Beyond?: Capítulo 40 – Inscrição.

2
474

Tradução: P_

Revisão: Pomba


“Eu levanto minhas mãos e me contorço como uma cobra, as penas tremem.”
Então eu chacoalho minha boneca e canto minha canção, o fim do ritual não demora por muito tempo.
Os cogumelos têm bom gosto, então eu dou o fogo a qualquer pedaço de madeira.
Humping minhas segurança é fácil de fazer, apenas não ir ao lugar errado, tanto faz eu vou.
“Eu pisoteio no chão e meus inimigos não são mais encontrados.”

-O Grande Xamã.

***Cidade Livre Estados de Nict, Capital***
***Azir***

“Aqui, eu organizei esta visão geral sobre os diferentes cursos de estudos. Uma vez que isso aconteça, você pode se inscrever para qualquer um deles, você pode querer verificar o que está disponível.”

Eu entrego para os convidados quatro formulários enquanto eu os levo para o escritório principal da universidade.

Nikita folheia as páginas:

“Muitos deles são sobre coisas aleatórias, eu pensei que esta universidade se concentra em magia?”

Eu concordo:

“Muitos escolhem aprender algo que os ajude a governar o país. Os magos de Nict são na maior parte governadores de cidades, oficiais, ou servem em outros altos cargos e escritórios. Se você quiser governar um país, você precisa saber mais do que magia. Aprendemos a maior parte de nossa magia na escola até que tenhamos quinze anos, mas há uma abundância de cursos mágicos para escolher. Se você está interessada em nosso sistema mágico, você poderia participar de uma das lições com tutor. Os tutores são alunos mais velhos que ajudam os outros em vários assuntos.”

“Hmm, eu entendo. Não, digamos… curso de estudos gerais. O tutor está listado como Azir Zait. É você?”

Padma segura à folha para mim e aponta para o meu curso.

“Sim, esse é o meu curso. Sinta-se livre para participar. O curso de estudos gerais está lá para ajudar os alunos que têm perguntas sobre temas científicos e mágicos. Eu não respondo a perguntas que devem ser aprendidas por cursos superiores.”

Adala usa as folhas para se abanar. Não é um dia particularmente quente, mas o Dwemer ainda parece um pouco vermelha:

“Então você é realmente inteligente. Como esperado de alguém que pode construir tais artefatos habilidosos.”

Ela puxa o cartão de comunicação dourada do bolso:

“Qual é o seu QI?”

Eu levanto uma sobrancelha:

“O que é um QI?”

Eu não acho que eu ouvi a palavra ainda.

“Quociente de inteligência. É um teste para medir o quão inteligente você é. Em nosso país todo mago tem que fazer um antes para que ele ou ela possa começar uma educação. Se você não é esperto o suficiente, você não tem permissão para se tornar um xamã.”

Adala termina sua explicação.

Ah, eu acho que havia algo semelhante no meu velho mundo:

“Isso parece muito estúpido.”

Opa. A minha língua escorregou, eu deveria ter formulado que mais agradável.

Felizmente meus convidados não parecem ofendidos e olham-me com interesse. Eliot é o primeiro a falar:

“Hmm. Por quê?”

Inclino a cabeça:

“Bem, você disse teste. Eu acho que você começa um conjunto de perguntas, enigmas e problemas para resolver. Com base na sua velocidade e correção, você obtém certa pontuação e é isso. Mas não importa o quão complicado e extenso seja esse teste, ele sempre selecionará somente até certo ponto.
Eu sou da opinião que um jovem pode aprender tudo, contanto que você os ensine corretamente. Negar a alguém uma educação porque ele não foi ensinado adequadamente antes de fazer o teste não está certo.”

Eu encolho os ombros:

“Se há muitos que falham neste teste de QI, então você deve questionar o sistema educacional que eles aprenderam o que não foi lhes ensinado, ou o teste é de alguma forma defeituoso.”
[Nota Pomba: Isso me parece familiar…]

“Entendo. Embora não tenhamos muita escolha no assunto. Como nosso povo tem ainda menos xamãs do que o seu, nunca temos o suficiente para ensinar a todos com potencial. A maioria deles tem que aprender por si só a magia.”

Adala responde um pouco deprimida.

Assim, eles não têm professores:

“Entendo. Estou certo em assumir que este teste visa obter o que são necessários para se tornar um xamã? E que aprender a magia xamânica é visto como o mais alto possível que você pode aprender.”

Adala acena com a cabeça:

“Os rituais xamanísticos exigem alta concentração, conhecimento e absoluta disciplina. Não só isso, mas você poderia algum dia se tornar o Grande Xamã, que é o líder do nosso país. A palavra do Grande Xamã é absoluta e seus rituais mágicos são poderosos o suficiente para mover montanhas. Você não tem um sistema semelhante entre seus clãs? Não são os Gejene os magos mais poderosos.”

Ele pode mover montanhas!? Talvez ela tenha exagerado. Eu coço meu peito enquanto penso em uma resposta:

“Dizer que os Gejene são os magos mais poderosos é um pouco forçado. Há certo equilíbrio entre os clãs. Os Gejene podem ser lutadores fortes, mas eles não são os mais fortes. Seu poder reside em suas habilidades de elaboração e recursos ilimitados. Se você quiser algo, você simplesmente diga a eles o que você precisa e você vai obtê-lo. E se você chateá-los, você pode ter certeza que eles apenas têm que murmurar o seu desagrado e vários clãs estão em seus calcanhares. Seu poder é mais do lado econômico, basta olhar para a sua casa, um de seus grupos de construiu em poucas horas com tudo o que está dentro.”

Eu respiro:

“Se você está pensando em alguém que maneja o nosso sistema mágico melhor, você tem que olhar para os Siordas, mas eles não são tão poderosos. Seu verdadeiro talento reside na administração e na estratégia.
Se você quer alguém curado não há ninguém melhor do que um Eddin e nunca tente matar um deles, eles simplesmente se levantam como se nada tivesse acontecido. A menos que você tenha certeza que eles estão mortos com o primeiro hit.
Os Veit são insuperáveis em buffs e encantamentos. Se você quiser um artefato puro melhorado um pouco mais, eles são os que vocês deveram chamar.
Mas se trata de puro poder de combate é muito melhor dar uma olhada no Zait, Anja ou Tinn. Os outros clãs sempre confiam em nossa assistência quando há um problema com as nações do sul. Especialmente os Veit, sua capital é diretamente na fronteira do sul.”

Nikita franziu os lábios de forma linda:

“Obrigada por abrir nossos olhos para as complicadas relações entre seus clãs. Então não é como se os Gejene pudesse dizer a palavra e todo mundo salta sem pensar.”

Eu bufo:

“Isso certamente não é o caso, mesmo se eles provavelmente podem obter Nict para fazer qualquer coisa que eles querem se for necessário. Não é como se isso fosse informação restrita. Tenho certeza de que você teria descoberto com o tempo.”

Adala acena com a cabeça, aceitando minha pequena dica em seu verdadeiro propósito. Chegamos finalmente ao edifício da recepção da universidade. Sorrindo, gesticulo para que eles entrem e sigam.

Duas horas depois nós finalmente deixamos o edifício. Alimentá-los com as informações necessárias também escolher cursos interessantes e as aulas me levou a ser o pobre secretário de toda a paciência. Eles podem ser jovens, mas esses caras são minuciosos no que estão fazendo.

Cada um deles carrega uma pilha de documentos e livros, que são necessários para seus cursos. Coloco minhas mãos em minhas costas e os encaro, forçando um sorriso em meu rosto:

“Já que você tem tudo o que precisa, vocês vão gerenciar por conta própria a partir daqui?”

“Eu acho que não haverá problema.”

Adala se curva e sai enquanto olha para um mapa da universidade. Padma e Nikita se despedem da mesma maneira e partem para os seus próprios cursos.

Apenas Eliot ficou aqui. O macho Dwemer está olhando para mim e sorrindo:

“Agora que as meninas se foram, você pode me mostrar os lugares importantes nesta cidade! Onde há um bom bar para brigas e um bordel para celebrar a vitória?”

“Não tenho certeza. Acho que os únicos bares que correspondem ao seu desejo estão cheios de plebeus. Os bares para magos não tem brigas. Eles certamente não vão usar os punhos se houver uma disputa. Quanto aos bordéis, eu não tenho experiência com esses, mas você certamente vai encontrar um no bairro da luz vermelha da cidade.”

Aponto para o portão principal da universidade. Conheço muito bem a cidade através de todos os meus encontros com Stella.

“Embora seja muito improvável que ande com sua namorada em um bordel, ou um bar. Então eu não posso ajudá-lo a esse respeito.”

Os olhos de Eliot se arregalam:

“Não me diga que você não se diverte aqui. O que um homem tem que fazer aqui para liberar algum vapor?”

Eu sorrio ironicamente para ele:

“Oh, eu não sei, encontrar a porra de uma namorada, talvez?”

Sua expressão cai:

“Isso fica chato, um homem de seu calibre precisa de uma pequena mudança de vez em quando.”

Sorrindo para ele, eu cruzo meus braços na frente do meu peito:

“Não há necessidade se você tem uma Gejene como namorada. Ela pode mudar a cor de seu cabelo como ela quiser.”

“O quê!”

Ele ofegou.

Eu sussurro:

“E se você pedir muito bem, ela ainda ajusta seus três tamanhos!”

Sua expressão cai:

“Você está mentindo… ou não? Isso não é justo!”

Então suspiro:

“De qualquer forma, é difícil para nós magos se misturarem com os plebeus”.

Ele inclina a cabeça em confusão:

“Por quê?”

“Existem regras rígidas contra ferir ou atacar as pessoas sem magia. Se eu entrar em um bar e bater em alguém, o mínimo que eu tenho que esperar é que eu recebo um severo castigo público, se não for executado.”

Eu ri:

“Sem mencionar que assim que descobrirem que você tem magia, eles vão se jogar no chão e adorá-lo.
E haveria um tumulto se um mago fosse visto em um bordel. Todos os magos são tratados como nobreza. Não é o mesmo no seu país? O que vocês fazem para evitar que os magos usem seus poderes de maneira errada?”

Eliot parece um pouco perturbado:

“Bem, fazemos nada. Os xamãs são os líderes e o resto faz o que os líderes lhes dizem para fazer. Os outros com talentos mágicos não são tão desconectados do resto da sociedade.”

Eu franzi o cenho:

“Então, qual é a sua magia?”

Eliot está mais reto:

“Eu me especializo no fortalecimento do corpo e combate corpo a corpo. Na verdade, eu queria saber se há algo como duelo nesta academia. Eu gostaria de testar minhas habilidades. E quanto a você?”

Eu encolho os ombros:

“Um pouco de tudo o que eu acho. Minha verdadeira vocação é criar artefatos como os cartões de ouro. E quanto a duelos… acho que você vai ter algumas das lições militares que você se inscreveu. Tenho que avisá-lo contra desafiar alguém em campo aberto. Tais duelos tendem a continuar até que um participante fique gravemente ferido.”

Sua expressão é um pouco perturbada:

“A sério. Vocês não sabem se divertir. Vou levá-lo para fora da próxima vez e vamos procurar um bom bordel… uma existência tão miserável. Eu tenho que ir para o meu curso agora.”

Ele se vira para sair.

“Não esqueça o jantar hoje à noite. Stella convidou todos vocês para um ótimo restaurante.”

Eu chamo por ele.

Eliot acena com a mão e desaparece entre os outros alunos. Eu suspiro, aliviado, e começo a ir em direção ao instituto de cura. Eu tenho que fazer alguma pesquisa lá.

  • King Of Hornet

    Muito bom!

  • Donyatsu

    E eu pensando que ele era um pervertido…