Beyond? – Capítulo 83

117
Beyond? - Capítulo 82
Beyond? - Capítulo 84

🌞 Ative o Modo Noturno 🌚

       

Tradução: Denn | Revisão: Denn


Mais do que suficiente

“O lagarto de fogo é um lagarto verde de três metros de comprimento que vive nas florestas de Nict. As escamas em sua pele são o material natural mais resistente que conhecemos. Nos primeiros dias eles eram frequentemente usados ​​como pontas de flechas ou como pequenas facas. O lagarto de fogo é herbívoro e gosta de comer carvão e cinzas de plantas.”

“Normalmente, o lagarto de fogo fica dormente hibernando. É um animal muito dócil que não incomoda outros seres, se não for deliberadamente perturbado. Mesmo que decida se mover, o faz de maneira lenta, confiando totalmente em sua pele dura e sua capacidade de respirar fogo.”

“O lagarto de fogo tem dois órgãos em sua boca que criam um conjunto de substâncias químicas. Misturando-os com o cuspe, eles se inflamam ao entrar em contato com o ar. Músculos fortes em sua boca permitem que ele pulverize um sopro de fogo a uma distância de até dez metros.”

“O lagarto de fogo é o único animal que está mantendo a flora galopante de Nict sob controle, iniciando grandes incêndios florestais em intervalos regulares. Esses incêndios o mantêm com sua principal fonte de alimento, o carvão vegetal.”

– Relatório Biológico III.

*** Cidade Livre do Estado de Nict, Capital ***

*** Azir ***

Eu fico de pé e aponto para Ivy.

“Cuide das crianças!”

Os olhos de Ivy vagam para os gêmeos, que retornam seu olhar cético com olhares intensos.

“Você tem certeza que eu…”

“Você vai se sair bem. Você não disse que quer experimentar por si mesma? Bem, alguém que põe ovos também tem que assumir a responsabilidade por isso depois, então veja isso como um teste grátis. Você sempre desaparece quando deve fazer seu trabalho como babá.”

Eu a repreendo.

“Cuidar de crianças não está na descrição do meu trabalho.”

Ela responde sem mexer uma pálpebra.

“Você é nosso servo e servo, por definição, serve. O que quer que eu precise de ajuda, você ajuda.”

Eu me viro e sigo Stella para o disco de passo, deixando Ivy com as crianças.

Um minuto depois, estou com Stella no escritório de Helen. O governante de Nict parece que teve um dia ruim e seu vestido normalmente arrumado parece que acabou de sair de uma centrífuga.

Ela gesticula para que nós tomemos os assentos em frente à sua mesa.

“Como você ouviu, o sul está acumulando suas tropas. Eles cruzaram nossas fronteiras e estão marchando em direção a Tri, Tetra e Penta. Eles estão se movendo mais rápido do que pensávamos, considerando que esperávamos que eles precisassem de pelo menos quatro meses para se mobilizar.”

Ela suspira e joga uma pilha de documentos em seu lixo.

“Tanto pelos nossos planos. Eles mobilizaram pelo menos quinhentos mil guerreiros para cada uma das nossas cidades. É difícil imaginar como eles conseguiram isso. Eles teriam que alistar todos de idade adequada para atingir esses números. Eu quero perguntar a você o que você acha da situação e se você pode ajudar de alguma forma.”

Ela coloca os olhos em mim.

Eu dou de ombros.

“A primeira coisa é que podemos começar a bombardear suas linhas de abastecimento com nossos satélites. A natureza de Nict é dura e não importa quão dedicado seja seu exército, tropas sem suprimentos não vão longe.”

“O segundo ponto é que podemos enviar nossos drones para assediá-los e talvez começar a mover mais tropas para as cidades em questão? Minha fortaleza está perto da ação? Deve ser capaz de lidar com um dos exércitos. Infelizmente é muito lento para interceptar todos eles.”

Helen acena.

“Meus comandantes militares já anteciparam isso e enviaram a fortaleza em direção a Tetra semanas atrás. É a cidade mais distante ao sul.”

Eu aceno, inclinando minha cabeça em pensamento. Se há algo que eu nunca me incomodei, então é um comando militar. Pelo menos existem algumas pessoas capazes que estão planejando com antecedência. Dada a natureza da relação entre Nict e as Nações do Sul, não esperava mais nada.

O fato de que eles conseguiram reunir um exército tão grande ainda é preocupante. Eles têm reforços também?

“Parece que eles pretendem lutar pela terra, ou vão diretamente para nossas cidades?”

Respondo a pergunta a mim mesmo ligando-me à minha rede de satélites.

“Seus exércitos estão marchando em linha reta em direção às nossas cidades fronteiriças. Parece que eles não estão incomodando com as pequenas aldeias. Eles têm que tomar a cidade e lidar com o Portão da Cidade. Essa é a única chance para eles.”

Helen bufa e sorri.

“Mesmo eles aprenderam algo da história fracassando com frequência suficiente. Assumir o controle sobre a terra circundante e sitiar as cidades fronteiriças não funciona. Os portões nos permitem abastecer as cidades com tropas novas sempre que quisermos.”

Stella rosna e se reposiciona em seu assento.

“Mas se eles fechassem um dos portões, teríamos um problema. Nosso inimigo operou disfarçado durante anos, como podemos ter certeza de que eles não encontraram uma maneira de desativar os portões? Não devemos subestimá-los, mesmo que os desestabilizemos.”

Helen volta sua atenção para mim.

“Existe uma maneira de fechar os portões? Depois que ouvi sua história sobre sua… vida anterior, deduzi que seu pessoal deve ter sabido como os portais funcionam? Certamente você não ignorou um artefato bacana diretamente na frente do seu nariz.”

Ela já me conhece muito bem.

Eu olho para o meu interior e tento lembrar dos meus estudos sobre o assunto. É claro que eu não espero que ninguém neste tempo entenda completamente os Portões, mas se nosso inimigo for realmente o filho do Imperador…

“Existem maneiras. Como desativá-los manualmente, mas isso requer a abertura de uma das placas de cobertura. Como os portões estão fortemente guardados, duvido que alguém possa fazê-lo sem interferência. Eles foram construídos para funcionarem sozinhos depois de tudo. Os criadores nunca pretenderam que fossem ligados e desligados por conveniência. Infelizmente, os esquemas da biblioteca não especificam a fonte de energia exata para os Portões, então não sei se isso é uma abordagem possível.”

“Existem plantas na biblioteca?! Eu tenho que recuperá-las. E você não sabe? Eu pensei que você certamente já tivesse se esgueirado para um dos portões em uma noite escura para inspecioná-los. O que você precisa para responder a essa pergunta?”

Helen pergunta com um sorriso no rosto.

Droga! Felizmente eu já copiei todos os livros sobre os portões com um dos controles remotos de Ivy.

“Bem, não é como se eu pudesse descobrir qualquer coisa sem permissão. Eu posso desmontar um Portão para estudá-lo?”

O sorriso de Helen desaparece.

“Não!”

“Então não há resposta.”

Declaro a questão de fato.

Ela encolhe os ombros.

“A funcionalidade dos portões é muito mais importante do que saber a resposta neste caso. Nós temos um enorme exército hostil em nosso solo. Não podemos desativar um dos portões nem por um curto período de tempo. Nossas cidades são muito dependentes umas das outras.”

Isso é muito ruim, mas ela está certa. Os portões da cidade estão em uso dia e noite com um fluxo constante de mercadorias de uma cidade para outra. O problema está na especialização forçada que veio com a fusão de todas as sete cidades.

Enquanto a capital é o principal centro populacional, Mono é responsável principalmente pela fabricação. Di é o distrito de compras e Tri é especializada em armas. Tetra é a nossa fortaleza contra o sul, mas apesar disso tem a maior produção agrícola. As cidades a leste estão florescendo com produtos de pesca e tecidos.

Você poderia explicar a teia de relacionamentos em detalhes ainda maiores, mas a questão é a seguinte. Feche os portões e você acaba com cidadãos irados, o comércio em colapso e enormes perdas.

“Não há necessidade de deixar ninguém perto do Portão em primeiro lugar. Ninguém precisa se desviar da estrada principal que passa pelo Portão.”

Stella ressalta.

“Então, temos que confiar nos guardas para manter as pessoas suspeitas longe dos portões.”

Concluo.

Continuamos nossa discussão por mais alguns minutos, mas nada particularmente interessante surge. Então Stella e eu voltamos para casa enquanto os militares lidam com os problemas em questão.

Os dias seguintes mostraram que subestimamos a determinação de nossos inimigos. Apesar do uso constante de nossos satélites, eles avançaram, em muitos casos, ignorando completamente suas próprias perdas.

Meus satélites são dispositivos de precisão. Não faz quase nenhum sentido usá-los contra tropas pouco difundidas. O que eles fizeram perfeitamente foi cortar as linhas de suprimento do inimigo.

Eles perderam muito mais pessoas à fome e à sede do que meus satélites poderiam ter matado com suas munições limitadas. Claro que podemos reabastecer os satélites, mas isso leva tempo. Você tem que teleportar a coisa toda. Isso requer alguns cálculos bacanas, o que não pode ser feito por qualquer um, então você tem que reabastecê-lo e teletransportá-lo novamente.

Este processo pode levar dias desde que você tem que esperar pelas janelas de tempo certas quando você pode pegar o satélite e enviá-lo de volta ao espaço.

No entanto, os inimigos marcharam para frente. Mesmo um lugar como Nict, que tem recursos em abundância, não pode suportar tantos soldados marchando por uma área. Existem problemas com comida e água. Mesmo em um lugar com tantos rios, você pode levar dias de um rio para outro.

Um exército tão grande quanto este teria precisado investir tempo para fundar poços ao longo do caminho que eles tomam. Graças aos nossos satélites, conseguimos parar todas as tentativas deles de fazerem isso. Os únicos lugares que lhes permitiram cavar seus poços estavam sob a cobertura das grandes árvores da floresta. Mas cavar um poço nas florestas perigosas tem um alto custo.

Eles até mesmo ignoraram os ataques regulares de nossos drones, avançando apesar das perdas e abandonando seus companheiros mortos.
O exército que se dirigia para Tetra foi interceptado pela nossa fortaleza voadora. Um longo pedaço de terra carbonizado é a única coisa que ainda nos lembra da força invasora. A floresta logo recuperará a terra destruída.

Minha fortaleza provou seu valor para o nosso exército em mil vezes. Helen deveria realmente canalizar mais recursos para construir mais deles.

Admito que nossa fortaleza ficou muito danificada durante a breve batalha. Os sulistas são magos capazes e seus grandes feitiços de artilharia fazem algum estrago. A barreira quebrou por um breve momento e vários ataques passaram.

No topo, é preciso um monte de mágicos para manter a fortaleza no ar, mas mesmo um ou dois deles faria uma grande diferença.

Por enquanto, temos que administrar com o que temos. Infelizmente Helen não pode convocar mais trabalhadores. Usar tantos recursos mobilizando uma quantidade considerável de seu próprio clã não é algo que Helen possa fazer diariamente.

Foi decidido enviar a fortaleza para Penta depois. Tetra é fortemente fortificada, mas ainda pertence aos Eddin. Eles não são exatamente conhecidos por seu poder de luta e, apesar de receberem reforços de outros clãs, estão perdendo as tropas dos Zait.

Como Tri é outro alvo da invasão, meu clã está concentrando suas forças em nosso capital. Mesmo que as forças em Penta possam contar com reforços da fortaleza, elas terão que resistir por conta própria por algum tempo. A velocidade máxima da minha fortaleza é de sessenta quilômetros por hora, o que leva muito tempo para ir de um ponto a outro.

Claro que recebemos ajuda da capital e de outros clãs, mas quinhentos mil soldados são algo a se preocupar! Mesmo que os ataques dos satélites e drones os tenham reduzido a quatrocentos mil, ainda é muito.

Nict tem uma população de cerca de vinte milhões de pessoas e sessenta por cento dessas pessoas vivem nas grandes cidades. A capital é a maior cidade com cerca de quatro milhões de pessoas, enquanto o restante se divide igualmente entre as cidades fronteiriças.

Além disso, significa que as Nações do Sul apenas mobilizaram uma força quase igual a toda a força militar de Nict. Oito por cento da nossa população atual pertencem aos militares, o que é uma porcentagem enorme para um país se você pensar sobre isso. E nem todos aqueles que pertencem aos militares podem ser contados como uma força de combate. Há muitas pessoas que apenas fazem trabalhos em papel ou mantêm as instalações funcionando. É um bom palpite que Nict tem um milhão de soldados que podem realmente lutar.

Então Tri tem cerca de um milhão e trezentos mil pessoas. Talvez um pouco mais desde que a população das aldeias vizinhas fugiu para a cidade por segurança. Isso ainda não aumenta nossos números em mais de um ponto cinco.

Em outras palavras, a força de combate atacante ainda representa mais de um terço da nossa população e eu estou contando todos os cidadãos de Tri, incluindo civis, crianças e idosos.

Não tenho dúvidas de que isso vai ficar feio. De acordo com meus pais, Tri deve ser capaz de aguentar até que a fortaleza consiga lidar com os atacantes em Penta. Depois, podemos acumular nossas forças contra as tropas em Tri.

Então me enfiei no laboratório e comecei a fazer o que posso fazer melhor, construindo um dispositivo de destruição em massa.

*** Cidade livre do Estado de Nict, Capital ***

*** Stella ***

“Azir!”

Eu bato na porta do laboratório dele, mas não há resposta. Ele está lá dentro há três dias e estou farta. Ele não saiu para comer e hoje as crianças desapareceram de repente! Eu não consegui encontrá-las, não importa onde eu procure.

Agarrando a alça da porta, aplico toda a minha força. Não se move, então eu adiciono mágica à mistura. Quando Azir se escondeu dentro de seu laboratório a primeira vez que eu não pude fazer nada contra a porta dele, mas eu fiquei mais forte desde então. Ele não é o único que treinou suas habilidades!

Colocando um pé na parede ao lado da porta, algumas rachaduras aparecem! Finalmente! A porta pode segurar, mas a parede não é tão forte! Minhas mãos ficam vermelhas da força aplicada e finalmente a porta se rompe, junto com o batente da porta, saindo da parede.

“O que você está fazendo?”

A voz de Ivy soa atrás de mim.

Eu deixo cair a porta destruída no chão.

“Ganhando acesso?”

“Você poderia ter perguntado. Ele me deu acesso para levar comida e bebida…”

Ivy olha com olhos tristes para a porta.

“Toda essa poeira… a limpeza será um aborrecimento.”

Ela murmura.

“Você não estava aqui! As crianças desapareceram.”

Eu a repreendo.

Ela levanta duas grandes cestas com comida.

“Eu tive que comprar suprimentos. Eles estavam em seu quarto quando eu saí.”

Reviro os olhos e entro no laboratório de Azir, indo diretamente para sua oficina.

Chegando lá, suspiro de alívio. Azir está sentado em uma cadeira e olhando para um grande bloco de metal. Sariel está deitada com a barriga no colo e dormindo profundamente. Zadkiel está abraçando a perna esquerda de Azir com os dois pés e as mãos, sonhando um sonho feliz.

“Como as crianças conseguiram entrar aqui?”

Isso é ruim. As crianças não devem estar em lugares perigosos.

Azir desvia sua atenção do bloco de metal.

“Eles entraram pela janela há um tempo atrás.”

Ele aponta para a janela aberta.

Ivy passa por mim e dá uma olhada lá fora.

“O quarto das crianças está acima de nós. Levitaram a esse nível?”

Ótimo! Seus poderes mágicos estão despertando? Eu tenho que verificá-los, mas antes disso.

“Azir, você parece terrível, o que você construiu desta vez?”

Ele tem sombras escuras sob os olhos e parece muito cansado.

“Tente dormir pelo menos um pouco!”

Ele bufa e levanta, pegando Sariel dormindo sob o braço esquerdo.

“Esta é a nova armadura multifuncional armada! Eu chamo isso de AMA”

“mamãe?”

Sariel murmura, esfregando os olhos.

“Não mamãe! AMA!”

Ele pega o bloco de metal e coloca a mão livre nele. De repente, o metal se transforma em um líquido prateado e flui ao longo de sua mão até o ombro e depois mais para cobrir o resto do corpo.

Alguns momentos depois, o líquido endurece em uma armadura com as cores prata e ouro. É um design elegante com um capacete ameaçador e totalmente revestido, cobrindo até os chifres.

“O que você acha?”

“Eu… eu não sei? O que pode fazer?”

Pergunto.

“É claro que aumenta os poderes do usuário e pode assumir qualquer forma que desejar! Com isso eu posso ir contra milhares de inimigos. Vai me levar até onde eu preciso para parar a invasão.”

Ele responde, orgulhoso de si mesmo.

Ivy murmura algo inapropriado e aponta para Sariel e Zadkiel.

“Embora antes disso, você deveria impedi-lo de cercar as pessoas que estão tocando você enquanto você o coloca.”

Meus olhos se arregalam quando percebo que Sariel e Zadkiel foram apanhados no metal líquido.

Azir tenta remover Sariel debaixo de sua axila. Arrastando o pé onde ele estava fundido com Zadkiel com ele, ele nos assegura que tudo está bem.

“Sem problemas! É apenas um pequeno bug no software. Alguns erros estão fadados a acontecer se alguém estiver cansado.”


[Leiam Law of Shadows, novel do mesmo autor de Beyond? e traduzida pelo Batata Traduções]

[Não esqueçam de comentar e recomendar]

[Não esqueçam de se INSCREVER NO CANAL e acompanhar nossos vídeos]

Ei, você gosta desta novel? Acha que tem pontos a se melhorar? Ou acha que o autor já conseguiu expor toda sua experiência com esta obra? Diz pra gente lá no novo site da Central Novels!

Beyond? - Capítulo 82
Beyond? - Capítulo 84
COMPARTILHAR
Imperador Universal e um dos três Líderes Supremos do Grande Império. Mestre Supremo da Arte da Tradução e Revisão. Amante de novels, mangás, livros, games, filmes e séries.