Hail The King: Capítulo 114 – Assassinato

1506
Tradução: Neto.H
Revisão: Pomba e Mallachai

“Quem… quem é você?”

Oleg sentiu um calafrio na espinha.

Apesar disso, ele não mostrou nenhuma reação em seu rosto e apenas olhou nervosamente para a misteriosa pessoa encoberta de preto. Ele espiou a porta ao lado e calculou os possíveis caminhos de fuga enquanto lentamente se movia para trás, tentando alcançar a espada que estava pendurada ao lado do espelho de bronze.

A capacidade de luta de Oleg era melhor se ele tivesse a espada com ele. Ele estava confiante de que ele era capaz de se defender contra esse misterioso intruso por alguns segundos, alertando os guardas com o barulho. Uma vez que os guardas ouvissem o barulho no quarto, eles viriam verificar. Com a ajuda deles, a chance de Oleg de escapar daqui vivo seria muito maior.

O tempo parecia ter congelado.

Seu dedo já havia alcançado o punho frio da espada. Oleg soltou a respiração que estava segurando e finalmente agarrou sua espada.

Ele tirou a espada do suporte e colocou-a em frente ao seu peito. A luz refletia na espada e iluminava o chão na sala. Oleg estava mais confiante e o olhar em seu rosto tornou-se menos tímido. Quando ele estava prestes a gritar e pedir ajuda…

“Leve-me para o pico da Montanha Oriental e eu deixarei você viver!”

O intruso ergueu sua mão e cantou uma série de feitiços obscuros que Oleg não conseguiu entender. Uma grande quantidade de energia mágica apareceu ao redor do intruso, que em seguida pressionou o espaço na frente deles com a mão. Cinco correntes vermelhas escuras feitas de fogo dispararam de seus cinco dedos e imediatamente se espalharam pelo braço e pela espada de Oleg, como cinco cobras flexíveis. As correntes lentamente cresceram e prenderam todo o corpo de Oleg.

Oleg, que tinha a energia de um guerreiro de uma estrela e a força física de um guerreiro de duas estrelas, foi facilmente capturado e controlado por essas correntes de fogo de aparência frágil.

O intruso coberto de preto sacudiu, repentinamente, seus dedos.

Este simples movimento causou uma enorme mudança.

As correntes de fogo que prendiam a espada imediatamente se iluminaram. A espada, que foi feita de ferro de alta qualidade, foi derretida instantaneamente e escorreu pelo chão, formando uma poça de metal derretido…

“Se você se atrever a resistir, seus ossos e carne ficarão como esta espada!”

“Quem… quem é você?”

Oleg perdeu a coragem completamente. A força das duas partes estava em dois níveis completamente diferentes. O intruso era, pelo menos, um mago de nível quatro estrelas de atributo fogo.

Oleg só fez essa pergunta por que estava furioso com a situação e queria saber quem estava por trás de tudo isso. Quem imaginaria que, depois que o intruso ouviu a pergunta, a pessoa hesitaria um pouco, mas surpreendentemente tiraria a capa. O rosto mal era visível sob a luz das correntes de fogo, mas Oleg foi capaz de dizer quem era.

“Isto não é possível… como poderia ser você?”

Os olhos de Oleg se arregalaram, como se ele visse um morto-vivo:

“Isto não é possível… isso não é possível…”

“Agora você está disposto a me levar para o pico da Montanha Leste, certo?”

O Intruso colocou o manto de volta e se escondeu no escuro novamente. A voz soava calma, mas Oleg podia sentir a raiva e o ódio:

“Se você não me levar lá, ainda tenho métodos para ir por minha conta. No entanto, seria mais trabalhoso e você morreria aqui!”

“Eu vou levar você até lá!”

As pernas de Oleg sentiram-se trêmulas e ele se rendeu.

……….

……….

O castelo de Chambord era cercado por montanhas em três lados e por um rio na frente. O terreno era muito difícil para pessoas de fora entrar.

A íngreme montanha leste era especialmente importante para o Reino. Todos os reis anteriores descansavam ali depois que eles morreram. Os membros da realeza, nobres, soldados e heróis que sacrificaram suas vidas para proteger o Reino também descansavam ali. Isto simbolizava que todas as suas almas corajosas ainda protegeriam o Reino de Chambord.

O terreno da Montanha Leste era muito desafiador. Era extremamente íngreme e havia apenas duas maneiras de chegar ao topo da montanha. Um dos caminhos circulava a montanha doze vezes. Havia, no total, três mil e cem degraus de pedra que levavam ao pico da montanha, como se fosse um caminho para o céu. O outro caminho era mais perigoso. Grandes pregos de ferro foram fixados no corpo da montanha e uma corrente de ferro foi ligada neles, formando uma corda de escalada que levava para o “céu”. Era para pessoas que eram muito poderosas. Eles iriam chegar ao pico muito mais rápido utilizando esse caminho.

Fei e seus seguidores só foram capazes de usar o primeiro caminho. Depois de mais de uma hora, eles finalmente atingiram o pico.

O que eles não sabiam era que, antes de chegarem ao pico da montanha, duas figuras, uma possuindo um par de asas escuras de fogo, correram pela corrente para “céu”… para ser mais preciso, era uma figura que estava vestido com um uniforme de criado e arrastando uma figura gorda e careca, enquanto subia correndo a montanha com a ajuda das correntes de ferro.

Estava a menos de meia hora para o amanhecer.

Quando Fei, Ângela e os outros chegaram ao pico numa carruagem flutuante mágica, quase todos estavam lá… os emissários e príncipes de mais de vinte reinos, os guardas de Chambord que foram designados para proteger a cerimônia, os sacerdotes e cavaleiros da Santa Igreja e, claro, a Legião Real Coroação do Império Zenit.

A carruagem mágica da Primeira Princesa Tanasha estava estacionada na frente do altar já havia algum tempo. Ela chegou ao pico da montanha muito antes de Fei, mas ela não apareceu na frente da multidão e só ficou em sua carruagem. A guerreira Susan e Cavaleiro Capitão Romain guardavam a carruagem com mais de duzentos cavaleiros totalmente blindados.

Embora a Montanha Oriental fosse muito íngreme, o pico da montanha era uma superfície muito plana. Era cerca de quatro a cinco quilômetros quadrados. Havia um altar, localizado no meio da superfície plana, que tinha cerca de seis metros de altura e dez metros de diâmetro. Este era o Altar do Rei que existia em todos os 250 reinos afiliados de Zenit. Era o lugar onde todos os reis eram coroados e se tornavam o governante oficial de seus reinos. Fei seria coroado por Tanasha, que representava o Império Zenit no Altar do Rei, quando o primeiro raio de luz solar brilhasse no pico de Montanha Oriental.

Ao lado do altar do rei e do penhasco, havia sessenta e seis estátuas de guerreiros de pedra que estavam todas segurando espadas. Elas tinham todas entre trinta e quarenta metros de altura. Elas tinham uma expressão realista em seus rostos, sendo gigantescas e majestosas, representando a glória, a justiça e os numerosos guerreiros e heróis que serviram Chambord.

Os emissários, príncipes e seus servos espalhavam-se ao redor do altar.

Os dez guerreiros da “ponte de pedra” designados para este local, como Drogba e Barrack, junto com Lampard, chegaram há muito tempo atrás, guardando o altar junto com mais de vinte soldados.

“Sua Majestade!”

O diretor Oleg rapidamente caminhou até Fei e saudou… , no entanto, suas pernas estavam um pouco trêmulas.

Um criado de meia-idade o seguiu de perto. Todo mundo sabia que a pessoa era o criado de Oleg. Embora não estivessem certos do por que esta bunda gorda trouxe seu criado para o pico da Montanha Leste, esta ação não era proibida e suas mentes rapidamente se voltaram para outras coisas.

“Inicie os procedimentos!”

Fei assentiu sem emoção e sinalizou a Oleg, que era o gerente principal para a cerimônia de hoje, para começar a se preparar. Quando Fei ordenou especialmente que o Ministro Chefe Bast permanecesse atrás, Oleg foi surpreendentemente nomeado para essa função. Tal coisa estava fora das expectativas de todos.

Toneladas de sacrifícios foram movidas para o Altar do Rei, e os preparativos foram iniciada de forma lenta e segura.

Fei estava na carruagem mágica e olhou ao redor. Exceto os emissários do Reino Thrace, que foram todos assassinados por misteriosos e poderosos assassinos, vieram os emissários de todo os outros reinos. Fei viu o Príncipe Modric do Reino do Lago. Este rapaz louro parecia fabuloso, como de costume, e era o centro das atenções onde quer que fosse.

Depois de sentir o olhar de Fei, Modric educadamente sorriu e acenou para ele.

Fei assentiu e continuou a observar.

Havia cerca de quinhentas pessoas no pico. Exceto os duzentos cavaleiros de Zenit, que estavam aqui para proteger a Princesa Tanasha, e as duzentas pessoas de todos os outros reinos, havia menos de sessenta pessoas que pertenciam a Chambord, sendo que a maioria dessas pessoas eram servas que não podiam lutar. Fei estava se concentrando nos emissários e cavaleiros. De seu [Modo Bárbaro], ele sentiu vagamente uma grande quantidade de perigo. Mas não podia dizer de onde poderia vir o perigo ou quem poderia causá-lo.

Finalmente, o céu escuro começou a se iluminar.

O sol dourado estava prestes a se erguer sobre o horizonte e iluminar o pico da Montanha Oriental.

A Princesa Tanasha caminhou até o altar do rei sob a proteção de Susan. O guarda atrás dela levava um prato de prata que estava coberto com uma camada de seda vermelha. Uma coroa, que foi feita de videiras e ramos de ouro, foi colocada sobre ele. Era a coroa do rei que o Império Zenit estava prestes a conceder a Fei.

Fei acenou com a mão.

Os servos que não tinham habilidades de luta saíam do altar uniformemente. Depois disso, eles se dirigiram diretamente para a saída e deixaram o pico da montanha Leste.

Havia apenas cerca de vinte pessoas de Chambord que ainda estavam no pico.

Isso surpreendeu a todos. Todos os emissários começaram a conversar entre si e uma expressão de surpresa apareceu no rosto de Tanasha. Isso era tudo que Fei podia fazer. Embora ele sentisse o perigo, ele não sabia de onde vinha. A única coisa que ele poderia fazer era manter menos de seu povo no pico. Se as coisas realmente acontecessem, as baixas seriam mantidas no mínimo.

O primeiro raio de luz dourada finalmente iluminou o pico.

Era hora.

Foi neste momento…

A princesa Tanasha levantou a coroa do rei com suas mãos. De acordo com a tradição do Império, quando aquele raio de luz solar passasse através das nuvens e iluminasse a coroa, seria o mesmo momento em que o antigo juramento e bênção do Deus da Guerra foi feito, portanto Fei seria oficialmente coroado…

Quando a atenção de todos estava no raio de luz dourada.

Neste momento.

Ninguém notou a expressão cheia de ódio que de repente apareceu no criado de meia-idade que estava atrás de Oleg e que nunca falou uma vez sequer, desde que ele chegou ao pico.