Deuses Imortais: Capítulo 15 – Eu sou tudo que há no universo!

6
328

Autor: Dantalian

Revisor: Rebellion


O portador é digno de ser um lorde demônio.

Deseja continuar?

E aceitar o seu papel como soberano das criaturas da noite?

                 [Sim]                         [Não]


“SIM! EU DESEJO ISSO! ME DÊ TODO O PODER QUE VOCÊ TEM PARA ME DAR!” Liu Yan disse com todas as suas forças, enquanto sangue saia de seus olhos e dos chifres que cresceram em sua cabeça.

[É ele que nois tá buscando, porra! TRAPEZEIRA DESCENDENTE MEMO]

“O que é isso?! Como pode? Tanto poder! Isso não pode ser real, o que você fez garoto? COMO VOCÊ ESTÁ GANHANDO TANTO PODER?!” Gan Wang sentiu o seu corpo estremecer junto com suas mãos. Uma aura tirânica saia do corpo de Liu Yan, como se o próprio deus da morte estivesse lhe observando.

As mãos de Gan Wang tremiam sem parar, suor pingava de seu rosto como se estivesse em um dia de chuva.

“Eu não deixarei! EU NÃO VOU DEIXAR UM PIRRALHO ESTRAGAR TODOS OS MEUS PLANOS COMO SE NÃO FOSSEM NADA! MORRA!”

*PRISÃO ABISSAL*

*Trum*

Camadas e mais camadas de gelo se formaram em direção de Liu Yan, seu corpo estava no formato de uma escultura de gelo. O que Gan Wang usou foi a mesma técnica que tinha usado no Líder da seita do Sol verdadeiro, Huo Feng. Equivalente a uma técnica da alma. E ainda por cima usada por alguém que é do Rank Celeste! É um poder simplesmente esmagador.

Capaz de até mesmo matar cultivadores de dois níveis acima. Quem dirá alguém sem QI como Liu Yan.

Os olhos de Liu Yan se embranqueceram bem no centro, semelhantes aos olhos de um gato, mas ao invés da íris ser verde ou amarela, na verdade era negra.

Olhos negros como a noite, brilhantes como um diamante, dentro da escultura de gelo que se formara, mas causava um medo natural em quem o olhava.

Uma grande quantidade de energia de cor azul marinho começou a entrar no corpo de Liu Yan, que estava preso dentro do gelo. A energia “Azul”, não era nada mais nada menos que mana. Sua existência era um catalisador de mana, só que humano.

[Catalisador – Substância que modifica a velocidade de uma reação química.]

 

Mais e mais poder transbordavam de dentro do corpo de Liu Yan, o fazendo ficar com suas veias vermelhas. Este poder vinha de baixo da terra e entrava cada vez mais dentro do seu corpo.

*Trick*

 

 Uma pequena rachadura aparece dentro da prisão abissal.

 

“Não… Como pode ser?” Gan Wang olhava descrente.

 

—————————————————————————–

 

Dentro da mente de Liu Yan:

 

“Olá, meu lorde! Meu nome é Anya, desu!” Uma voz feminina soava na cabeça de Liu Yan com um sotaque que ele nunca antes tinha ouvido.

 

Em uma sala branca estava um homem com o rosto embaçado, mas por mais embaçado que estivesse, diabólico em seu rosto ainda era visível um sorriso diabólico.

“Hm…? Que frio… Onde? Eu… Estava contra aquele desgraçado! Que sentimento estranho é esse? Está tão frio… Arrgh, que dor! Quem é você? Eu estou morto?!” Liu Yan falou de maneira confusa e logo depois olhou para baixo.

Todo o cômodo era brilhante e refletia tudo, tanto no teto quanto no chão. Ele se viu com dois chifres e as pupilas brancas como a neve, mas sua esclera estava totalmente negra. Seu cabelo cresceu até a cintura e em sua boca tinham presas parecidas com a de um vampiro.

[Esclera – Parte branca do olho ao redor da pupila]

Mas mesmo a maior parte do seu olho sendo preto, se ele fosse visto a noite, com certeza mostraria um brilho peculiar. Como o de um gato à espreita.

“Lorde…? Você está ai? Desu.” Depois de ouvir uma voz lhe chamando, a sala e o garoto com um sorriso estranho sumiram no ar e apenas deixou-lhe no escuro gelado novamente.

“Quem? Quem é você?” Liu Yan falou em meio a escuridão, tentando identificar de quem era a voz e continuou: “Eu estou… Morto?”.

Depois de alguns segundos uma voz lhe respondeu com um tom brincalhão.

“Não, claro que não. Bem… Ainda não! Haha. Mas eu aconselho ao senhor agir logo! Ou senão irá morrer, desu.” A voz que ele ouvia na escuridão falou de maneira engraçada, mas acolhedora em sua mente.

“Mas… Eu nem sei onde estou! E quem diabos é você?” – Liu Yan

“Ah, meu lorde! Eu sou o mundo e eu sou você. Tudo que há sou eu! E eu sou tudo que há, desu. Você está congelado, desu!” A voz feminina disse tudo com um bom humor, deixando Liu Yan confuso.

“Congelado? Sim… Aquele ataque. Eu estava… Mudando? Por que eu estou dessa forma?” Liu Yan se perguntou duvidando de si mesmo e de sua aparência.

“O que posso fazer pra sair desse congelamento?” – Liu Yan

“Simples, meu lorde! Aceite o seu poder por completo! Fale em voz alta “Status!”, depois disso, é fácil. Fale com a mão no peito e com força: “Demon Lord”, os D-Deu… O universo o julga como adequado ao cargo de Lorde Demônio, desu!”

“Ah, uma vez que você aceite ser um lorde demônio, não há volta! Desu!” – Anya

“Lorde Demônio? Que seja! Eu tenho que sair daqui, depois eu me preocupo com isso.”

Liu Yan falou em voz baixa Status e se deparou com um menu.


Evolução:

Lorde Demônio

Ganhos:

10.000 de força física, 1.000.000.00 de ganho de mana e 15.000 de força de espirito.

A calma de espirito é aumentada ao máximo.

Habilidades envolvendo elementos sombrios ganham manipulação ao nível de matéria.

Habilidades divinas de atributo fogo ou sombrio não tem custo de mana.

Eloquência ganha rank SSS.

Consequências:

Perda de humanidade.

Sede de sangue.

Fraqueza ao atributo sagrado.

Inabilidade de usar elementos curativos vindo de religiões ou usar elemento luz.

Inimigo da igreja.

Inimigo da humanidade.

Inimigo de Deus.

Inimigo do mundo.

Titulos:

Senhor da noite, Lorde demônio, domador das sombras e senhor da destruição.


 

                             Continuar evolução de classe?

 

                        [Sim]                                       [Não]

 

 


“Ou seja, vou virar o inimigo de todo mundo… É isto? E quem é a igreja? E que merda é essa de eloquência e manipulação da matéria? Argh… Que vergonha desses títulos estranhos.”

Liu Yan olhou e refletiu por alguns segundos, quando sentiu o gelo entorpecer seus sentidos e gritou: “Ah, foda-se! Vamos! Seja o que for, eu não posso morrer sem me vingar! AQUELE FILHO DE UMA PUTA VAI MORRER!” Liu Yan apertou no sim com força e sentiu algo estranho dentro de sua barriga.

Era uma força escura que o corrompia por dentro, ele gritava e se debatia com tanta força que suas veias saltaram pra fora. Cada segundo parecia semanas e cada semanas davam impressões de terem se passados anos.

O seu rosto se quebrava e reconstruía-se. Uma energia queimava os seus órgãos e o seu poder o curava novamente. Deixando ao ponto de morto.

Mas ele não podia desistir.

“Isso mestre, força! Você consegue, desu!” – Anya


*Trick* *Trick* *Trick*

Rachaduras aparecera na escultura de gelo que o Liu Yan se formou. Como teias de aranhas vindo do pico até o chão foi se quebrando, fazendo barulho ensurdecedores.

*Crraaark*

O gelo se partiu em tantos pedaços que alguns fragmentos viraram pó.

Liu Yan saia do gelo com seus cabelos pairando no vento e seus olhos brancos, mas algo estava diferente. Não era apenas a aparência. Seu porte era de um rei, seus olhos eram penetrantes e sem sentimentos. Em sua mão havia duas bolas negras de cor âmbar no centro. Ele olhava para Gan Wang que nada entendia.

“Isso… É simplesmente impossível! Não tem como isso ser real! Você não tem QI, então como você tem tanto poder?! Como você conseguiu escapar de uma técnica que usa minha própria alma como fonte de poder?! É UMA TÉCNICA EXECUTADA DEPOIS DE ANOS DE ESTUDOS! APRIMORADA MAIS VEZES DO QUE TODOS OS ANOS QUE VOCÊ VIVEU, GAROTO! NÃO ME SUBESTIME!” Gan Wang reuniu todo o seu QI e queimou tudo em gelo frio na direção de Liu Yan, usando sua técnica mais poderosa de ataque.