Hail The King: Capítulo 171: invicto (parte 2)

4
566

Tradução: LK
Revisão: Gelo


Instantaneamente, os 60 ou mais inimigos dentro de 20 metros na frente dele foram claramente cortados ao meio na cintura, incluindo sua armadura e as armas em suas mãos. Mesmo a parede do castelo atrás deles tinha um corte de espada de 1 metro de profundidade. Muitos soldados nem sentiram nenhuma dor, e muito menos souberam o aconteceu. Seus pés ainda estavam correndo, mas a metade superior de seus corpos ficou parada no lugar…

“Giiiiigaaaaaaanttttttttiicccccccccccccccccccc Hoooooooornnnnnnnnnnnnn!” (Chifre gigantesco).

O imenso corpo do Cavaleiro do Zodíaco de Touro, Drogba inclinou-se levemente para frente. Uma luz dourada brilhou em sua cabeça, e um capacete dourado com dois chifres gigantes atraentes apareceu. No instante seguinte, as pernas de Drogba desencadearam força explosiva que o enviou correndo para frente! Eles viram que todos os inimigos que ficaram em seu caminho tinham seus corpos destruídos em pedaços, e de repente as cabeças, braços, pernas, corpos, bundas, começaram a voar por toda parte…

Uma investida tão simples de cerca de 30 metros enviou 60 soldados para o inferno.

Depois de testemunhar essa cena incrível, o velho Zola e o jovem magro Modrich, que estavam localizados dentro do círculo de proteção do exército de Chambord, passaram pelos estágios emocionais, do choque inicial, até o estado atual de ter o sangue fervendo. No entanto, no passado, a fama do Rei de Chambord e os cavaleiros sob seu comando já haviam se espalhado e chegado ate seus ouvidos, o que acendeu o fogo da esperança, e enquanto seu corpo passava por toda espécie de torturas dolorosas os ajudava a passar por todas as dificuldades… Mesmo que uma vez tenham fantasiado sobre o quão poderoso o Rei e seu exército eram… Mas mesmo nas fantasias mais otimistas, eles não imaginaram que veriam o que estavam vendo agora…

Poderoso!

Muito poderoso!

Esse grau de força ultrapassou a imaginação de todos os cidadãos de Chambord que foram escravizados aqui.

O velho Zola não podia impedir suas lágrimas rolarem pelo seu rosto enrugado. “Agradeço a Deus, nossa cidade de Chambord finalmente tem um poderoso Rei e cavaleiros poderosos que podem proteger seus cidadãos!” Tal sentimento tão repentino de felicidade era tão irreal, Zola e Modrich tentaram esfregar os olhos, assustados com a ideia de que, no próximo instante, viessem a perceber que era apenas uma ilusão.

Enquanto seu sangue estava fervendo, o jovem que salvou os dois, a imagem das costas do Rei Alexander de Chambord, de repente transformou-se em uma luz roxa e verde no vento louco. Em todo lugar que ele passou, todos os inimigos do Reino Black Stone foram cortados pela metade. Mesmo aqueles guerreiros de nível de estrelas que normalmente eram bem respeitados e normalmente chamados de elites não conseguiram sobreviver um instante sob a espada do Rei de Chambord.

Rei Alexander é verdadeiramente incomparável!

“Atire as flechas! Apresse-se e dispare flechas!”

Uma voz afiada e irritada de repente veio de cima das paredes da Fortaleza de Black Stone e essa voz alta finalmente trouxe os arqueiros de Black Stone que estavam nas montanhas de volta à realidade. Eles lutaram contra o medo e começaram a puxar seus arcos.

“Rei de Black Stone,  Eu esperei por você por um longo tempo!”

Fei gritou, de repente saltou e se atirou em direção ao penhasco de onde veio à voz. As espadas roxa e verde desapareceram, e os dois punhos de Fei atingiram brutalmente o lado da montanha com uma força aterrorizante!

Durante este tempo, além de matar todos os guerreiros de elite que poderiam representar uma ameaça para os Cavaleiros do Zodíaco, Fei estava procurando pelo esconderijo do Rei de Black Stone. Ele estava certo, sob essa situação, um Rei tão ambicioso e brutal certamente se esconderia em um canto para comandar seu exército. Durante aquela manhã, Fei já tinha memorizado a voz do Rei de Black Stone, e quando essa voz soou, Fei estava certo de que o falante era definitivamente ele.

Rumble!

Dois golpes aterrorizantes bombardearam o lado da montanha, e a parede íngreme da montanha de repente expôs um poço de 2 metros grande e profundo. Uma grande quantidade de cascalho caiu. Havia, de fato, uma câmara escondida no lado da montanha, e as pessoas escondidas no interior foram instantaneamente mortas pela onda de choque.

Fei olhou os cadáveres e notou que o Rei inimigo não estava entre eles.

Mas, um simples e pequeno selo mágico apareceu na visão de Fei, e foi destruído.

Fei entendeu de repente o que aconteceu. Este era um selo mágico de transmissão de voz muito simples, como um alto falante em sua vida passada, poderia transmitir palavras de outro lado até aqui e ampliá-lo… Parece que o Rei de Black Stone estava falando por esse selo mágico agora.

“Rei de Chambord, você se atreve a atacar minha Fortaleza de Black Stone! Você violou a lei imperial, hehe, não fique muito feliz, mais cedo ou mais tarde você será julgado pelo time de julgamento do Império!”

A voz do Rei de Black Stone ecoou no vale.

“Vá se fuder! Você prejudicou o meu povo, vou trucidar toda a sua cidade…” Fei rugiu: “Quantas mil pessoas da minha cidade morreram naquele poço da morte na parte de trás das montanhas da sua Fortaleza, como é que a Lei Imperial não passou por sua mente? O Reino de Black Stone deve pagar o preço pelo que fez! Eu juro pelo Deus da Guerra, Sua Majestade o Rei Alexander jura com a glória real da cidade de Chambord, vou matar o Rei de Black Stone e destruir a cidade!”

  • Ákila Tomaz

    isso mesmo mata todo mundo 🙂

  • pedrin

    obrigado pelo capítulo

  • pedrin

    -1 inimigo

  • Amauri Fernandes

    Venho todo dia no site so para encontra mais um cap dessa beleza