moveria a vara e ele seria est*prado continuamente. Essa dor faria com que até o homem mais duro desmaiasse.

Mesmo depois disso, Fei ainda não se sentia seguro o suficiente. Um mago de quatro estrelas era muito poderoso. E se aquele cara tivesse maneiras de desatar as cordas? Depois de pensar, Fei esmagou alguns ossos e os membros do mago. Depois de ver o mago, mesmo desmaiado, inconscientemente lutar de forma agressiva e um monte de sangue e espuma sair de sua boca, Fei sabia que o mago não iria acordar em breve, então ele iniciou o resto de seu plano com um sorriso sarcástico em seu rosto.

…………………………….

Na base inimiga.

Os soldados restantes estavam empacotando seus pertences e estavam se preparando para sair rapidamente daquele local. Dez minutos atrás, um vigia correu de volta para a base e relatou que a equipe de batedores tinha descoberto vestígios das tropas do Império Zenit… era quase certo que eles estavam indo na direção de Chambord. Isso forçou o cavaleiro de prata mascarado a desistir do cerco no Castelo de Chambord, o que foi oportuno pois o cavaleiro de prata mascarado sabia muito bem que os reforços do Império Zenit seriam uma grande desculpa para ele se retirar. Depois que a ponte desmoronou, não havia maneira alguma para o seu exército derrubar o Castelo de Chambord.

Além disso, quase todos os seus soldados não queriam mais lutar perto do castelo. O que aconteceu hoje havia destruído a coragem dos soldados de elite. Tudo o que eles queriam fazer era deixar esta terra demoníaca e nunca mais ver aquele castelo cercado por um rio por toda suas vidas.

Todo mundo na base estava apressando-se para deixar suas coisas embaladas, tornando tudo muito caótico. Fora da barraca do mago estavam dois soldados inimigos. Eram os guardas que o cavaleiro mascarado de prata mantinha ao lado de seu professor. Ambos eram altos, fortes e extremamente alertas, pois eles tinham medo de que, se eles se afrouxassem, o mago poderia descobrir e um destino horrível os atingiria. Até hoje, quatorze soldados haviam sido levados pelo mago como ratos de laboratório, para suas experiências, por essa mesma razão. Aquelas catorze pobres almas tinham definitivamente sofrido torturas inimagináveis antes de suas mortes. Eles gritavam e lamentavam como animais selvagens, fazendo com que todos os soldados na base tivessem pesadelos.

Ambos desejavam que esse cerco terminasse em breve pois, uma vez que as tropas recuassem, eles não teriam que guardar mais esse mago demoníaco.

Neste momento…

“Hula!! ”

… a espessa cortina, que cobria a entrada da tenda, se abriu e alguém saiu.

Ambos os guardas rapidamente se viraram para se curvar e cumprimentar, mas quando viram o rosto do homem que acabara de sair eles congelaram. Seus rostos ficaram pálidos, suas bocas começaram a murmurar e seus dentes bateram e fizeram uma série de sons quebradiços. Suas línguas quase caíram e eles não puderam dizer uma única palavra.

“Plop! “

Depois de alguns segundos de tremor, um dos soldados ficou com os olhos brancos e ele desmaiou devido ao choque. O outro soldado era mais resistente, mas seu corpo também tremia como se estivesse tentando sacudir piolhos de si mesmo. Apontou o dedo como se tivesse visto um morto-vivo e sua mente estava completamente vazia. Nesse momento ele invejava o seu colega desmaiado… ele não sabia o que fazer ao encarar esse demônio meio conscientemente.

“Ei cara, estou perdido. Em qual barraca seu chefe está morando? ”

 Fei tinha medo de que o soldado na frente dele também fosse desmaiar. Ele colocou um sorriso que ele considerava amigável e brilhante e perguntou ao soldado com sua voz mais sincera, enquanto batia ligeiramente no ombro do soldado.

O soldado tremia incontrolavelmente e não conseguia pronunciar uma única palavra. Ele tremia enquanto lentamente apontava o dedo para a grande tenda preta, a cerca de quarenta e cinco metros de distância, e…

“Plop!”

 … desmaiou como tinha desejado.

“Pooh!”

Fei olhou para a barraca mais longe e cuspiu no chão. Embora os soldados inimigos estivessem em toda parte, ele não tentou se esconder e dirigiu-se diretamente para a tenda. Depois de cuidar do mago de quatro estrelas, nenhum dos inimigos poderia detê-lo.

Depois de alguns segundos, alguém finalmente descobriu o furioso Fei. No entanto, ninguém gritou nem sequer fez um som.

“Tink! Tink! “

Em toda a base, quase todos os soldados que tinham visto Fei começaram a tremer de medo enquanto seus rostos ficavam pálidos. Não podiam mais segurar suas armas, fazendo com que caíssem no chão. Como se todos tivessem sido petrificados por um feitiço mágico, nenhum deles se moveu. Todos estavam “dançando” em uníssono enquanto observavam Fei caminhar até a grande tenda preta no meio da base.

A atmosfera era tranquila, mas estranha.

………………………………

Na muralha defensiva de Chambord.

“Oh Deus …”

“Impossível …”

“Rei Alexander …”

Depois de ver as flechas penetrantes encobrir a ponte desmoronada, muitas pessoas começaram a chorar instantaneamente. Suas lágrimas fizeram seus rostos ficarem encharcados e eles tiveram que segurar uns aos outros para ficarem em pé, como se suas resistências tivessem sido sugadas. Lampard não disse uma palavra e pulou da muralha defensiva. Emma desmaiou nos braços de Ângela, e o rosto de Ângela estava tão pálido como a neve.

O sol no céu tinha perdido repentinamente seu brilho.

Todos na parede defensiva sentiram que o mundo tinha ficado escuro, como se alguma coisa magnífica tivesse desmoronado de repente.

  • GabrieruTheXavoso

    S&M *aqla carinea*