Hail The King: Capítulo 48 – O Massacre Continua

1572
Tradução: Shaduum
Revisão: Neto.H

“AHAHAHAHAHAHAH ……”

Um par de soldados que estavam de pé ao lado do oficial estavam apavorados. Suas mentes não podiam aguentar e quebraram. Como se tivessem perdido suas almas, eles gritaram e tentaram escapar dos “demônios” na frente deles. Infelizmente, para eles, haviam camadas de escudos-torre e lanças dragão posicionadas atrás deles. Quando eles se viraram para escapar, foram empurrados para os inimigos por seus próprios companheiros, transformando-os em “espetinhos”. No entanto, as lesões graves não os mataram instantaneamente, eles gritaram e choraram como eles morreram dolorosamente.

Fei pegou o machado mágico do Bárbaro nível 12 e, depois que ele sorrateiramente atacou o oficial inimigo, deu-lhe um balanço completo e o par de soldados inimigos na frente dele nem sequer tiveram a chance de fugir. Eles foram separados em metades, juntamente com suas armas, a partir da cintura.

Atrás dele, os homens fortes, totalmente protegidos e blindados, começaram a matar os aterrorizados soldados.

As armaduras pesadas que eles usavam permitiam que ignorassem os ataques e, por outro lado, seus enormes martelos e machados colhiam implacavelmente a vida dos inimigos. Mesmo se os inimigos pudessem reagir e bloquear a seus ataques, sob a monstruosa força deles, os soldados inimigos seriam esmagados em pedaços com suas armas ou empurrados pela força.

Esse era o poder dos homens fortes enfurecidos em combate corpo a corpo.

Depois de beber a 【Poção De Estamina】, os homens fortes temporariamente tiveram resistência ilimitada. Podiam abusar indefinidamente de suas forças sem se cansarem. A armadura pesada e as armas não pesavam e, em vez disso, tornaram-se o pior pesadelo dos inimigos. As indestrutíveis armaduras pesadas junto com as armas não bloqueáveis, eram como uma equipe de bestas de guerra do inferno.

Os vinte e três homens eram como vinte e três tigres famintos e completamente armados que foram levados para um celeiro de ovelhas. Você já pode entender o resultado.

O rei Alexander estava na frente da formação como um moedor de carne. Não haviam soldados entre os inimigos que pudessem resistir a um golpe dele. Ele estava empurrando os inimigos na mesma velocidade que ele avançava. A parte da frente da formação de escudos-torre foi rasgada em caos.

Os inimigos que estavam na parte de trás da formação tentaram manter suas posições, mas os soldados inimigos na frente foram quebrados. Eles sentiram como se estivessem enfrentando um bando de demônios e queriam ter mais duas pernas para que pudessem correr o mais rápido possível para longe deles. Tudo o que podiam fazer agora era seguir seus instintos e correr para salvar suas vidas. Muitos deles não eram novatos no campo de batalha, mas nunca experimentaram um massacre unilateral como este. Eles não podiam sequer revidar, como eles poderiam apenas esperar por suas mortes?

Mesmo que fossem todos soldados de elite, havia apenas uma coisa que estava em todas as suas mentes… escapar!

Correr para o mais longe possível!

Correr desses demônios inaceitáveis!

……………………………..

Neste ponto, alguém tinha que se destacar e restabelecer a ordem neste caos.

O cavaleiro negro [Dois], que era o comandante da formação de escudos-torre, finalmente recuperou seus sentidos depois do choque que aquele horrível golpe lhe deu.

Depois de ver o caos em suas formações, ele sabia que tinha que impedir de ficar pior. Tirou a espada de comandante e golpeou os soldados que estavam escapando. Aqueles soldados nem tiveram tempo de reagir e suas cabeças voaram. Os corpos sem cabeças continuaram os movimentos de correr para trás por alguns passos antes de cair. O sangue jorrou como uma fonte ……

“Mantenham a formação! Juntem-se a segunda linha de defesa! Qualquer um que retroceder será executado! Sem exceções! “

A espada de [Dois] ainda estava pingando sangue enquanto ele gritava.

Sob a ameaça de morte, a maioria dos soldados na formação foram forçados a se acalmar. Eles se juntaram lentamente e estabilizaram a formação. Depois de ver que sua formação foi reformada, [Dois] se acalmou um pouco. Ele enviou muitos comandos para reconstruir o poder defensivo apropriado da formação.

Com o comandante em posição, os soldados tinham demonstrado suas habilidades de batalha superior. Eles abandonaram os caóticos soldados da frente e recuaram um pouco, em formação, para limpar cerca de 4 a 5 metros de espaço. Em apenas alguns segundos, camadas de escudos-torre foram estabelecidas e fileiras de lanças letais de dragão foram apontadas novamente, trazendo de volta o poder original da formação.

“Tink!”

A formação de escudos-torre e lanças dragão foi estabilizadas mais uma vez.

[Dois] posicionou-se atrás da formação, olhando fixamente para os vinte e três animais blindados marchando.

Ele zombou. Não havia distância suficiente entre a sua formação e os “animais” para que eles pudessem pegar impulso suficiente para atacar de novo e não havia como abrir a defesa novamente.

“Enquanto a nova linha de defesa não se abrir novamente, as lanças de dragão poderiam facilmente perfurar as armaduras e os corpos dos bastardos!” O cavalheiro negro [Dois] pensou friamente. Ele estava olhando para a linha de frente de perto através do espaço entre os escudos.

Com esta nova transformação, ele havia abandonado mais de trinta soldados fora da formação. Esses animais totalmente blindados estavam limpando os pobres soldados como se fossem folhas. Sangue, membros rasgados e armas quebradas estavam se espalhando por toda parte …

[Dois] teve que admitir que esses animais eram monstros realmente brutais. As enormes armas em suas mãos até lhe davam, um guerreiro de uma estrela, um calafrio. Sob tais restrições de terreno, seria um pesadelo para qualquer exército para lidar com essas bestas totalmente blindadas.

Especialmente o homem na frente que, em comparação com o frio que a arma lhe fez sentir, fez [Dois] sentir-se como se estivesse em um congelador.

O homem era o menor em tamanho entre seus pares, mas era também o mais forte e o mais selvagem.

[Dois] lembrou claramente que, desde o início da batalha, esse homem atirou para fora um machado monstruoso e abriu a inquebrável formação como um deus da guerra … Sempre que [Dois] pensava nisso, mesmo ele, que era um veterano no campo de batalha, estava assustado.

Através das finas lacunas entre os escudos, [Dois] podia ver claramente que aquele homem, de alguma forma, tinha outro machado ainda mais perigoso.

O machado era maior que uma porta e tinha uma tonelada de perigosos ganchos atrás. O machado preto brilhava com todo o sangue. Parecia tão pesado que só deveria ser levantado por dois ou três soldados. No entanto, a maneira que o homem estava usando era como se o machado pesasse tanto quanto uma palha. Sempre que batia com aquela “porta”, ninguém ficaria de pé.

Esse homem era como uma máquina de matar feita para a batalha.

Trinta soldados de elite bem treinados não conseguiram segurar os “monstros de metal” por vinte segundos. Todos foram transformados em cadáveres, particularmente em cadáveres feios. Eles foram cortados em dois pedaços, ou esmagados em pasta de carne. Membros, órgãos, armas … foram todos quebrados em todos os lugares …

Onde quer que fossem, exceto a própria ponte, nada ficaria em sua forma original.

Neste ponto, os inimigos blindados negros tinham recuado 50 jardas (46 m) na ponte.

Parecia uma eternidade para o exército inimigo e para os soldados defensores na muralha de Chambord, mas todo o processo demorou apenas 40 segundos.