Beyond?: Capítulo 11 – De um dia para o outro.

3
454

Tradução: Pomba

Revisão: P_


“Os Dwemers não são uma raça de muitas palavras. Alguns dizem que eles têm os mesmos antepassados que nós e mudou devido ao seu ambiente, mas durante o meu tempo com eles eu comecei a duvidar disso. Não é apenas a cor da pele que é diferente. São duas a três cabeças menores do que nós e seus olhos têm pupilas redondas, que são capazes de ampliar até que seus olhos são quase completamente pretos. E eles não têm chifres.

Eles também têm menos magos do que nós e seus sistemas mágicos dependem de rituais xamânicos. Isso aumenta o tempo de conjuração de suas magias, mas os concede muito mais poder. Eu os vi mover quantidades inacreditáveis de terra e cavar túneis grandes dentro de minutos. Teria levado uma força de trabalho de plebeus muitos meses para realizar a mesma tarefa.”

-Sonja Gejene, emissária de Nict.

***Cidade Livre Estados de Nict, Nict ***

*** Azir ***

O tempo passou tão rápido. Já faz dois anos que adotei Stella, Karsen, Talia e Louise.

Louise conseguiu ser promovida de Lulu para seu nome verdadeiro depois de um ano de comportamento aceitável. Afinal, sou uma pessoa generosa. Ela realmente chorou lágrimas de alegria quando eu a chamei de Louise pela primeira vez, assim um verdadeiro laço de amizade foi formado entre nós.

E por que estou dizendo que adotei os quatro? Depois de dois meses na beira da insanidade eu decidi me tornar um professor. Então, em vez de me sentar preguiçosamente e me entregar à autopiedade, investi meu tempo em dar aulas aos meus quatro amigos.

Embora Stella e Louise não precisassem de muita ajuda. Apenas Talia e Karsen lutaram para manter o ritmo.

Quanto a Annice… ela ainda aparece de vez em quando, mas ficou muito melhor depois que decidiu estudar sobre homens. Ter uma memória perfeita pode ser uma bênção e uma maldição ao mesmo tempo. Descobriu-se que ela não tinha a menor ideia do que aconteceria depois que ela conseguisse segurar o cara de seus sonhos. Ingrid é a pior mãe que pode existir.

Então, no dia seguinte depois de sua declaração insana, ela veio até mim com toda a sua cabeça ficando vermelha e me informou que o assunto é adiado até que ambos tenhamos uma idade apropriada. Isso é algo que ela mais uma vez decidiu unilateralmente.

Infelizmente outro desenvolvimento fatal ocorreu durante o meu tempo na escola. Devido ao fato de que a academia é uma escola de tempo integral, eu tinha muito menos tempo para gastar com minha irmãzinha. Eu ensinava e brincava com ela o máximo possível até que eu tivesse que ir para escola.

Ela era uma criança tão agradável antes. Eu esperava que ela acabasse por ser uma boa personagem, mas apenas em dois anos ela fez uma mudança de personalidade completa. Ela se tornou uma pequena versão de Valda! Oh, por que estou agora amaldiçoado com duas mulheres desse caráter.

“Por que você está me olhando assim irmão?” Valeria me pergunta enquanto ela está corrigindo seu cabelo azul claro. Seus chifres se tornaram um pouco maiores, mas ainda são os de uma criança. Como o meu.

É a sua primeira vez na escola e estamos a caminho da academia. Valda está nos acompanhando. Ela está sentada ao lado de Valéria enquanto eu estou sentado em frente a elas.

Eu aceno a mão com desdém. “Ah! Não é nada. Eu estava apenas pensando profundamente. Você vai ficar bem certo? Vou direto para a minha turma.”

Valeria formou um punho e levanta para cima. “Não se preocupe, irmão! Minha mamãe me treinou bem. Estou confiante de que posso cumprir o meu papel como a futura líder do clã! Apenas venha a mim se houver um problema. Eu vou protegê-lo daquelas megeras.”

“Perdoe-me?” Eu sinto um sentimento estranho em meus pensamentos. “Mamãe! Que instruções você deu a minha irmãzinha bonitinha!”

“~ Hahaha. ~” Valda ri estranhamente.

“Querida, por favor, recite as três regras de ferro.”

Valeria acena com a cabeça. “Não traga nenhuma vergonha para a casa Zait. Mantenha as putas longe do irmão. Informar a mãe sobre todas as aventuras do irmão.”

[Nota P: Se fu.. arranjou uma dedél]

“I… Irmã! Não há necessidade de nada…” Mas Valéria não me deixa falar.

“É bom que você se preocupe comigo, mas estou confiante de que posso lidar com todas as meninas até quatro anos mais velhas do que eu. Se uma menina mais velha do que isso mostrar interesse em você, precisamos chamar a mamãe para proteger sua virgindade.” Valeria acena com a cabeça e resmunga pelo nariz.

[Nota P: Como disse completamente o inverso dak no Brasil]

Mamãe! O que você criou! Não é mais minha irmãzinha!

A carruagem para e descemos, onde eu sou esperado por Talia, Stella, Louise e Karsen. Droga! Esqueci que andamos sempre juntos para a aula! Eu deveria ter dito a eles para continuar sem mim.

Stella acena com a mão e sorri. “Azir! Como foram as férias?”

Eu levanto minha mão e forço um sorriso em meu rosto. “Ótimo. Como vocês estavam?”

“Quem são esses irmão?” Valeria se coloca entre mim e meus amigos.

Eu acaricio sua cabeça. “Hahaha. Não se preocupe. Esses quatro são meus colegas de classe. Stella, Talia, Louise e Karsen.” Aponto para Valéria.  “Esta é minha irmãzinha. Por favor, cuide bem dela, é seu primeiro dia. E essa é a minha mãe, Valda.”

“Oho?” Stella toca seu lábio inferior e sorri para Valéria. “Ela é fofa! Eu quero abraçá-la!” A cauda de Stella se encolheu atrás dela.

Valeria se vira com um olhar interrogativo para a mãe. “Mamãe, ela é uma megera?”

Valda balança a cabeça. “Eu expliquei a você que não é assim tão fácil. Você tem todos os aspectos em consideração antes de julgar.”

“~ Azir! ~”

Minha expressão cai. Aquela voz. Pego minha irmãzinha e a coloco entre eu e Annice, que apareceu entre a multidão de pessoas ao nosso redor.

“~ Ahn. ~ Como o frio. E não nos vimos desde o último semestre. Ninguém me permitiu entrar em sua propriedade.”Annice cruza seus braços na frente de seu peito.

Valeria se vira. “Quem é, irmão?”

“Eu sou Annice Tinn. A futura esposa de seu irmão. Prazer em conhecê-la, cunhada.” Annice agarra a mão de Valeria.

A expressão de Valeria se torna fria. “Ah… acho que o irmão me falou sobre você.”

Os olhos de Annice começam a brilhar. “Mesmo? O que ele disse? Pensar que nosso relacionamento já floresceu tanto!”

Valeria inclina a cabeça. “Deixe-me ver. Quando ele está de mau humor, ele chama você de ‘A cadela!’ E quando ele está de bom humor, ele diz ‘A pobre menina equivocada’.”

Annice congela e Valeria se vira para dar Valda um polegar para cima, que é devolvido por ela.

Valda dá um passo à frente e pega Annice em sua cauda, puxando Annice com ela.

“Owowow!” Annice tenta resistir, mas o aperto de minha mãe é como um vício.

Valda murmura. “Eu acho que preciso ter uma palavra apropriada com Ingrid sobre sua educação. E eu mesmo passei pela dificuldade de colocar essa criança em outra classe. Venha Valeria, estamos atrasados.”

Ela olha para meus quatro amigos. “Por favor, fique de olho no meu filho. E sinta-se livre para visitá-lo de vez em quando. Ele é muito solitário para ficar sozinho.”

Finalmente, ela sai, puxando Annice com ela. Valeria está seguindo-os.

***

“Sua família é engraçada.” Stella sorri enquanto ela me entrega uma chave de fenda.

Estamos atualmente em nossa classe, tendo uma lição sobre runa-magica e artefatos. Para esse efeito, temos de reparar um dispositivo antigo que aquece algo que você coloca em cima dele. Para mim, é apenas uma boa antiga padronização combinado com um pouco de magia.

“Você acha? Na verdade eles podem ser muito assustadores quando eles querem.” Eu termino de montar o circuito mágico, enquanto Louise e Karsen fazer o encaixe pronto.

“A líder do clã parece mais agradável do que eu pensava. Talvez eu deva visitá-la de vez em quando.” Talia sorri para mim.

Eu concordo. “Certo. Isso significa, claro, se você passar pela minha irmã. Ela parece estar um pouco ciumenta.” Ou devo dizer que ela foi corrompida por minha mãe?

Continuamos a trabalhar em silêncio em nosso projeto. Apenas Talia e Karsen se entregam a uma pequena conversa entre os dois.

Enquanto trabalhamos, a luz lá fora começa a escurecer. Então a aula finalmente termina. Empaco minhas coisas e tento sair da sala de aula quando Stella me segura de volta segurando minha manga. “Eu tenho que te dizer uma coisa.”

“Sim?” Mas ela não responde enquanto os outros alunos saem da sala. Olhando para ela interrogativamente, aponto para fora da janela para o sol desaparecendo. “Está ficando tarde.”

“Na verdade, eu queria te agradecer.” Stella olha para mim com olhos inabaláveis. “Recentemente eu pensei sobre como os dois últimos anos poderiam ter resultado se você não tivesse se tornado meu companheiro de lugar, sentado perto de mim.”

Eu tento falar, mas ela levanta uma mão.

“Eu sei. E eu aprendi o suficiente sobre você para saber que você provavelmente realmente só queria sentar perto da janela. No entanto, quero lhe dar um presente como agradecimento. Mas você tem que fechar seus olhos até que eu diga que você pode abrir.”

Eu franzi a testa. “Isso é infantil.”

A cauda de Stella cai. “Você diz coisas tão estranhas de vez em quando. Você quer ou não?”

“Ok, Ok.” Eu fecho meus olhos… e sinto algo suave em minha bochecha enquanto uma pequena caixa é pressionada em minha mão. Eu ouço os passos de Stella desaparecendo na distância.

Abro os olhos e me viro enquanto toco em minha bochecha e percebo que sou o único deixado na sala de aula.

“Eh? Ela apenas me beijou? “

“Ela fugiu…”

  • Sabin

    Que fofo. Eu shippo azir e stella

  • É muito boa essa novel!

  • Ohhhhhhhhhhhhhhhhhhh kawaiiiiiiiii desuuuuu kkkkkkkkkkkkkkk, Shippei já eras, não aceito outra garota para ficar ao lado do Azir @_@. Irmãzinha foda bagarai XD.