God is a Game Designer – Capítulo 10

137

Ative o Modo Noturno

 

Tradução: The Tempest

Revisão: The Careca


União Desconfortável

Feya e o resto demoraram a descer o penhasco, quase cinco minutos se passaram antes mesmo de começarem a se mover em direção ao grupo. Cada um deles cheio de coragem quando começaram a formar grupos à medida que se aproximavam distintamente, uma milícia comparada ao exército que enfrentavam.

Feya diminuiu a velocidade quando sentiu os olhos saltarem do rosto, o inimigo inteiro estava ajoelhado diante do homem que acabara de salvá-los, o general inimigo quase chorava de felicidade. O que aconteceu enquanto ela não estava por perto, essa cena quase a fez sentir vontade de tossir sangue, quantos milagres esse homem poderia realizar?

“Ahh, este é o general Lee Shee. Ele está se rendendo a nós para ajudar a todos, não vejo nenhum mal nele, então presumo que ele e seus homens ficarão bem.”

Ele procurou em seus lábios o nome dela. Ele tinha esquecido o nome da mulher que estava bem na frente dele. Ele já tinha dito o nome dela?

Ele sorria levemente como o general, e sua filha parecia insegura, cada um olhando para eles enquanto os dois grupos se olhavam, ambos parecendo preocupados que as coisas aumentassem.

“Eles já tentaram nos matar, agora você quer que trabalhemos juntos?!”Um dos guardas do lado de Feya argumentou, aparentemente chateado com a coisa toda, muitos dos outros concordaram, já Feya permaneceu quieta. Kai se moveu rapidamente para a frente enquanto ela abaixava a cabeça, ajoelhando logo depois, enquanto todo mundo estava atordoado. Os War Dancers geralmente nunca se submetiam a ninguém, eram espíritos livres que nunca poderiam domar, era uma visão fantástica ver isso acontecer.

Nathan sacudiu a cabeça, olhando para os dois lados enquanto soltava um suspiro profundo. “Nada é preto e branco, claramente este homem não estava no comando, mas ele veio aqui sem um único membro ferido daqueles leais a ele, o que significa que ele saiu da batalha durante todo aquele incidente, nem uma única flecha teria sido do seu grupo, ele tomou alguma posição agressiva?”

Ele olhou para Lee Shee, que acenou com a cabeça com essa afirmação, impressionado com o nível de percepção do homem.

“Eles agora são bandidos assim como vocês, então por que não abrir os braços e dar a eles uma chance? Somos mais fortes unidos do que separados. Embora, por favor, note que se você nos trair, eu mato vocês e se o outro lado começar qualquer coisa devido ao passado eu também providenciarei uma punição.”

Ele deu um aviso justo para ambos os lados, cada lado acenando para o conselho enquanto eles entendiam que este homem podia repartir as punições que ele ofereceu.

Feya apenas balançou a cabeça quando os guardas ficaram em silêncio, ela era a líder do grupo, acenando com a cabeça para o pedido enquanto respondia a Nathan.

“Claro, isso é uma ótima ideia. Eu concordo com isso e espero que o outro grupo não traia essa união. Eu odiaria ver mais derramamento de sangue.”

Nathan assentiu enquanto olhava para o general, Lee Shee balançando a cabeça enquanto falava.

“Também procuramos a liberdade da opressão religiosa, a atual Dusk Mistress caiu para o ódio e a depressão.”

Nathan mordeu o lábio ao ouvir a última declaração, a Senhora do Crepúsculo era Saleh, sua filha e uma de suas primeiras criações, ela sempre foi uma criança feliz, e essa notícia fez seu coração doer, o será que a mudou.

Essa reviravolta dos acontecimentos também havia provado sua teoria. Ele não estava mais em um jogo, isso se transformou em uma coisa real que o preocupava muito. Muitas coisas haviam mudado e ele precisava obter mais conhecimento para poder combater essa nova era.

Feya acenou para o grupo enquanto se voltava para seus guardas.

“Deixe-me ir reunir o grupo juntos. Eu vou enviar um dos meus homens de volta, uma vez que reunirmos todos. É muito arriscado para que todos possam vir quando eles podem fugir em direções diferentes, se eles enxergam um exército enorme.”

Nathan acenou com a cabeça enquanto observava o grupo de guardas se afastando, alguns deles parecendo preocupados ao deixar o homem que os salvou com esse outro grupo mais significativo de estranhos, Kai ficou para trás com Nathan enquanto os dois grupos permaneciam inquietos.

“Por que todos nós estamos tão desconfortáveis, sentem e descansem!”

Nathan quebrou o silêncio enquanto rapidamente se sentou no chão, seus olhos olhando para a War Dancer que ainda estava de pé, parecendo um pouco confusa. “Ei, Bothanical você também pode se sentar, eu aposto que você também tá em uma secura séria.”

Lee Shee, Ameria e os outros se olhavam confusos, cada um deles se voltando para Nathan.

“Você quer dizer a War Dancer?” Lee Shee disse confuso.

“War Dancer? É esse o nome que você deu a eles, eles são chamados Bothanicals, pronunciados Both – Ann – Ick – Alls.”

Todos pareciam confusos enquanto observavam a mulher semelhante a uma planta que parecia soltar um pequeno farfalhar antes de se sentar obedientemente.

“Eu nunca vi um tão Obediente, normalmente eles atacam e matam tão facilmente, é como se ela fosse um animal de estimação” disse Ameria com uma pequena risadinha escapando de seus lábios.

Nathan mudou para um dos soldados que estava descansando, estendendo a mão. “Posso pegar a garrafa que você está carregando?”

O soldado a entregou lentamente depois de receber um aceno de cabeça do general, observando o homem voltar para Kai, começando a esvaziar a água em suas folhas, certificando-se de drenar quantidades específicas em cada parte, a água não fluiu para as areias, mas em vez disso, foi absorvida pela criatura.

“Estou surpreso que você tenha conseguido durar tanto tempo” Nathan murmurou enquanto Kai se agitava, suas folhas crescendo levemente com a água que ela tomou, sua boca se aproximando enquanto ela olhava para ele com uma expressão quase infantil, sua natureza diferente da típica atitude fria que ela costumava ter.

“Obrigado, ó grande!” ela disse, todos os soldados ouviram sua voz ecoando enquanto todos coravam um pouco.

Todos só podiam pensar em uma coisa, uma palavra ficou na mente de todos.

“Fofa!” Ameria murmurou enquanto todos concordavam com a cabeça.

Lee Shee estava pensando com um suspiro mental.

‘Como pode uma planta ser fofa!’

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!