Empire Of Shadows – Capitulo 06 – Começa a Conferência

94

"Ative

 

Capitulo 06: Começa a conferência

Freya continuava na cachoeira, toda sua energia já havia retornado para seu corpo, fazendo ela parecer ainda mais bela e pura. Ela lentamente abriu seus belos olhos brilhantes e verdes. Sentindo algo estranhou vindo de cima, ela deu um olhar para o céu.

Olhando para cima, ela sentiu que algo estava muito estranho, uma gota de preocupação nasceu em seu coração.

Ela levantou-se, foi como se o mundo tivesse sido abalado por aquilo, sua poderosa aura fez tudo ao redor tremer. Xun Kou que estava meditando na caverna, saiu de dentro o mais rápido possível.

“O que aconteceu por aqui? É algum ataque inimigo?” Gritou o rapaz preocupado.

Freya olhou para ele, e então ergueu sua mão, fazendo uma energia azul ficar em volta de Xun Kou.

“Peço desculpas. Queria poder te levar para a conferência, mas algo aconteceu.” Um vulto de luz aparecia ao lado de Freya, tomando a mesma forma da garota. E ao lado de Xun Kou, nasceu um vulto, que foi ganhando a forma do rapaz.

Os dois Xun Kous se encararam e saltaram para trás, caindo de bunda no chão.

“Você! Eu? Você! MAS SOU EU!” Os dois gritavam ao mesmo tempo.

“Eu levarei seu clone até lá, assim você ficará sabendo de tudo que vai acontecer, não quero levar o original, pois sinto que algo grande pode acontecer, e eu prefiro não arriscar sua vida. Em troca disso, deixarei um clone meu, que poderá te auxiliar.” Disse Freya, após novamente erguer a mão, e fazer o clone de Xun Kou ganhar uma nova forma, roupas cintilantes e brancas surgiram no clone, seus cabelos ficaram ainda mais longos e ganharam uma cor prateada. Seus olhos ficaram azuis, um puro e cintilante azul. A pele de Xun Kou foi se tornando macia e suave, mas ao mesmo tempo seus músculos cresciam, removendo seu anterior aspecto magricelo. 

“Nossa! Eu to bonitão!” Gritou o Clone.

“Uau! Apesar de que eu ainda prefiro meu cabelo preto!” falou o verdadeiro Xun Kou.

“Xun Kou, Você deve ficar a os próximos 5 dias dentro da floresta, meu clone permanecerá nessa Cachoeira, e você só deve vir para fazer perguntas realmente importantes, Você está no segundo nível do caminho humano. Já está á altura da maioria das criaturas daqui. Boa sorte.”

Após dizer isso, ela saiu voando junto com o clone de Xun Kou, os dois saíram tão rápidos que fizeram poeira subir, e o verdadeiro Xun Kou ter que cobrir os olhos para não ser pego por toda aquela areia subindo.

“Agora, pro seu treino, eu quero que você traga 10 orbes de feras demoníacas aqui.” Disse a clone de Freya.

Xun Kou ficou confuso. “O que seria um orbe de fera demoníaca?” Perguntou o confuso Kou.

“…” Freya suspirou, e lembrou que conversava com um garoto que até pouco tempo nem tinha entrado no caminho Marcial.

“Como sabe, existem Milhões e mais milhões de feras demoníacas no mundo, uma parte delas, já evoluiu ao ponto de ter um orbe demoníaca dentro do corpo. Com a orbe demoníaca, você pode absorver totalmente a energia da alma da criatura, assim ganhando os atributos da fera em especifico, elas também podem ser usadas para outras centenas de formas. São coisas que você deve descobrir por si só.” Disse Freya enquanto caminhava até a cachoeira, e sentou em posição de lotus.

Xun Kou acenou para o nada, e após pensar por um segundo, correu em direção a floresta.

“O que eu tenho que fazer é óbvio! Devo caçar e treinar, apenas 10 orbes? Se eu tiver sorte, consigo isso no primeiro dia. Não preciso de 5 dias para realizar uma tarefa tão simples.” Xun Kou correu rápido e então passou a saltar de galho em galho nas árvores. Após continuar por cerca de cinco minutos, ele viu uma espécie de coelho que tinha pele vermelha e garras enormes.

“Esse eu desconheço… bom, ele parece estar no primeiro nível do caminho humano. Esse será o primeiro então!” Xun Kou concentrou um pouco de energia nas suas mãos, formando uma pequena aura azul ao redor, como se uma pequena névoa de energia a estivesse cobrindo, no momento que ele saltou para tentar acertar o coelho, ele conseguiu apenas acompanhar um vulto.

O coelho fugiu tão rápido que Xun Kou não conseguiu o acompanhar após correr.

“Droga… que rápido, talvez não seja tão fácil, afinal.” Xun Kou voltou a correr pela floresta, seguindo reto por alguns minutos, ele encontrou a saída da floresta, e viu uma bela cidade afora. Ele entrou apressadamente nessa cidade.

As casas eram bonitas, mesmo as mais feias, pareciam ser casas de pessoas ricas, os olhos de Xun Kou ficaram arregalados e ele começou a andar pelo desconhecido.

Todas as pessoas vestiam roupas bonitas, totalmente diferentes das roupas de Xun Kou, as pessoas estavam o encarando feio, até que ele foi parado por alguém que tocou o seu ombro.

“Ei, você! Não te incomoda andar por aí vestindo esse tipo de roupa horrível? Parece um servo!” Disse uma bela garota vestindo um vestido branco, os cabelos da moça eram loiros, e seus olhos eram azuis como o mar, Vestindo dois pompons nos cabelos, que fazia algo semelhante a maria chiquinha. Seu rosto era inocente e jovem, e ela parecia bem nervosa ao falar.

“Ah, me perdoe! Eu só alguém que veio de fora… e eu não tenho nenhum dinheiro ou roupas, por isso me visto assim. Se for um incomodo, retornarei para a floresta!” Disse Xun Kou.

“Ah, um estrangeiro? Que raro! Mas que roupas sujas… me acompanha, eu vou tentar te ajudar!” Disse ela enquanto puxava Xun Kou pelas mangas, que quase rasgavam.

Xun Kou -“S-Senhorita, eu posso andar por mim mesmo…”

A Jovem – “Ah…”

Os dois caminham até uma casa relativamente bonita, parecia mais uma casa padrão da cidade. Para Xun Kou, era como um palácio.

A Jovem abriu a porta da casa, e puxou Xun Kou para dentro. Lá dentro, uma mulher de meia idade, de cabelos dourados e olhos azuis, vestindo um vestido branco, se surpreendeu ao ver Xun Kou.

“Blair, quem é esse rapaz?” Perguntou a mulher.

“Ah mãe, esse é um estrangeiro que está perdido na cidade, o nome dele é….Qual o seu nome mesmo?”

“…”

 

Em algum lugar do universo, uma espiral branca seguia a uma velocidade incrível, após encontrarem um planeta no fim de tudo, essa espiral parou, pousando cautelosamente no planeta.

O clone de Xun Kou saiu da Espiral com o corpo tremendo de medo, olhando cautelosamente para todos os lados.

“O-onde estamos? Eu estou um pouco confuso agora… e assustado.”

“Acalme-se, estamos no planeta criado por Deuses e entidades poderosas, como eu disse antes, vamos começar a conferência, por favor, se comporte, e não fale de que planeta veio. Ah proposito, não diga nada.” Freya foi guiando o caminho, até chegarem em um palco gigantesco, onde havia uma mesa de centenas de metros, com cadeiras gigantes.

Xun Kou começou a suar enquanto caminhava lentamente.

Quando ele chegou perto da mesa, ela se tornou pequena, e a cadeira estava em tamanho proporcional ao seu, ele parou por um momento, e quanto olhou para frente, Centenas de pessoas e criaturas estavam sentadas, encarando Freya.

“Freya, você foi a última, isso é inesperado, pensamos que não viria dessa vez. Que bom que estávamos errados.” Disse uma criatura anciã formada de rochas.

“Mana Freya, como você ainda está viva? Que droga!” Disse Ryu.

“Como se eu fosse morrer pra alguém do seu nível, Ryu.” Disse Freya, enquanto passava seus olhos sobre Ryu, e encaravam o homem ao seu lado, Dio.

“E esse jovem rapaz? Poderia ser um estelar como eu?” Disse um Homem alto, de cabelos longos e brancos, com pele pálida e olhos azuis, vestindo roupas longas e cintilantes.

“Aknoha, não se preocupe, eu não tomei alguém de seu povo, ele vem de outro planeta, e decidiu ser meu ajudante.” Disse Freya.

“Freya, o assunto hoje vai ser importante, apresse-se!” Disse Mafuha, o tigre branco.

Foi quando Freya viu uma joia brilhante no meio da mesa, ela brilhava tanto que poderia ofuscar qualquer estrela.

“Por que isso está aqui?” Disse ela enquanto encarava a joia.

 

Autor: Kyoua Eduardo