God is a Game Designer – Capítulo 11

116

Ative o Modo Noturno

 

Tradução: The Tempest

Revisão: The Careca


Grupo Reunido

O tempo passou rapidamente, os soldados descansavam enquanto Nathan mantinha os olhos abertos depois de molhar Kai, o exército que se retirava ainda se dirigia para noroeste, longe do local. Ele tinha um palpite de que os primeiros militares deviam ter vindo de uma cidade grande baseada nesse deserto, o que significa que a terra inteira não era apenas um deserto arruinado de areia e desespero.

Ele continuou seu trabalho, observando a área em busca de quaisquer sinais de pessoas tentando se esgueirar, levou quase trinta minutos antes que um guarda do lado de Feya se aproximasse, acenando para eles enquanto começavam a caminhar em direção à bacia. A entrada estava bloqueada com pedregulhos maciços, parecia possível passar entre eles, e os penhascos em cada lado proporcionavam um bom bônus defensivo.

Lee Shee subiu para caminhar ao lado do rapaz, enquanto ele esperava que alguém mais velho esperasse que ele fosse jovem, semideuses tendiam a representar a eterna juventude, até a Senhora do Crepúsculo parecia um tanto jovem, embora ela tivesse com mais de cinco mil anos. Vendo o velho neste momento, ele olhou para o cavalheiro, e percebeu uma coisa.

“Desculpe, eu não sei seu nome?”

Nathan parou e se virou para o homem, seus olhos pensando por um momento enquanto se perguntava se um nome falso era melhor a essa altura, não importava quando pensasse sobre isso, então ele deu de ombros.

“Me chame de Nathan.”

Lee acenou com a cabeça, como se ele pudesse dizer que não era um nome falso, e a pessoa hesitou em considerá-lo, mas a resolução afirmou claramente que ele achava que dar um falso não era uma boa escolha neste momento.

“Nathan, nome interessante. Você conhece esse grupo há muito tempo?”

Nathan ficou surpreso com as perguntas, balançando a cabeça lentamente enquanto ele respondia à pergunta com sinceridade.

“Eu acabei de conhecê-los, uns dez minutos antes de você os conhecer. Eu vi as pessoas desarmadas contra o enorme exército, então estava certo em participar. Este mundo é muito diferente do que eu imaginava.”

Lee se sentiu confuso a esse ponto, olhando para o homem quando ele parou no caminho diante dos pedregulhos gigantes.

“Diferente, o que você imaginou?”

Nathan novamente teve uma escolha: ele podia mentir ou dar toda a verdade à pergunta, sua mente pensou por um momento, e ele decidiu ser sincero.

“Eu pensei que estava entrando em uma zona de guerra entre todos os sete semideuses.”

Nathan parou de se mover neste momento, os soldados ficaram tão bem quanto eles olhavam nervosamente para o semideus que os conduzia para frente.

“A idade da queda?”

Lee perguntou com curiosidade. Ele se sentia preocupado agora que a resposta errada podia trazer a raiva desse homem. Ele acabou de chegar em questões fundamentais.

“Sim, é isso. Deve ser 668 A.E neste momento?”

O rosto de Lee ficou pálido, seus olhos encarando Nathan enquanto sua garganta apertava, já que suas ações foram claras, Nathan sabia que algo estava errado.

” Lee Shee, que ano estamos?”

Nathan virou-se totalmente para o homem, olhando para ele não com raiva ou fúria, mas com compreensão.

“É 997 A.E, meu senhor.”

Nathan suspirou lentamente, deixando escapar uma liberação de alívio, apenas soltando uma gargalhada profunda enquanto suas mãos se colocavam em seus quadris.

“Oh meu, parece que eu perdi muita coisa, afinal trezentos anos é um grande salto! Eu acho que vou precisar de um curso de reciclagem mais tarde!”

Ele riu enquanto se virava e continuava a caminhar em direção à entrada do vale, espremendo-se através das rochas. O exército inteiro atrás dele estava estupefato pela resposta calma e feliz, até Lee Shee ficou surpreso.

Ameria e seus guardas avançaram, seu sorriso crescendo enquanto ela olhava para o pai. “Pai, ele não é como a nossa velha senhora.”

Lee acenou para a filha enquanto ele e o resto do exército seguiam pela abertura. Kai estava se movendo na parte de trás, apenas observando tudo isso em silêncio.

Feya e o resto dos guardas levaram quase vinte minutos para reunir todos, a líder do grupo, depois de Feya, era uma mulher chamada Auryn Zey.

Auryn estava na frente do grupo que se reuniu, sua pele era pálida quase como a neve, com uma figura alta e magra que deixava mulheres com ciúmes e homens olhando. Ela tinha longos cabelos brancos que eram beijados pela neve, cada fio perfeito enquanto flutuava por suas costas, duas longas orelhas élficas que grudavam em sua cabeça com penetrantes olhos prateados, ela viveu por algum longo tempo antes de ser jogada no vórtice.

Seus olhos olhavam para Feya, antes mesmo de ouvir o grupo maior se aproximando, ela já havia visto os semideuses em todo o poder. Ela gostava da era antes que tudo desse errado e conhecia a maioria dos fatos. Foi por isso que ela ficou confusa com o aparecimento de um novo semideus por aqui ao ouviu as notícias de Feya.

Ela viu quando o humano de aparência funda se aproximou, com outros atrás dele e todos demonstrando respeito, as pessoas ao seu redor ficaram tensas com o fato de que o inimigo também estava com eles. Embora Auryn não ficasse tão incomodada, ela precisava descobrir se o homem que parecia quase um esqueleto era um aliado para eles ou alguém que condenaria a todos.

Cada semideus recebeu o poder do Deus Criador, e cada um deles poderia fazer certas coisas dentro dos limites dos poderes que eles receberam. Não era fácil para a Senhora do Crepúsculo fazer certas coisas, ao contrário de seus colegas semideuses com certos poderes.

Ela se recompôs e começou a dar os passos para frente, Feya quase engasgou ao ver os passos resolvidos da Elfa, cada movimento fazia seu coração afundar um pouco mais, pois sabia que isso causaria problemas. No fim, ela decidiu assistir de tudo. Ela também precisava de respostas e sabia que Auryn iria buscá-las.

Nathan, Lee e Ameria, incluindo o exército atrás deles, pararam, ao verem a alta mulher élfica chegando, em altura ela era maior do que o velho General Lee. Seus olhos traíram sua inteligência quando ela olhou diretamente para Nathan.

“Você afirma ser um semideus, prove isso para mim, ou eu vou denunciar você aqui!”

Todo mundo respirou fundo. Os guardas, soldados e até mesmo Lee Shee, Ameria, Kai e Feya, todos olhavam para a mulher que parecia cruzar a fronteira, isso ia ser terrível.

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!