Beyond?: Capítulo 45 – Investida.

3
468

Tradução: KingofHornet

Revisão: Pomba

Vós, que pedis poder, buscareis as almas dos outros e os escravizarás. Vós, que escraviza os outros à sua vontade, ressuscitará e será consumido pelo poder. Mas preste atenção ao aviso. Não procurem escravizar uma alma mais forte do que a sua, porque você pode acabar como o servo e não como o Mestre.”

– A Crônica Proibida.

***Cidade Livre Estado de Nict, Capital***

***Azir***

 

O Eddin está preso ao chão e grita enquanto Ghost está mordendo seu pé. Olho cansado para o céu noturno. É o segundo dia desde que comecei o meu trabalho… e acabou por ser um monte de trabalho! Mais uma vez eu bati na garganta do sujeito e seus gritos se transformaram em um som de murmúrio.

Esse cara é muito difícil de obter informações. Ele me deu uma luta muito boa também. Eddins são problemáticos. Eu tive que subjugá-lo sem matá-lo, já que ele é a única pista que tenho para seguir. Minha pequena investigação me levou por todo o país, enquanto eu estava seguindo a cadeia de capangas.

A maioria deles eram apenas pequenas moscas que só carregam mensagens, mas alguns tinham posições oficiais muito altas. Os mais altos se referiam a alguém que chamavam de Mestre, mas não sabiam quem era essa figura. Só que ele vai voltar para assumir o controle de Nict.

Tendo corrompido alguns funcionários em posições elevadas é outra boa explicação para o segredo perfeito desta organização.

A magia de cura de Eddin termina seu trabalho e os gritos começaram a ficar irritantes novamente. Desde que estou cansado eu decido dar a minha mais recente vantagem um pouco de tratamento antes de eu tentar ler a sua mente. Ele é um cara magro de meia-idade com um toque de cinza em seu cabelo escuro.

Eu sinalizo para Ghost soltá-lo e o gato coloca uma pata na parte superior da perna de Eddin. Com um som de trituração, a perna fica solta e Ghost passeia com o preço em sua boca. Não foi exatamente isso que eu quis dizer, mas também funcionou.

O Eddin está segurando seu cotoco sangrento e eu o vejo fascinado como a carne está crescendo, formando uma nova perna. Essa habilidade é verdadeiramente problemática. Posso fazer isso também, mas é preciso de muito poder. O Eddin tem se curado de feridas graves desde que começamos este procedimento e não parece que ele estará ficando sem mana em breve.

Embora ele devesse estar mentalmente cansado o bastante para ser interrogado agora… eu agarro sua testa e invado sua mente. A princípio, ele resiste, mas depois sucumbe rapidamente, enquanto suas memórias passam através da minha consciência.

Depois de um tempo, eu o solto e coço minha bochecha em pensamento. Quem teria pensado que eles têm uma base tão grande ao lado da capital? Eles estão operando a partir de um grande armazém na periferia da cidade e ainda estão mantendo um portal permanentemente ligado.

De acordo com as memórias, deve haver até cem agentes lá. Eles são os servos diretos deste poder estrangeiro.

Meus olhos vagueiam em direção a Spidey, ele continuou mudando de corpo durante nossa pequena campanha. A coisa perturbadora é que ele ficou melhor e melhor em controlá-los. Até agora ele é mesmo capaz de dar-lhes expressões faciais e ele mostrou muito interesse na linguagem. Seu corpo artificial não é capaz de falar.

[KingOfHornet: Ele está falando do corpo dele antes de entrar no cadáver.]

Sua tendência é falar comigo também é perturbadora. Eu o criei por diversão e ter um ajudante leal, não ter alguém que esteja constantemente duvidando de mim. Além disso ele leva apenas os cadáveres de mulheres bonitas. Agora ele está no corpo de uma explosiva de cabelo amarelo e reta. Com chifres curvados para trás e uma marca de nascença bonita no lado esquerdo de seu pescoço. Ele está sentado de pernas cruzadas sobre uma rocha, a poucos passos de distância.

[KingOfHornet: Eu não consegui traduzir as características do corpo muito bem, aqui a versão em inglês: body of a yellow haired bombshell with straight]

Ele está brincando com algumas garrafas e líquidos, que ele adquiriu quando invadimos a casa de um velho alquimista. De tempos em tempos ele salpica um pouco de líquido em sua pele, ou esfrega parte dela em suas bochechas, enquanto olha para um pequeno espelho de mão. Para mim, parece que ele está fazendo maquiagem.

Limpo minha garganta.

“Spidey? Você gostaria de explicar o que você está fazendo?”

“Claro, Criador. Estou apenas tentando preservar esse corpo. Quem sabe quanto tempo vai demorar até encontrar outro?”

Ele sorriu um sorriso desarmador para mim e eu estremeço. Posso ter criado um monstro.

Então ele coloca uma mão em seu peito e levanta uma sobrancelha.

“Me chamar de Spidey pode não ser mais apropriado. Posso mudar meu nome para Ivy?”

Eu suspiro.

“Você é uma máquina!”

“Sim, Criador. Mas eu, obviamente, quebrei os limites do meu antigo eu. Spidey era definitivamente menos do que eu agora, então eu pensei que seria apropriado celebrar meu novo eu com um novo nome.”

Ele… Ela bebe uma das garrafas e seu… seu rosto distorce.

“Waeh… formaldeído gosto horrível! Acho que vou desativar meu senso de gosto. Ser um ser orgânico não é tudo o que é desejável afinal.”

É… uma… abominação!

“Faça o que você quiser. Como você se sente em ir contra uma base inimiga com cerca de cem adversários?”

Ivy inclina a cabeça em seus pensamentos.

“Isso significa que cada um de nós tem de eliminar trinta a quarenta inimigos. Se meu criador tem tanta confiança no meu poder de batalha, então eu acompanhá-lo-ei com prazer até a última batalha.”

“Não estou falando de uma última batalha! Eu pretendo voltar!”

Eu aperto meu punho para o zumbi estúpido.

“Então e sugiro um plano de batalha. Meu Criador obteve conhecimento suficiente sobre o layout da base inimiga?”

Ivy para de se mexer e tira uma folha de papel.

“É um antigo armazém nos arredores da cidade. Há uma grande área aberta com patrulhas em volta. Dentro é apenas um grande salão aberto no primeiro andar. No segundo andar é um grande corredor central com escritórios para a esquerda e direita. Todo o edifício tem cerca de cinquenta metros de largura e cem metros de comprimento.”

Paro em pensamento e percebo que Ivy desenhou uma planta perfeito da área enquanto eu falava.

“Como você pode adicionar tantos detalhes na planta? Eu nem mencionei o número de quartos.”

Ivy puxa a planta para seu peito e começa a se contorcer de uma maneira repugnante.

“É claro que este servo fiel acessou imediatamente seus mapas detalhados da cidade. Então ela ordenou um de seus remotos nos arquivos da cidade procurassem a aprovação da construção para o edifício especifico.”

“Entendo.”

Ela pode ser útil depois de tudo.

Ivy coloca a planta para baixo e aponta para ele.

“A única questão é a nossa meta, então podemos formular um plano adequado.”

Meu rosto escurece.

“Aniquilação total é claro. Eu não estou interessado em ter nenhum deles ao meu redor.”

Ela desenha dois círculos ao redor do edifício.

“Então vamos entrar e eliminar os guardas do prédio silenciosamente. Se conseguirmos fazer isso temos tempo para montar armadilhas em torno do alvo. Embora provavelmente seja melhor fazê-lo enquanto nos aproximamos e removemos os guardas. Depois de ter garantido a área, usaremos Ghost como isca. Ele vai criar tanto barulho e problemas quanto possível para atraí-los para fora, para a direita na zona de matança. Enquanto Ghost chama a atenção, vamos entrar no edifício pelo telhado. Os escritórios nos dão espaço suficiente para lutar, mas impedem o avanço do nosso inimigo sobre nós. É melhor do que lutar abertamente.”

Eu suspiro.

“Isso soa como um bom plano?”

Novamente, Ivy começa a se contorcer.

“Kyaaa, eu fui louvada pelo Criador! Hoje eu vou lutar mais duro, mas você poderia tentar matar as bonitas de uma maneira que não prejudicasse muito seus corpos?”

Isso está indo longe demais.

“Você sabe… se você continuar usando esse corpo, outros vão pensar mal de seu pequeno hábito. Você deve tentar aprender algum bom senso antes de falar com alguém sobre como você adquiriu seu corpo.”

Ela inclina a cabeça.

“Por quê? Estou apenas fazendo uso de algo que irá se decompor e se tornará inútil no final. O proprietário anterior estava longe quando eu assumi o controle sobre ele.”

Enquanto viajávamos para a base inimiga, eu tive dificuldade em explicar a diferença entre uma ferramenta e um corpo e que as pessoas orgânicas muitas vezes confundiram os restos mortais de uma pessoa para a própria pessoa e que tinham um certo apego a esses rostos…

 

***Cidade Livre Estado de Nict, Capital***

***Stella***

 

Meus olhos se abrem e eu tento me lembrar do que aconteceu. Então bato-me e sinto meus olhos ficarem molhados. Isso tem que ser um sonho ruim. Mas então alguém toca minha mão e eu viro para a pessoa ao lado da minha cama.

É Sola e ela olha para mim com uma expressão culpada. Seus olhos me dizem que eu não tive um sonho ruim. Eu sinto meus lábios tremerem, mas eu consigo espremer uma pergunta.

“Onde está Azir?”

 

***Cidade Livre Estado de Nict, Capital***

***Azir***

 

Eu deslizo silenciosamente pelo ar e dou a Ghost seu sinal. Levamos duas horas para preparar nosso encontro com o inimigo. Essas duas horas consistiam em esperar e colocar feitiços de armadilhas, que ativam ao serem pisadas. Algumas vezes nós quase fomos descobertos, mas graças a Ghost esses encontros terminaram em nosso favor.

Ivy fez sua parte coletando informações e seus remotos na área e dando-me informações vitais sobre os acontecimentos dentro do armazém. Seus remotos são principalmente insetos controlados e pequenos mamíferos. Infelizmente, eles são quase inúteis em uma luta, embora ela me disse que tinha algumas pequenas pragas muito venenosas guardadas. Eu não queria perguntar por que ela os criou sem meu conhecimento. Algumas coisas devem permanecer desconhecidas.

Dois dos guarda caminhavam em torno do edifício e Ghost dispara para fora de um arbusto baixo, chegando aos guardas com um único salto e um rugido. Antes que eles possam agir sua pata esmaga o guarda mais próximo e o envia voando. O segundo guarda começa a gritar e brincar com o punho de sua espada. Ghost morde sua perna e puxa o guarda gritando com ele, através da área com nossas armadilhas.

No início eu tive minhas dúvidas sobre este plano, mas então eu consegui fazer com que Ghost fizesse o que eu queria, repetindo os comandos ‘fica, ‘busca’ e ‘traz’. De alguma forma eu não esperava que Ghost fizesse sua parte, mas parece que o gato grande entendeu…

O ruído chama a atenção dos guardas no topo do edifício e eles correm para o lado onde Ghost causou o barulho. Eu cancelo meu feitiço de levitação em Ivy e ela cai no telhado. Então eu começo a coletar mana e solto meu feitiço de proteção. Não há nenhum ponto em se esconder enquanto eu reúno uma grande bolha de mana ao meu redor.

Ivy chegou ao telhado e propulsa-se direto em um grupo de guardas, que estão tentando atacar Ghost com feitiços variados. Ela chuta e envia um deles sobre a grade do telhado, então ela puxa dois punhais debaixo de sua saia e esfaqueia os outros dois. Eu não esperava que ela fosse tão proficiente com armas que ela herdou do proprietário anterior de seu corpo. Talvez o proprietário anterior não estava completamente morto?

Eu lancei uma versão minimizada de mísseis arcanos. Normalmente, o feitiço cria uma lança de energia mágica, que você envia para o seu inimigo. Eu ajustei o feitiço para baixo e sacrificando a qualidade para a quantidade. Usando a mana recolhida, dezenas de lâminas de mana do tamanho de uma faca aparecem ao meu redor e eu começo a martelar as pessoas no telhado.

Havia dez guardas no telhado e a maioria deles se reuniram ao lado que está apontando para Ghost. Apenas três ficaram para proteger as outras direções. Desde que eu me revelei eles imediatamente enviaram magia de ataque para mim.

Eu solto o meu feitiço de levitação e entro em queda livre, apenas evitando um orbe violeta de energia desagradável. Enquanto caio eu redirecionei a tempestade de lâminas arcanas e rasguei um dos guardas restantes.

Os outros dois caem no chão com adagas na testa. Ivy os penetrou perfeitamente entre seus olhos. Eu me torço no meio do ar e reativo o meu feitiço de levitação para pousar suavemente no telhado.

Ivy não perde tempo e recupera seus punhais, cantarolando uma melodia feliz. Normalmente eu não pensaria em nada disso, mas o som é muito rítmico, sem se repetir. Provavelmente ela está se comunicando com seus remotos. Ela olha para cima.

“Doze caídos, oitenta e dois restantes.”

Eu aceno com a cabeça e dou uma olhada do teto para descobrir que o inimigo não estava dormindo. Cerca de trinta homens estão avançando na direção de Ghost com armas prontas. Eles correram para o campo aberto em frente ao armazém enquanto seguia Ghost e seu brinquedo gritando.

O warcat está esperando mais longe com suas patas dianteiras no guarda gritando. De vez em quando ele dá uma patada no guarda de uma forma lúdica, o que provoca longas feridas sangrentas.

Percebo que o grupo de inimigos entrou na nossa zona de matança e aceno para Ivy. Ela fechou os olhos e murmura algo, ativando os feitiços que montamos anteriormente. Toda a área se transforma em uma tempestade de fogo e estilhaços. Eu assisto com alegria como meus inimigos odiados são enviados gritando para o céu noturno, a maioria deles em pedaços.

Um suave assobio de meus lábios dá a Ghost o sinal para fazer o que ele quiser e a pata do gato encaixa no pescoço de seu brinquedo. Então Ghost desaparece dentro da nuvem de poeira e fumaça. Eu puxo o conjunto de discos voadores do meu cinto e explodo a porta da pequena torre no meio do telhado. Ela leva à escada, que vai até os escritórios.

Um movimento do meu pulso envia os quinze pequenos drones em seu caminho. Eu os programo para bater em qualquer alvo adequado em alta velocidade. Eles não têm outra maneira de atacar o inimigo desde que eu rapidamente mudei seu propósito. Embora eu acho que ser atingido por uma centena de gramas de metal na velocidade de cem quilômetros por hora faz o truque de qualquer maneira.

Ouvimos gritos da escada e Ivy corre para dentro. Eu sigo em seus saltos e pego o bastão que eu carreguei nas minhas costas até agora.

Chegando no corredor central, que leva a segunda escada até o armazém, eu sou recebido por uma tempestade de magia. Rodando para o lado, eu entro no primeiro escritório para a esquerda. Até agora, a típica bolha azul do meu clã está me cercando com força e um raio de energia é redirecionado ao redor de mim quando chega aos meus pés.

Empurro minha mão para o mago inimigo dentro do escritório, a mesa de trabalho à sua frente é explodida em pedaços e o cobre em estilhaços. Eu corro para frente e coloco meu bastão suavemente em seu peito enquanto ele está gritando de dor, cobrindo os olhos com as mãos.

Uma onda de poder percorre meu bastão e ele é jogado para trás, batendo através da janela e mandado voando para fora do edifício. Como se estivesse no comando, as muitas luzes mágicas na sala começavam a tremer e então eu estou mergulhado na escuridão.

Parece que os remotos de Ivy finalmente fizeram seu trabalho e desligaram as luzes. Ativei minha visão de mana e a encontro lutando em alguns escritórios no corredor. Há muitas pessoas tropeçando ao redor como homens cegos; parece que nem todos os nossos adversários são lutadores.

Um sorriso aparece no meu rosto e eu volto para o corredor, infundindo minha mana na poça de sangue que se reunia debaixo do cadáver em frente à escada. Um pouco da boa e velha magia de sangue é bom também. Eu forcei minha vontade para o líquido em movimento e ele pula em frente em busca de um inimigo.

Então aponto meu bastão para o chão e conjuro magia de gravidade. O chão abre um buraco e eu salto através dele. Para baixo no armazém estão apenas algumas pessoas e eu estou de alguma forma insatisfeito com a falta de resistência.

Os agentes, que explodimos na frente do prédio, era a única força de combate? O resto dos inimigos eram todos não combatentes?

O armazém está completamente vazio. Apenas o portal e o círculo mágico que o sustenta estão no meio do salão. Os poucos inimigos restantes estão recolhidos na frente do portal.

E eles estão fugindo! Odeio poços dentro de mim como eu vejo um de meus amigos saindo pelo portal, então outro salta. Eu grito e empurro meu bastão para eles.

Um homem fica de pé enquanto os outros são jogados para dentro do portal como bonecos. Ele se vira e sorri para mim, então ele salta. Corro em direção ao portal e olho através dele.

É dia no outro lado, então certamente não está levando em qualquer lugar perto de Nict. Eu vejo uma planície gramada e muitas tendas e soldados. Um exército? Embora seja impossível determinar o tamanho desse exército. Eu precisaria de um ponto de vista diferente.

A pessoa que saltou pelo portal e resistiu ao meu feitiço se vira e ri. Então ele corrige seu terno preto e espalha suas mãos.

“Sinta-se livre para dar uma olhada no exército do Mestre. Infelizmente, ainda estamos ocupados em outro lugar, mas não vai demorar muito até que estejamos aí. E então nós vamos acabar com Nict.”

Ele se inclina ligeiramente.

“Eu dou-lhe isto muito para honrar sua realização em travar nossos esforços em seus país. Tome seu tempo restante para dizer adeus ao mundo como você sabe.”

Este… inseto… está falando comigo?

“Kukukuku… hahaha… HAHAHAHA…”

Eu alcanço com uma mão trêmula o meu bolso e retiro a esfera metálica que eu criei com Stella. Não pode haver nenhuma finalidade melhor para este pequeno brinquedo.

Eu pressiono uma runa na esfera e todas as runas em torno da bola de metal começaram a brilhar. Então eu a atiro através do portal e empurro meu bastão para o círculo mágico debaixo dos meus pés. O chão racha e o portal desmorona. Pena que a última expressão do homem de terno negro fosse apenas incompreensão.

Não parece certo. Seu final era muito bom. Um som de arranhão atrai minha atenção e eu descubro que um dos outros recuperou sua consciência e está se afastando de mim. Eu o sigo com um largo sorriso.

Ele grita.

“Fique longe de mim! Mon… Monstro! Ninguém tem olhos brilhantes como aquele!”

Pego sua perna e o puxo de volta para círculo mágico.

“Sabe… Sempre quis saber como funcionam esses portais estranhos. Seu princípio é um pouco diferente daqueles que eu uso. Talvez eu possa consertar o círculo se eu usar sua alma.”

Ele agarra o chão, mas eu sou mais forte do que ele e desde que estou reunindo poder mágico de tudo ao nosso redor, o poder já está percorrendo todo o meu ser. Eu nunca reuni tanto antes, parece que eu posso fazer qualquer coisa.

Alcançando o centro do círculo, eu o prendo no chão, empurrando meu bastão em seu peito. Então eu passo a rir do círculo.

“Sabe. Na verdade, eu não tenho muita esperança de que ele vai funcionar, agora que eu olho para o círculo. Mas não é a prova do pudim para comer?”

Eu começo o encantamento, mas logo tenho que admitir que eu fiz muito bem em destruir o círculo. Depois de um tempo as luzes retornam e eu tenho a sensação de que alguém está de pé atrás de mim. Eu me viro rapidamente.

*TAPA*

Minha mãe… me bateu? Como ela chegou aqui? Ah, a luta era barulhenta o suficiente para alertar toda a cidade. Eu toco minha bochecha ardida.

“Eu acho que eu merecia isso…”

Mas então ela me abraça e fala com uma voz trêmula.

“Você não deveria ter fugido assim. Você sabe mesmo o que eu senti quando você não me enviou uma única mensagem.”

Eu sinto suas mãos arranhando minhas costas.

“E você sabe o que Stella sentiu quando acordou e você não estava lá?”

A mana recolhida ao meu redor estranhamente desliza do meu controle e se transforma em sua mana.

“E você tem alguma ideia de que sua irmã, pai e avó sentiram?”

Eu tento me afastar de seu abraço de quebrar os ossos.

“Sinto muito! Eu estava apenas com raiva!”

O que devo fazer? Não posso atacar minha mãe. E como ela roubou minha mana?

“Kukukuku… não me olhe assim. Você realmente pensou que eu te ensinei tudo sobre a nossa capacidade? Mas primeiro você vai se desculpar com Stella por não estar lá para ela quando ela acordou!

Eu suspiro por ar, mas o abraço da minha mãe espremeu tudo para fora. Lentamente a cenário fica escuro…

 

  • Sabin

    Que foda, a mãe do azir é muito roubada, ela sempre consegue derrotar o azir por mais op que ele seja.
    Muito obrigado pelo capítulo

  • emerick

    a mae é mais hack doque o mc kkk isso pode arnaldo??

  • Arthur Popuslou

    aquela bomba era o que? uma atomica? bem possivel, sera que ele exterminou todo o exercito e vai ficar por isso msmo?