Deuses Imortais: Capítulo 13 – Um segundo, duas mortes

12
465

Autor: Dantalian

Revisor: Rebellion


Princesa do vale dos Elfos, domadora de dragões e protetora da natureza. Ao norte do reino humano ela tudo governa. Mais precisamente em Lardúria.

O país dos Elfos é cheio de vida e alegria. Antigamente era comandado pela rainha dos Elfos. No leito da sua morte, ela deu tudo para sua preciosa filha.

Durante a guerra que ocorreu nos primórdios dos tempos, os Elfos foram contra os anões e ajudaram os humanos. Desde então as duas raças se odeiam e juram um dia derramar sangue por essa dívida milenar.

Porém a rainha atual preza a paz entre a humanidade… Mesmo que seus leais súditos discordem dos seus ideias…

 

 

Relatos perdidos de Lardúria.

——————————————————————————————————————————

*Passos da fênix*

 

Uma luz cintilante brilhou em todo o seu corpo.

 

Em sua cabeça apareciam veias pulsando em vermelho escarlate, o chão transbordava de rachaduras graças a aura da fênix que cobria todo o seu corpo.

 

Vamos, Liu Yan! Você é um homem ou um frango?! Aguente firme e ataque! Esse poder caiu no seu colo e você não consegue controla-lo?

 

“VAMOS PORRA!” Liu Yan disse a si mesmo com firmeza, enquanto furava seus pés com suas unhas para distrair a pressão que sentia.

 

Com toda a sua força Liu Yan saiu em disparada na direção dos dois guardas.

 

Apenas uma sombra podia ser vista. Para ele tudo ao seu redor parecia mais lento, luzes azuis parecidas com raios saiam do seu corpo.

 

Olhando para frente ele viu os dois guardas armados se virando para ele. Para muitos os guardas estavam no auge, tão rápidos quanto podia-se conseguir, mas para Liu Yan, eles pareciam duas lesmas de tão lentos.

 

Chegando vinte centímetros de distância deles, Liu Yan puxou os dois punhais que trouxera da seita do Sol Verdadeiro.

 

Apontando para a nuca dos dois, ele desativou os passos da fênix e fincou as duas lâminas nas suas mandíbulas com força.

 

*Crack*

 

Podia-se ouvir um som de rachadura, como se uma pedra tivesse acabado de rachar em mil pedaços.

 

*Shiii*

 

Sangue jorrava de suas mandíbulas como se fossem uma cascata interminável, mas ao invés de água, era sangue.

 

“O… Que D-Diabos?” Huo Feng disse assustado com uma voz tremula.

 

Para ele, tudo aconteceu em menos de um segundo. Foi tão rápido que mesmo ele, um dos cultivadores proeminentes em todo o continente de outrora, não conseguiu acompanhar a velocidade desse discípulo!

 

“De onde… Apenas… De onde veio tanto poder? Ele não tem QI! Isso não foi QI! Eu tenho certeza.” Huo Feng disse interiormente.

 

Liu Yan pegou as duas adagas e jogou no chão. Se virou para Huo Feng e disse: “O patriarca com certeza sentiu a ondulação de poder, vamos acabar logo com isso”.

 

Liu Yan tentou dar uma de forte por fora, mas na verdade o seu corpo inteiro doía. Não tinha nem se quer um único lugar que não estivesse dolorido em seu corpo.

 

“Certo.” Huo Feng viu que não adiantava ficar ali se perguntando enquanto o patriarca da seita estava a alguns metros dele.

 

Liu Yan esperou Huo Feng abrir o portão da frente antes de entrar.

*Creerrk*

 

O portão era grande e majestoso, mas não era pesado para um cultivador no nono reino terrestre como Huo Feng.

 

Liu Yan agora tinha uma melhor ideia sobre os seus poderes, durante o sono ele ouvia uma pessoa repetindo várias e várias vezes palavras estranhas, como: “Status, Ativar, Avaliação.” Entre outros…

 

Com isso ele começou a testar no caminho o que cada uma significava. Primeiramente ele tentou olhar para Huo Feng e falar “Avaliar”, mas por algum motivo não funcionou.

 

Mas por um acaso ele olhou para uma copa de arvores e pensou “avaliar”. Apareceu uma tela com algumas informações, como: Tempo de existência, nome da planta e quanto tempo de vida restante. Ele ficou bastante feliz com o resultado. Mesmo que não tenha conseguido avaliar Huo Feng.

 

Depois de alguns segundos.

 

Liu Yan olhou para sua mão e disse: “Avaliar condição”.

 

——————————————————————————————————————————

Portador em estado crítico.

Aconselhável repousar para manter a mana e estamina.

Mana: 1580/30.000

Estamina: 15/100

——————————————————————————————————————————

 

Liu Yan franziu o cenho em resposta ao que viu.

 

“Entendo… Mana funciona como QI. Agora faz sentido, eu não tinha testado antes, mas… Agora tive a confirmação”. Liu Yan disse com pesar e continuou; “Vai ter que dar… Eu sei que tenho pouca mana, mas tem que dar!”. Liu Yan mordeu os lábios para extravasar o que sentia.

 

Olhando para frente ele viu Gan Wang parado como um majestoso imperador, usando sua roupa imperial com tons de gelo.

 

Seu olhar era como agulhas alfinetando todo seu corpo. Só de ficar na sua presença, Liu Yan sentiu um arrepio na espinha.

 

“Filho da puta, eu vim vingar minha seita.” Liu Yan falou a primeira bullshit que veio na cabeça.

(Bullshit: Besteira, merda, etc.)

 

* Tum, tum, tum… Tum, tum… Tum. *

 

Os dedos do patriarca batiam de maneira desordenada em seu trono. Não tinha ritmo, mas por algum motivo dava uma sensação ruim. Como se os céus soassem suas trombetas do apocalipse gentilmente enquanto você dorme.

 

Ele continuou por trinta respirações. Até que parou, mas a última batida foi tão forte que afundou o lado direito de sua cadeira.

 

Ele se levantou e ajeitou sua capa a fixando nas suas ombreiras. Era uma capa com bordados de neve e olhos… Muitos olhos azuis que pareciam refletir tudo que viam.

 

Exalava um aura nobre. Para aqueles que não sentiam o QI, era apenas mais uma capa comum, porém para aqueles que sentiam, era outra história.

 

“Você tem uma boca suja garoto, para um mero humano sem cultivo, você tem coragem. Tenho que admitir! E, hm…?” Um olhar surpreso surgiu no rosto de Gan Wang.

 

“Como você está vivo velho senil? Eu lembro muito bem de fazer a sua travessia aos mundos dos mortos pessoalmente!  *Valar morghūlis!” Gan Wang disse com um olhar analisador.

*(“todos homens devem morrer”)

 

“Está pra nascer o homem que irá fazer este velho carrancudo morrer!” Huo Feng disse com coragem, mas na real… Ele quase deu uma mijadoca.

 

O ar reverberou por alguns instantes e uma aura titânica desceu sobre os ombros de Huo Feng.

 

“É mesmo?” Gan Wang perguntou com um sorriso.

 

Uma luz logo veio do seu dantian. Seus músculos entraram em expansão, veias apareceram em todos os lados e uma aura celestial desceu sobre a terra!

——————————————————————————————————————————

 

Agradeço muito pelo apoio de todos! Se não fossem por vocês eu com certeza já teria a muito tempo desistido, mas graças a vocês isso não aconteceu. Eu adoraria que você comentassem cada vez mais! Vocês não tem ideia o quanto isso me ajuda de verdade. Divulguem a novel e deem ideias sobre o futuro da novel nos comentários.

 

Meus mais sinceros agradecimentos a todos vocês.

E claro, não esqueço do meu querido revisor.

Eduardo Novak!

(Esse cara é um mito, sério!)

 

Ass: Dantalian