Beyond?: Capítulo 50 – Lados.

4
637

Tradução: KingofHornet
Revisão: Pomba


“E o Mestre governava toda magia. Nenhuma magia tinha segredo, como ele via tudo. Somente seu amado irmão mais novo tinha um poder comparável. Juntos, espalharam a regra do Império muito além do horizonte.

Os exércitos foram destruídos por sua vontade, montanhas movidas por seu desejo, até a própria terra foi remodelada por um pensamento

O Império teria sido eterno se o Um não tivesse traído o Outro. Mas o Um tinha encontrado o que seu irmão nunca entenderia e então eles lutaram e caíram e o Império com eles.”

– A Crônica Proibida.

 

***Cidade Livre Estado de Nict, Capital***

***Azir***

 

Eu estou com uma dor de cabeça, este é provavelmente a sensação de ter sua cabeça dividida por um machado. Fazer uma sessão de treinamento dentro do fluxo de mana todos os dias é difícil. Felizmente minha mãe está me ajudando a controlar o fluxo para não ficar queimando muito rápido.

Tentando lembrar o sentimento dentro do fluxo, suas palavras piscam através de minha mente. “Levei cerca de cinco anos para dominar minha visão.” Pego a almofada e coloco-a no meu rosto. Cinco anos de dor de cabeça! Como posso terminar algo quando eu faço isso diariamente?

Sentado na minha cama, rasgo a almofada. Treinando com meu pai, lidando com as novas tecnologias que eu apresentei, treinando minha visão e indo para a universidade. Eu não posso ter dores de cabeça em cima disso!

Levantando-me, coloco roupas aleatórias e saiu do quarto. Meu objetivo é o laboratório de Stella, não preciso me preocupar com a minha aparência. Stella pode provar seu conhecimento médico para mim. No segundo andar, paro em frente à porta de seu laboratório. Eu realmente quero saber como é por dentro?

Mas as dores de cabeça estão me deixando louco, estão eu bato na porta de aço. Depois de esperar por alguns segundos eu bato novamente e espero, a terceira vez eu bato mais alto. Estranho, ela disse que ela está em seu laboratório. Algo surgiu e a fez partir sem me informar?

Eu uso magia mental para acessar a rede de mana e encontro sua posição. A rede me diz que ela está em nossa casa. A interface do usuário em minha visão está borrada e eu esfrego os olhos com o meu antebraço. Usando magia mental enquanto ter dores de cabeça não é uma boa ideia.

Apertando a maçaneta da porta, eu a abro e entro. “Olá? Alguém aqui?” Não há resposta, então eu ando mais para baixo no corredor central e olho para os quartos à minha esquerda e direita. A instalação deste piso é o mesmo que o meu laboratório, apenas as facilidades são diferentes.

Os dois primeiros quartos estão cheios de garrafas, plantas secas e outras matérias-primas. Nada espetacular. O terceiro quarto embora contém algumas gaiolas com pequenos animais. Provavelmente Stella está os usando como cobaias para suas experiências.

O quarto está cheio de plantas. Uma delas realmente virou uma flor em minha direção ao olhar para dentro. A coisa não é exatamente pequena e então eu recuo lentamente. Dentro do quinto quarto eu me sinto mais em casa, como eu o acho cheio de alguns grandes artefatos de vários tamanhos e formas. Mas não Stella, eu suspiro e continuo no meu caminho.

O sexto quarto está trancado, de modo que deixa apenas uma escolha que é o quarto no final do corredor. Entrei num quarto grande com uma mesa de cirurgia no canto esquerdo e uma mesa de trabalho na janela do jardim. Há um grande espelho à minha direita e várias garrafas estão alinhadas em uma prateleira ao lado. Algumas delas estão balançando como se algo estivesse se formando dentro delas.

Mas isso não é o que está me perturbando, o ponto problemático sobre este quarto é que a mesa de cirurgia está ocupada.

“Ah, o Criador nos visita.” Ivy está na mesa e sorri para mim, ignorando totalmente o fato de que Stella está dobrada sobre ela com uma faca afiada e desagradável. É sangrento e Stella está brincando e empurrando dentro do peito de Ivy! Uma ferramenta de aparência desagradável está espalhando suas costelas e um conjunto de agulhas de infusão estão fornecendo poções de várias cores nos braços de Ivy.

“Não olhe ela! Pervertido!” Stella olha para mim. “Por que você está aqui? Normalmente você fica longe do meu laboratório.”

Sento-me em uma cadeira próxima. “Como se eu pudesse me virar depois de olhar para um corpo mutilado!” Então eu me viro e olho para a outra direção, esperando até que elas terminem o que estão fazendo. “Só queria perguntar se você tem alguma coisa para dores de cabeça.”

Stella responde claramente. “Eu tenho que fechá-la primeiro, então eu posso dar uma olhada no que eu tenho.” Por um tempo nada acontece, então eu ouço um som triturador. Alguns ruídos viscosos adicionam à mistura e no final um som de zumbido acrescenta ainda mais ao meu desconforto. Uma serra de osso?

No final os ruídos param e a voz de Ivy se incita a me virar. “Olhe, olhe. Stella… Stella colocou minha parte mecânica mais para dentro do meu peito. Agora eu me pareço quase uma pessoa normal. Isso fará com que meus esforços em descobrir o comportamento orgânico sejam muito mais fáceis.”

Me virando, descobri que Ivy está curada e limpa. Felizmente ela está vestida também, isso me poupa outra observação de Stella. Embora Ivy esteva vestindo uma roupa de empregada. Seu corpo real está quase completamente desaparecido, apenas uma pequena gama de metal se sobressai de entre suas clavículas. A maravilha da magia de cura… era realmente afortunado que eu a fiz de um ferro sem ferrugem e liga de ouro. Eu posso ter desperdício com mateiras desde que eu tenho um Fornecedor todo-poderoso em casa.

Stella caminha para uma tigela ao lado da mesa de cirurgia e começa a lavar as mãos. “Então qual é o seu problema?”

Eu fiz uma careta. “Dores de cabeça! Feitiços de cura não funcionam, já tentei isso.”

Stella inclina a cabeça em pensamentos e caminha até a prateleira, lá pega uma garrafa com pequenas pílulas brancas de dentro e dá para mim. “Apenas uma por dia, elas são fortes. Recentemente, muitas vezes você tem estado com dores de cabeça, o que você está fazendo na mansão de sua família?”

Eu sorrio ironicamente. “Minha mãe decidiu me ensinar mais sobre a habilidade de nosso clã. Ela me ajuda com meu treinamento e o método não é nada agradável.”

 

***Cidade Livre Estado de Nict, Capital***

***Adala***

 

“Eles estão mobilizando seu exército.” Saana olha com uma expressão sombria nos últimos relatórios. “Eles estão mesmo reconstruindo sua frota. Isso parece grave.”

Eu balanço a cabeça e me inclino para trás no sofá. “A população civil não tem ideia do que está acontecendo. Eu não acho que Nict pretende ir para a guerra. O incidente com os Magos Negros os alarmou e agora eles estão se preparando para um possível ataque, talvez tenhamos pressa demais para assumir que isso é dirigido contra nós.”

Eliot não é da minha opinião. “Mesmo que não seja dirigido contra nós, este incidente despertou os governantes de Nict, não podemos dar ao luxo de levar isso levemente.” Ele faz uma pausa. “E se o interesse recém-conquistado pelo mundo os obrigar a enviar sua frota mais para o norte. Seus navios certamente aterrarão nos portos ao longo da costa. Então eles aprenderão sobre a nossa guerra. Você acha que eles vão ignorar a oportunidade de nos atacar?”

Nikita fala. “Eu não acho que a situação está longe de mão. Tudo o que vimos mostra que o povo de Nict tem um enorme desinteresse no mundo. Se Nict estivesse interessado em expansão, então eles poderiam ter tomado as nações do sul há muito tempo. Desculpe-me se eu disser isso, mas quando mais eu fico dentro de Nict, mais eu acredito que nossos aliados do sul nos venderam besteiras quando nos informaram que Nict está planejando uma guerra de encontro a nós.”

Padma assentiu. “Eu comparei seus registros históricos de suas guerras com o que nossos chamados aliados nos disseram. Nota-se que eu fortemente duvido que Nict mudou-os antes da nossa chegada. Essas são registros históricos públicos. Os civis reclamariam se tivéssemos sido editados pelo governo.” Ela olha em volta. “A parte interessante é que se você acreditar em seus registros, Nict tem muito mais razão para atacar as nações do Sul do que nós. Os únicos que se beneficiam de uma guerra entre Nict e Dwem são as nações do Sul.” Ela começa a contar com os dedos. “Nosso relacionamento passado com eles pode ter sido hostil, mas na maior parte ignoramos um ao outro enquanto fechamos nossas fronteiras. As nações do sul, no entanto, atacaram Nict várias vezes em guerra aberta. É por isso que quando você viajar para as cidades do sul de Nict, você se sente mais como se caminhasse através de um castelo do que uma cidade. Há também o ponto que os sulistas reconheceram as tentativas de Nict de fazer a paz pela primeira vez na história. Fede, para dizer o mínimo. Eu digo que é melhor se inclinar para trás e esperar.”

Saana massageia sua têmpora. “Se você colocá-lo assim soa lógico. Nós não podemos parar Nict e os bárbaros, mesmo se quiséssemos. Ontem, o Grande Shaman me enviou um relatório de que nossas tropas na fronteira de Nict serão transferidas para a fronte. Isso nos deixará totalmente indefesos.”

Nikita cruza as mãos na frente de seu peito e encolhe os ombros. “Há outro ponto. Se Nict pretende nos atacar, eles estão agindo completamente estúpidos.” Ela sorri. “Se eles realmente se preparam para a guerra contra nós, eles teriam silenciado os observadores de Dwem dentro de seu país, nós. Nós somos um alvo, eles teriam que nos tirar primeiro para garantir que não avisássemos os Dwem. Em vez disso, deixam-nos viver, para assistir seus preparativos. Eles não estão sequer tentando escondê-los.”

Depois de um tempo, chego à conclusão de que o raciocínio de Padma e Nikita é muito bom, embora deixe um sabor amargo. Girar a história significa ainda que nossos bons e nobres aliados nas nações do sul não são tão confiáveis afinal. Algo que suspeitávamos, mas ter certeza é às vezes pior do que ser deixado em perigo.

  • Sabin

    Mil tretas. Azir vai ter que treinar muito ainda

  • Orihara Izaya

    Muito Obrigado

  • Decad desu

    Alguem sabe se tem previsão pra voltar?