Hail the King: Capítulo 2: O Idiota virou um Louco

1903

Tradutor: Denn  |   Revisor: Shuichi

Angela segurou a beira da cama com firmeza, sua mente se encheu de ansiedade e preocupação enquanto seus olhos se arregalaram.

“Pobre Alexander, espero que a queda não tenha danificado seu cérebro. Embora ele não fosse muito brilhante antes, pelo menos, ele conseguia falar.”

No momento, uma voz alta e arrogante ecoou de fora da entrada.

“Alexander! Ouvi dizer que você foi ferido.”

Uma careta apareceu nos rostos das meninas quando elas se viraram para a origem do som. A voz falou com um tom como se, ironicamente, se preocupasse.

“Está tudo bem?”

Fei olhou para cima e notou que um homem bem vestido e gordinho havia invadido o quarto do palácio. Uma risada gélida deslizou entre seus lábios curvados.

“Gill, o que você está fazendo aqui?”

Angela disse friamente. Fei sentiu a tensão entre o recém-chegado obeso e suspeito e a beleza ao lado dele.

Ficou claro que eles não tinham uma boa relação.

“Haha… Angela, meu anjo, o que você quer dizer com isso? Eu ouvi que meu querido amigo Alexander ficou ferido e fiquei preocupado. O que há de errado comigo vindo ver o estado dele?”

O gordo nobre, casualmente, se aproximou e se sentou à direita em um lado da cama como se fosse a sua própria.

“Gill, o que está fazendo! Como você se atreve a se sentar na cama do Rei!”

Emma exclamou furiosamente.

Gill lançou um olhar para Emma. Luxúria e malícia brilhoaram através dos seus olhos. Ele lambeu os lábios grossos, parecidos com salsichas, e respondeu.

“Cale a boca, escrava de baixa classe. Não diga nada vá se arrepender.”

Ele então se virou e olhou para Fei. A expressão não era a de alguém mostrando empatia para com um amigo ferido, mas, mais como um olhar exultante para um animal ferido. Fei estava olhando para Gill, ao mesmo tempo.

Ele sentiu o desprezo, a malícia e sarcasmo nos olhos de Gill. Gill não estava escondendo seus sentimentos, nem mesmo um pouco.

Fei estava confuso.

“Esta almôndega feia é, realmente, amigo de Alexander? Seu rosto tem tantos queixos, mas ele é corajoso o suficiente para mostrar essa cena até mesmo para o Rei? Será que ele tem antecedentes familiares fortes também?”

Como Fei estava pensando, Gill começou a esmagar o rosto de Fei com as mãos oleosas como se fosse um brinquedo. O movimento foi tão natural que parecia que Gill fez isso milhares de vezes.

“Alexander, parece que você está bem, haha. Eu tenho alguns convidados importantes nesta tarde para acolher, então, o que acha de vir comigo?”

Gill estava sorrindo, mas o tom em que ele disse não era como um convite, mas uma ordem.

Ele esmagou o rosto de Fei um pouco mais, e deu um tapa de leve. Gill amou esse sentimento – tratar o Rei como um animal de estimação.

Ele então começou a pensar em voz alta, sobre como era possível que alguém como Alexander se tornar rei.

“Ele tem a inteligência de três anos de idade, com a idade de dezessete anos, mas por que os deuses o amam tanto a ponto de dar-lhe o trono?”

Enquanto Gill estava se divertindo, algo inesperado aconteceu.

*Tapa!*

Gill cobriu sua face esquerda com a mão. Uma marca vermelha de mão apareceu em seu rosto, assim como uma tinta arremessada em uma pintura abstrata. Sua expressão era a da definição do conceito de choque.

Ambas, Angela e Emma, se sentiram desconfortáveis quando Gill apareceu, mas o tapa as  chocaram também. Elas não conseguiam acreditar no que viram.

Alexander sempre agiu de forma dócil e covarde e por isso, Gill sempre implicava com ele, devido à sua falta de vontade de revidar.

“Ele deu um tapa no rosto de Gill! Isso aconteceu de verdade?”

Apesar de ter sido chocante, elas ficaram emocionados. Elas tinham tolerado Gill por um longo tempo.

“Como… como se atreve!”

“Gordo, se você me tocar de novo com essa sua mão nojenta, eu vou enfiar meu pé na sua bunda!”

Disse Fei.

Gill tinha deixado Fei muito frustrado, e Fei não é gentil quando lidava com as pessoas que o deixavam irritado.

Gill apontou um dedo gordo como uma sansicha para Fei e gritou.

“Como se atreve a me bater, seu bastardo!”

Ele estava tão bravo que toda a gordura em seu corpo tremeu como se ele fosse um pudim com Parkinson.

Gill gritou de novo e de novo.:speech_balloon:

Fei não respondeu. Ele estava tentando se levantar.

“Como ele se atreve a gritar no palácio?”

Fei estava perplexo. Nenhum dos guardas do rei agiram como deveriam.

“Será que ele realmente é alguém importante, que o Rei não pode punir?”

Enquanto Fei estava pensando, Gill tinha tomado uma decisão louca. Ele se aproximou de Fei, parecendo querer vingança.

“Pare!”

Angela ordenou:

“Gill, você é apenas o filho de um ministro, como se atreve a fazer uma coisa dessas!”

Não interessa o que Angela gritava, nada afetava Gill enquanto mantinha os olhos fixos em Fei. Angela e Emma tentaram o seu melhor para proteger Fei, puxando as vestes de Gill.

No entanto, não tinha jeito, e ambas não eram páreas para Gill.

*Tapa!*

Frustrado, Gill bateu no rosto de Emma. Com força suficiente para fazer ela voltar alguns passos para trás. Seu lindo rosto ficou com a bochecha inchada, e as lágrimas encheram seus olhos.

Gill pegou Angela, que estava ao seu lado, pelo pulso e puxou-a para si. Ele abaixou a cabeça sobre o pescoço de Angela. Ele cheirou algumas vezes, e deleitosa e pervertidamente disse:

“Bela Angela, esse retardado  do Alexander nunca vai ser bom o suficiente para você. Olhe para ele, ele não se parece nada com um Rei. Ele fez uma bagunça no Reino de Chambord logo depois de herdar o trono. Hehe, Angela; Que tal vocês duas se tornarem minha mulheres?”

Ele estava segurando o pulso de Angela com firmeza; a sensação quente e suave de seu corpo quebrou o último pedaço de seu raciocínio. Ele esqueceu que estava dentro do palácio do Rei e Angela era a futura Rainha. No impulso que veio da perda de sua sanidade, ele tentou beijar os lábios de Angela com força.

De repente.

*Peng!*

Um capacete de metal ‘beijou’ sua testa no lugar. Mas, com essa quantidade de força, foi mais como uma marretada.

Este ataque foi tão repentino que Gill nem sequer o viu chegando. Surpreso com o sangue jorrando de sua testa, ele gritou quando caiu para trás e soltou o pulso de Angela.

Angela, mais uma vez testemunhou algo que ela pensou que não iria acontecer em toda a sua vida e ficou sem palavras.

Quando Fei pegou o capacete do chão, ele zombou:

“Como você se atreve a tocar na minha mulher, seu gordo filho da puta! Como você ousa tocar o Rei! Vou te bater até você se tornar tetraplégico, ou, eu juro por Deus, que eu não sou o Rei!”

Ele se sente melhor quando xinga, pensando consigo mesmo.

“Cara, eu estava com medo dessa rolha de poço. Eu pensei que ele fosse uma figura importante, mas parece que ele é apenas o filho de um ministro. Eu posso foder com ele qualquer dia da semana!”:speech_balloon:

Um silêncio mortal permeou o quarto real. Eles poderiam ouvir o som de uma agulha caindo no chão.

Embora muitas vezes as ações de Fei tenham chocado ambas, Angela e Emma, desta vez, elas perceberam que algo está diferente.

“Não é possível! Como isso é possivel?”

Elas olharam para Fei.

“Parece que o retardado do Alexander, de dezessete anos, que ouviu Gill todo o tempo… mudou.”

Gill estava deitado, imóvel, no chão. Com sua mente em branco. Ele sentiu que a personalidade de Alexander tinha mudado muito.

As ações de Fei, no corpo de Alexander, assustaram Gill, devido à forma como estava fora do normal. O golpe com o capacete estava cheio de energia e ele sentiu como se Fei estivesse realmente tentando matá-lo.

Depois de alguns segundos, ele se acalmou. Ele pensou sobre o porquê de ele ter vindo ao palácio hoje e ele decidiu revidar com tudo o que tinha.

Ele ergueu a mão esquerda e um cântico estranho e misterioso saiu de sua língua. Uma bola de fogo estava se formando em sua mão e uma sensação de queimação estava enchendo todo o palácio.

Gill esqueceu como se sentiu antes e de repente se tornou muito mais valente. Ele zombou de Fei:

“Você, o Rei? Ha! Fora você mesmo, quem você acha que o considera como o nosso Rei em todo o Reino de Chambord? Como se atreve a me bater? Alexander, prepare-se para sentir a ira de um mago de prestígio!”

Fei ainda estava posando em uma postura corajosa, tentando impressionar Angela e Emma. Mas quando viu a bola de fogo se formando, sua pupila se contraiu um pouco.

“Ma-mago? Puta merda! Esse imbecil filho da puta é um mago? Parece que ele tem algumas habilidades. O que eu faço? Cara, eu não deveria ter tomado essa decisão por impulso. Se eu soubesse, eu teria tentado dissuadi-lo ao invés de usar a força… “

Fei estava tentando pensar em uma solução para esta grande confusão.

Ele olhou para a bola de fogo queimando na mão de Gill e o capacete amassado na mão dele e pensou:

“Mas que porra é essa? Se nós vamos lutar, pelo menos, me dê uma espada ou algum tipo de arma.”

Ele pensou por alguns segundos e começou a gritar.

“Guardas… Guardas! Assassinos! Alguém está tentando me assassinar!”

“Haha, isso é inútil!”

Gill riu quando ele balançou a mão e o ardente projétil vermelho voou, como uma bala, na direção do rosto de Fei.

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!