Hail the King: Capítulo 164.1: Limpando a lamina da espada.

1
642

Tradução: LK
Revisão: Pomba


As bestas rugido das chamas corriam a toda velocidade pelo vento, e o vento do outono passava pelo cabelo loiro do cavaleiro e pela capa vermelha escura. Sob o pôr-do-sol, o arco longo e as flechas refletiam uma luz dourada arrepiante.

Neste momento, todo mundo no Reino Raice estava assustado, e na verdade não havia uma única pessoa que ousasse resistir e falar pelo cavaleiro que foi morto pela única flecha. Mesmo que este jovem nobre fosse uma figura bastante influente no Reino Raice quando ele estava vivo, agora mesmo o Rei do Reino Raice estava tentando limpar seu suor frio enquanto orava, esperando que o arqueiro divino que estava distante jogasse fora a raiva em seu coração e fosse embora, e não olhar para este incidente ainda mais.

Recentemente, a súbita ascensão da cidade de Chambord colocou todo o reino de Raice em pânico. A coalizão dos nove reinos passou pelo Reino Raice a caminho da cidade de Chambord e, claro, o Reino Raice estava ciente do tipo de poder que este exército da coalizão tinha à sua disposição. Pelo menos, se esse exército fosse usado para lidar com Raice, seu poder poderia esmagar instantaneamente Raice e transforma-lo em pó. Mas foi esse exército muito poderoso que foi completamente aniquilado pela cidade de Chambord. Se a cidade de Chambord quisesse começar algum conflito com o Reino Raice, então não havia esperança para a sobrevivência. Foi por isso que todo o reino, do próprio Rei até os cidadãos normais, vivia com medo. Desta vez, ao saber que o Rei de Chambord estará viajando além de seu Reino para participar da competição de batalha de armas, o Rei de Raice de repente teve uma ideia. Em sua mente, desde que ele possa acalmar a ira do Rei de Chambord, então ele poderá manter a posição de seu país, então, qual é o grande problema de agir como uma prostituta uma vez.

Claramente, as palavras desrespeitosas ditas por esse maldito pequeno nobre antes foram ouvidas pelo arqueiro observador da cidade de Chambord, por isso ele foi morto com um tiro. Mas agora mesmo, não havia ninguém no Reino Raice que ousasse repreender o arqueiro por matar seu nobre. Eles apenas esperavam que Sua Majestade e o arqueiro pudesse se apressar e extinguir a raiva em seu coração e, espero não denunciar essas palavras a esse Rei Chambord… Caso contrário, o Reino Raice pode estar condenado.

Naquele momento, o pálido Rei gordo de Raice, teve quase o desejo de chutar aquele nobre morto algumas vezes… Porque o fodido se mostrou e disse essa merda. Você pode morrer sozinho, mas não arraste o reino inteiro também!

Herod ~~

As bestas rugido das chamas silvou no vento, o arqueiro de Chambord finalmente retirou seus olhos frios, virou-se e afastou-se.

Então, todo o Reino Raice soltou um grande suspiro de alívio.

O Rei de Raice então deu uma ordem antes de poder se acalmar completamente: “Passe minhas ordens, a partir de hoje, todos devem respeitar qualquer pessoa da cidade de Chambord. E diga a esses pequenos nobres como esse pequeno merda aqui para se comportar melhor a partir de agora! Se alguém despertar a ira do Rei de Chambord, ninguém poderá salvá-los!”

Fei, claro, sabia tudo o que aconteceu atrás dele.

Depois de atirar no pequeno nobre insolente, o guarda-costas Fernando Torres voltou, e a primeira coisa que ele fez foi relatar tudo o que acabou de acontecer. Fei apenas sorriu um pouco e não ficou com raiva, porque em seu coração, limpar vizinhos ruins como o Reino Raice era algo que aconteceria mais cedo ou mais tarde. No entanto, agora mesmo, lutar por seus interesses e poder na competição de treino de armas é mais importante para a cidade de Chambord. Não há pressa para voltar fazer a limpeza desses pequenos filhotes de gatinhos, é por isso que Fei apenas manteve seu exército avançando.

Como o reino subsidiário de nível 5, embora o território da fronteira do Reino Raice fosse um pouco maior do que a cidade de Chambord, ao cair a noite, o exército da expedição cruzou completamente o Reino Raice e chegou ao território de outro reino subsidiário, o Reino Black Stone.

Se Raice era apenas um vizinho ruim, então o Reino Black Stone era o verdadeiro inimigo mortal da cidade de Chambord.

Na competição de treino de armas há três anos, foi essa Cidade Black Stone que conspirou com algumas das grandes forças ocultas, e usaram alguns meios malignos contra Chambord, assim eles puderam ser promovidos para um reino subsidiário de Nível 4 sobre o cadáver da Cidade de Chambord. Quanto ao atrito e as batalhas entre o Reino Raice e Chambord, a maioria também foi provocada secretamente pelo Reino Black Stone. Além do Reino Raice, ainda havia quatro reinos próximos que compartilhavam a mesma força que a cidade de Chambord, e todos foram convencidos ou forçados pelo Reino Black Stone a ser hostis com Chambord.

Através desses atritos, o Reino Black Stone foi capaz de criar uma grande quantidade de riqueza, especialmente através da pilhagem de sua população para aumentar sua própria força.

O estado hostil entre Chambord e Black Stone havia durado muitos anos, e ficou claro há muito tempo quem estava certo e quem estava errado. No entanto, não há muito tempo, o Rei do Reino Black Stone já soltou suas palavras, dizendo que ele vai queimar completamente Chambord ate o chão durante esta competição de treino de armas. Além disso, na cerimônia de coroamento não há muito tempo, o Reino Black Stone também enviou pessoas para a cidade de Chambord para provocar diretamente Fei e até se juntaram à conspiração de assassinato da princesa mais velha. No entanto, devido à má sorte, nem mesmo os corpos dos homens foram encontrados…

Naquela noite, o exército de expedição da cidade de Chambord acampou em um lago ao lado de uma floresta dentro do território do Reino Black Stone.

 

  • SlimeCultivador

    ah meu carai, dá n, to emocionado do nivel de fodelencia dessa novel de outro nivel, to chorando mermão