Beyond?: Capítulo 33 – ~ Trabalho. ~

4
351

Tradução: Pomba

Revisão: P_


 

“A única maneira de descobrir os limites do possível é se aventurar um pouco além deles no impossível.”

 

– Arthur C Clarke.

 

 

 

***Cidade Livre Estados de Nict, Capital***

***Valda***

 

 

 

Tem sido uma semana desde a nossa reunião de família. Foi muito bem se você ignorar o incidente entre Stella e Sola. Elas destruíram três quartos durante a luta. Valeria me explicou que Sola tentou um movimento em Azir e desde que considerou Stella como o mal menor dos dois, advertiu-a.

 

Aparentemente Stella não estava muito feliz em compartilha-lo e reagiu… violentamente. O barulho atraiu Helen e eu. Claro que Helen imediatamente tentou impedir que se matassem. Que não foi inteiramente bem sucedido. Fiquei impressionada que Stella foi capaz de infligir sérios danos à sua irmã mais velha, apesar de ser a mais jovem das duas. Stella perdeu um olho azul e um chifre quebrado até Helen finalmente parar a luta, mas sua irmã estava em pior forma.

 

[Nota P: Pq tenho a impressão q isso vai desencadear uma guerra civil]

 

Azir informou Helen que é provavelmente melhor manter uma vigilância próxima de Sola. Meu filho parecia um pouco triste, então eu decidi ir visitá-lo uma vez. Eu quero ver como ele está se saindo com sua própria casa.

 

Eu entro na propriedade do meu filho junto com Yoran. O warcat que Yoran deu a Azir imediatamente aparece e Yoran tem um momento de reunião com o gato. Ele cuidou dele desde o momento em que nasceu, por isso não é surpreendente que ele ainda é tolerado pelo gato. Às vezes eu desejo que eu também fosse boa com animais.

 

Depois que cumprimentou o gato completamente nós continuamos em nosso modo e tocamos a campainha na porta. É noite e as aulas já terminaram. Então eles deveriam estar em casa.

 

A porta é aberta por Stella e Valeria, o que me surpreende. Stella imediatamente se afasta para nos deixar entrar.

 

“Valda, Yoran, vocês deveriam ter me dito que queriam nos visitar também. Eu poderia ter preparado alguma coisa.”

 

Eu sorrio:

 

“Então o efeito surpresa seria perdido e eu não conseguiria ver como você realmente estão fazendo por conta própria.”

 

Yoran acena com a cabeça:

 

“Sim, sem preocupações. Não estamos aqui para comer. Eu não sabia que você tem um bom relacionamento com Valeria”

 

Seus olhos vagueiam pelo quarto. É apenas uma pequena área de entrada. Uma porta leva ao primeiro andar, mas está fechado e existem vários feitiços anexados nela.

 

Stella nos leva até as escadas. No próximo andar encontro uma porta semelhante, mas não é guardada pesadamente. Um andar mais para cima, entramos na sala de estar e Stella nos oferece um assento. Tudo parece limpo e ordenado. Obviamente, ela e Valeria estavam bebendo chá quando entramos. A casa parece bem organizada, mas não há muitas decorações.

 

Tomo um lugar e Stella nos oferece o mesmo chá. Balançando a cabeça, eu tento quebrar o gelo:

 

“Então você está indo bem? Você teve uma briga com sua irmã.”

 

Stella sorri:

 

“Eu tenho que me desculpar mais uma vez por fazer uma cena. Minha irmã e eu não estamos em melhores condições.”

 

Ela suspira:

 

“Às vezes eu gostaria que pudéssemos formar algum tipo de tratado de paz, mas parece que ela me odeia por alguma razão.”

 

Valeria faz um gesto de desprezo.

 

“Depois de ver sua irmã, não acho que a culpa esteja com você.”

 

Stella acena com a cabeça:

 

“Eu só queria que eu não tivesse exagerado como eu fiz. Foi estúpido e egoísta da minha parte deixar minha raiva sobre Azir. Mas ele poderia simplesmente ter expulsado ela logo. Eu teria acreditado nele se minha irmã tivesse inventado uma história estúpida.”

 

Yoran acena com ansiedade:

 

“Então você teve uma briga com Azir e você consultou Valeria para encontrar uma solução. Hah, isso me lembra das lutas que tive com Valda. No começo ela estava realmente insatisfeita com meus animais de estimação.”

 

Eu o esmurro:

 

“Ainda estou infeliz com seus estábulos estúpidos. Os gatos estão bem, mas os pesadelos fedem cinquenta metros contra o vento!”

 

Então eu volto a minha atenção para Stella.

 

“Então o que aconteceu?”

 

Stella começa a brincar com os dedos:

 

“Bem, eu o joguei para fora da cama e ele vadiou fora em seu laboratório e não saiu desde então…”

 

Yoran levanta uma sobrancelha:

 

“E foi quando isso?”

 

“A noite em que eu tive a luta com Sola.”

 

Os lábios de Stella se transformam em uma linha fina:

 

“Como eu disse, foi infantil da minha parte, mas eu estava com raiva de mim e dele.”

 

“Isso foi há uma semana? E ele não saiu desde então? E a escola?”

 

Pergunto furiosamente.

 

“Ele não compareceu!”

 

Valeria responde rapidamente.

 

“Entendo. E vocês duas não achavam que era necessário retorná-lo para o caminho correto?”

 

Eu me concentrei nas duas que ficaram pálidas imediatamente.

 

“Eu tentei! Mas ele selou a porta de seu laboratório e eu não consigo entrar. Valeria também não conseguiu abrir.”

 

Stella gesticula para a casa:

 

“Minha capacidade também era inútil. Eu até tentei atravessar pela parede e pelas janelas.”

 

“Hooooh …”

 

Eu arregalho os olhos enquanto eu tento me lembrar de algo. Então eu me levanto e ando em direção ao laboratório de Azir:

 

“Criança é sempre criança. Não importa quantos anos ele tenha.”

 

Quando chego à porta fortemente protegida de mais cedo, fico ali parada e olho por vários segundos enquanto tento sentir o ponto mais fraco da formação mágica. Azir já tentou se trancar uma vez. Ele era uma criança pequena naquela época e se tornou absorvido demais em seu hobby de construir relógios.

 

Eu ordenei que ele saísse de vez em quando, mas ele se recusou como uma criança teimosa. Às vezes acho difícil acreditar que ele tem as memórias de um arquimago de oitocentos anos de outro mundo. E de vez em quando ele age infantilmente, sem dúvida.

 

Eu percebo que uma vida tão longa pode ser um fardo pesado, mas isso não é motivo para agir como um velho teimoso. Talvez seu corpo esteja afetando ele? Se o relato de Valeria está correto, então seu corpo atual é bem diferente do que ele provavelmente consideraria normal. Por outro lado, alguém velho certamente não se lembra de cada detalhe de seu passado. Já faz duas décadas que ele… renasceu.

 

Ele já passou um longo tempo neste mundo e eu tentei o meu melhor para fazê-lo esquecer do seu passado. Portanto, a razão pela qual ele está se trancando é provavelmente algo trivial… como construir relógios. Certamente ele esqueceu o tempo.

 

Finalmente eu encontro a fraqueza que eu estava procurando. O selo que ele colocou em seus aposentos é um pouco mais sofisticado do que da última vez. Provavelmente ele decidiu refiná-lo depois que eu quebrei tão facilmente. Bem, enquanto ele não perceber que eu não estou destruindo seu selo, mas a formação mágica que está segurando no lugar, ele pode reforçá-lo tanto quanto ele quiser.

 

Ele pode conhecer muitos truques, mas ele não conhece todos eles. Isso é óbvio. Eu cubro meu dedo indicador em mana e esfaqueei-o no marco de porta de madeira. Os brilhantes círculos e selos mágicos nas paredes e a porta desaparece, se despedaçando e se dispersando como névoa.

 

Eu aceno com a cabeça, este velho eu, tem alguns anos de experiência no manuseio de mana. Ainda há algumas coisas que Azir poderia aprender comigo. Stella e Valeria ofegam atrás de mim.

 

“Como você fez isso? Tentamos mais de um dia sem nenhum resultado.”

 

“Ohohoho.”

 

Eu seguro uma mão na frente da minha boca enquanto eu quebro a porta.

 

“Eu ainda sou a chefe do clã do Zait. Se eu não conseguisse ultrapassar o selo do meu filho, perderia minha confiança em ser sua mãe.”

 

Abro a porta e passo para dentro. O que me espera é um corredor escuro com muitos cabos correndo ao longo das paredes. Algo como uma aranha metálica do tamanho de um punho escorrega em minha direção e eu tento pisá-la, mas a coisa foge lateralmente e corre até uma parede e ao teto. De lá em cima, ela me olha acusadoramente. Em seguida, ela gira e foge enquanto adere ao teto.

 

Caminhando ao longo do corredor eu dou um olhar no quarto para a minha esquerda e direita. Dentro eu encontro muitas máquinas e artefatos diferentes. A maioria deles não faz nenhum sentido para mim:

 

“Parece que ele foi muito produtivo durante esse isolamento.”

 

“Ele fez algo assim antes!?”

 

Valeria grita:

 

“Quando?”

 

Yoran responde por trás de nós:

 

“Eu acho que ele tinha seis… ou eram sete? Você era muito jovem para se lembrar disso Valeria. Ele transformou seu quarto em algo como uma masmorra dentro de um dia. Embora seja muito pior desta vez. Gostaria de saber de onde ele tirou os materiais?”

 

Stella dá uma risada insegura:

 

“Isso… pode ser minha culpa. Ele frequentemente vem até mim com uma pá de terra e pede para transmutá-lo em um metal ou outro.”

 

Quando olho para o quarto ao lado, encontro Azir deitado de costas. Ele está no chão em cima de um disco metálico e ronca muito alto. O disco tem um raio de cerca de dois metros. Yoran liga as luzes e damos uma olhada ao redor da sala.

 

Com exceção do disco no meio do quarto eu encontro várias cópias dele que se inclina na parede a minha esquerda. À minha direita há um grande espelho de prata e o outro lado da sala está ocupado por uma longa mesa de trabalho. O lado esquerdo da sala, que deve ter um conjunto de janelas, é ocupado por vários quadros grandes com fórmulas.

 

De repente, a pequena aranha corre entre as minhas pernas, carregando um copo de água. Salta para o peito de Azir e derrama a água em seu rosto. Em seguida, ele escapa enquanto ele atira em uma posição vertical.

 

Sem pensar, ele pega uma ferramenta da coleção ao redor dele e a lança na aranha:

 

“Pequeno monstro! Apenas espere até eu colocar minhas mãos em você! Vou levá-la para o além! Eu nunca deveria ter dado vida a você!”

 

Então seus olhos caem sobre nós.

 

Eu cruzo minhas mãos na frente de meu peito enquanto ponho minha melhor expressão maternal.

 

“Explique!”

 

Ele olha para o chão, obviamente em profundo pensamento:

 

“Eu pensei que eu iria tentar enrijecer o tempo para frente, a fim de evitar o mau humor de Stella. Obviamente, não funcionou como planejado.”

 

Ele puxa um dispositivo semelhante a um relógio do bolso.

 

“Uau! Sete dias! Parece que ainda não está funcionando corretamente. Hmm. Pensei que tinha reparado.”

 

Stella passa por mim e se ajoelha, na frente de Azir:

 

“Você usou esse dispositivo para acelerar o tempo? Posso ver?”

 

Azir entrega o dispositivo para Stella:

 

“Eu levei de volta comigo do outro mundo. Ele nunca funcionou corretamente, mas pode acelerar ou retardar o tempo ao seu redor, o que é como colocar o seu…”

 

*Crack*

 

“~ Ups. ~”

 

Stella continua a sorrir para Azir:

 

“Sinto muito. Eu não esperava que fosse tão frágil.”

 

Ele balança a cabeça, enquanto ele tenta continuar sorrindo:

 

“Não há problema, posso consertá-lo.”

 

A aura de Stella se torna realmente intimidante de um momento para o outro.

 

“Então você tentou fazer algo perigoso para evitar um único dia de castigo?”

 

O dispositivo desmorona em poeira dentro de suas mãos.

 

“Ah… meu mal. É tão difícil manter essa habilidade sob controle, enquanto suas emoções são selvagens.”

 

Azir coloca suas mãos em uma posição de oração:

 

“Erm… está tudo bem. Como eu disse, nunca funcionou corretamente.”

 

Stella o puxa para cima e aponta para o disco sob seus pés:

 

“O que é isso?”

 

Ele responde o mais rápido possível:

 

“Isso não é perigoso. É um círculo de teletransporte que pode ser ligado com outros de seu tipo. Mesmo alguém que não é proficiente em magia de teletransporte pode usá-lo. Você apenas tem que pisar na runa que indica seu destino. Então você coloca mana no círculo mágico no disco.”

 

Ele olha para os outros discos na parede.

 

“Originalmente eu queria fazer apenas três, mas então eu me empolguei e construí um após o outro. Eu fico irritado que leva muito tempo para visitar minha família. É claro que eu poderia me teletransportar sozinho, mas isso torna muito mais fácil.”

 

Stella levanta uma sobrancelha enquanto olha para o aparelho.

 

“A mansão de sua família está em outra cidade. Em algum lugar atrás do horizonte.”

 

Um pesado silêncio cai sobre a sala. Azir construiu um dispositivo que rivaliza com os portais da Cidade! Eu disse a ele muitas vezes que ele não deveria revelar tal conhecimento! Bem, Stella teria descoberto em algum ponto de qualquer maneira.

 

Ele olha para cima e bate as mãos:

 

“Está certo! O espelho! Mostra as memórias de alguém! Agora posso provar que estou sem culpa!”

 

Ele tenta caminhar até o espelho, mas Stella o mantém de volta:

 

“Está bem. Eu acredito em você…”

 

Uma risada chama a minha atenção e me viro para o barulho, só para encontrar meu marido tocando no espelho. O que eu vejo no espelho é o seu ponto de vista, enquanto eu estou deitada nua sob ele em nossa cama de casal. Eu sou uma versão mais jovem de mim e, obviamente, gemendo de prazer. Embora o dispositivo não emite nenhum som.

 

Yoran olha para Azir:

 

“Filho. Você se importa se eu tomar isso para…

 

*Slap *

 

[Nota P: TKO]

 

Eu me viro e pego meu marido inconsciente pelas suas roupas:

 

“Azir, Stella, por favor, desculpe-nos por um momento.”

 

  • emerick

    Que espelho foda

    • pedrin

      qnd não se tem xvideos tem que improvisar

    • Arthur Popuslou

      pra quem nunca transou é algo bem inutil, mais ou menos, vc pode tipo lembrar de um assunto de uma caralhada de anos atrás

      • emerick

        feels