Beyond?: Capítulo 52 – ~ Iluminação ~.

16
487

Tradução: Dantalian [N/D]
Revisão: Liar [N/L]


“Dwem é a capital do Dwemer. A cidade é construída em uma montanha oca e, apesar do clima frio do norte, ela é um paraíso verde. Essa maravilha foi realizada pelo terceiro Grande Xamã. Ele foi impulsionado pelo desejo de criar algo, que seu povo agradeceria por muito tempo depois da morte dele. E assim ele criou um ritual sem comparação, ele serviu seu próprio coração e alma para ele. O resultado foi uma montanha oca com paredes de vidro, permitindo a luz do sol entrar. A estrutura cristalina permite a luz e mergulha a cidade em com todas as cores do arco-íris. Seu povo se esforçou para honrar seu trabalho e construiu a cidade mais bonita, com grandes torres lindas feitas de vidro verde dentro da montanha. Dentro das torres crescem as maiores árvores, transformando a cidade em uma ilha verde entre clima gelado da serra do norte.”

– Os escritos de Dwem.

*** Cidade Estados Livres de Nict, Capital ***

*** Azir ***

“Todos conseguiram sair?”

Eu vejo a mansão ardente em profunda tristeza enquanto as pessoas estão tentando apagar o fogo com feitiços e água.

Karsen encolhe os ombros.

“Não há como apagar’’.

Todo o andar superior já estava em chamas quando chegamos.

Ele e alguns dos investigadores de Ryland foram os primeiros a chegar à cena. Infelizmente, a luta já estava resolvida naquele momento. Os atacantes recuaram com dois corpos nos ombros. Nikita resistiu por muito tempo, e depois de ter feito tudo o que pode, tentei segui-los, mas a poucos metros da mansão eles simplesmente sumiram. Provavelmente eles tinham um mago esperando por eles, ou eles usaram um feitiço potente para se esconder e correram, ou eles tinham um portal pronto.

O resultado desta noite não é bom para nós. Vinte e dois invasores foram confirmados mortos, mas seis de nossos guardas também estão mortos. Eles estão alinhados junto com os Dwemers mortos a poucos passos de distância.

Como eu suspeitava nos primeiros dias após sua chegada, os chamados servos não eram meros servos. Eles não desistiram sem uma briga e cada um deles levou pelo menos um inimigo para a vida após a morte com eles. Nós temos os corpos de três servos, o que significa que eles levaram um servo e a velha senhora, Saana. Nikita é atualmente tratada pelos curandeiros, embora ela não pareça bem. Eu a ajudei tanto quanto pude, mas o veneno em seu sistema está além de mim. Eu até tentei amarrar sua alma ao seu corpo, o que a deixou em um estado estranho entre a vida e a morte.

Os curandeiros estão atualmente ajudando ela e Adala, que ficou abalada pouco depois que os inimigos se retiraram. Ela foi arranhada por uma das espadas envenenadas. Os curandeiros têm mais esperança por ela, já que o veneno não se espalhou tanto no seu corpo.

Isso me deixa apenas com Padma, que é inútil, porque ela atualmente está chorando. Sua avó foi raptada e provavelmente está morta. Eliot parece estar bem, mas ele é um idiota… e está em estado de choque. Acho que essa foi a primeira luta dele. Ele fez bem quando não havia tempo para pensar, mas depois ele teve uma ruptura mental.

Eu tinha nove Dwemers para cuidar e agora estou com dois. A noite é muito ruim para cuidar deles.  Eu ando até os invasores mortos e invoco uma esfera leve, banhando os corpos na luz. Já está amanhecendo, mas o sol ainda não está no horizonte.

Eles estão vestidos com roupas de luta totalmente pretas, o que me intriga. O seu equipamento varia de facas, punhais e espadas curtas. Minha visão revela que cada uma das armas está imbuída de magia. Existe uma maldição para o veneno?

“Karsen, essas armas estão encantadas. Traga-as para os curandeiros e deixe-os verificar.”

Karsen acena com a cabeça e instrui um guarda próximo para fazer a tarefa, então ele olha para meu lado. Ele se inclina e verifica os rostos dos cadáveres.

“Parecem ser das nações do Sul”.

Levanto uma sobrancelha.

“Como você sabe?”

Não vejo marcas de identificação neles.

Parece que eles arranharam as insígnias de suas armas. A maioria dos ferreiros neste mundo marcam suas armas com sua insígnia para espalhar seu nome e a adquirir reputação, então as armas acabam revelando suas identidades.

Karsen puxa a bochecha de um cadáver e aponta para a pele.

“Você não pode Identificar um único *sulista cidadão de Nict com 100% de certeza, mas se você comparar dois grupos maiores entre si, você pode notar diferenças. Você vê as sardas? Eles são um traço comum nas nações do sul. A maioria das pessoas tem elas”

N/D: Sulista é a maneira de identificar as pessoas que vivem no sul. No brasil as pessoas que vivem no sul são todas chamadas de GAÚCHO.

Meus olhos vagam pelos corpos.

“Temos vinte e dois corpos e dezoito deles têm sardas.”

É conveniente ter um amigo que mostra interesse em detalhes tão estranhos.

Ele remove um cinto de armas de um dos cadáveres e inspeciona-o.

“Se tivéssemos um grupo com cidadãos de Nict, esperaria no máximo quatro a cinco pessoas com sardas. Isso é demais para ser uma coincidência. Você sabe como essas coisas funcionam? Nunca ouvi falar de feitiços desencadeados que podem ser usados ​​por não mágicos.”

Karsen aponta as granadas que estão localizadas no cinto.

“Eu entrevistei os guardas e eles disseram que o atacante jogou essas coisas neles, elas explodiram pouco depois.”

Eu acenei e gesticulei para granadas que eu já havia inspecionado anteriormente. Eles são feitos de argila e cheios de pó preto. O fusível é iluminado puxando-o com força do cinto e depois queima dentro por cerca de sete segundos.

“Eles são preenchidos com um composto químico explosivo. Puxe o fusível cronometrado e jogue-o em seu inimigo, boom!”

Karsen puxa o lábio inferior.

“Se eles conseguirem montar todo o seu exército com essas armas, as lutas contra elas começaram a nos fuder. Você acha que eles podem produzir em massa? “

Eu encolho os ombros.

“Não há como saber. Depende de seus recursos e economia. Eles têm fácil acesso ao carvão, ao nitrato de potássio e ao enxofre?”

Karsen inclina a cabeça.

“Eu sugiro que meus superiores investiguem isso. Mesmo que seja menos eficaz do que um feitiço, a ideia de dar à um exército de plebeus uma grande quantidade dessas armas é assustadora. Nossos próprios plebeus se tornarão quase inúteis em uma luta.”

O Dwemer parecia ter algo como uma artilharia. Essas granadas podem vir delas? Eu transmito o pensamento para Karsen.

Continuamos a inspecionar os cadáveres, mas não encontramos mais nada que atraia nossa atenção. Uma vez que não há mais nada para mim, eu decido dirigir-me ao instituto de cura onde Stella e Ivy levaram os Dwemers. Eles não são difíceis de encontrar, porque eu simplesmente tenho que percorrer o caminho com os soldados que estão pulando no prédio. Parece que os Dwemers restante estão sob uma forte proteção a partir de agora. Encontro-os em uma grande sala com oito camas. Há também uma grande mesa com várias cadeiras para os pacientes que não estão acamados. Somente os quatro Dwemers, Stella, Sola e Helen estão presentes. Provavelmente eles não queriam acomodar o Dwemers com os outros pacientes. Eliot está sentada ao lado de Adala, ela está olhando furiosamente para o teto.

Padma está deitado na cama ao lado dela, enrolado em uma bola de cobertores. Parece que ela ainda está para baixo por sua avó ter sido sequestrada.

Nikita está deitada de olhos fechados na cama, no canto mais distante da sala. Um  IV está pendurado acima dela com uma máquina estranha em forma de caixa, está bombeando sangue de volta para dentro de seu corpo.

“Como está Nikita?”

Stella responde-me.

“Ela está viva, por enquanto. Ela absorveu muito veneno em seu sistema. Os curandeiros até usaram alguns artefatos antigos para mantê-la viva.””

Eu aceno e olho para a máquina.

“Estou impressionado que nossos curandeiros não estão atuando tão bem como de costume. Não existe Eddin disponível?”

Sola senta-se em uma das cadeiras.

“Eles usaram manatite. Um pó cristalino que pode ser encontrado nas pastagens orientais. Os Nomads usam isso para tornar seus inimigos incapazes de usar magia. O pó está dispersando formações de mana, se entrar no corpo dificulta a cura da magia e prejudica o tecido. Você se torna incapaz de lançar feitiços e morre se você não for tratado a tempo. Foram necessários vários dos melhores curandeiros para estabilizá-la. Agora eles estão tentando tirar o veneno dela, mas isso não parece bom.”

Então é por isso que ela estava escorregando constantemente do meu feitiço. Eu derramei quase todo o meu poder no feitiço de cura, mas o efeito era ordinário. Eu tenho que investigar, isso parece perigoso.

Helen bufa.

“Este é o maior erro diplomático de todos os tempos. Eu terei algumas pessoas punidas por isso. Você já descobriu de onde eles vieram?”

Eu aceno com a cabeça.

“Karsen encontrou uma pista sólida que sugere as nações do sul.”

Os olhos de Eliot se ampliam.

“Isso não pode ser! Eles são nossos aliados!”

“Cale a boca!”

Adala o repreende, mas já foi dito.

Helen se volta para os dois.

“Fascinante, então você está aliado com nossos inimigos? No entanto, eles estão tentando assassinar você dentro de nossas fronteiras. Isso sugere algumas possibilidades interessantes.”

Levanto um dedo.

“Talvez tenha algo a ver com sua guerra!”

Todos eles olham para mim com grandes olhos. Os Dwemers parecem chocados. Ah, está certo. Eu descobri sobre isso ontem à noite e não tive tempo de informar ninguém.

“Qual guerra?”

Helen ergueu os olhos.

Bem, está tudo bem de qualquer maneira, então eu aponto para o Dwemer.

“Sua guerra. A fronteira do Norte de Dwem é uma grande zona de guerra desagradável, embora ainda não saiba com quem estão lutando. Descobri isso ontem à noite. “

Os músculos do maxilar de Adala começam a funcionar e os olhos de Helen, Sola e Stella a corrigem. Depois de alguns segundos Adala decide que é inútil esconder a situação por mais tempo.

“Dwem está em uma guerra apertada contra os bárbaros do norte. Dois anos atrás, eles nos atacaram com novas armas e estratégias, até então não eram mais do que um incômodo.”

Eu pego uma cadeira e puxo-a mais para perto de Adala para ela sentar.

“Armas como as granadas?”

Padma resmunga sob o cobertor.

“Não, esses são nossos.”

Adala olha para Padma.

*Don*

N/D: Som de batida, imaginem um cara batendo na mesa, e pronto está igual.

“Adala, não é este um enigma interessante? Você quase é morto por uma força-tarefa do sul, armado com suas próprias armas e veneno das planícies orientais. No entanto, você parece estar chamando eles de seus aliados. A questão surge … eles são realmente seus aliados? Por que isso de matar vocês dentro de nossas fronteiras? E por que eles levaram alguns corpos como prova?”

A testa de Eliot ganhou mais e mais rugas enquanto falava. Então ele geme.

“Eles estão tentando derrubar o Dwem! E eles já conseguiram!”

Os olhos de Adala se alargam e Padma olha para cima da cama.

Ele fecha os olhos.

“Você não vê isso? Todas as suas ações visam forçar o exército de Dwem a estacionar nas fronteiras de Nict. Agora tudo se encaixa. Os sulistas estão trabalhando com os bárbaros e os Magos Negros. Os sulistas nos disseram que Nict está preparando uma guerra para nos forçar a implantar uma parte de nossas forças na fronteira deles. Enquanto não pudermos concentrar nossas tropas, os bárbaros têm mais facilidade para travar nossa defesa. Nós fornecemos aos sulistas nossa tecnologia em troca de seus suprimentos e sua escassa inteligência. Seus navios passaram por Nict e depois pelo Norte durante anos. Claro que eles sabiam sobre nossa guerra com os bárbaros. Então eles tentaram matar o herdeiro do Gejene. Provavelmente eles planejavam redirecionar a culpa por nós, mas Azir esmagou sua rede antes que pudessem fazer o plano dar certo.  Os Magos Negros certamente estão em algum tipo de relacionamento com os sulistas e os bárbaros.

Os bárbaros devem estar nos preparando um grande ataque. É por isso que eles queriam que mais de nossas tropas se posicionassem na fronteira de Nict! Porque não informamos nada para o Grande Xamã, ele decidiu diluir nossas tropas nas fronteiras de Nict. Poucos dias depois, somos atacados pelos sulistas, que sabem exatamente como é a nossa mansão e quantos de nós existem. Os únicos que têm essa informação são o Gejene e as autoridades em Dwem porque enviamos relatórios detalhados.”

Ele balança as mãos nos punhos.

“Eles devem ter um espião dentro do nosso governo que obteve a informação. Tenho certeza de que eles levaram os corpos de Saana e Triz para provar que o Nict nos silenciou para preparar seu ataque. Nict começou a mobilizar e reconstruir sua frota! Se eles vão levar os restos de Saana para o Grande Xamã, nosso governo vai assustar e reimplantar as tropas para as fronteiras de Nict, abrindo todas as portas para a ofensiva bárbara!”

Eu movi minha bochecha ao pensar no que acabei de ouvir.

“Faz algum sentido, de uma maneira grosseira. Aqueles assassinos em fuga simplesmente desapareceram quando os segui. É um palpite, mas eles poderiam ter usado um portal para escapar. Até agora, apenas os magos negros pareciam capazes disso.”

A expressão de Adala fica azeda.

“Então estamos condenados. Mesmo que viajemos agora da capital de Nict para Mono e pegue a rota mais rápida para Dwem, o tempo de viagem leva pelo menos duas semanas. Nossos oponentes tinham um portal e provavelmente já estão conversando com o Grande Xamã. Eles certamente expiraram seu ataque em nossa mansão com a ofensiva para garantir que nossas tropas estejam mais afastadas. Quando chegarmos a eles, será tarde demais para chamar nossos soldados de volta.

Helen passa os dedos pelos cabelos.

“Você está realmente dizendo que em alguns meses eu tenho que me preocupar não só com as nações do sul, mas também com uma horda de bárbaros conquistadores do Norte? Quem é o próximo? Os Nômades também se juntarão à briga? Oh, isso seria divertido! Eu não posso evitar rir!”

N/D: Então é isso por hoje pessoal, espero que gostem, Ah! se poderem comentar agradeço não custa nada, considerem isso um ‘’ pagamento ‘’ para eu continuar a traduzir. :3 beijinhos e até o próximo cap /o.